Calculadora de Preço de Venda

Calcular preço de venda: veja como fazer de forma simples e rápida, sem planilha!

Calculadora de Preço de Venda


Custos Fixos em Reais

Adicione os custos do seu produto ou matéria prima para confecção. Inclua o valor do frete e da embalagem final.

Preço de custo
Custo de aquisição do produto para revenda ou da matéria prima para produção. Adicione o seu preço final.
Valor do Frete
Valor do frete ao cliente, valor que será gasto para envio da mercadoria, frete ou entrega.
Custo de embalagens
Preço das embalagens que podem incluir a apresentação do produto, papel de presente cartões, caixas, embalagens ou outros item para transporte.

Custos Variáveis em porcentagem

Agora, insira os valores percentuais relativos à venda, incluindo os impostos, as taxas da máquina de cartão e também as comissões ou outras tarifas.

Impostos
Adicione os impostos referente a sua atividade e faturamento. A taxa mais baixa do Simples para comércio é de 4%, por exemplo.
Taxa de cartão
Taxa cobrada pela intermediação do cartão. Variam de acordo com tipo de pagamento.
Comissões
Adicione as comissões pagas aos vendedores, funcionários ou sites de intermediação de vendas online.

Quanto quer ganhar por produto?

Por fim, adicione a margem de lucro que pretende ter sobre a venda. O valor pode ser uma porcentagem sobre o custo final ou um valor fixo, em reais.

Qual a porcentagem de lucro que ter sobre a venda? O valor em reais aparecerá no resultado.

Resultado

Evento Total % sobre a venda
Custo unitário do produto
Somatório do preço de custo, frete e embalagens.
Custos sobre a venda
Somatório dos custos relativos à venda, incluindo impostos, taxas e comissões.
Sua margem de lucro
O ganho líquido em relação à venda do produto.
Preço final ao consumidor

Saber como calcular o preço de venda dos seus produtos é fundamental para evitar que o seu negócio tenha prejuízos com uma precificação errada, além de ajudar no alcance dos seus objetivos financeiros.

Ao começar um empreendimento, muitas pessoas têm dúvidas sobre como precificar corretamente seus bens e serviços.

Continua após a publicidade

Afinal, é necessário levar em conta uma série de considerações para que as mercadorias não tenham um valor muito superior ou muito inferior ao devido.

No entanto, vendedores iniciantes ou que não possuem muita experiência na área, podem ter dificuldades em encontrar o preço ideal.

Continua após a publicidade

Nesse caso, é possível utilizar uma calculadora de preços, que permite calcular o preço da venda de maneira mais rápida, simples e eficiente.

Para aprender a utilizar esse recurso com propriedade, conheça mais sobre esse conceito e o que é necessário considerar antes de atribuir valor às suas mercadorias.

Como calcular preço de venda?

Antes de mais nada, para aprender como calcular o preço de venda de um produto, o empreendedor deve ter em mente alguns fatores que influenciam diretamente no valor final.

Isso porque é necessário considerar não apenas o total gasto no preparo da mercadoria, mas também acrescentar outras variáveis que modificam o preço do seu bem ou serviço.

Continua após a publicidade

Basicamente, para calcular o preço de venda em qualquer negócio, é importante determinar três componentes principais:

Entenda mais detalhes sobre cada elemento a seguir!

Custos

Para começar, o processo de calcular o preço de venda depende diretamente dos custos primários de produção.

Empreendedores iniciantes costumam considerar somente essa variável em seus cálculos. Embora não seja o único fator de influência, os custos fazem parte dos componentes principais da fórmula de cálculo.

Basicamente, os custos de uma empresa são os gastos relacionados com as atividades operacionais. Ou seja, que dependem diretamente da produção. Por exemplo:

Continua após a publicidade

  • matéria-prima;
  • reposição de estoque;
  • máquinas e equipamentos;
  • comissão de vendas dos funcionários.

Basicamente, os custos são variáveis, pois podem mudar a cada período, seja pela quantidade obtida, ou pela modificação nas etapas de produção.

Despesas

Enquanto isso, para calcular o preço de venda de um produto, também é importante acrescentar as despesas do negócio na conta.

Muitas pessoas podem acreditar que se trata do mesmo conceito, mas despesas e custos possuem algumas diferenças consideráveis.

Isso porque as despesas são os gastos considerados administrativos, que não dependem diretamente da operação, como:

Continua após a publicidade

Nesse caso, ao calcular o preço de venda de um produto, é fundamental levar em conta os custos e as despesas, para que o valor esteja de acordo.

Lucro

Por fim, o empreendedor também deve considerar os lucros e o faturamento desejado antes de estabelecer o preço final do seu produto.

Este fator nada mais é do que a diferença entre a receita das vendas e os gastos de produção. Assim, depois de determinar os custos e as despesas, também é fundamental levar em consideração quanto de lucro você deseja ter com determinada mercadoria.

