Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Franquia de cafeteria: veja as 4 melhores para investir!

Conheça as 4 principais opções de franquia de cafeteria para investir no Brasil, e as vantagens de cada marca! Saiba muito mais ao ler nosso conteúdo!

vitor braga
Vitor Braga Estagiário de Negócios
1. The CoffeeInvestimento inicial: R$170 mil
Faturamento médio mensal: R$35 mil a R$50 mil
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses
Nota no Reclame Aqui: Sem nota
Vantagem: Diferentes modelos de franquia
Desvantagem: Sem plataforma em português
2. StarbucksInvestimento inicial: R$500 mil
Faturamento médio mensal: R$25 mil a R$120 mil
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses
Nota no Reclame Aqui: Aproximadamente 9
Vantagem: Maior rede de cafés do mundo, clientes fidelizados
Desvantagem: Baixo suporte ao franqueado, alto investimento inicial
3. Cheirin Bão – Empório Mineiro e CafeteriaInvestimento inicial: R$130 mil
Faturamento médio mensal: R$50 mil
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses
Nota no Reclame Aqui: Sem nota
Vantagem: Valor acessível para investimento inicial
Desvantagem: Sem expansão ou produtos internacionais
4. Sterna CaféInvestimento inicial: a partir de R$200 mil
Faturamento médio mensal: R$40 mil
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses
Nota no Reclame Aqui: Sem nota
Vantagem: Suporte completo
Desvantagem: Alto valor de investimento inicial

Em um país como o Brasil, investir em franquia de cafeteria pode ser um negócio lucrativo, uma vez que somos conhecidos pela nossa relação com o café.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), foram consumidas 2152 milhões de sacas em nosso país no ano de 2021, tornando o Brasil o segundo maior consumidor de café no mundo. O crescimento foi de 2,77% em relação ao ano passado.

Continua após a publicidade

E não é apenas a venda do café tradicional que está se expandindo, mas as variações, os derivados e as experiências que envolvem essa bebida também estão conquistando todos os tipos de público.

Nesse sentido, um negócio que oferece esse produto se torna uma ideia interessante para empreendedores que gostam de atuar no setor, e buscam opções com boas chances de retorno.

Continua após a publicidade

Entretanto, o perfil do franqueado para esse nicho deve atender a algumas exigências, se quiser construir uma empresa bem-sucedida.

Por exemplo, é necessário ter conhecimento sobre a indústria, e entender quais as mercadorias mais buscadas pelo público-alvo.

Ainda, é recomendável saber o que é franquia, como ela funciona, quais os know-hows oferecidos e como colocar isso em prática.

Entretanto, depois de conhecer mais sobre esse mercado, o empresário estará pronto para iniciar sua jornada entre um dos segmentos mais populares, a franquia de cafeteria.

Continua após a publicidade

Acompanhe nosso guia especial e veja as 4 principais empresas para se filiar no Brasil, e conheça mais detalhes sobre os modelos de negócio que acompanham algumas das companhias de café mais famosas do mundo!

1. The Coffee 

NomeThe Coffee
Investimento inicialR$170 mil
Faturamento médio mensalR$35 mil a R$50 mil
Prazo de retornoDe 24 a 36 meses
Nota no Reclame AquiSem nota
VantagemDiferentes modelos de franquia
DesvantagemSem plataforma em português

A The Coffee é uma franquia de cafeteria criada pelos irmãos Fertonani em 2018, e propõe um cardápio reduzido, mas com preços acessíveis e uma experiência aprimorada.

Nas lojas, é possível retirar o pedido sem precisar consumir no local, e algumas unidades apresentam até mesmo autoatendimento, reduzindo o tempo de espera comum nesses estabelecimentos.

Além disso, também apostaram em um segmento diferenciado de comidas, trazendo receitas veganas e opções para intolerantes à lactose, algo que destaca a empresa no mercado.

Continua após a publicidade

Recentemente, conta com mais de 150 lojas em operação, e decidiu investir em um aplicativo próprio para pedidos e pagamentos, reduzindo, ainda mais, o tempo para ter o pedido em mãos.

Qual o valor da franquia The Coffee?

