Gestão financeira: entenda o que é, quais os objetivos e veja 5 softwares para fazer a sua

Conheça mais sobre a gestão financeira, como esse conceito funciona na prática, qual sua importância e 5 opções de softwares que podem te ajudar nisso!

12669432_1218137561529803_7092902009906739723_n
Thainá Cunha

Começar um novo negócio pode ser um desafio, especialmente se não souber o que é gestão financeira. Como empreendedor, você certamente já ouviu falar sobre isso, mas pode não entender o que esse conceito significa, na prática.

No entanto, desenvolver boas práticas de controle financeiro pode fazer toda a diferença no sucesso do seu negócio. Por isso, é fundamental entender quais as principais etapas de uma boa administração contábil.

Continua após a publicidade

Além disso, com as novas tecnologias, existem diversos programas e softwares que podem te ajudar nesse processo, de maneira mais fácil e prática.

Pensando na importância desse conceito para a sua empresa, nós preparamos um guia completo com tudo que você precisa saber sobre o que é gestão financeira, como aplicá-la corretamente e quais as plataformas que podem te ajudar no dia a dia.

Continua após a publicidade

Acompanhe a leitura!

O que é gestão financeira? 

Apesar de parecer um conceito complexo, é simples entender o que é gestão financeira.

Basicamente, trata-se do conjunto de ações, procedimentos e estratégias que envolvem o planejamento, o controle e a análise das atividades relacionadas às finanças dentro de uma empresa.

Embora um negócio necessite de uma base sólida em várias áreas, é o setor financeiro que se torna responsável pela execução e desenvolvimento das atividades.

Por exemplo, a produção de mercadorias ou prestação de serviços só se torna viável caso a empresa tenha recursos para adquirir os materiais, equipamentos e matérias-primas.

Ao mesmo tempo, é necessário que existam funcionários para executar a produção, e eles devem ser contratados e devidamente pagos.

Continua após a publicidade

Para criar visibilidade no mercado, a empresa também deve investir em campanhas de publicidade e marketing, que, por sua vez, também precisam de recursos para a contratação de profissionais e a devida publicação das peças.

Todos os departamentos e atividades de um negócio dependem, direta ou indiretamente, do setor financeiro. Logo, deixar de ter uma área contábil bem estruturada pode ser extremamente prejudicial para o sucesso da sua empresa.

Este é o conceito do que é gestão financeira. Um conjunto de práticas que ajuda a alinhar a distribuição e gerenciamento de recursos, tornando possível que o negócio se desenvolva apropriadamente.

Qual é o principal objetivo da gestão financeira?

Mesmo depois de entender o que é gestão financeira, muitos empreendedores podem ter dificuldade em compreender qual o objetivo de aplicar esse conjunto de métodos e práticas em seu negócio.

Continua após a publicidade

Claro, a gestão financeira empresarial possui diversos objetivos, mas é importante ressaltar que o principal deles é equilibrar as operações da empresa e possibilitar que ela tenha lucros no futuro.

Mesmo que as práticas apresentem objetivos secundários, como distribuir os recursos para atender todos os setores de maneira eficiente, todas as atividades visam maximizar os resultados e potencializar os ganhos.

Para isso, ela cumpre uma série de finalidades que são fundamentais para obter bons resultados e manter o negócio com saldo positivo.

Entender o que é gestão financeira permite, por exemplo, que você conheça melhor os recursos e atividades da sua empresa, incluindo o capital de giro, a renda ativa e passiva que ela possui.

Continua após a publicidade

Com isso, você será capaz de tomar decisões mais assertivas sobre o negócio, buscando otimizar suas operações e elevar seus rendimentos.

Objetivos secundários

No dia a dia, entender o que é gestão financeira também ajuda a alcançar objetivos secundários propostos por essa prática.

Por exemplo, todas as atividades e campanhas relacionadas às finanças da empresa precisam de um bom controle e acompanhamento.

Isso ajuda a verificar se seus resultados são efetivos, e compreender o que é gestão financeira também promove isso.

Continua após a publicidade

Além disso, não é lógico operar e investir no seu negócio sem ter metas definidas, como alcançar determinado resultado financeiro ou expandir suas fábricas, por exemplo.