Claro, é importante procurar manter todos esses elementos equilibrados, para calcular o preço de venda de maneira concreta e justa para os clientes.

Continua após a publicidade

O que é o custo do produto?

Enquanto isso, para entender como calcular o preço de venda da forma correta, também é importante que o empreendedor considere o custo do produto.

Como mencionado acima, os custos são os valores gastos no momento de produzir determinada mercadoria.

Nesse caso, o custo total do produto é tudo que a empresa gasta para finalizar a mercadoria. No entanto, é importante ter em mente que os custos do produto não incluem somente os recursos financeiros.

Além das contas fixas e variáveis que envolvem o produto e a empresa, no custo do produto também é fundamental considerar elementos como tempo gasto, dedicação e mão de obra.

Continua após a publicidade

Embora não sejam fatores mensuráveis, eles também devem compor o seu cálculo na hora de definir o preço de venda. Afinal, quanto maior a dedicação na produção de um produto, maior o seu valor final.

No caso de grandes indústrias, o custo do produto também considera fatores como gastos com equipamentos, manutenções e todo o processo mecânico.

Por isso, é importante ter o conceito de preço de venda definido, e todos os fatores que o compõem.

Como calcular o preço de venda de um produto?

Finalmente, para saber como calcular o preço de venda de um produto, é necessário realizar a soma de todos os fatores descritos anteriormente. Nesse caso, custos, despesas e lucros.

Continua após a publicidade

De fato, existe uma série de elementos que podem influenciar neste cálculo, de acordo com o negócio, com o produto e com o processo de fabricação.

No entanto, de forma geral, a soma desses três elementos resulta em uma média aproximada do preço que a mercadoria vale.

Além disso, é necessário analisar o equilíbrio entre o preço de mercado e o valor dos seus custos individuais.

Por exemplo, a sua avaliação dos custos e gastos pode determinar um preço para o produto, mas sua média no mercado é diferente, podendo ser mais alta ou mais baixa. 

Continua após a publicidade

Nesse caso, é essencial levar esse fator em consideração no momento de calcular o preço de venda, pois o impacto nos clientes também pode influenciar nas suas vendas. 

Dessa forma, depois de determinar os custos, o lucro desejado e avaliar a média do mercado, será possível ter uma base mais concreta para determinar os preços do produto.

Por exemplo, imagine que você está fazendo bolos para vender.

A princípio, os cálculos indicam que os ingredientes do bolo somam R$10,00, e o tempo e dedicação para fabricá-lo acrescente mais R$5,00.

Enquanto isso, também existem outras despesas proporcionais, como energia elétrica, aluguel e gás de cozinha, por exemplo, somando mais R$5,00 nas contas.

Continua após a publicidade

No total, o bolo estaria valendo R$25,00, sem considerar os lucros que você deseja ter sobre essa venda.

Entretanto, ao avaliar o mercado, você nota que este mesmo bolo costuma custar R$30,00. Nesse caso, seria possível acrescentar uma margem relativamente mais baixa de lucro, para que o valor não exceda à média e prejudique as vendas.

Afinal, esse controle faz parte das práticas de uma boa gestão de vendas e é fundamental para vender mais. Então, todas essas considerações são variáveis e podem mudar de acordo com as necessidades de cada vendedor.

Como calcular o valor de um serviço?

Enquanto isso, diversos empreendedores também podem ter dúvidas sobre como calcular o preço de venda de um serviço.

Continua após a publicidade

Na maioria dos casos, os prestadores de serviços consideram apenas seus custos com materiais de trabalho e mão de obra na hora de precificar sua atuação, pois o produto oferecido é o conhecimento profissional e o tempo dedicado.

Assim, o cálculo sobre o valor do serviço pode ser mais subjetivo, dependendo de outros fatores, como:

  • dedicação do profissional.
  • grau de formação e conhecimento;
  • ferramentas e materiais utilizados;
  • remuneração do mercado;
  • média de serviço do mercado.

Dessa forma, para calcular o preço de venda de um serviço prestado, é importante que o profissional leve em consideração suas próprias qualificações, para determinar um preço justo pela sua mão de obra.

Para auxiliar nessa precificação, muitos prestadores de serviço independentes ou autônomos também utilizam como base a remuneração do mercado. Ou seja, quanto outros profissionais ganham pelo mesmo serviço.

Continua após a publicidade

Com isso, pode ser mais simples realizar a determinação do valor cobrado.

Quais são os impostos sobre o preço de um produto?

Outro elemento que pode confundir empreendedores no momento de calcular o preço de venda dos seus produtos são os impostos que incidem sobre eles.

Atualmente, o Brasil conta com uma lista de tributações obrigatórias para pessoas jurídicas que comercializam mercadorias. Deixar de pagar os impostos sobre produtos pode trazer complicações para o negócio ou empresa.