O valor de investimento inicial nessa franquia de cafeteria é de R$170 mil. Esse valor diz respeito à taxa de adesão inicial, que permite utilizar a marca e seus produtos.

As taxas de royalties devem ser confirmadas junto à empresa após a assinatura do contrato.

Além disso, para quem busca saber quanto custa uma franquia The Coffee, é importante conferir, também, os custos de propaganda, que podem estar atrelados à marca.

Continua após a publicidade

No entanto, os valores iniciais não são divulgados, sendo necessário entrar em contato para recebê-los de acordo com o modelo escolhido.

Qual o faturamento médio mensal de um franqueado dessa franquia de cafeteria?

Atualmente, o faturamento médio de um franqueado do The Coffee é de R$35 mil a R$50 mil.

No geral, a taxa de lucratividade média é de 25% a 32%. Contudo, esses valores podem variar de acordo com o modelo escolhido e com a implementação correta do know-how da empresa.

Tempo de retorno da franquia

O tempo de retorno dessa franquia varia entre 24 a 36 meses. Franqueados relatam que o período médio é de 27 meses.

Continua após a publicidade

Modelos de negócio The Coffee

Uma das principais vantagens dessa franquia de cafeteria são os modelos de negócio disponíveis para investimento, que podem atender a diferentes perfis de negócio.

Confira mais detalhes sobre cada um:

Street Standard (Loja Padrão de Rua)

O modelo Street Standard se assemelha a uma loja padrão de rua, com estrutura para atender os clientes em pontos móveis.

Por conta do catálogo reduzido, é possível oferecer os principais produtos da franquia em estandes mais acessíveis.

Street Premium (Loja Premium de Rua)

Enquanto isso, a Street Premium apresenta uma arquitetura mais elaborada, com design minimalista mais complexo e aprimorado.

Continua após a publicidade

Essa opção é mais indicada para regiões estratégicas, onde é possível atender a um volume maior de vendas.

Hybrid Standard

O modelo híbrido Standard, como o nome indica, une um ponto de atendimento acessível com espaço para consumir os produtos no local, ou retirá-los.

Uma das marcas registradas da franquia The Coffee é oferecer uma experiência flexível para o público, de modo que é uma das escolhas mais populares.

Hybrid Premium

Da mesma forma, o modelo híbrido Premium também conta com uma arquitetura mais elaborada. Embora o valor de investimento seja elevado, ela permite que os clientes possam ter uma experiência mais completa.

Continua após a publicidade

Mall Corner (Esquina/canto do Shopping)

Para interessados em abrir uma franquia de cafeteria em grandes centros comerciais, a The Coffee também possui um modelo Mall Corner, ou “canto de Shopping”.

Nesse caso, o ponto de atendimento é semelhante ao de rua, para pedidos e retiradas, sem espaço de consumo.

Mall Store (Loja no Shopping)

Por outro lado, para quem deseja oferecer uma loja mais completa, é possível se tornar franqueado de uma Mall Store, sendo um ponto de atendimento no Shopping com lugar para consumo no local.

Kiosk

O Kiosk, como o nome indica, é um quiosque, também indicado para estabelecimentos comerciais.

No entanto, eles podem ser adotados para outros locais, ampliando as possibilidades do empresário.

Modular 

Por fim, uma opção interessante dessa franquia de cafeteria é a Modular, feita para estacionamentos e áreas semelhantes.

Continua após a publicidade

Ela também preza por um atendimento mais rápido, feito para retiradas.

Como funciona e como abrir uma franquia de cafeteria The Coffee?

Para interessados na franquia The Coffee, basta acessar o site da empresa e enviar suas informações para uma análise inicial de perfil.

No caso de aprovação, será possível abrir uma franquia no país selecionado.

Entretanto, é importante reforçar que o portal não possui suporte em português, e é preciso ter atenção aos espaços preenchidos, para seguir para as próximas etapas do processo seletivo.

Contudo, caso o empreendedor seja aprovado na entrevista e nas análises financeiras, receberá apoio no país para seguir com a montagem da loja.

Vantagens e Desvantagens dessa franchising

Em um primeiro momento, a The Coffee se destaca pela variedade de modelos disponíveis para interessados.

Continua após a publicidade

Dessa forma, o empresário pode escolher a franquia de cafeteria que melhor combina com sua atuação e seu conhecimento.

No entanto, um ponto negativo importante é a falta de plataforma em português, o que pode dificultar a continuidade do pedido e das entrevistas as quais o empreendedor é disposto.

Assim, é importante se atentar para conhecimentos específicos que permitam interagir com as equipes de suporte.

A Franquia The Coffee vale a pena?

De modo geral, a The Coffee é uma franquia de cafeteria conhecida no Brasil e no mundo, com uma proposta diferenciada de atendimento e experiência do cliente.

Continua após a publicidade

Apesar de não possuir uma base consolidada no Brasil, que permita suporte e atendimento em português, pode ser uma alternativa interessante para o empresário.

The Coffee No Reclame Aqui

Atualmente, a The Coffee não possui uma média definida no Reclame Aqui, por não possuir um número suficiente de reclamações e interações para gerar uma avaliação.

2. Starbucks

NomeStarbucks
Investimento inicialR$500 mil
Faturamento médio mensalR$25 mil a R$120 mil
Prazo de retornoDe 24 a 36 meses
Nota no Reclame AquiAproximadamente 9/10
VantagemMaior rede de cafés do mundo, clientes fidelizados
DesvantagemBaixo suporte ao franqueado, alto investimento inicial

A Starbucks é uma empresa multinacional norte-americana, com o título de maior rede de cafeterias do mundo.

Sua sede está localizada na cidade de Seattle, e trabalha com bebidas de café e suas variações, além de outros tipos de produtos, como chás e comidas de acompanhamento. 

Continua após a publicidade

Geralmente, as lojas da franquia Starbucks estão localizadas dentro de outros estabelecimentos comerciais, como livrarias e shopping centers.

Atualmente, conta com mais de 20 mil lojas em todo o mundo. No Brasil, a primeira loja franqueada foi aberta em 2006.

Desde então, o país se tornou um dos principais licenciados, com mais de 115 lojas funcionando atualmente.

Qual a diferença entre “franquia starbucks” e o licenciamento da marca? Entenda como funciona!

Por outro lado, pessoas que se interessam por franquia de cafeteria podem confundir o negócio do Starbucks.

Continua após a publicidade

Isso porque, embora seja o título mais conhecido, o Starbucks, na verdade, é um licenciamento, adquirido para a venda dos produtos e da marca de forma mais livre.

A princípio, o investidor que adquire uma franquia recebe não apenas os produtos e o suporte da marca, mas também tem acesso ao know-how da empresa. 

Dessa forma, o franqueado poderá aplicar esse aprendizado em sua loja, e obter faturamentos mais rápidos e concretos.

Por outro lado, a licença da marca permite que o investidor utilize todos os produtos, nome e identidade da linha.

Continua após a publicidade

No entanto, não existe o fornecimento do know-how, de modo que o empreendedor poderá trabalhar da forma como preferir, aplicando na sua loja as estratégias que achar convenientes.

Nesse caso, a licença do Starbucks autoriza a venda dos produtos, mas sem o conhecimento de vendas.

Qual valor é preciso investir para abrir uma cafeteria do Starbucks?

Atualmente, o valor de investimento para adquirir uma unidade de Starbucks é de, em média, R$500 mil.

Esse valor é aplicado para adquirir o licenciamento de venda, na compra dos direitos de reprodução dos produtos, serviços e nomes da rede.

Continua após a publicidade

No entanto, esse total não inclui outros custos de montagem da loja, por exemplo. Esse investimento fica a critério do próprio empresário.

Qual o faturamento de um Starbucks?

O faturamento médio mensal dessa franquia de cafeteria pode estar na faixa de R$25 mil a R$120 mil.

Em um primeiro momento, pode ser difícil determinar esse total, uma vez que ele depende do andamento dos negócios, e isso está diretamente ligado às estratégias aplicadas pelo empreendedor.

Modelos de lojas Starbucks

Atualmente, existem quatro modelos de negócios disponíveis na rede Starbucks:

Food Service

O food service é uma modalidade com espaço médio, voltado para consumo no local. Trata-se da forma mais comum de implementar essa licença no Brasil.

Continua após a publicidade

Além disso, esse formato também é comum em shoppings e outros centros comerciais.

Premium Self-Service

Enquanto isso, o modelo Premium Self-Service é um formato que, como o nome indica, traz a possibilidade do cliente se servir sozinho.

Dessa forma, ele monta seu pedido como desejar, com os ingredientes em exposição. Essa experiência é mais comum em espaços sem tanta movimentação externa.

Licensing

O Licensing é uma modalidade que oferece bebidas na rua, geralmente por meio de food-trucks ou espaços móveis localizados em pontos estratégicos.

Embora o catálogo de produtos seja menor, por conta do espaço de preparo, essa forma de atuação é uma das mais populares do Starbucks, pela praticidade e alcance.

Continua após a publicidade

Seattle’s Best Coffee

Por fim, esse modelo se refere a uma outra marca, que também pertence ao Starbucks, que está disponível nos Estados Unidos.

Com ela, os clientes podem consumir no local ou comprar e levar.

Como abrir um coffee shop do Starbucks?

Para adquirir o licenciamento do Starbucks, existem alguns passos necessários:

1. Se inscreva no site do Starbucks e demonstre seu interesse em ser um licenciado!

A princípio, é necessário se cadastrar no site. Apesar de ser uma rede norte-americana, o serviço também conta com um portal em português.

A página de solicitação fornece todas as informações necessárias para seguir com a avaliação de perfil, a partir do anexo de dados pessoais e financeiros.

2. Análise do perfil do empresário investidor e do local de instalação da loja

Em seguida, o empresário deverá aguardar que a rede avalie seu perfil, considerando a capacidade de investimento e o local escolhido.

Continua após a publicidade

Nessa etapa, a franquia poderá considerar os conhecimentos de gestão do empreendedor.

3. Pronto, agora é só obter o licenciamento da nova unidade Starbucks!

Por fim, se o pedido for aprovado, o licenciado poderá abrir uma unidade da franquia Starbucks conforme seu planejamento.

Ele passará por um pequeno treinamento, para conhecer os produtos e serviços, e receberá toda a documentação de licenciamento.

Vantagens e Desvantagens da cafeteria Starbucks

Entre as principais vantagens do Starbucks, existe destaque para a liberdade de gestão e o público consolidado, sendo a maior rede de cafeteria do mundo.

No entanto, também possui alguns pontos negativos, como o apoio ao licenciado é básico, menor que o de uma franquia.

Continua após a publicidade

Além disso, o preço do investimento inicial, somente para comprar a licença, é consideravelmente alto.

Investir em um Starbucks vale a pena?

Para interessados em franquia de cafeteria e um negócio de sucesso, o Starbucks é uma das opções mais populares, com uma marca consolidada e grande público.

Dessa forma, vale a pena considerar esse investimento, especialmente pela popularidade que apresenta.

No entanto, seus valores de licença podem ser altos, não sendo indicado para iniciantes ou pessoas com baixo perfil financeiro.

Starbucks no Reclame Aqui

Atualmente, a nota do Starbucks no Reclame Aqui é de cerca de 9 pontos, considerada ótima. Além disso, também apresenta outros índices positivos, como:

Continua após a publicidade

  • Aproximadamente 99% das reclamações foram respondidas;
  • Por volta de 87% de soluções encontradas;
  • E quase 83% dos clientes afirmaram que voltariam a fazer negócio no futuro.

3. Cheirin Bão – Empório Mineiro e Cafeteria

NomeCheirin Bão – Empório Mineiro e Cafeteria
Investimento inicialR$130 mil
Faturamento médio mensalR$50 mil
Prazo de retornoDe 6 a 12 meses
Nota no Reclame AquiSem nota
VantagemValor acessível para investimento inicial
DesvantagemSem expansão ou produtos internacionais

Criada em 2013, no interior de Minas Gerais, a franquia de cafeteria Cheirin Bão foi lançada como forma de expandir seu serviço para outros lugares do Brasil.

Hoje, conta com mais de 560 franqueados em todo o país, sendo a maior rede de cafés especiais do mundo.

Além disso, também apresenta características marcantes, como cardápio regional e produtos mineiros que acompanham a venda de cafés.

Qual o valor da franquia Cheirin Bão?