Nesse caso, é essa administração contábil que possibilita a definição de metas e objetivos concretos para a empresa.

Por fim, a gestão financeira busca equilibrar a empresa, e isso também se aplica em momentos que não são de lucratividade.

Afinal, nem todos os negócios operam sempre com saldo positivo. Entretanto, ao investir em um controle eficiente, você saberá como lidar com imprevistos financeiros, e quais as melhores decisões para sair da crise.

Continua após a publicidade

Ou seja, esse conjunto de ações e estratégias possuem um impacto direto em todos os setores de uma empresa, no momento atual e também no futuro.

Como funciona uma gestão financeira?

Embora muito se fale sobre o que é gestão financeira empresarial, mesmo sendo um conceito relativamente simples, muitos empreendedores podem não entender como ele se aplica na prática.

Basicamente, entender o que é gestão financeira é ser capaz de tomar decisões e administrar o dinheiro do seu negócio, além de todas as atividades que envolvam recursos. Por exemplo:

Note que nem todas as atividades relacionadas a esse conceito envolvem a manipulação de dinheiro, mas todas se relacionam às finanças, de alguma forma.

Continua após a publicidade

Afinal, fazer um investimento, por exemplo, é visar lucros financeiros no futuro. 

Da mesma forma que analisar relatórios contábeis ajuda na elaboração de estratégias mais concretas para potencializar os rendimentos da empresa.

Assim, saber o que é gestão financeira nada mais é do entender como administrar o dinheiro da sua empresa, e todos os procedimentos relacionados a isso.

Embora seja um conceito tradicionalmente associado ao mundo empresarial, a gestão financeira está presente no dia a dia de todas as pessoas.

Quando você calcula as suas contas ou faz uma poupança, por exemplo, também está fazendo procedimentos de gestão financeira pessoal.

Continua após a publicidade

Por estar tão presente no cotidiano, é possível perceber como a gestão financeira é importante, sobretudo para as empresas.

Um estudo realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em 2016 mostra que a falta de planejamento financeiro está entre os principais fatores que levam ao fechamento de um negócio.

Por isso, é importante entender o que é esse conceito e quais os procedimentos que fazem parte de uma boa gestão financeira. Confira adiante alguns dos principais!

1. Planejamento financeiro

O planejamento financeiro é o principal conceito relacionado à administração de um negócio, e ajuda a entender o que é gestão financeira empresarial.

Continua após a publicidade

Trata-se do conjunto de ações que consiste na organização das finanças no momento atual, na definição de objetivos de curto, médio e longo prazo e quais as estratégias que serão usadas para alcançar esses objetivos.

Mesmo pequenas empresas, que estão começando sua atuação, devem investir no planejamento financeiro antes de mais nada.

É essa prática que irá permitir que você conheça a contabilidade do seu negócio, saiba onde quer chegar e o que fazer para alcançar suas metas.

Uma empresa sem planejamento financeiro tem mais chances de se perder durante sua atuação, ou de não atingir seu máximo potencial justamente por não ter seus objetivos definidos.

Continua após a publicidade

Todos os demais procedimentos dependem dessa etapa, e, por isso, ela é uma das mais importantes nas práticas que identificam o que é gestão financeira.

2. Controle de gastos 

Enquanto isso, um dos pontos mais importantes que compõem o conceito do que é gestão financeira é o controle eficiente de gastos.

É somente com um controle apropriado que você poderá analisar a produtividade do seu negócio, e identificar custos dispensáveis que podem otimizar seus rendimentos.

Sem uma boa administração, não seria possível realizar um controle assertivo de gastos.

Além disso, essa etapa também depende do planejamento financeiro, pois o controle de gastos busca auxiliar a empresa a atingir seus objetivos contábeis.

Continua após a publicidade

Isso apenas comprova que entender o que é gestão financeira e implementar essa prática com qualidade deve alinhar todos os seus processos para ser realmente eficiente.

3. Projeção de lucros

Outro processo importante que faz parte da gestão financeira empresarial é a projeção de lucros.

Como o nome indica, trata-se de uma análise que traz uma estimativa dos lucros da empresa a longo prazo.

Mesmo não se tratando de um procedimento que trabalha diretamente com o dinheiro, a projeção de lucros é um dos principais pontos de uma administração assertiva.

Continua após a publicidade

Isso porque ele permite que você conheça melhor o seu negócio, analise a sua produtividade e veja quais os resultados esperados no futuro.

A partir dessas informações, será possível traçar estratégias mais concretas para atingir suas metas, e, com isso, potencializar o seu empreendimento.

4. Contabilidade

O setor de Contabilidade como um todo também faz parte do conceito que define o que é gestão financeira empresarial.

Além de ser responsável pelas movimentações de recursos dentro do negócio, a contabilidade também possui tarefas importantes, como:

Continua após a publicidade

  • organização de documentos;
  • elaboração de relatórios;
  • cumprimento das obrigações fiscais;
  • análises e previsões de resultados.

Assim, embora a gestão financeira da sua empresa não dependa unicamente da contabilidade, ela é uma parte importante da administração.

5. Pagamentos e recebimentos

Por fim, para entender o que é gestão financeira, é importante compreender que mesmo atividades simples do dia a dia, como pagamentos e recebimentos, fazem parte de uma rotina eficiente.

Afinal, essas são as operações mais básicas de uma empresa, que movimentam recursos diretamente.

No entanto, fazer o pagamento e recebimento de contas sem uma boa administração pode prejudicar o seu negócio. Por isso, mesmo essas ações simples devem ser controladas de perto.

Nesse sentido, boas soluções são os cartões PJ e os cartões de crédito para MEI.

Continua após a publicidade

Como fazer a gestão financeira de uma empresa?

Depois de entender melhor o que é gestão financeira e qual sua importância, chegou o momento de saber como realizar um controle efetivo do seu negócio.

Cada empresa precisa realizar uma gestão que se adeque às suas necessidades. Por isso, as atividades e procedimentos variam de acordo com cada administração.

No entanto, existem algumas recomendações básicas que podem ajudar o empreendedor iniciante a começar o seu processo de maneira mais facilitada e simples.

Por isso, confira mais detalhes sobre algumas das principais práticas para entender o que é gestão financeira e realizar uma operação eficiente:

Continua após a publicidade

1. Conheça seus recursos financeiros com a gestão financeira

Antes de mais nada, para entender o que é gestão financeira empresarial e como aplicá-la corretamente, é fundamental conhecer os recursos do seu negócio.

Isso inclui diferentes tipos de renda ativa e passiva, como:

  • patrimônio líquido;
  • saldo em caixa;
  • investimentos;
  • imóveis;
  • pagamentos a receber;
  • capital reserva;
  • entre outros.

Mesmo que sua empresa esteja começando a atuar no mercado, é importante determinar os recursos disponíveis já no primeiro momento.

Além disso, também é interessante conhecer suas despesas, sejam elas fixas ou variáveis.

Dessa forma, você poderá determinar o balanço do seu negócio, e fazer estimativas mais reais quanto aos recursos que estão realmente desimpedidos.

Isso permitirá compreender o que é gestão financeira de forma mais concreta e assertiva.

2. Tenha um planejamento detalhado

Depois de conhecer suas receitas e despesas, ou ao menos traçar uma previsão aproximada do valor, chegou o momento de elaborar seu planejamento.

Continua após a publicidade

No conceito do que é gestão financeira, o planejamento é um dos pontos mais importantes, pois irá nortear as demais ações e estratégicas.

Basicamente, você deverá definir os objetivos da empresa, a curto, médio e longo prazo. Além disso, também precisará traçar futuros investimentos, onde e quando eles serão feitos.

Será essa organização que irá guiar o restante da sua gestão, por meio de comparações e análises de resultados.

Por exemplo, se o seu planejamento previu determinada porcentagem de lucros, mas o negócio atingiu um número inferior, é possível traçar esse parâmetro e entender mais sobre os pontos fortes e fracos da produção.

Continua após a publicidade

Além disso, a sua gestão financeira empresarial só será eficiente com uma boa base, que é o que o planejamento propõe.

3. Mantenha registros diários

Por outro lado, uma boa gestão financeira não se mantém apenas com planos de longo prazo, mas também com registros diários.

