Qual a melhor máquina de cartão de crédito para autônomo? Veja o nosso ranking!

Saiba como escolher a melhor máquina de cartão para quem é autônomo! Veja a nossa análise sobre as opções da PagSeguro, Mercado Pago, SumUp, Rede, Cielo, Ton e Zettle!

12669432_1218137561529803_7092902009906739723_n
Thainá Cunha
logo do iDinheiroMelhor máquina
Melhor máquina de cartão de crédito para autônomo que não requer celularMinizinha Chip 2 da PagSeguro.
Máquina para autônomo com a menor taxa para débitoTon – T1 Mega da Stone.
Máquina para autônomo com a menor taxa para crédito à vista com recebimento em 30 diasTon – T1 Mega da Stone
Máquina para autônomo com a menor taxa para crédito parcelado com recebimento em 30 diasPoint Mini ou Point Mini Chip do Mercado Pago
Ranking com os melhores maquininhas de cartão para autônomos

Se você está à procura de qual a melhor máquina de cartão de crédito para autônomo, então provavelmente está pronto para dar o próximo passo na formalização do seu negócio.

Com o crescimento dos trabalhos informais e profissionais independentes no país, também surge a necessidade de se destacar dos concorrentes.

Continua após a publicidade

E uma das melhores maneiras de fazer isso é diversificar suas opções de pagamento, por meio das máquinas de cartão de crédito.

Além de ser um grande benefício para os clientes, esse diferencial também pode alavancar o seu pequeno negócio. No entanto, com tantas alternativas no mercado, pode ser difícil saber qual serviço contratar.

Continua após a publicidade

Pensando nisso, nós preparamos um guia completo para te ajudar a encontrar a melhor maquininha de cartão para autônomo. Também apresentamos as opções mais populares e suas vantagens.

Qual a melhor máquina de cartão de crédito para autônomo?

Confira a nossa análise sobre qual a melhor máquina de cartão de crédito para autônomo, conforme os fatores abaixo.

logo do iDinheiroMelhor máquina
Melhor máquina de cartão de crédito para autônomo que não requer celularMinizinha Chip 2 da PagSeguro.
Máquina para autônomo com a menor taxa para débitoTon – T1 Mega da Stone.
Máquina para autônomo com a menor taxa para crédito à vista com recebimento em 30 diasTon – T1 Mega da Stone
Máquina para autônomo com a menor taxa para crédito parcelado com recebimento em 30 diasPoint Mini ou Point Mini Chip do Mercado Pago
Ranking com os melhores maquininhas de cartão para autônomos

O nosso ranking das melhores maquininhas de cartão para autônomo ficou assim:

  1. Minizinha NFC
  2. Minizinha Chip 2
  3. Moderninha Plus
  4. Point Mini
  5. Point Mini Chip
  6. SumUp Top
  7. Rede
  8. Cielo Zip
  9. Ton – T1 Mega
  10. Zettle

A seguir, acompanhe as informações que farão a diferença na sua decisão!

Vale a pena contar com uma maquininha de cartão para autônomo?

De fato, existem diversos motivos que justificam o investimento em uma maquininha de cartão para autônomo.

No entanto, muitos profissionais ainda têm dúvidas sobre a contratação desse serviço para o seu negócio.

Continua após a publicidade

Por isso, é importante conhecer alguns dos principais pontos que justificam o uso das máquinas de cartão no seu empreendimento independente.

Preferência dos consumidores

A princípio, é importante mencionar a popularidade que esse recurso de pagamento adquiriu nos últimos anos.

Antigamente, o uso de dinheiro físico em compras era a principal escolha dos consumidores. 

No entanto, a preferência pelos cartões de débito e crédito no dia a dia já é uma realidade entre os brasileiros.

Isso porque esse serviço apresenta uma série de vantagens, além das diferentes ofertas do mercado, que o tornam acessível para grande parte das pessoas.

Continua após a publicidade

Segundo uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil, 83% dos entrevistados afirmaram utilizar o cartão de crédito como primeira opção em suas compras.

Entre os principais motivos para essa preferência destaca-se:

  • a segurança do cartão;
  • a possibilidade de parcelar as compras;
  • a oportunidade de aquisição de um produto, mesmo sem ter dinheiro físico no momento.