A franquia Cheirin Bão é considerada uma microfranquia, pois seu valor de investimento é inferior a R$130 mil, relativamente baixo, em comparação a outras marcas.

Continua após a publicidade

No entanto, conta com royalties fixos no valor de R$1 mil, que é pago mensalmente.

Ainda, para quem busca saber quanto custa uma franquia Cheirin Bão, é importante se atentar para possíveis custos de propaganda e outras aquisições de produtos, indicadas no momento da negociação.

Qual o faturamento médio mensal de um franqueado dessa franquia?

O faturamento médio mensal dessa franquia de cafeteria pode chegar a R$50 mil, conforme atividade da empresa e tamanho do empreendimento.

Tempo de retorno

O tempo de retorno de uma unidade Cheirin Bão é um dos menores do segmento, de 6 a 12 meses.

Continua após a publicidade

Isso ocorre por conta do seu valor de investimento inicial, que é relativamente baixo.

Como funciona e como abrir uma franquia de cafeteria Cheirin Bão?

Para interessados na franquia Cheirin Bão, é possível enviar um pedido de análise de perfil em seu site.

Após inserir informações pessoais e de contato, um consultor irá seguir com as etapas de avaliação, que incluem acesso a dados mais detalhados, além de situação financeira e conhecimentos de gestão.

Caso aprovado, a empresa seguirá com suporte para os próximos passos do processo seletivo e entrevista.

Vantagens e Desvantagens Franquia Cheirin Bão

Uma das vantagens que mais destacam a franquia Cheirin Bão é sua acessibilidade, com um valor menor do que outras marcas dentro desse nicho.

Continua após a publicidade

Além do investimento inicial, seu tempo de retorno também é menor, o que pode atrair empreendedores que buscam resultados mais rápidos.

Por outro lado, seu cardápio se concentra em produtos nacionais, sem expansão internacional para outros países. Isso torna a marca menor, em comparação a outras.

A Franquia Empório Mineiro Cheirin Bão vale a pena?

A empresa está em expansão no Brasil, e pode ser uma opção interessante de investimento, especialmente como franquia de cafeteria.

Suas características regionais tornam o negócio diferenciado, com produtos que conquistam o público brasileiro.

Por isso, vale a pena considerar essa alternativa, especialmente empreendedores iniciantes, por ser mais acessível.

Continua após a publicidade

Cheirin Bão No Reclame Aqui

Atualmente, a Cheirin Bão não possui interações e avaliações suficientes para constituir uma média no Reclame Aqui.

4. Sterna Café 

NomeSterna Café
Investimento iniciala partir de R$200 mil
Faturamento médio mensalR$40 mil
Prazo de retornoDe 24 a 36 meses
Nota no Reclame AquiSem nota
VantagemSuporte completo
DesvantagemAlto valor de investimento inicial

Por fim, a Sterna Café também é uma opção interessante de franquia de cafeteria, por unir sabores diferentes, frutos da experiência de seus fundadores.

A marca foi criada em 2015, e une diferentes grãos de cafés especiais de várias regiões do Brasil e do mundo, com a extração por métodos internacionalmente reconhecidos.

Além disso, possui diversos modelos de negócio, para que o empreendedor possa escolher o que melhor se adequa ao seu perfil.

Continua após a publicidade

Qual o valor da franquia de cafeteria Sterna Café?

Para quem deseja saber quanto custa uma franquia Sterna Café, o valor médio é a partir de R$200 mil.

Isso porque o preço varia conforme o modelo escolhido, que demanda diferentes montagens e produtos no catálogo.

Qual o faturamento médio mensal de um franqueado dessa cafeteria?

O faturamento médio dessa franquia de cafeteria está na faixa de R$40 mil, um valor médio para o segmento.

Contudo, também podem existir variações conforme o modelo escolhido para operação.

Tempo de retorno

Assim como outras lojas do segmento, o tempo de retorno para o franqueado Sterna Café é de 24 a 36 meses.

Continua após a publicidade

Modelos de negócios da Sterna Café

Atualmente, a Sterna Café disponibiliza quatro modelos para os franqueados escolherem:

Loja

É uma loja tradicional com espaço para consumo no local. Esse modelo trabalha com cardápio completo, atendendo a todos os horários do dia.

