Metas SMART: como alcançar melhores objetivos financeiros!

As metas SMART são oportunidades para concretizar seus objetivos financeiros. Como? A resposta está em uma análise apurada do contexto em que você se insere. Saiba mais!

LinkedIn
Ana Júlia Ramos

Metas SMART: como alcançar melhores objetivos financeiros!

 

Sabe quando você decide que vai mudar de vida, mas tem dúvidas de como começar?

duvida

Praticamente todo mundo já passou por isso.

De toda forma, saiba que existe uma solução para os seus problemas! E ela é chamada de metas SMART.

Continua após a publicidade

O nome pode parecer estranho, mas é fácil de explicar: é uma metodologia prática para alcançar seus objetivos.

Apesar de ser muito usada no ambiente corporativo, esse método também pode revolucionar a sua vida financeira.

Continua após a publicidade

Como? Isso é o que vamos mostrar neste artigo. Aqui, você entenderá por que seus objetivos financeiros serão alcançados com mais facilidade com a ajuda dessas metas inteligentes.

Então, entendeu o trocadilho e quer saber mais? Acompanhe!

O que são as metas SMART?

As metas SMART são uma metodologia voltada para a criação de objetivos claros e específicos.

Desse modo, a promessa é de que você terá mais chance de atingir o que sempre sonhou.

A ideia é bastante simples. Em vez de você dizer que vai juntar R$ 1 mil em 1 ano, por exemplo, você determina como isso será feito, em qual prazo, por meio de quais atitudes etc.

Continua após a publicidade

Ao definir essas questões de maneira bastante clara, você se obriga a pensar sobre elas.

Com isso, as suas metas se tornam mais tangíveis, porque você as cria antes mesmo de concretizá-las.

Para garantir que o processo será feito da maneira correta, foi inventado o acrônimo SMART — que também significa inteligente, na tradução livre para o português.

Na prática, cada uma das letras que o compõe tem um significado. A seguir, mostramos quais são eles e trazemos exemplos para ficar mais claro e você também aplicar no seu orçamento pessoal. Vamos lá?

Continua após a publicidade

S — Specific (Específico)

Imagem de uma pessoa pensando para desenvolver metas SMART específicas

Toda meta SMART começa com um objetivo claro. Quanto mais específico ele for, melhor. Caso contrário, a chance de atingi-lo se torna mais rara.

Por quê? Isso fica claro com um exemplo. Pouco adianta você dizer que quer “ganhar mais dinheiro”. É bem possível que todo mundo tenha esse objetivo.

Porém, fica difícil saber por que, quando, como e de que forma fazer isso. É aqui que entra a especificidade. Para alcançá-la, vale a pena responder a várias perguntas, como as que listamos a seguir.

  • O que você deseja alcançar?
  • Quem está envolvido nesse objetivo?
  • Por que você deseja concretizar essa meta?
  • Onde você chegará ao realizar o seu sonho?
  • Quando pretende realizá-lo?

Perceba que a especificidade depende diretamente dos detalhes. Por isso, em vez de dizer que quer “ganhar mais dinheiro”, defina que vai “ganhar mais dinheiro ao encontrar uma renda extra online, como a venda de maquiagem, para formar a reserva de emergência“.

Continua após a publicidade

Se você comparar as duas frases, verá que a segunda é muito mais específica, porque diz como seu objetivo será atingido e que finalidade terá.

M — Measurable (Mensurável)

Imagem de uma pessoa marcando atividades na sua prancheta

Para funcionar corretamente, as metas traçadas devem ser mensuráveis. O que isso quer dizer? Basicamente, que você conseguirá medi-las, controlá-las e acompanhá-las.

Voltando ao exemplo anterior, se você quer ganhar mais dinheiro ao conseguir uma renda extra online para formar uma reserva de emergência, como a conquista desse propósito será mensurada?

Existem várias formas de fazer isso:

  • controlando a sua conta-corrente;
  • anotando todas as receitas que entram;
  • acompanhando os trabalhos realizados.

Observe que todas essas possibilidades depende de números. Por isso, colete o máximo de dados possível para fazer esse acompanhamento.

Continua após a publicidade

Somente dessa forma será possível saber se você caminha em direção à meta ou se esse trajeto está mais lento do que o esperado.

Para esclarecer, vamos complementar a meta já traçada: “ganhar mais dinheiro ao encontrar uma renda extra online que seja equivalente a R$ 100 por mês para formar a reserva de emergência no total de R$ 1.200”.

Aqui, definimos que o intuito é ganhar R$ 100 a mais por mês com trabalhos feitos nas horas vagas. Assim, você criará a reserva de emergência de R$ 1.200.