Nesse cenário, deixar de ter uma maquininha de cartão pode ser extremamente prejudicial para o seu negócio.

Muitos clientes podem desistir de realizar a compra por conta da indisponibilidade de pagamento por meio desse recurso.

Dessa forma, o impacto pode afetar não apenas os seus lucros, mas também a sua credibilidade.

Continua após a publicidade


Melhores cartões de crédito sem anuidade em 2021: avalie 13 opções e faça a sua escolha!


Aumento do número de adesões em pequenos negócios

Além disso, o uso de maquininhas de cartão de crédito nos pequenos empreendimentos também é uma realidade, como mostram pesquisas.

A revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios divulgou, em 2019, dados interessantes sobre as máquinas. Esses números mostraram que cerca de 46% dos pequenos empreendedores já utilizavam esse equipamento em suas vendas.

Nesse caso, se você deseja se destacar dos concorrentes, é fundamental investir em diferentes atrativos para o público, como variedade nas formas de pagamento.

Continua após a publicidade

Ainda segundo a pesquisa, um a cada três autônomos e profissionais independentes passaram a utilizar uma maquininha de cartão entre 2016 e 2019.

Além disso, o segmento do comércio é o que apresenta a maior proporção de pequenos empreendedores que aderiram a essa alternativa, com 62%.

Assim, para destacar os seus serviços e produtos no mercado, vale a pena investir em maquininhas de cartão.

Variedade de opções

Por fim, muitos empreendedores ainda têm dúvidas sobre aderir a uma maquininha de cartão para autônomo, principalmente por conta da acessibilidade.

Continua após a publicidade

No passado, as taxas de uso e comissões das empresas eram relativamente altas. Isso tornava inviável manter essa alternativa para quem estava começando.

Entretanto, hoje é possível notar um crescimento na presença de operadoras de cartões alternativas, além das empresas tradicionais, como as conhecidas Cielo e Rede.

Conforme os dados da revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, a participação dessas duas operadoras caiu de 86% para 46% em 2019.

Enquanto isso, empresas emergentes começaram a ganhar destaque. Afinal, essas máquinas oferecem taxas diferenciadas e acessíveis para os profissionais independentes.

Continua após a publicidade

Dessa forma, vale a pena pesquisar algumas das opções disponíveis para o seu perfil. Dessa forma, você poderá potencializar os seus resultados e formalizar ainda mais o seu negócio.

Análise das melhores maquininhas de cartão de crédito para autônomo

Depois de conhecer mais sobre a importância de uma maquininha de cartão para autônomo, chegou o momento de conhecer algumas das principais opções para o seu perfil.

Cada profissional possui suas demandas e necessidades, de modo que é importante analisar qual alternativa combina melhor com seu negócio.

No entanto, existem alguns produtos voltados para o pequeno empreendedor, com vantagens e taxas atrativas para esse público. Por isso, vale a pena conferir essas maquininhas, e comparar suas funcionalidades e taxas.

Continua após a publicidade

Veja mais detalhes sobre as 10 opções que separamos para você!

Uma das empresas que se destacam no mercado de operadoras de cartões é a PagSeguro.

Com diversas opções voltadas para o pequeno empreendedor, a empresa ganhou espaço entre suas concorrentes, e hoje é uma das líderes nesse segmento.

Por esse motivo, a primeira sugestão de maquininha de cartão para autônomo é a Minizinha NFC. Ela é ideal para negócios com baixo volume de vendas.

A máquina compacta atende bem às necessidades de um profissional independente, pois e fácil de carregar e tem bateria de até 4 horas de duração.

Continua após a publicidade

A Minizinha NFC não tem aluguel, e possui benefícios como:

  • conta digital gratuita;
  • 0% de taxa nos primeiros dias;
  • parcelamento em até 18 vezes, mas com recebimento na hora.

Além disso, os valores da Minizinha NFC estão entre os mais em conta do mercado. A máquina custa 12 vezes de R$4,90. As taxas, por sua vez, são as seguintes:

  • 1,99% em vendas no débito;
  • 3,19% em vendas no crédito à vista;
  • 3,79% em compras parceladas.

