Qual a melhor taxa de financiamento imobiliário em 2021? Fizemos um ranking com as opções!

Reunimos as informações, fizemos uma análise e chegamos à conclusão de qual é a melhor taxa de financiamento imobiliário. Está na dúvida de qual é a melhor opção? Então, você não pode deixar de ler este artigo!

WhatsApp Image 2021-03-04 at 08.45.03
Julyana Andrade

Quer saber qual é a melhor taxa de financiamento imobiliário? É sempre bom conhecer as opções disponíveis antes de tomar uma decisão. Confira a nossa análise a seguir!

O melhor banco para financiamento imobiliário é aquele que reúne as melhores condições, o que inclui a taxa de juros e o prazo para pagamento. Em geral, eles têm propostas mais atraentes para aqueles que já têm algum relacionamento com a instituição, especialmente se as parcelas forem pagas no débito automático.

Continua após a publicidade

A fim de descobrir qual é a melhor taxa de juros de financiamento imobiliário, analisamos 6 bancos e quais condições eles oferecem. Veja como ficou o nosso ranking:

Melhor taxa de financiamento imobiliário

iDinheiroTaxa de financiamento imobiliário
1. Banco Itaú6,90% ao ano + TR
2. Banco Bradesco6,90% ao ano + TR
3. Banco Santander6,99% ao ano + TR
4. Caixa Econômica Federal7,60% ao ano + TR
5. Banco do Brasil7,69% ao ano + TR
6. Banco Inter8,50% ao ano + TR
Ranking das taxas de juros de financiamento imobiliário

Veja mais a seguir!

Taxa de financiamento imobiliário Itaú: a melhor opção

O Itaú oferece a melhor taxa de financiamento imobiliário das opções analisadas. Todavia, como você pôde ver na tabela acima ele fica empatado com o financiamento Bradesco, que também tem juros de 6,90% ao ano mais a Taxa Referencial (TR).

Continua após a publicidade

O critério de desempate que utilizamos foi a facilidade na contratação do crédito imobiliário: o Itaú permite fazer todo o processo online, enquanto o Bradesco demanda uma ida à agência, o que aumenta um pouco o nível de burocracia envolvido.

É possível simular um financiamento no site do banco. Nele, você informa o valor do imóvel, o valor de entrada, a sua data de nascimento, em quanto tempo deseja pagar e escolhe a seguradora. A partir daí, o resultado da simulação mostra quais são as condições para o crédito imobiliário.

Veja mais detalhes sobre o financiamento imobiliário do Itaú:

logo itaúCaracterísticas
Taxa de juros para financiamento imobiliário6,90% ao ano + TR
Prazo para pagamentoaté 360 meses (30 anos)
Forma de contrataçãoInternet banking e presencial
Financiamento imobiliário Itaú

Financiamento Santander: o que oferece o maior prazo para pagamento

O financiamento Santander tem uma das melhores taxas, que é de 6,99% ao ano mais a Taxa Referencial. Vale reforçar que esse juro anual é praticado para quem já é cliente do banco. Portanto, para os que não são correntistas, o crédito acaba ficando mais caro (10% ao ano mais a TR).

Ele merece o destaque aqui por oferecer o maior prazo para pagamento entre as opções listadas: o financiamento imobiliário pode ser contratado com até 420 parcelas, o que equivale a 35 anos.

Continua após a publicidade

É possível simular o financiamento Santander no site do banco. Para isso, você precisa informar seus dados pessoais e preencher as informações sobre o imóvel que deseja comprar. Por fim, o sistema mostra o resultado e ainda permite solicitar uma análise de crédito.

logo santanderCaracterísticas
Taxa de juros para financiamento imobiliário6,99% ao ano + TR
Prazo para pagamentoaté 420 meses (35 anos)
Forma de contrataçãoOnline e presencial
Financiamento imobiliário Santander

Conheça o crédito imobiliário com juros de poupança

O financiamento imobiliário com juros de poupança consiste em uma nova modalidade que alguns bancos começaram a praticar no mercado, como o Inter, o Itaú e até a Caixa. Nela, existe a cobrança de uma taxa básica, somada ao percentual de rendimento que a poupança paga.

Vale lembrar que o rendimento da poupança está diretamente ligado à taxa Selic. Ou seja, considerando o cenário atual, com a Selic a 2,75% por ano, a poupança rende 1,925% ao ano.

A partir daí, já podemos começar a mostrar como é feita a cobrança do crédito imobiliário com juros atrelados à poupança. Na prática, os bancos têm uma taxa fixa, definida internamente, a qual serve de base para o cálculo. É em cima dela que se aplica a taxa anual da poupança (para facilitar o cálculo, vamos arredondá-la para 1,93%), mais a TR, que está zerada há mais de dois anos.

Continua após a publicidade

Veja como fica o ranking dos bancos e qual é a menor taxa de juros de financiamento imobiliário nessa modalidade:

iDinheiroTaxa de financiamento imobiliário com juros de poupança
1. Caixa Econômica FederalA partir de 5,28% ao ano (taxa base a partir de 3,35% + poupança a 1,93%)
2. Banco ItaúA partir de 5,92% (taxa base de 3,99% + poupança a 1,93%)
3. Banco InterA partir de 5,93% ao ano (taxa base de 4% + a poupança a 1,93%)
Melhores taxas de financiamento imobiliário com juros de poupança

Atenção ao Custo Efetivo Total (CET) das operações

Na hora de contratar um crédito imobiliário, não se prenda apenas às taxas de juros mostradas, pois nem sempre elas representam a realidade.

O ideal é considerar o Custo Efetivo Total (CET), que é composto tanto pela taxa de juros quanto por outras tarifas que são aplicadas pelos bancos. Isso inclui o IOF e cobrança por abertura de crédito, por exemplo.

Isso significa que, no final das contas, o banco que tem a melhor taxa de juros pode não ser aquele que vai oferecer o crédito mais barato. Portanto, sempre compare bem as propostas antes de fechar qualquer negociação que envolve crédito com uma instituição.

Continua após a publicidade

Concluindo

Como você pôde ver, a melhor taxa de financiamento imobiliário é de 5,90% ao ano (mais a TR) e pertence tanto ao Itaú quanto ao Bradesco.

Fazer um comparativo entre as alternativas oferecidas no mercado é a melhor forma de tomar boas decisões. Afinal, estamos falando de um compromisso de longo prazo. Então, imagine quanto de juros a mais você pode acabar pagando em todos os anos?

Além disso, lembre-se sempre de se planejar para que as parcelas fiquem sempre do seu orçamento pessoal, de forma que não prejudique as suas finanças, combinado?

Por fim, não se esqueça que as condições oferecidas pelos bancos podem variar de acordo com o valor do imóvel, a região onde ele está localizado e até mesmo o seu perfil, obtido por meio da análise de crédito. As taxas de juros também podem sofrer variação ao longo do tempo. Por isso, busque as informações atualizadas com os bancos.

Gostou deste artigo? Então, aproveite para ler também a nossa análise com o melhor banco para empréstimo! E assine a nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.