Quiosque

O quiosque é um modelo de negócio com operação reduzida, mas com o mesmo cardápio de uma loja tradicional.

Além disso, possibilita encaixar a loja em uma localização estratégica, inclusive em centros comerciais.

To Go

Esse conceito realiza o atendimento para retirada de pedidos, sem consumo no local.

Por isso, é indicado para lugares com alta rotatividade de público, além de produtos mais variados, mas possui não o cardápio completo.

Carrinho

Por fim, o carrinho possui cardápio reduzido, mas pode ser uma extensão da loja ou quiosque, ideal para locais com pouco espaço e mobilidade reduzida.

Continua após a publicidade

Também é uma opção de franquia de cafeteria para eventos.

Como funciona e como abrir uma franquia Sterna Café ?

Depois de avaliar a opção, interessados na franquia Sterna Café pode realizar o pedido de análise no portal da marca.

Inicialmente, o contratante envia seus dados pessoais para elaboração do perfil e contato. Em seguida, um consultor seguirá com as avaliações financeiras e operacionais.

Finalmente, será preciso seguir com o processo seletivo e entrevistas para conferir se o empresário está apto a seguir com o negócio.

Se aprovado, poderá selecionar o modelo desejado, com suporte para montagem.

Vantagens e Desvantagens dessa franquia de cafeteria

Essa franquia de cafeteria se destaca por apresentar um suporte mais completo ao franqueado, com atendimento não somente para as vendas, como também para treinamentos, comunicação e consultorias.

Continua após a publicidade

Dessa forma, o empreendedor pode desenvolver outras habilidades, contando com profissionais adequados para todos os setores, desde atuação em campo, até marketing.

No entanto, seu valor de investimento é um pouco mais alto, podendo ser uma desvantagem para os empresários.

A Franquia Sterna Café vale a pena?

A franquia Sterna Café é um nome consolidado no mercado, e os modelos disponíveis para contratação podem interessar diferentes empreendedores.

Além disso, também conta com boa possibilidade de retorno e um suporte completo, ideal para quem não possui muita experiência em campo.

Continua após a publicidade

Com isso, vale a pena considerar essa alternativa e conhecer mais sobre ela, mas com atenção para o perfil financeiro, que deve ser sólido.

Sterna Café No Reclame Aqui

A Sterna Café também não possui avaliações suficientes para que exista uma média consolidada no portal Reclame Aqui.

Vale a pena investir em uma franquia de cafeteria?

Com diversos nomes disponíveis para adesão, a franquia de cafeteria pode ser um negócio atrativo e interessante para empreendedores, especialmente alinhados a esse nicho.

Algumas das principais marcas do mercado trazem diversas oportunidades, com modelos diferentes para implementação em vários locais.

Continua após a publicidade

Além disso, a possibilidade de comercializar produtos de qualidade, com um público fidelizado, também potencializa as chances de retorno positivo.

No entanto, elementos como investimento inicial e taxas podem ser uma desvantagem para perfis menos sólidos.

Dessa forma, para quem busca um negócio diferenciado, mas bem recebido pelo mercado, vale a pena pensar em uma franquia de cafeteria. Entretanto, é importante conhecer as alternativas, para escolher a mais indicada ao seu perfil.

Para finalizar, que tal conferir alguns dos nossos outros artigos sobre franquias? Talvez você encontre algum post que possa lhe interessar!

Gostou do conteúdo? Não se esqueça de ativar as notificações do Push e assinar a newsletter do iDinheiro para receber todas as novidades!

Continua após a Publicidade

  1. The Coffe. “Home page: The Coffee”. Link.
  2. Starbucks. “Home page: Starbucks”. Link.
  3. Empório Mineiro e Cafeteria Cheirin Bão. “Home page: Cheirin Bão”. Link.
  4. Sterna Café. “Home page: Sterna Café”. Link.
  5. Associação Brasileira da Indústria de Café. “Indicadores da Indústria de Café | 2021”. Link.
  6. The Cofee. “Expansion: Brazil”. Link.
  7. Reclame Aqui. “Starbucks”. Link.
  8. Empório Mineiro e Cafeteria Cheirin Bão. “Franquia”. Link.
  9. Sterna Café. “Franquia”. Link.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.