É importante ressaltar que essa maquininha de cartão opera com uso de celular e conexão bluetooth. Dessa forma, o autônomo deve providenciar esses recursos antes de utilizar o serviço.


PicPay Empresas: conheça tudo sobre a solução digital para o seu negócio


imagem

2. Minizinha Chip 2

Ainda na linha da PagSeguro, a Minizinha Chip 2 também é uma opção interessante de máquina de cartão de crédito para autônomo.

Embora conte com a facilidade de ser compacta e fácil de transportar, a Minizinha Chip 2 não necessita de auxílio de celular, pois já vem com chip, GPRS e conexão Wi-Fi.

Continua após a publicidade

Dessa forma, o profissional poderá utilizar o serviço sem precisar de outros equipamentos.

Essa alternativa não possui aluguel, apenas o valor de compra da máquina, sendo 12 parcelas de R$7,90. As taxas são as mesmas da Minizinha NFC, ou seja:

  • 1,99% em vendas no débito;
  • 3,19% em vendas no crédito à vista;
  • 3,79% em compras parceladas.

Sua bateria possui até 10 horas de duração, e a máquina envia o comprovante direto por SMS de forma gratuita.

Assim, a Minizinha Chip 2 é boa para vendedores que se deslocam com frequência, e preferem maquininhas com visual mais próximo das tradicionais.

width=

3. Moderninha Plus

A Moderninha Plus é um dos últimos lançamentos da PagSeguro, e também conta com as mesmas vantagens das máquinas da linha Minizinha.

Continua após a publicidade

Entretanto, seu visual é mais moderno, com aprimoramentos na bateria, que pode durar até 24 horas.

A opção também atende a um volume maior de vendas. Porém, o valor da máquina também é maior, pois ela custa 12x de 12,90, mas possui as mesmas taxas:

  • 1,99% para compras no débito;
  • 3,19% para compras no crédito à vista;
  • 3,79% para compras no crédito parcelado.

A Moderninha Plus também é fácil de transportar, já vem com chip e conexão Wi-Fi, sendo uma opção criada especialmente para autônomos e profissionais liberais. Veja mais detalhes sobre a Moderninha Plus!


Máquina de cartão Moderninha: saiba tudo sobre a maquininha do PagSeguro!


A Point Mini é um lançamento do Mercado Pago para pequenos empreendedores. 

A empresa já vinha se destacando por seus aparelhos, e ganhou visibilidade entre os pequenos negócios com essa linha de maquininha de cartão para autônomo.

Continua após a publicidade

De forma geral, a Point Mini é uma opção semelhante à Minizinha NFC, mas com alguns diferenciais.

Por exemplo, sua bateria possui duração estendida, podendo chegar a 8 horas. Além disso, ela conta com recebimentos em até 30 dias.

Essa máquina custa 12 parcelas de R$4,90, e não possui aluguel. Suas taxas também são acessíveis:

  • 1,99% para compras no débito;
  • 3,03% para compras no crédito à vista;
  • 3, 60% para compras no crédito parcelado.

É preciso ressaltar que a Point Mini precisa de celular e conexão bluetooth para funcionar. 

Continua após a publicidade

A praticidade pode ser uma vantagem para os autônomos, mas é importante se atentar para isso.

POINT

5. Point Mini Chip

Assim como a PagSeguro, o Mercado Pago também possui uma máquina compacta, mas que atua com chip e conexão Wi-Fi, a Point Mini Chip.

Dessa forma, o empreendedor pode escolher a alternativa que melhor combina com seu perfil. Ele também contará com a praticidade de não precisar de celular.

O valor dessa maquininha de cartão de crédito é 12 vezes de R$11,90, com taxas semelhantes à Point Mini:

Continua após a publicidade

  • 1,99% no débito;
  • 3,03% no crédito à vista;
  • 3, 60% no crédito parcelado.

Facilidades como recebimento em até 30 dias e envio de comprovante por SMS também fazem parte do pacote de serviços da Point Mini chip.

Compare quais as diferenças entre Point Mini Chip e Minizinha!


Empréstimo para MEI: saiba quais são as melhores opções


Em termos de maquininha de cartão para autônomo, a SumUp Top se diferencia por ter um serviço mais básico que as concorrentes anteriores.

