Qual o rendimento da poupança hoje? Selic sobe para 4,25% e traz nova perspectiva para sua performance em 2021

O rendimento da poupança passou para 2,98% ao ano, o equivalente a 0,25% ao mês.
Dessa forma, ainda não supera a inflação atual, mas pode ser uma alternativa inteligente de aplicação dependendo da sua estratégia. Quer saber quando a taxa de juros da poupança é vantajosa? Confira aqui.

Amanda Gusmao
Amanda Gusmão

Será que o rendimento da poupança hoje consegue salvar seu dinheiro da inflação? A nova taxa Selic, conforme último anúncio do Copom, é de 4,25% ao ano. Então, como fica o investimento em renda fixa que os brasileiros mais gostam? Quanto rende 200 mil na poupança, por exemplo?

Se você tem um perfil conservador, pouco dinheiro para investir ou pretende gastar o recurso em um curto prazo, aplicar no juros da poupança sempre parece a opção mais acertada, certo? Será mesmo, ou existem outras opções mais interessantes, como o rendimento da conta digital Nubank e o CDB dos bancos tradicionais?

Continua após a publicidade

Para avaliar as alternativas, vale entender não só o rendimento da poupança, mas também suas vantagens e desvantagens.

RENDIMENTO DA POUPANÇA HOJE (junho 2021)
Taxa Selic: 4,25% ao ano conforme reunião do Copom em 16/06/2021
Regra válida para o rendimento da poupança em novos depósitos: 70% da taxa Selic + Taxa Referencial
Taxa de juros da poupança: 2,98% ao ano / 0,25% ao mês

Então, considerando as opções de investimentos atuais, vale a pena investir na poupança hoje? Mesmo que o juros da poupança (e consequentemente seu rendimento) seja inferior a quase todas as opções da renda fixa, ela tem seus diferenciais, como a ausência de IOF e Imposto de Renda até certa faixa.

Continua após a publicidade

Além disso, em alguns casos ela é recomendada ao cidadão. Quem tem direito à benefícios como o auxílio emergencial por exemplo, terá uma conta poupança social digital da Caixa aberta para tal. O mesmo vale em caso de pensões alimentícias.

Apesar de não ser obrigatório, muitos responsáveis acabam abrindo a Poupança Azul da Caixa para menores de idade receberem pensão. Outras opções como a conta digital Banco Inter Kids e a Next Joy são contas digitais sem rendimentos automáticos.

Então, será que ainda vale a pena investir na caderneta de poupança da Caixa, por exemplo? Tire suas dúvidas.

O que é e como funciona a poupança?

A poupança​, conta poupança ou ainda caderneta​ de poupança,​ como é chamada por muitos, é o investimento mais popular do Brasil.

Continua após a publicidade

Segundo a pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) feita em 2019, a poupança é a escolha de 65% das pessoas que desejam guardar dinheiro.

Mas se você quer um dado mais recente, saiba que o Banco Central apurou captação líquida (total de depósitos menos os resgates do período) recorde de R$ 20,6 bilhões em 2020. Ao todo, o volume de depósitos foi de 166,31 bilhões.

Ao depositar dinheiro nessa aplicação, ele será remunerado pelos juros da poupança, desde que você mantenha o recurso aplicado por 30 dias, quando ela completará seu aniversário.

A rentabilidade da poupança é a​ mesma em qualquer banco​ que ofereça esse tipo de aplicação, seja em conta exclusiva, seja em conta vinculada à sua conta corrente. Ou seja, conta poupança Caixa, Bradesco, Itaú etc, são todas iguais!

Continua após a publicidade

O que é o aniversário da poupança?

É um conceito bem simples e importante para você entender o funcionamento do rendimento da poupança.

O aniversário da aplicação é o dia em que seu dinheiro irá gerar a rentabilidade, ou seja, os juros da poupança que remuneram o valor investido.

Para ficar mais claro, se você realiza uma aplicação na poupança no dia 5 de um determinado mês, esse será o dia em que, a cada mês subsequente, ela irá gerar os juros da rentabilidade na sua aplicação.

Assim, se você investiu 100 reais na poupança no dia 5 de agosto, somente no dia 5 setembro que será acrescido o rendimento ao valor investido inicialmente.