Por esse motivo, é importante considerar os impostos na hora de calcular o preço de venda, para que o valor não seja discrepante, e prejudique os lucros.

Geralmente, o valor dos impostos é descrito na emissão da nota fiscal do produto. Os empreendedores podem avaliar esses valores para incorporar em sua precificação. 

Continua após a publicidade

Os principais impostos cobrados hoje pelo governo federal são:

  • Imposto sobre Serviços (ISS);
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ).

As tributações podem variar de acordo com as alíquotas municipais e a renda contabilizada pela empresa.

Como usar a calculadora de preço de venda?

Finalmente, depois de entender mais sobre como calcular o preço de venda de um produto e quais os fatores influenciam nesse cálculo, também existe a possibilidade de utilizar ferramentas para facilitar esse processo, como a calculadora do iDinheiro.

Ela oferece um cálculo automático, rápido e simples da média do produto de acordo com as informações cadastradas pelo usuário.

Dessa forma, o vendedor poderá ter uma base ainda mais concreta para a sua precificação, além de contar com uma ferramenta digital que agiliza esse procedimento.

Continua após a publicidade

Veja um passo a passo para utilizar a calculadora de preço de venda de maneira correta:

1. Adicione os custos fixos

A princípio, para começar a calcular o preço de venda com a calculadora, inclua os custos fixos do seu produto, conforme descrito.

Eles incluem os custos da mercadoria ou da matéria prima para confecção. Além disso, também solicita para incluir o valor do frete e da embalagem final. Dessa forma, o cálculo poderá ser feito da maneira mais completa possível.

Todos os campos devem ser preenchidos na moeda real.

2. Adicione os custos variáveis

Em seguida, o usuário deverá incluir os custos variáveis da sua produção, incluindo:

  • impostos;
  • taxas da máquina de cartão;
  • comissões ou outras tarifas.

Nesse caso, os gastos podem variar de acordo com as vendas e com a fabricação da mercadoria. Por esse motivo, é importante calcular todas essas variáveis antes de seguir com a operação.

Continua após a publicidade

Nesta etapa, os valores são incluídos em porcentagem, para facilitar o procedimento para o vendedor, além de fornecer uma simulação mais real.

3. Adicione a margem de lucro

Por fim, a calculadora solicita a inclusão da margem de lucro desejada para finalizar o cálculo com o valor médio que deve ser cobrado pelo produto.

O campo pode ser preenchido de duas maneiras, em porcentagem ou em reais, de acordo com a preferência do vendedor.

Finalmente, basta clicar em “Calcular” e verificar o preço determinado pelo sistema, de acordo com as informações.

Continua após a publicidade

A partir do resultado, o empreendedor poderá determinar se deseja manter este valor ou alterá-lo conforme suas necessidades.

Além disso, todos os elementos são variáveis, e podem mudar de acordo com a produção, com as vendas e com outras cobranças.

No entanto, ao utilizar a ferramenta de cálculo, é possível ter uma base mais sólida para calcular o preço de venda de maneira correta, e evitar prejuízos.

Vale a pena usar uma planilha para calcular o preço de venda de um produto?

Muitas pessoas também utilizam uma planilha para calcular preço de venda de um produto no dia a dia.

Continua após a publicidade

Nesse caso, trata-se de uma ferramenta manual para acompanhar a precificação da mercadoria, facilitando a visualização de todos os preços e variáveis.

No entanto, com uma calculadora de preço de venda, o processo do cálculo é muito mais simples e efetivo. Além de ser feito de maneira digital, o empreendedor terá menos chances de cometer erros de cálculo ou esquecer componentes importantes na operação.

Nesse caso, vale a pena usar uma planilha para calcular preço de venda de um produto caso não tenha acesso à calculadora. 

Sendo uma ferramenta mais simples, ela pode ser efetiva, mas o vendedor poderá ter mais vantagens ao utilizar um recurso de cálculo mais completo e prático.

Continua após a publicidade

Por que usar uma ferramenta para calcular o preço de venda?

Contar com ferramentas modernas para calcular o preço de venda, como uma calculadora, pode trazer diversos benefícios para o vendedor.

Em um primeiro momento, ele poderá realizar os cálculos com muito mais rapidez e agilidade, apenas informando os valores, sem precisar somar as variáveis manualmente.

Além disso, também diminui-se as chances de erros durante a operação, que podem influenciar no valor final do produto.

O mesmo vale para a inclusão de variáveis, uma vez que ferramentas como a calculadora de preço de venda já possuem todos os campos importantes a serem considerados.

Por esse motivo, vale a pena utilizar um recurso como esse na hora de precificar os seus bens ou serviços.

Dessa forma, será possível ter uma base mais concreta de cálculo, e determinar valores que não sejam prejudiciais para o cliente e também para o negócio, equilibrando o preço para obter as melhores margens de lucro possíveis.

Continua após a Publicidade