Ela é ideal para profissionais que desejam praticidade e simplicidade no serviço, mas sem abrir mão da forma de pagamento com cartões.

Um de seus maiores diferenciais é a bateria que dura o dia inteiro, perfeita para empreendedores que se locomovem com frequência e querem carregar a maquininha consigo.

Continua após a publicidade

Além disso, o plano antecipado permite o recebimento das vendas em até 1 dia útil.

Assim como as demais maquininhas mini, a SumUp Top também precisa de celular para operar.

No entanto, ela custa apenas 12 parcelas de R$7,90, com taxas semelhantes às dos concorrentes, sendo:

  • débito: 1,90%;
  • crédito à vista: 3,10%;
  • crédito parcelado: 3,90%;

Compacta e acessível, essa alternativa também foi lançada visando autônomos e pequenos empreendedores.

Por isso, é uma opção interessante para quem busca ampliar o negócio com cartões. Saiba também qual a melhor opção entre SumUp ou Minizinha!

Continua após a publicidade

Para se reinventar no mercado e não ficar para trás, as operadoras de cartão tradicionais também lançaram aparelhos voltados para os pequenos negócios.

É o caso da Rede, que lançou a maquininha Rede Pop. Com versão mobile e com chip, a linha apresenta diversos benefícios para o vendedor.

Ela aceita a maioria das bandeiras operantes atualmente, além de vales-benefícios, uma alternativa interessante para o consumidor.

Seu tamanho também é compacto, com bateria duradoura e tecnologia de pagamento por aproximação, diferenciais importantes para uma maquininha de cartão para autônomo.

Continua após a publicidade

Além disso, também não possui aluguel, apenas o valor da máquina, sendo:

  • 12x de R$4,90 a versão mobile;
  • 12x de R$14,90 a versão chip.

No entanto, suas taxas de operação são um pouco mais elevadas que as concorrentes. Veja:

  • 1,99% para vendas no débito,
  • 4,97% vendas no crédito, tanto à vista, quanto parcelado.

Outro diferencial interessante sobre a Rede Pop é que ela não exige CNPJ para contratação.

Dessa forma, mesmo autônomos não registrados formalmente podem investir em maquininhas de cartão para trabalhar.

Seguindo o exemplo da Rede, a Cielo também investiu em uma maquininha de cartão para autônomo, a Cielo Zip.

Continua após a publicidade

Compacta e acessível, o equipamento possui chip, conexão Wi-Fi e conexão 3G, sem necessidade de celular para operar.

Além disso, seu design tradicional e colorido auxilia os empreendedores e também os consumidores no momento da compra.

A Cielo é uma operadora tradicional e popular no mercado, o que traz confiabilidade para os aparelhos.

Por outro lado, suas taxas são mais altas do que as demais:

  • compras no débito: a partir de 2,39%;
  • compras no crédito: 4,99% à vista e 5,59% parcelado.

O valor da maquininha depende do faturamento do negócio. Assim, o empreendedor deve entrar em contato para solicitar um orçamento. Entretanto, a Cielo Zip também não tem aluguel.

Continua após a publicidade


A maquininha do Banco Inter é boa? Veja os principais detalhes antes de pedir a sua!


T1

9. Ton – T1 Mega

A Ton é uma marca da Stone que ainda está ganhando espaço no mercado, mas já conta com soluções atrativas para o vendedor autônomo.

Sua linha T1 mega também é compacta, funcionando com auxílio de celular e conexão bluetooth.

No entanto, seus benefícios são interessantes, pois incluem:

  • gestão de vendas no aplicativo;
  • envio de comprovante gratuito;
  • parceria com as principais bandeiras e vales-benefícios nacionais.

Essa maquininha de cartão para autônomo custa 12 parcelas de R$5,90, sem aluguel posteriormente. Os valores das taxas à vista também são atrativos:

Continua após a publicidade

  • 1,48% para compras no débito;
  • 2,96% para compras no crédito à vista;
  • 9,44% para compras no crédito parcelado.

O vendedor poderá receber em até 1 dia útil, e conta com uma equipe de suporte especializada.