A — Attainable (Atingível)

Imagem de uma mulher completando atividades, para representar as metas

Também chamada de alcançável, o propósito é que a meta SMART esteja dentro do que é possível na sua realidade. Afinal, definir algo inatingível acaba desanimando, certo?

Continua após a publicidade

Por outro lado, quando você define uma meta e a alcança, tende a ficar mais confiante. Ao mesmo tempo, aumenta a sua vontade de conquistar coisas novas.

O que seria uma meta alcançável na sua realidade? Tudo depende das suas condições atuais.

Por exemplo, se você ganha R$ 1.000 e tem gastos fixos de R$ 600, é válido definir que usará R$ 100 por mês para formar sua reserva de emergência.

Porém, com esse salário, torna-se inviável atingir a mesma meta, se os seus gastos forem de R$ 950. O que fazer nesse caso? A resposta seria conseguir um trabalho extra para alcançar o valor esperado.

Continua após a publicidade

Voltando ao exemplo utilizado, a ideia é conseguir R$ 100 a partir de uma renda extra. Essa é a solução definida.

Nesse caso, é possível que a sua meta seja viável, mesmo que você nunca tenha trabalhado dessa forma. Por outro lado, é muito difícil que você atinja R$ 500 logo de cara, certo?

Essa seria uma meta inalcançável. Por isso, é preciso pensar o que é possível fazer diante do cenário em que você se insere.

Caso você ganhe R$ 200 logo no primeiro mês, é possível pensar em aumentar o valor a ser atingido. Por exemplo, em vez de R$ 100, passar para R$ 150 ou mesmo R$ 200.

Continua após a publicidade

Se você não atingir, é preciso repensar a quantia e diminuí-la. O principal é saber que você não pode desanimar!

R — Relevant (Relevante)

Imagem de um desenho animado em que o personagem está marcando atividades feitas no papel

Você já tem uma meta específica, mensurável e atingível. Mas ela também precisa ser relevante para as suas necessidades.

No caso das finanças pessoais, pouco adianta você querer investir na renda variável, se não tiver uma reserva de emergência. O motivo é simples: é preciso primeiro se resguardar.

Por isso, a regra sempre é a mesma: acabar com as dívidas, ter dinheiro para usar diante de imprevistos e, então, começar a investir.

Continua após a publicidade

Assim, se você perder o emprego, ter um problema de saúde ou simplesmente desejar fazer uma viagem, terá como alcançar esses propósitos sem prejudicar o seu planejamento financeiro.

Quando se percebe essa ordem e a importância da organização, você consegue criar uma meta realmente relevante. No exemplo citado, mostramos que o objetivo é formar uma reserva de emergência.

Essa já é a sua meta relevante. No entanto, se você tem dívidas, pode alterá-la. O importante é identificar o que vai impactar, de fato, as suas finanças pessoais. Essa é a relevância da sua meta.

T — Time based (Temporal)

Imagem de uma pessoa representando o passar do tempo

Por último, a sua meta SMART deve ser temporal, ou seja, é preciso ter um prazo para cumpri-la. Lá no começo, determinamos que serão guardados R$ 100 por mês para formar uma reserva de emergência de R$ 1.200.

Continua após a publicidade

Essa meta pode ser atingida em 1 ano, já que R$ 100 multiplicados por 12 meses resulta em R$ 1.200. Esse é o prazo.

No entanto, você também pode utilizar porcentagens. Por exemplo, guardar 10% da sua renda todo mês. Assim, você também pode acompanhar e ver se conseguirá atingir o propósito no prazo ou antes dele.

Caso identifique que não consegue cumprir a meta mensal definida, reveja! É importante revisar seus comportamentos ou até mesmo a meta e seu prazo para evitar que ela fique inatingível.

Entendeu tudo? Depois de ver todos os detalhes, podemos dizer que a sua meta SMART é:

Continua após a publicidade

“ganhar dinheiro com uma renda extra online e guardar R$ 100 por mês por 12 meses até alcançar uma reserva de emergência equivalente a R$ 1.200. O propósito será acompanhado por meio dos trabalhos realizados mensalmente enquanto microempreendedor com a revenda de maquiagem”.

quadro de alvo com um dardo no meio e cinco papéis escrito o significado das metas smart
As metas SMART podem ser usadas tanto para objetivos pessoais quanto corporativos.

Como elas podem te ajudar na produtividade?

As metas SMART ajudam a visualizar o seu objetivo maior. Pode ser que você comece com a formação de reserva de emergência, mas tenha o propósito maior de comprar um imóvel.

Quando você tem essa clareza, tende a ter mais disciplina e força de vontade. Isso porque as metas servem como um direcionamento. Ou seja, você estabelece aonde quer chegar e traça o caminho para isso.

