Antecipação de recebíveis: Saiba como fazer!

A antecipação de recebíveis pode ser uma boa solução para movimentar o fluxo de caixa da empresa. Porém, é preciso compreender mais sobre ela antes de fazer a solicitação. Confira!

Escrito por Eduarda Fernandes

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


Se você está precisando colocar as finanças do seu negócio em dia, mas não quer recorrer ao empréstimo PJ, o serviço de antecipação de recebíveis pode ser a solução para o seu problema.

Esse recurso pode ser uma saída a curto prazo mais simplificada para quem busca capital de giro ou linhas de crédito. Entretanto, antes de recorrer à operação, é importante que você tenha um bom planejamento e muita organização para não causar danos à saúde financeira da sua empresa.

Nesse artigo, vamos detalhar o que é, como funciona e o que precisa ser feito para utilizar o recurso da antecipação de recebíveis. Acompanhe a leitura!

O que é antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis é um recurso financeiro que permite aos estabelecimentos receberem valores antes do prazo previsto, utilizando-se legalmente de bancos, fintechs, instituições financeiras e empresas de meio de pagamento.

Em outras palavras, trata-se de um adiantamento do volume financeiro que uma empresa tem a receber pela venda de seus serviços e produtos.

Nesse contexto é possível receber o dinheiro referente a vendas a prazo, parceladas, carnês, com duplicatas, cheques pré-datados e cartão de crédito.

No entanto, desde junho de 2021, novas diretrizes do Banco Central (BC) entraram em vigor sobre o tema, promovendo uma verdadeira reformulação no mercado.

Essas diretrizes trouxeram alguns benefícios, especialmente, para aqueles que buscam recursos a curto prazo e não querem recorrer a um empréstimo.

Como funciona?

Sempre que o cliente faz uma compra parcelada no seu estabelecimento, você leva um certo tempo para receber o valor total da venda, certo?

Normalmente, o prazo varia de acordo com o número de parcelas. Dessa forma, se uma pessoa escolhe pagar em três parcelas, geralmente, serão necessários cerca de três meses para que o valor líquido total desta venda entre no seu fluxo de caixa.

Ao antecipar seus recebíveis, esse prazo diminui e você consegue receber esses valores antes do previsto.

Mas, como saber exatamente todos os valores que você tem a receber futuramente? Até junho de 2021, a antecipação só podia ser realizada com os bancos que a empresa tivesse algum tipo de relacionamento comercial ou com empresas que forneciam as maquininhas de cartão para o estabelecimento.

O que mudou na antecipação de recebíveis?

Com as novas regras determinadas pelo BC, todas as transações feitas no cartão de crédito, por exemplo, são catalogadas nas Registradoras de Recebíveis, que são entidades autorizadas pelo BC a registrarem a Agenda Futura de Recebíveis dos estabelecimentos que realizam operações via meios de pagamento.

Com isso, toda compra feita por meio das maquininhas ou de forma online deverá ser registrada.

Esse registro detalha várias informações: data e valor da compra, modalidade de pagamento, bandeira do cartão utilizado na transação e a data em que o pagamento será quitado. Tudo isso é utilizado na criação de Unidades de Recebível (UR) que são atreladas ao CNPJ do empreendedor.

Portanto, o recebível é o valor que a empresa tem a receber enquanto o pagamento feito no cartão não é repassado à ela.

O Registro de Recebíveis, na prática, permite que os estabelecimentos tenham a liberdade de escolher onde vão antecipar seus recebíveis, independentemente da empresa que tenha capturado as transações realizadas com cartão no e-commerce ou na maquininha.

Como a antecipação destes valores é realizada mediante cobrança de taxas, a livre concorrência oferece aos lojistas o poder de escolher a instituição que ofereça as melhores condições para prestar esse serviço.

Desta forma, mesmo que você não seja cliente de uma determinada empresa, pode fazer sua antecipação de vendas com ela.

Como vender parcelado e receber à vista?

É possível antecipar as vendas no cartão de crédito de maneira programada ou avulsa.

A antecipação programada é ideal para quem realiza vendas com cartão de crédito e precisa antecipar seu recebimento frequentemente. Dessa forma, você altera o prazo padrão de recebimento das transações feitas no cartão.

Já na avulsa, você solicita a antecipação do valor das vendas de forma pontual, ou seja, somente quando estiver precisando do adiantamento. Então, o prazo padrão das vendas feitas no cartão não é modificado.

Assim, para vender parcelado e receber à vista, é necessário entrar em contato com a instituição responsável pela maquininha e solicitar a antecipação de recebimento de forma programada ou avulsa.

Qual é a taxa cobrada?

A taxa de juros para antecipação de recebíveis pode variar de 2% a 15% dependendo da instituição, do valor a antecipar e do prazo dos recebíveis negociados. Fatores como o perfil do negócio e segmento de mercado também podem influenciar na taxa cobrada.

No caso do PagSeguro e do Mercado Pago, por exemplo, os recebimentos de débito e crédito à vista são disponibilizados na hora, e as vendas do crédito parcelado podem ter diferentes prazos de antecipação.

Por sua vez, a SafraPay oferece possibilidades de antecipar ou não para todas as transações. Além disso, a empresa cobra tarifas diferentes para pessoa física e jurídica.

Sendo assim, veja a seguir quais são as taxas praticadas pelas principais instituições do país.