Por fim, a máquina de cartão Zettle também é uma alternativa para autônomos e pequenos empreendedores que buscam investir nesse segmento.

O aparelho é um lançamento da PayPal, sendo mais tradicional no mercado. Por esse motivo, aceita tanto bandeiras nacionais quanto internacionais.

Além disso, conta com bateria de 8 horas de duração, recebimento de 1 dia útil e tecnologia de pagamento por aproximação.

Continua após a publicidade

Seu valor é de 12x de R$14,90, sem mensalidades posteriores. Suas taxas de operação são:

  • 1,97% no débito;
  • 4,87% no crédito à vista;
  • 1,99% por parcela adicionada.

De forma geral, também pode ser uma alternativa vantajosa para pequenos negócios.


Como escolher a melhor conta digital PJ? Veja cinco alternativas que selecionamos para te ajudar!


A versão mobile é a melhor máquina de cartão para autônomo?

Todas as sugestões de melhores maquininhas de cartão para autônomos são equipamentos mobile, ou seja, portáteis, que utilizam chip ou conexão com celular.

Embora não sejam as únicas opções de cada empresa, as máquinas mobile podem ser a melhor alternativa no caso de profissionais independentes.

Continua após a publicidade

Isso porque elas contam com a vantagem de serem móveis, com transporte facilitado e compactas de carregar.

Dessa forma, o autônomo que exerce sua profissão se deslocando pode levar a maquininha consigo, facilitando o pagamento.

No caso desses profissionais, máquinas com cabo ou mais pesadas podem dificultar o trabalho, tirando a praticidade de utilizar essa forma de pagamento em trabalhos informais.

Por isso, vale a pena analisar essas versões.

Como saber qual a melhor máquina de cartão de crédito para autônomo?

Mesmo analisando cada opção e suas principais características, como as taxas e o valor das parcelas, o autônomo pode querer conferir outras funcionalidades mais específicas.

Continua após a publicidade

Afinal, é preciso ter certeza de qual a melhor máquina de cartão de crédito para autônomo para desfrutar das vantagens sem nenhum tipo de prejuízo.

Por isso, vale a pena entender quais as bandeiras que a máquina aceita, seus planos de antecipação de recebimentos ou a assistência técnica da empresa.

Nesse caso, é importante procurar mais informações, para contratar o serviço com segurança, e aproveitar todos os benefícios plenamente.

Para isso, elencamos abaixo algumas formas de sanar todas as suas dúvidas sobre as maquininhas.

Continua após a publicidade

1. Leia o site da empresa

O site da empresa de cada maquininha contém a maioria das informações necessárias para contratar o serviço.

Se não souber o endereço, basta procurar em ferramentas de pesquisa como o Google, que retornará a página oficial com os dados que você busca.

Também vale a pena lembrar que cada site permite a solicitação do aparelho direto pela internet, de forma fácil e rápida.

2. Busque a central de atendimento telefônico

Outra opção interessante é ligar na Central de Atendimento da empresa, geralmente pelo telefone disponível no site.

Continua após a publicidade

Dessa forma, você poderá falar com um representante oficial, e tirar todas as dúvidas.

Em muitos casos, as ligações são gratuitas, o que torna o contato mais acessível.

3. Pesquise no Reclame Aqui

As plataformas de avaliação são importantes aliadas para autônomos que buscam conhecer melhor as maquininhas de cartão antes de contratar o serviço.

Por exemplo, o Reclame Aqui é um site oficial que possibilita o cadastro de reclamações e contato direto com a empresa.

Com ele, você poderá encontrar diferentes chamados de clientes, verificar se existem problemas recorrentes e quais os principais pontos de reclamação.

Desse modo, será possível conhecer as marcas de maneira completa, e garantir que a empresa realmente possui uma boa avaliação online.

Continua após a publicidade


A máquina SafraPay é boa? Leia a nossa análise e saiba se ela vale a pena!


4. Converse com clientes que usam o aparelho

Por fim, conversar com os clientes é sempre uma boa maneira de reunir informações sobre o serviço.

Procure outros autônomos, empreendedores e pessoas que utilizam o equipamento, para perguntar sobre suas impressões pessoais e experiências com o serviço.