Assim, é fundamental manter um acompanhamento detalhado da sua produtividade, como acompanhar as movimentações de caixa e fazer anotações periódicas sobre as movimentações de recursos.

Mesmo que seu planejamento financeiro seja detalhado, ele não irá proporcionar um controle completo sem registros diários.

Continua após a publicidade

Utilizando o mesmo exemplo, imagine que seu negócio traçou uma meta de lucratividade, mas quando alcançou o período de previsão apresentou uma porcentagem inferior.

Para entender o que aconteceu e quais as melhores estratégias a serem tomadas, é preciso ter um controle mais detalhado de cada operação do dia a dia.

Muitas vezes, essas informações são essenciais para tomadas de decisões e para a realização de uma gestão eficiente.

Por isso, busque alinhar o seu planejamento de longo prazo com os registros diários das suas finanças. Dessa forma, sua administração será ainda mais completa.

Continua após a publicidade

4. Tenha profissionais qualificados na gestão financeira da empresa

Empresas pequenas, que estão começando a atuar no mercado, geralmente não possuem uma grande equipe de funcionários.

No entanto, quando se trata do conceito que define o que é gestão financeira, uma das melhores recomendações é investir em profissionais qualificados para te auxiliar.

Muitos optam por terceirizar esse serviço, realizando a contratação de empresas especializadas em contabilidade, justamente por conta da experiência na área.

Caso essa alternativa ainda não seja possível, é recomendável ter ao menos um profissional especializado em finanças na sua gestão.

Continua após a publicidade

Isso porque eles serão os responsáveis por administrar e monitorar esses recursos, promovendo todas as análises e soluções necessárias para otimizar sua empresa.

Mesmo com um planejamento eficiente, não ter um profissional especializado no assunto pode comprometer o potencial da sua gestão.

Por isso, procure investir em uma equipe financeira o quanto antes.

5. Use a tecnologia a seu favor

Por fim, uma das principais dicas para quem está começando um negócio e quer fazer uma boa gestão financeira empresarial é utilizar a tecnologia.

Atualmente, existem diversos programas e softwares especializados que proporcionam facilidades para o dia, como:

Com inúmeras opções no mercado, o seu negócio poderá optar pelas alternativas que melhor atendem à demanda, e, assim, exercer um controle financeiro mais assertivo e completo.

Continua após a publicidade

Qual a diferença entre gestão financeira e gestão empresarial?

Ao pesquisar mais sobre o que é gestão financeira, alguns empreendedores podem se deparar com outros conceitos comuns nesse segmento, como a gestão empresarial.

No entanto, isso pode levantar dúvidas sobre as diferenças que distinguem essas práticas.

Em um primeiro momento, a gestão financeira, como destacamos ao longo do conteúdo, é responsável pelo controle e gerenciamento dos recursos que se relacionam às finanças da empresa.

Seu objetivo é otimizar o capital e os investimentos, permitindo que as atividades do negócio se desenvolvam adequadamente, trazendo mais lucros.

Enquanto isso, a gestão empresarial é um conceito que abrange toda a administração de uma empresa.

Continua após a publicidade

Isso significa que essa prática envolve o planejamento de todos os setores que compõem a companhia, não apenas o setor financeiro. Seu objetivo principal é permitir que a empresa cresça e se desenvolva de maneira eficiente e adequada.

Basicamente, a gestão empresarial é responsável pela organização e administração de setores como:

  • marketing;
  • vendas;
  • logística;
  • produção;
  • recursos humanos;
  • e, claro, finanças.

Nesse caso, a gestão empresarial também engloba as práticas que definem o que é gestão financeira, enquanto o segundo conceito foca suas atividades apenas na administração dos recursos e do capital.

Quais são os principais erros da gestão financeira?

Enquanto existem algumas dicas que podem ajudar o jovem empreendedor a entender o que é gestão financeira e como realizar uma prática mais eficiente, existem algumas coisas que devem ser evitadas nesse processo.

Trata-se de ações comuns, que podem passar despercebidas, mas com um grande potencial para prejudicar a sua administração.

Continua após a publicidade

Por isso, confira alguns dos principais erros que impedem uma boa gestão:

1. Misturar finanças pessoais e empresariais

É comum que pequenos empreendedores iniciem uma empresa unindo sua atuação pessoal e profissional.