Continua após a publicidade

Essa regra vai valer para cada novo depósito, ou seja, se no dia 10 ainda de setembro você decidir aplicar mais 100 reais, então, em outubro sua poupança terá duas datas de aniversário, uma no dia 5 e outra no dia 10.

É por isso que, em alguns casos, ela é chamada de multidata e, também, o motivo para que muitas pessoas que têm dinheiro na poupança se perguntem “que dia é hoje do mês” antes de realizarem qualquer saque.

O que é o juros da poupança?

O termo juros nos faz pensar em cobrança, não é mesmo? Mas, no caso da poupança, é justamente o contrário. Na verdade, juros é um termo da matemática usado para apontar o impacto de uma taxa sobre um valor.

Como funciona o rendimento da poupança?

Ao longo da história, outro aspecto que sempre chamou atenção está relacionado ao rendimento da poupança, e não por acaso. Na época da sua criação, era fácil entender como funcionava o juros da poupança, afinal, ele correspondia a 6% ao ano.

Continua após a publicidade

Mas, de lá para cá, tiveram muitas mudanças, inclusão da taxa Referencial, entrada no Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e até o Confisco no Governo Collor que, quem viveu, nem gosta de lembrar.

A regra para o rendimento da poupança hoje, no entanto, foi desenvolvida para se adaptar a diferentes cenários econômicos, seja qual for a decisão do Copom para a taxa básica de juros ao longo de 2021.

Regra para o rendimento da poupança hoje

A regra para o rendimento da poupança hoje está em vigor desde 2012. Contudo, depósitos anteriores à data de modificação permanecem na regra antiga, ok?

Continua após a publicidade

A partir da data oficial da mudança, o juros da poupança agora depende do valor da nova taxa Selic anunciada a cada reunião do Copom:

  • se a taxa Selic estiver maior que 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 0,5 por cento ao mês acrescido de Taxa Referencial (TR);
  • se a taxa Selic estiver menor que 8,5% ao ano, então o rendimento da poupança será 70 por cento da taxa Selic acrescido de TR.

Atualmente, a taxa Selic, chamada de taxa básica de juros da economia brasileira, encontra-se em 4,25% ao ano e, portanto, o rendimento aplicado aos depósitos na poupança é de 70% da Selic + TR.

Assim, se aplicarmos a porcentagem sugerida, veremos que o rendimento da poupança hoje é de 2,98% ao ano mais TR (que está zerada nos dias atuais).

Então, por consequência, se convertermos esse rendimento para o intervalo mensal, seus juros remuneratórios serão de 0,25% ao mês.

Como calcular o rendimento da poupança?

Na prática, isso significa que ao investir 1 mil reais na caderneta de poupança por um ano, o rendimento em juros desse investimento seria de 29,80 reais, totalizando assim 1.029,80 reais ao final do período.

Continua após a publicidade

Como o juros mensal da poupança hoje é de 0,25%, então, com 1 mil reais depositados, após 1 mês esse valor será de R$1002,45 gerando de juros somente 2,45 reais.

Porém, é importante dizer que a poupança não é uma aplicação com rendimento prefixado, ou seja, pode mudar ao longo do período tanto para mais, quanto para menos.

Isso porque, suas variáveis (taxa Selic e TR) podem alterar e, por serem ferramentas da gestão econômica brasileira, situações como essas são relativamente comuns.

Continua após a publicidade

No entanto, você precisa concordar que o desempenho do juros da poupança no seu dinheiro (que você se esforçou para ganhar) é muito baixo, não é mesmo?

O rendimento da poupança continua baixo mesmo depois da mudança do Copom e, nos últimos meses, tem perdido da inflação.

A inflação em maio (IPCA) de 2021 foi de 0,83%. Então, um produto que custava R$10 em abril, poderia estar ofertado por R$10,10 no mês 5 e, você provavelmente não se importaria muito. Acontece que esse mesmo valor, com o juros da poupança hoje, renderia apenas 2 centavos. Ou seja, seria necessário gastar mais 8 centavos a mais para compensar.

Agora projeta essa proporção nas suas despesas mensais. Percebe que a taxa de juros da poupança não é uma ferramenta muito forte para te ajudar nas suas finanças, não é mesmo?

Homem reage de forma desconfortável ao perceber que o rendimento da poupança pode ser menor do que a inflação
A percepção que o dinheiro rende menos que a inflação é incômoda

Como é calculado os juros da poupança?

Desde maio de 2012, entrou em vigor a nova regra para rendimentos da poupança que ficou conhecida como poupança nova.

Continua após a publicidade

Com isso, para calcular o rendimento da caderneta de poupança é importante saber a data do depósito, pois a depender dela, a regra dos juros aplicados será diferente.

Regra do rendimento da poupança hoje

Então, vamos relembrar a regra da nova poupança estabelecida a partir do dia 4 de maio de 2012.

Remuneração da poupança
Regras para a remuneração de depósitos atuais na poupança

Como a taxa Selic hoje está em 4,25% ao ano, a rentabilidade da nova poupança é de 70% da taxa Selic (0.7 x 4,25%) rendendo assim 2,98% ao ano, que equivale a 0,25% ao mês.

Observação: É importante lembrar que a poupança é um investimento isento de impostos e que rende conforme o aniversário da aplicação, ou seja, os lucros só são contabilizados se o valor permanecer aplicado por 30 dias.

Continua após a publicidade

Regra antiga para saber qual é o rendimento da poupança antes de 4 de maio de 2012

Válida para depósitos feitos antes de 4 de maio de 2012. Ou seja, esse rendimento da poupança só vale para quem já tinha dinheiro aplicado antes dessa data (e só para aquele montante. Novos depósitos entram com aniversário e regras de rentabilidade diferentes).

Assim, em depósitos anteriores a 4 de maio de 2012, a rentabilidade da poupança é fixada em 0,5% ao mês + taxa referencial (que hoje está zerada).

Dessa forma, a também conhecida como “poupança antiga” tem o rendimento de pouco mais de 6% ao ano (uma boa rentabilidade diante do cenário atual).

Como funcionam os saques de poupanças da regra antiga?

Se você só tem depósitos na poupança de antes do dia 04 de maio de 2012, ou aplicações feitas, exclusivamente depois dessa data, seu saldo estará em apenas uma regra e, portanto, transcorrerá normalmente.

Continua após a publicidade

Porém, se você tiver depósitos da nova e antiga poupança juntos, então, quando decidir sacar parte do valor, ele sempre sairá da sua conta da forma mais favorável para você.

Então, considere que alguém tenha R$ 10.000,00 aplicados antes do dia 04 de maio de 2012 e R$ 2.000,00 agora, em 2020.

Se essa pessoa decidir sacar R$ 1.000,00, o valor sairá dos últimos R$ 2.000, ou seja, do depósito com rendimento menor.

Aprenda o cálculo do rendimento da poupança para as suas aplicações

Agora que você já sabe que a poupança hoje rende 2,98% ao ano, que equivale a 0,25% ao mês, e também como acontecem seus resgates, veja como simular alguns cenários através de uma calculadora online.

Continua após a publicidade

Primeiro passo: acesse a calculadora

quanto é o rendimento da poupança

Acesse a calculadora de rendimentos da poupança gratuita para você no iDinheiro.

Segundo passo: preencha os campos para simular o rendimento da poupança

O segundo passo é preencher os campos Valor inicial e Valor mensal (caso vá depositar dinheiro mensalmente). Confira a aparência da calculadora na imagem a seguir.

simulação da aplicação na poupança
Simulação da aplicação na poupança

Lembrando que, nesse caso, o campo Rendimento da poupança é fixo, ou seja, sempre ficará em anual, mas você pode alterar o período para fazer uma simulação em anos ou meses, ou seja, deixe que nosso simulador da poupança faz a conversão da taxa de juros da aplicação para você.

Terceiro passo: finalize clicando em calcular

Pronto, agora você já tem tudo para fazer projeções e ver os resultados.

Fizemos um exemplo simples para você ver como funciona. Coloquei o valor de R$500 (mas poderia ser 10 mil reais ) como valor inicial, sem definir valor mensal, e um prazo de 12 meses.

simulação da aplicação na poupança 2
Simulação da aplicação na poupança

O resultado dessa simulação foi que, ao final do período, o total ganho em juros da poupança somou R$514,90.

Continua após a publicidade

Essa foi uma simulação simples, mas você pode fazer outras simulações. Quer ver quanto rende 1 milhão na poupança em 5 anos? Aqui está:

simulação de quanto rende 1 milhão na poupança
Quanto rende 1 milhão na poupança em 5 anos

Em 5 anos, um milhão de reais vai render R$ 158.149,00.

É um resultado de ordem numérica expressivo, mas já pensou como teria sido essa mesma aplicação em investimentos de renda fixa mais elaborados?

Ou, melhor ainda (já que 5 anos não é bem um “curto prazo”): como ficaria seus lucros diversificando em diferentes tipos de investimentos considerando seus objetivos e planejamento financeiro?

Esse tipo de reflexão vai um pouco mais além de vencer a inflação, mas de garantir que o seu dinheiro trabalhe e gere lucro mais eficientemente para você!

Continua após a publicidade

Veja outros exemplos de cálculos que fizemos com nosso simulador do rendimento da poupança:

  • quanto rende 100 reais na poupança Caixa, Itaú e demais bancos depois de um mês? O juros da poupança hoje será de R$0,25
  • quanto a poupança rende para uma aplicação de 50 reais depois de 12 meses? Se você esquecer R$ 50 na poupança, depois de um ano ela vai render R$ 1,49
  • qual o rendimento da poupança hoje se você aplicar R$1.000 e só sacar daqui a 10 anos? Se o juros da poupança atual vai fazer com que o total da sua aplicação, depois de uma década, acumule R$ 1.341,30
  • quanto rende 5 milhões na poupança? Em um mês, o rendimento poupança seria de R$12.250,24, enquanto que, em um ano, o juros da aplicação somaria um total de R$149.000,00, aproximadamente.

Mas, porque algumas pessoas continuam investindo na poupança?

Sem dúvidas, ver um rendimento de mais de R$ 50.000,00 é de encher os olhos, não é mesmo?

Algo parecido também acontece quando as pessoas olham o saldo de suas poupanças no final do mês (aniversário).

Ou seja, elas percebem que o dinheiro aumentou. Então, como dizer que esse resultado é ruim, certo?

A resposta é que, nesse mesmo período, outros tipos de investimentos geraram ganhos maiores que o rendimento da poupança.

Além disso, o mais importante: também no mesmo intervalo de tempo, a inflação aumentou mais aceleradamente que os ganhos da poupança.

PeríodoEvolução da inflação (IPCA)Evolução do juros poupança (70% Taxa Selic + TR)
Março / 20210,93%0,12%
Abril / 20210,31%0,16%
Maio / 20210,83%0,16%

Essa evolução mostra os rendimentos da poupança contra a evolução do mesmo período para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é o indicador da inflação.

Não é difícil concluir que o juros da poupança perde para a inflação, certo? Ou seja, mesmo que você vá usar seu dinheiro nos próximos meses, vale a pena considerar outros investimentos de renda fixa que tenham uma remuneração melhor do que a caderneta, certo?

Em outras palavras, a aplicação na poupança serve para manter o dinheiro seguro fisicamente, mas não economicamente.

Fez sentido para você? Pois saiba que esse foi o cenário do rendimento da poupança em 2020 na maioria absoluta dos meses e, um dos motivos pelos quais o Copom vem aumentando a taxa Selic.

O que esperar do rendimento da poupança 2021?

A taxa Selic foi alterada para 4,25% ao ano agora em junho de 2021 e pode continuar numa crescente já que no próprio anúncio, o Copom sinalizou que poderia fazer outro aumento simular ou maior na próxima reunião. Tudo depende, porém, dos efeitos dessa última mudança na economia.

Vale lembrar que a taxa Selic é um dos principais instrumentos da gestão econômica do governo. Ou seja, ela pode ser alterada para estimular o crédito, frear a inflação etc.

O ano de 2021 já tem alguns desafios econômicos para lidar, mesmo com a chegada da vacina para a Covid-19.

Podemos lembrar, por exemplo, o auxílio emergencial, que injetava uma boa quantidade de dinheiro na economia, foi redesenhado e limitado. Além disso, outra ferramenta econômica, a taxa cambial, enfrenta desde janeiro uma nova alta do dólar.

O boletim Focus do Banco Central aponta que a inflação ainda se mantém mais alta que a taxa Selic (IPCA hoje em 4,60% e meta da taxa Selic 4,50% ao ano).

Boletim Focus 12/03/2021
Boletim Focus 12/03/2021

Assim, por enquanto, o rendimento hoje da poupança em 2,98% ao ano não compensa nem ultrapassa a inflação a ponto de tornar esse tipo de investimento rentável e valoroso para seu dinheiro.

Como acompanhar o rendimento mensal da poupança?