Como resultado, você se anima e consegue aumentar a sua produtividade. Afinal, quanto mais trabalhar e se esforçar, mais tende a ganhar para atingir o seu objetivo.

Continua após a publicidade

Como definir boas metas SMART?

Uma meta SMART é aquela que permite a você saber aonde quer chegar e o que fazer para atingir o seu propósito. Portanto, ela é mais do que um desejo. Precisa ser uma ideia mais concreta.

De modo mais claro, as metas são objetivos quantificados e especificados. Elas são menores, mas são fundamentais para alcançar o que mais deseja.

Por isso, a definição de metas SMART precisa ser mais do que rabiscar ideias no papel. É preciso de planejamento.

Sua estratégia deve ser bem detalhada, completa, focada e analisada. Garanta que tudo esteja dentro da sua realidade e que é possível seguir o que você definiu.

Continua após a publicidade

Isso porque definir metas pessoais leva a mudanças de hábitos. É aqui que você deve pensar se realmente está pensando em se esforçar para fazer o que precisa.

Se a sua resposta é “sim”, é só começar. Você verá que vale a pena aplicar essas alterações no seu dia a dia.

Metas SMART e dinheiro: formas práticas de conquistar seus objetivos financeiros

Até aqui, mostramos o que são as metas SMART, como defini-las e o que é necessário para ter sucesso. Você pode aplicá-las para qualquer finalidade na sua vida, inclusive para as suas finanças pessoais.

Para finalizar, vamos trazer algumas dicas para atingir os objetivos mais buscados quando o assunto é planejamento financeiro. Confira!

Continua após a publicidade

Para sair das dívidas

Se você tem débitos em aberto, o primeiro passo para um bom planejamento financeiro é acabar com todos eles. O problema é que sair das dívidas pode ser difícil.

Com as metas SMART, esse caminho se torna mais fácil. Imagine que você tenha R$ 10 mil em dívidas com 3 credores diferentes.

Hoje, o seu orçamento está comprometido em R$ 600 com as parcelas sendo pagas. No entanto, está bem pesado manter esse valor.

O que fazer? Bom, vamos definir a meta SMART para acabar com as dívidas:

  • S: o objetivo é acabar com todos os R$ 10 mil em dívidas para aliviar o orçamento. Para isso, será conversado com os credores e negociada uma taxa de juros menor;
  • M: para saber se a meta será atingida, serão anotadas as taxas de juros atuais, o Custo Efetivo Total (CET) para incluir os encargos e o valor a ser pago por parcela. Depois, será garantida a quitação de todas as prestações;
  • A: é muito difícil que você tenha R$ 10 mil em dívidas com 3 credores e consiga transformá-las em R$ 1 mil. Ou mesmo pagar todas elas à vista. Por isso, verifique quanto tem disponível no seu orçamento para quitar as parcelas. Digamos que seja R$ 400. Esse deve ser o foco da renegociação. Se der errado, você já prevê a busca por um empréstimo com juros menores, como o consignado, para fazer a troca de dívidas;
  • R: o objetivo de acabar com as dívidas é organizar seu orçamento para depois formar uma reserva de emergência e investir. Portanto, é relevante;
  • T: o prazo para o pagamento das dívidas é de até 2 anos, que você pretende negociar com os credores. Se for impossível cumprir esse prazo, veja se pode ajustar o período ou aumentar a parcela disponível do orçamento para quitar as parcelas.

Assim, podemos resumir da seguinte forma:

“meu objetivo é acabar com as dívidas de R$ 10 mil que tenho com 3 credores. Isso será feito em até 2 anos a partir da renegociação da taxa de juros. Para isso, deixarei R$ 400 reservados no meu orçamento e, se for preciso, farei uma dívida maior com encargos menores para quitar esses débitos em aberto. A partir disso, formarei minha reserva de emergência”.

Para montar uma reserva de emergência

Esse é o segundo passo para a educação financeira. A reserva de emergência deve equivaler a:

Continua após a publicidade

  • 3 meses de salário, se você for servidor público concursado;
  • 6 meses de salário, caso trabalhe em empresa privada com registro em carteira;
  • 9 meses de salário, se for autônomo ou empreendedor.

Para organizar uma meta SMART com o objetivo de formar essa reserva de emergência, você pode trabalhar os seguintes passos:

  • S: o objetivo é formar uma reserva de emergência equivalente a 9 meses de salário. Para isso, você guardará o máximo possível da sua renda e deixará tudo em um investimento conservador, como o Tesouro Direto;
  • M: para acompanhar o alcance da meta, você anotará todos os meses quanto ganha e gasta, além do valor aplicado no investimento;
  • A: para ser alcançável, você definiu que vai reservar 10% da sua renda por mês. Com isso, se ganhar mais em determinado período, poderá juntar uma quantia maior e vice-versa;
  • R: a relevância da reserva de emergência é evitar dívidas e garantir que todos os imprevistos sejam cobertos com essa quantia;
  • T: o prazo para guardar o dinheiro é de 2 anos.