InstituiçãoTipo de antecipaçãoTaxa para antecipação de recebíveis
PagSeguroVendas feitas no crédito pela máquina de cartão.Receber na hora: 4,99% para vendas à vista e 5,59% para parceladas.
Receber em 14 dias: 3,99% para vendas à vista e 4,59% para parceladas.
Mercado PagoVendas feitas no crédito pela máquina de cartão.Receber na hora: 4,74% para vendas à vista e 5,31% + taxa a partir de 4,59% para parceladas.
Receber em 14 dias: 3,79% para vendas à vista e 4,36% + taxa a partir de 4,59% para parceladas.
SafraPayVendas feitas no débito, crédito à visa e parcelado pela máquina de cartão.Receber na hora: 1,98% no débito; 3,79% no crédito à vista e a partir de 9,30% no parcelado.
Receber em um dia: 1,68% no débito; 3,45% no crédito à vista e a partir de 6,95% no parcelado.
Banco do BrasilValores a receber em cheques, duplicatas ou cartões de crédito.Taxa de 3% para antecipação de crédito ao lojista com valores mínimos de R$ 100 e máximo de R$ 500.

A antecipação de recebíveis é um empréstimo?

Não, o empréstimo é uma operação onde uma pessoa jurídica ou física consegue recursos financeiros por meio de uma instituição, se comprometendo a honrar o pagamento do valor que tomou emprestado em um prazo determinado, acrescido de juros, que na maioria das vezes não são nada convidativos.

Já a antecipação de recebíveis, envolve valores que a empresa tem a receber. Logo, é uma operação financeira que trabalha com receitas já geradas, mas que ainda não estão disponíveis no momento.

Dessa forma, por praticamente não oferecer nenhum risco às empresas de crédito, o recebível é algo bem valioso, o que faz com que as taxas para esse tipo de operação sejam menores e mais atrativas para o cliente.

De maneira resumida, o adiantamento de recebíveis antecipa o recebimento de valores que já são seus, enquanto no empréstimo, você pega recursos de terceiros.

Veja também quais são as opções de empréstimo para MEI!

Quais as vantagens e desvantagens?

Comparado com outras linhas de crédito disponíveis no mercado, a antecipação de recebíveis traz algumas vantagens interessantes. São elas:

  • pode ser utilizado para cobrir imprevistos financeiros ou despesas emergenciais;
  • para aumentar o capital de giro e gerar mais liquidez;
  • pode ser utilizado quando você precisa de recursos a curto prazo para investir no seu negócio;
  • pode ser usado para estruturar melhor suas finanças sem a necessidade de correr o risco de se endividar com empréstimos bancários;
  • os juros costumam ser menores do que as taxas cobradas pelos bancos no rotativo do cartão de crédito e no cheque especial, por exemplo;
  • isenção de IOF;
  • taxas dos FIDCs mais competitivas;
  • entre outros.

Apesar das inúmeras vantagens e facilidades, contratar uma antecipação de crédito também pode trazer algumas desvantagens para a empresa que precisam ser levadas em consideração. São elas:

  • possibilidade de causar dependência, o que pode gerar prejuízo a longo prazo para o seu negócio;
  • utilizar o recurso sem saber o real motivo, pode ser prejudicial para a saúde financeira da sua empresa;
  • tentar mascarar problemas de gestão utilizando a antecipação dos recebíveis, pode causar o mesmo efeito do cheque especial que somente esconde o déficit no orçamento das pessoas físicas.

O que considerar antes de solicitar?

A antecipação de recebíveis pode ser muito positiva para as empresas, isso é fato. Entretanto, como em qualquer operação financeira, ela exige planejamento e organização para não provocar nenhum tipo de desequilíbrio nas contas com a retirada descontrolada de recursos que entrariam em caixa no futuro.

Sendo assim, para evitar esses possíveis problemas, além do planejamento, é aconselhável fazer uma projeção de fluxos de caixa. Essa ação, permitirá uma avaliação sobre os valores que serão antecipados, e se eles não farão com que as contas fiquem prejudicadas futuramente.

Outro ponto importante que deve ser considerado, é se o valor das taxas decorrentes da antecipação deverá ou não ser diluído no preço final dos produtos ou serviços da empresa.

Ainda, para quem possui restrições no CPF, a antecipação de recebíveis pode haver impedimentos para a antecipação de recebíveis. Por isso, vale a pena entender em quais casos quem tem nome sujo pode ter máquina de cartão.

Quando vale a pena pedir?

A antecipação de recebíveis é uma ótima opção para otimizar a performance financeira da sua empresa.

No entanto, é necessário manter o controle e não fazer da antecipação uma medida recorrente.

Procure utilizar esse recurso para momentos pontuais de capital de giro ou até mesmo na sazonalidade da empresa.

Embora seja utilizada na maioria das vezes para resolver problemas, a antecipação de recebíveis também pode ter como motivação, a geração de resultados, como capacitação dos colaboradores e investir na automação de processos, por exemplo.

Agora que você já sabe o que é antecipação de recebíveis, confira também quais são as melhores opções de empréstimos online para microempreendedores!

Termos Relacionados:

Perguntas frequentes

  1. Como funciona a antecipação de recebíveis?

    Ao solicitar a antecipação de recebíveis, você consegue diminuir o prazo original e recebe os valores das vendas antes do previsto.

  2. O que é a taxa de antecipação de recebíveis?

    É a taxa cobrada pelas instituições que oferecem o serviço de recebimento antecipado por vendas realizadas no cartão de crédito, carnês, duplicatas e cheques pré-datados.

  3. Quais bancos fazem antecipação de recebíveis?

    Entre os principais bancos do país, podemos destacar cinco deles que trabalham com a antecipação de recebíveis: Santander, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, HSBC e Bradesco.

  4. Como vender parcelado e receber à vista?

    Para vender parcelado e receber à vista, é necessário entrar em contato com a instituição responsável pela maquininha e solicitar a antecipação de recebimento de forma programada ou avulsa.

Referências do artigo
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp