Quem quer ter uma conta bancária sem os altos custos geralmente praticados pelos bancos pode recorrer à CAIXA Fácil. Essa modalidade de conta é isenta de tarifas para serviços básicos e a abertura é feita de modo muito prático. O público alvo são pessoas que almejam as vantagens de possuir uma conta, mas não realizam muitas transações nem movimentam grandes quantidades de dinheiro.

Hoje vamos explicar melhor como funciona a CAIXA Fácil, quais são suas vantagens e quem pode abrir esse tipo de conta que, embora mais simples, conta com algumas vantagens, entre elas, a possibilidade de abrir conta mesmo com restrição cadastral no SPC ou SERASA.

Continua após a publicidade


Como abrir uma Conta CAIXA Fácil?

Para abrir a conta CAIXA Fácil é necessário comparecer a uma agência da Caixa Econômica tendo em mãos o CPF e o RG. Para o contrato não é preciso apresentar comprovante de renda ou de residência. Além das agências, pontos do Caixa Aqui e lotéricas também estão habilitados para efetuar a abertura da conta.

Depois da contratação, o cartão de movimentação da conta é enviada ao cliente pelos Correios. Este cartão pode ser de crédito após a avaliação de crédito, o cartão MasterCard CAIXA Fácil poderá ser disponibilizado ao cliente.

Qual é o limite de movimentação?

A diferença principal entre a CAIXA Fácil e contas correntes tradicionais é o limite para movimentação de R$3 mil. Isso quer dizer que o cliente que possui uma conta CAIXA Fácil não pode receber transferências nem depósitos com valor superior a esse limite, nem realizar qualquer transação que ultrapasse os R$3 mil. Essa é uma forma de manter o perfil da conta, que se volta para um público que utiliza pouco os serviços bancários.

Escrevemos um artigo dedicado aos limites da conta CAIXA Fácil. Recomendamos a leitura pois ele explica também o que acontece caso você faça movimentações ou depósitos acima do limite permitido.

Cartão CAIXA Fácil
Cartão CAIXA Fácil

Quem pode ter uma CAIXA Fácil?

Qualquer brasileiro com idade superior a 16 anos pode ter uma CAIXA Fácil. A única restrição é de que essa pessoa não tenha outra conta corrente na Caixa Econômica ou em outro banco. Com essas condições, todo interessado pode abrir a conta CAIXA Fácil seguindo as instruções mencionadas acima. Não se esqueça de apresentar seu CPF e RG.

A CAIXA Fácil é uma conta poupança?

Não.

As contas de poupança além de não cobrarem tarifas também possuem um rendimento mensal, o que as configura como um tipo de investimento. A CAIXA Fácil é isenta de taxas mas não oferece qualquer tipo de rendimento, neste caso, é uma conta corrente como qualquer outra. Para quem quer apenas guardar pequenas quantidades de dinheiro, a conta pode ser útil, mas não deve ser confundida com uma aplicação.

Existe a opção de Poupança Fácil, mas é uma conta diferente desta a que nos referimos no artigo.

Quais são as tarifas cobradas?

Ao abrir uma CAIXA Fácil o cliente fica isento de tarifas para abertura de conta, manutenção ou consulta ao saldo nos terminais de autoatendimento. O banco cobra taxas apenas por saques e extratos que excedam o limite gratuito de 4 unidades. Em outras palavras, a partir do quinto ou saque ou consulta ao extrato em um mesmo mês o cliente pode pagar taxas adicionais. Fora isso, nenhuma outra taxa é cobrada.

Como consultar o saldo e fazer depósitos?

Para consultar o saldo gratuitamente o cliente deve recorrer aos caixas eletrônicos, aplicativo para celular ou internet banking. Esses recursos também podem ser realizados para outras consultas e transações. Os depósitos na Conta CAIXA Fácil devem ser feito por cheque (somente nas agência da Caixa) ou em dinheiro (agências e correspondentes da Caixa).

Vale lembrar que o limite para depósitos deve respeitar os R$3 mil.