Os comércios familiares e pequenos negócios, que surgem de uma atividade informal, são exemplos disso.

No entanto, é importante que exista essa separação do pessoal e empresarial o quanto antes, principalmente no setor financeiro.

Mesclar as finanças individuais com as do seu negócio pode ser fatal para a sua administração, principalmente por misturar os recursos.

Posteriormente, será mais difícil identificar quais os gastos e receitas da empresa, e qual a interferência das finanças pessoais do empreendedor nesta conta.

Continua após a publicidade

Por isso, o mais indicado é recolher o pró-labore corretamente, e evitar utilizar as finanças da empresa para fins pessoais.

2. Deixar o controle de caixa e de estoque de lado

Outro ponto fundamental a se evitar na hora de aprender sobre o que é gestão financeira é deixar o controle de caixa e de estoque de lado.

Esses dois elementos são essenciais na composição da sua administração, e mesmo que pareçam atividades simples e cotidianas, elas podem fazer toda a diferença em uma boa gestão.

Afinal, o controle de caixa auxilia nos registros diários, enquanto o controle de estoque garante que a produtividade não seja afetada, principalmente em lojas virtuais e e-commerces.

Continua após a publicidade

Deixar esses controles de lado e focar apenas no planejamento, por exemplo, pode comprometer os seus resultados, além de não proporcionar uma visão completa da empresa.

Assim, é importante focar tanto nas atividades de longo prazo, quanto nas atividades do dia a dia, como caixa e estoque.

3. Ter uma gestão não integrada

Como você pode perceber ao longo do texto,o conceito que explica o que é gestão financeira é composto por uma série de procedimentos diferentes, que afetam várias áreas da empresa, e não apenas o setor contábil.

No entanto, é importante que esses processos sejam integrados, ou a sua administração pode ser comprometida.

Continua após a publicidade

Afinal, não é eficiente realizar o controle de caixa em um sistema, por exemplo, e não integrar com os registros da contabilidade.

Ou ter um planejamento financeiro, mas não mantê-lo atualizado junto com os registros diários.

Além de comprometer a produtividade do seu negócio, ter sistemas não integrados também diminui a eficiência da gestão.

Por isso, é importante procurar maneiras de integrar todas as operações financeiras.

Quais os melhores softwares de gestão financeira?

Agora, se você deseja entender o que é gestão financeira por completo, o melhor a se fazer é investir em um software de gestão.

Existem diversas opções disponíveis no mercado, com diferentes recursos para atender todos os tipos de negócios, mesmo os iniciantes.

Continua após a publicidade

Por isso, confira 5 opções que separamos para você conhecer e avaliar se vale a pena contratar para a sua empresa!

1. Conta Azul

A ContaAzul é uma das maiores e mais populares empresas especializadas do mercado atualmente.

Ela oferece diferentes pacotes de serviços, que incluem os principais recursos de gestão, como:

  • emissão de nota fiscal;
  • monitoramento de operações;
  • plataforma integrada com diversas áreas;
  • emissão de boletos;
  • DRE gerencial.

Além de ser acessível e simples de mexer, a plataforma ContaAzul também oferece suporte profissional para os pequenos negócios.

Seus planos estão disponíveis a partir das seguintes modalidades:

  • básico: R$99,90;
  • controle: R$159,90;
  • avançado: 209,90;
  • estendido: 259,90.

2. QuickBooks

O QuickBooks também é uma alternativa popular quando o assunto são plataformas de gestão financeira.

A empresa oferece acompanhamento completo de operações, integralização com contas bancárias, controle de estoque e de caixa.

Continua após a publicidade

Além disso, também oferece suporte para cumprimento das obrigações legais, e auxilia no controle das contas a receber.

O software é o principal rival da ContaAzul atualmente, sendo um sistema completo e facilitado para pequenos negócios.

De acordo com o site, o plano plus para pequenas empresas é de R$ 90,30 por mês, enquanto o plano básico é de R$ 69,00.

3. Gestão financeira com a Nibo

Um dos maiores diferenciais do Nibo é seu sistema que integra não apenas os processos financeiros, mas também a equipe contábil.