Desse modo, temos:

“meu objetivo é formar uma reserva de emergência equivalente a 9 meses de salário. Por mês, serão reservados 10% da minha renda, no mínimo. Esse dinheiro seguirá para um investimento conservador e eu evitarei fazer novas dívidas. O prazo para alcançar a meta é de 2 anos”.

Para se organizar financeiramente

Você não tem dívidas e já tem uma reserva de emergência, mas está com muitas contas e não consegue guardar mais dinheiro? O foco precisa ser a organização financeira.

Veja como as metas SMART podem ajudar nesse caso:

  • S: o objetivo é se organizar financeiramente pela redução dos gastos mensais. Para isso, serão analisados todos os valores desembolsados e cortados os supérfluos. Além disso, serão definidos percentuais máximos de quantia para cada categoria;
  • M: a meta será acompanhada por meio de um aplicativo de controle de gastos;
  • A: para cumprir a meta, serão cortados TV a cabo e academia, e definido um valor menor para entretenimento. Com isso, o objetivo é seguir a regra 50-30-20 para economizar 15% da renda mensal;
  • R: ao se organizar financeiramente, serão feitos novos investimentos financeiros e o objetivo maior é comprar a casa própria;
  • T: o prazo para se organizar financeiramente é de 6 meses. Até lá, já se deve investir os 15% da renda mensal e cumprir o máximo estabelecido de gastos. A partir disso, será criada uma meta SMART para a compra da casa própria.

Em resumo:

“meu objetivo é me organizar financeiramente. Para isso, cortarei meus gastos mensais com supérfluos, como TV a cabo e academia. As outras categorias terão limite de valores, conforme determina a regra 50-30-20. Assim, quero economizar 15% da minha renda mensal para fazer novos investimentos. O prazo para esse movimento é de 6 meses”.

Para realizar um sonho específico

Você deseja viajar, fazer um intercâmbio ou comprar sua casa própria? Qualquer que seja o seu sonho específico, é possível criar uma meta SMART para ele.

A depender do que deseja, adapte o caminho para chegar até lá. Por exemplo, viajar e fazer um intercâmbio custam muito menos do que comprar a casa própria.

Continua após a publicidade

Portanto, exigem um prazo menor e você pode definir uma quantia ou porcentagem mais baixa. O cuidado, aqui, é com a parte “alcançável”.

Por exemplo, é inviável considerar uma economia de R$ 500 por mês por 2 anos para comprar uma casa. Você teria R$ 12 mil guardados, talvez um pouco mais, se fizesse investimentos.

Por sua vez, esse dinheiro seria suficiente para viajar e até fazer alguns intercâmbios. Portanto, cada sonho específico exige características diferentes para as metas SMART.

Para juntar dinheiro para o futuro

Por fim, se você tem planos para a aposentadoria ou mesmo para o longo prazo antes de chegar na terceira idade, também precisa adaptar as metas SMART.

Continua após a publicidade

Aqui, você pode optar pela previdência privada ou por outras aplicações financeiras que tragam bons rendimentos. Por isso, deixa de lado a poupança, que muitas vezes nem chega a cobrir a inflação.

Digamos que você deseja poupar dinheiro para pagar a escola dos filhos no futuro. O que fazer? Novamente, o mesmo processo de analisar a sua renda e definir o que fazer.

Uma boa dica é verificar quanto está a escola desejada para os seus filhos e fazer uma projeção para os próximos anos. A partir disso, você saberá quanto precisa guardar e qual o prazo para alcançar esse objetivo.

Vale a pena usar as metas SMART?

Ao longo deste post, você viu várias situações em que as metas SMART podem ajudar na sua vida pessoal. Quando o assunto são as finanças, ficou claro que você tem várias oportunidades. Basta identificá-las e decidir o caminho mais certo a seguir.

Continua após a publicidade

Então, se você está pensando se vale a pena usar essa metodologia, saiba que SIM. Essa é uma forma de tornar seus objetivos mais tangíveis e acessíveis.

Então, que tal começar a usar as metas SMART para melhorar a sua vida financeira? Esse é um caminho interessante a seguir para manter sua disciplina e força de vontade.

Gostou de ver as dicas para usar as metas SMART no seu dia a dia? Veja mais informações úteis assinando a newsletter do iDinheiro e ativando as notificações push.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.