Calculadoras

Calculadora de Salário Líquido

Esta calculadora de salário líquido (gratuita) possibilita que você saiba o valor salarial exato que irá receber após todos os descontos. Para isso, basta você consultar seu contracheque mensal ou folha de pagamento online, verificar seu salário bruto, informar outros descontos e número de dependentes. A partir daí, o simulador vai calcular o INSS e imposto de renda (IRRF) que incidem sobre ele para retornar seu salário líquido.

Cálculo de salário líquido

Salário bruto
Salário registrado na carteira de trabalho, remuneração que um trabalhador recebe por mês, sem considerar os descontos oficiais obrigatórios.
Descontos
Descontos não oficiais e obrigatórios. Descontos alternativos acordados com a sua empresa ou determinação jurídica específca como pensão alimentícia.
Número de dependentes
Pessoa da qual o trabalhador seja tutor ou curador. Pessoa que pode ser incluída no Imposto de Renda do trabalhador como dependente.

Resultado

Eventos Ref. Proventos Descontos
Salário bruto - -
Outros - -
INSS -
IRRF
Totais
Valor salário líquido

O que é salário líquido?

Todas as pessoas que trabalham com carteira de trabalho assinada recebem uma remuneração. Todavia, existe uma diferença entre o valor total pago ao trabalhador daquele que poderá ser usado, de fato, em dinheiro.

Por isso, são chamados de “salário líquido” e “salário bruto”. O líquido é o resultado de uma série de descontos que são feitos, como o INSS e Imposto de Renda, então seu valor sempre será menor do que o bruto.

Continua após a publicidade

Quais as diferenças entre salário líquido e salário bruto?

Conforme já adiantamos, a diferença está no valor e nos descontos aplicados. O salário bruto é o valor cheio, sem nenhum desconto feito previamente. 

Geralmente, quando uma pessoa e uma empresa fecham um contrato de trabalho, o valor combinado é o bruto, sem todos os descontos, que são obrigatórios.

Continua após a publicidade

O líquido, então, é o valor final da remuneração. Mais uma vez, será o salário que o trabalhador vai receber “em mãos” mensalmente. 

Descontos no salário: o que é descontado?

Agora que você já entendeu as diferenças entre salário líquido e bruto, deve compreender também quais são os descontos feitos na folha de pagamento. Eles podem ser:

  • vale-transporte;
  • FGTS;
  • empréstimo consignado ou pensão alimentícia;
  • contribuição previdenciária, conhecida também como o pagamento mensal do INSS;
  • imposto de renda, que é calculado já contando com o pagamento da contribuição previdenciária;
  • contribuição sindical, feita uma vez ao ano, no mês de março;
  • atrasos e faltas.

Também podem ser descontadas outras eventualidades combinadas em contrato, como o adiantamento do salário e dano causado pelo empregado.

Alguns desses descontos são obrigatórios e outros não, e você poderá ver as categorias mais detalhadas no decorrer do conteúdo. 

Continua após a publicidade

Como fazer o cálculo de salário líquido do mês?

Vamos, neste tópico, explicar como fazer o cálculo de salário líquido do mês considerando duas grandes dúvidas do trabalhador, que são o INSS e o Imposto de Renda.

Como calcular IR sobre salário?

A alíquota descontada tem uma variação que depende do salário recebido pelo empregador, e funciona da seguinte maneira:

  • até R$ 1903,99: isento do pagamento de Imposto de Renda;
  • de R$1.903,99 até R$ 2.826,65: alíquota de 7,5%;
  • de R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05: alíquota de 15%;
  • de R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68; alíquota de 22,5%;
  • acima de R$ 4.664,68: alíquota de 27,5%.

Além disso, ao fazer o cálculo, deve ser feita a dedução de R$ 189,59 para cada dependente que o trabalhador tiver. 

INSS sobre o salário: qual o desconto?

O pagamento mensal do INSS é descontado, também, de acordo com a faixa salarial do trabalhador.

Continua após a publicidade

A fórmula de cálculo agora é progressiva, após serem aprovadas as novas faixas de contribuição do INSS para os trabalhadores, fruto da reforma da previdência.

Ou seja: anteriormente, se você recebia R$ 5.000 de salário, deveria pagar uma alíquota única de 11%. Agora, não é aplicada apenas uma. São porcentagens diferentes de acordo com cada faixa de salário:

  • até R$ 1.045 (salário mínimo): 7,5%;
  • entre R$ 1.045,01 e R$ 2.089,60: 9%;
  • entre R$ 2.089,61 e R$ 3.134,40: 12%;
  • entre R$ 3.134,41 e R$ 6.101,06: 14%.

Ainda no exemplo dos R$ 5.000, as faixas serão feitas dessa forma aproximada:

  • 1ª faixa: 7,5% e trabalhador paga R$ 78,38;
  • 2ª faixa:  9% e trabalhador paga R$ 94,01;
  • 3ª faixa: 12% e trabalhador paga R$ 125,38;
  • 4ª faixa: 14% e trabalhador paga R$ 261,18.

No total, serão R$ 558,94 descontados do trabalhador. Com isso, a alíquota efetiva é de 11,18%. 

Há algum desconto salarial relacionado ao FGTS?

Sim! A alíquota é de 8% em cima do valor total da folha de pagamento, ou seja, do salário bruto.

Continua após a publicidade

O valor correspondente ao FGTS deve ser depositado pelo empregador em uma conta da Caixa Econômica Federal, de titularidade do funcionário.

Existem critérios para que ele possa movimentar os valores, e você pode saber tudo sobre o assunto no em um conteúdo completo que desenvolvemos sobre quem tem direito ao FGTS.

Quais descontos não são obrigatórios, mas podem aparecer na folha de pagamento?

Conforme apontamos no início do conteúdo, existem vários descontos que, eventualmente, aparecem na folha de pagamento e diferenciam o valor do salário bruto para o líquido.

Alguns deles são obrigação do empregador, garantida por lei, enquanto outros são optativos.

Os descontos obrigatórios são:

  • FGTS;
  • INSS;
  • Imposto de Renda Retido na Fonte. 

Ou seja: todos os itens que não estão nessa lista podem ser cobrados, mas não de maneira obrigatória. Podem ser:

Continua após a publicidade

  • vale-transporte;
  • vale-alimentação;
  • plano de saúde;
  • contribuição sindical;
  • empréstimo consignado ou pensão alimentícia.

Conforme já é de se imaginar, faltas e atrasos só são descontados caso existam e sejam comprovados.

Como calcular o salário líquido por dia?

Para calcular o salário líquido por dia você deverá, inicialmente, pegar o seu salário bruto e subtrair todos os descontos que são feitos na sua folha de pagamento. Com isso, terá como resultado o salário líquido mensal.

Para saber o salário líquido por dia, então, é só dividir esse valor pelos dias do mês, e terá o resultado!

Publicidade