Continua após a publicidade

Dessa forma, os profissionais poderão acompanhar, juntos, cada operação que ocorre na plataforma, além de facilitar a comunicação interna.

Além disso, a empresa também oferece todas as funcionalidades básicas, como gerenciamento de caixa e estoque, organização de contas e sistemas de cobrança organizados.

Embora seu software seja mais simples, o Nibo também é uma opção interessante para pequenas empresas. Seus valores mensais são:

  • Light: R$ 75,00;
  • Plus: R$ 125,00;
  • Premium: R$ 2591,00;

4. Omie

A Omie é uma empresa de gestão financeira que foca seus serviços em operações mais básicas, para pequenas empresas e microempreendedores individuais.

Continua após a publicidade

No entanto, ela também oferece soluções completas de controle, integração entre as plataformas e emissão de nota fiscal.

Ainda, conta com pacotes que incluem gerenciamento de estoque e caixa, e sistemas de cobrança, que incluem emissão de boletos.

Além disso, seus valores também são acessíveis:

  • Omie FIT: grátis;
  • MEI: R$ 55,00;
  • Simples Nacional: a partir de R$ 179,00 conforme o faturamento da empresa.

5. Granatum

Por fim, a Granatum também é um sistema que ajuda quem está aprendendo o que é gestão financeira, principalmente voltada para pequenos negócios.

Ela foca seus serviços na elaboração de relatórios e controle de operações, o que auxilia no gerenciamento da empresa.

Continua após a publicidade

Também trabalha com registros de contas, suporte ao empreendedor e assistência para planejamento, benefícios atrativos para negócios iniciantes.

Possui mensalidade única de R$151,00, com teste grátis de 7 dias, para a empresa se adaptar.

Conclusão sobre o que é gestão financeira

Embora existam diversos fatores que podem contribuir para o sucesso do seu negócio, aprender o que é gestão financeira é um dos mais importantes.

Isso porque não se trata apenas do planejamento das suas finanças ou do controle do caixa, mas de um conjunto de ações que, juntas, podem alavancar a sua empresa e trazer mais lucros.

Continua após a publicidade

Por isso, é fundamental não apenas entender bem o que é esse conceito, mas também como aplicá-lo efetivamente no seu dia a dia.

No entanto, existem algumas recomendações básicas para quem está começando a estudar sobre o que é gestão financeira, e vale a pena se atentar para esses pontos.

Vale a pena integrar as suas operações e elaborar um planejamento detalhado, pois ele será a base para os demais procedimentos.

Além disso, é essencial ter um controle diário das movimentações do seu recurso e, principalmente, investir em um bom sistema automatizado.

Continua após a publicidade

Isso não apenas facilitará o seu entendimento sobre o que é gestão financeira e como ela opera no seu negócio, como também diminuirá a chance de erros e irá otimizar todos os seus processos.

Por fim, procure analisar as plataformas disponíveis no mercado, e dê os primeiros passos para começar o gerenciamento do seu negócio da melhor maneira possível.

Além disso, se você possui uma microempresa, confira também quais são as principais práticas de gestão para pequenas empresas!

Gostou do conteúdo? Ative as notificações do Push e assine a newsletter do iDinheiro para receber todas as novidades sobre o universo financeiro!

Perguntas frequentes

  1. O que é a gestão financeira?

    É o conjunto de ações, procedimentos e estratégias que envolvem o planejamento, o controle e a análise das atividades relacionadas às finanças dentro de uma empresa.

  2. Qual é o principal objetivo da gestão financeira?

    A gestão financeira empresarial possui diversos objetivos, mas é importante ressaltar que o principal deles é equilibrar as operações da empresa e possibilitar que ela tenha lucros no futuro.

  3. Como funciona uma gestão financeira?

    Na prática, a gestão financeira cuida de procedimentos relacionados ao planejamento financeiro, controle de gastos, projeção de lucros, contabilidade, pagamentos e recebimentos.

  4. Qual a diferença entre gestão financeira e gestão empresarial?

    A gestão financeira tem como objetivo a otimização do capital e dos investimentos. Já a gestão empresarial é um conceito que abrange toda a administração de uma empresa e possibilita que a empresa cresça e se desenvolva de maneira eficiente e adequada.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.