Essa interação poderá te ajudar a decidir qual marca combina melhor com seu perfil, além de saber, de forma prática, quais os pontos fortes e fracos de cada alternativa.

Continua após a publicidade

Conclusão

Ao longo desse artigo, você percebeu que para entender qual a melhor máquina de cartão de crédito para autônomo é preciso uma análise detalhada de cada opção.

Procure comparar preços, taxas de operação, vantagens e os diferenciais de cada maquininha.

Além disso, também é importante levar em consideração as suas próprias necessidades.

Por exemplo, qual o seu volume de vendas, seu deslocamento para trabalhar e quais as praticidades que você busca.

Pontos como: segmento de trabalho, público-alvo e média de recebimentos também podem ser levados em conta. Afinal, são fatores que serão diretamente impactados pela sua decisão.

Ao analisar cada um desses aspectos, você poderá fazer sua escolha com maior confiança, e, assim, ter uma experiência positiva. 

Continua após a publicidade

Definir qual a melhor maquininha de cartão para autônomo é uma análise individual, e você deve considerar as suas demandas, acima de tudo.

No entanto, seja qual for a opção que você escolher, com certeza ela irá causar um impacto positivo no seu negócio e nas suas vendas.

Quer receber outros conteúdos sobre o universo financeiro? Então ative as notificações do Push e assine a newsletter do iDinheiro para receber todas as novidades!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

12 comentários

  1. Emerson

    Boa noite amigo a ton da Stone no plano gigaton melhor plano parcelado Pará receber em 1 dia útil

  2. cristiane

    Muito boa a matéria. Eu achei a Ton muito interessante, preço da maquina, recebe em 1 dia e taxa bem bem menor que as concorrentes, só não entendi pq ela está em 9 no ranking? seria algum problema com o equipamento em si? to pensando em adquirir ela… até pq tem um cartão (pré pago) pra usar.

  3. Bianca Barbieri

    Estou pensando em colocar uma máquina no meu consultório odontológico. Quero parcelar no máximo de 3 vezes. Qual a melhor opção no meu caso? Agradeço.

  4. Continua após a publicidade

  5. SANDRA MILLER

    Gostaria de ser esclarecida como relação a forma de recebimento, exemplo no meu caso é serviço: Vendo uma festa completa dividida em 10X no cartão como eu vou receber esse dinheiro na minha conta? Parcelado também ou de uma vez e o prazo para o recebimento?

  6. Adriano

    No dia 15/03/17 ao abrir o aplicativo SumUp ele iniciou dizendo conta em análise, não me deixando realizar vendas. Logo em seguida recebi um email SumUp solicitando maiores informações de atividade do meu negócio. Então enviei tudo detalhado no email SumUp e vários anexos junto. E no dia 17/03/17 já recebi um email informando o encerramento da minha conta SumUp, sendo essa a decisão final e irreversível. E assim sendo já comecei a receber os emails de estornos de 28 cartões de crédito sem explicação, isso tudo de produtos já entregues por mim, o que está causando um enorme prejuízo, terei de correr atrás dos donos dos cartões para tentar resolver da melhor forma uma vez que foi estornado os valores sem justificação. E no email SumUp de resposta ainda vem dizendo que se eu achar que tive meu direito violado, que eu busque os órgãos competentes para proteção. Sendo que não queria ficar sem aceitar cartão, pois cada dia que passa, vendo mais no cartão que no dinheiro, pela facilidade do cliente não precisar andar com dinheiro. Então pedi por diversas vezes para SumUp analisarem o meu caso com mais profundidade, pois não fiz nada de errado e se fiz, me coloquei a disposição para mudar. Mas SumUp não me deu essa opção. Somente afirmam que essa foi a decisão final.

    Resumindo, você como cliente não tem o direito de saber o porque eles resolveram te excluir de ser clientes deles, conforme email recebido deles: “Infelizmente, conforme o e-mail anterior, não podemos divulgar as nossas análises ou conclusões por se tratarem de análises internas.
    Por fim, entendemos a forma que se sente e tenha certeza que não gostaríamos de encerrar a parceria, contudo, está é a decisão final.
    ” Então não tem motivo aparente relacionado ao descredenciamento, siomplesmente por se tratar de analise interna.

    Estou decepcionado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.