Para acompanhar o rendimento da caderneta de poupança em 2021 temos que esperar o fechamento mês a mês, mas você pode acompanhar o iDinheiro, pois iremos atualizar os juros a cada mês aqui.

Mês/2021Rendimento mês da poupança nova
Janeiro0,12
Fevereiro0,12
Março0.12
Abril0.16
Maio0,16
Junho0,16
Julhoem breve
Agostoem breve
Setembroem breve
Outubroem breve
Novembroem breve
Dezembroem breve
Tabela de rendimentos da poupança 2021

Rendimento da poupança 2020

Logo abaixo, no entanto, você pode conferir na tabela do rendimento da poupança 2020.

Mês/2020Rendimento mês da poupança nova
Janeiro0,25%
Fevereiro0,25%
Março0,24%
Abril0,22%
Maio0,17%
Junho0,13%
Julho0,13%
Agosto0.13%
Setembro0,11%
Outubro0,11%
Novembro0,11%
Dezembro0,12%

Fonte: Banco Central 

Qual foi o rendimento da poupança acumulado nos anos anteriores?

O rendimento da poupança acumulado em 2020 foi de 2,11% ao ano, enquanto em 2019, a poupança teve um rendimento de 4,26% no ano.

Como você já sabe, o rendimento da nova poupança é atrelado à taxa Selic e, no transcorrer do ano de 2019, a mesma sofreu cortes consecutivos que fizeram com que de 6,5% do início do ano terminasse em 4,5% ao final de 2019 (Fonte: Banco Central).

Como calcular a rentabilidade real da poupança levando em conta a inflação?

Já percebeu que a tal da inflação pode estar acabando com os juros da sua conta poupança, certo? Então, vamos aprofundar no seu entendimento e falar sobre rentabilidade nominal e real.

É importante lembrar que até aqui estamos sempre falando substancialmente da rentabilidade nominal.

Mostramos o efeito da inflação no poder de compra, mas agora vamos juntar as duas coisas.

Vamos relembrar, primeiramente, que a inflação é o aumento generalizado de preços em um período de tempo. Dessa maneira, quando você subtrai a inflação da rentabilidade nominal da poupança, o resultado é a rentabilidade real.

Para ajudar você a ver essas simulações na prática, preparei a tabela abaixo que traz a rentabilidade nominal, inflação e rentabilidade real da nova poupança desde 2012.

AnoRentabilidade NominalInflaçãoRentabilidade Real
20202,11%4,52%2,41%
20194,26%4,31%0,05%
20184,62%3,75%0,84%
20176,61%2,95%3,55%
20168,30%6,29%1,89%
20158,15%10,67%-2,28%
20147,16%6,41%0,71%
20136,37%5,91%1,43%
20126,47%5,84%0,60%
Rentabilidade Real da Poupança

Fonte: Banco Central

Como podemos notar, o efeito da inflação tem um resultado interessante quando olhamos para a rentabilidade real, pois anos como 2015, onde a rentabilidade nominal foi maior que a maioria dos anos por conta da inflação, fizeram com que a rentabilidade real fosse negativa em 2,28%.

De forma prática, quem investiu somente na poupança em anos de rentabilidade real negativa, como os de 2015 e 2019, perdeu poder de compra por causa do efeito da inflação.

Ainda vale a pena investir na poupança hoje?

Não espere utilizar a poupança com a finalidade de multiplicar seu dinheiro ou mesmo ter bons rendimentos.

Isso porque, como você viu, o rendimento da poupança em 2020 foi um pouco mais de 2% anual, o que não foi suficiente nem mesmo para superar a inflação. Em 2021, considerando as dificuldades do cenário econômico, essa performance deve ser muito parecida.

Em contrapartida, investimentos como os fundos multimercados tiveram retornos muito mais significativos no mesmo período em 2020.

Para fins comparativos, podemos citar o Versa Long Biased FI Mult, que trouxe um retorno de 83,79% para seus cotistas.

Incrível, não é? Mas, muita calma nessa hora. A poupança e um fundo multimercado como esse, não funcionam do mesmo jeito, nem tem os mesmos objetivos!

A poupança, por exemplo, pode ser resgatada a qualquer momento, o que não é o caso do multimercado. Além disso, os indicadores que afetam seus desempenhos são completamente diferentes.

Mas, comparar o rendimento da poupança com outro tipo de investimento é válido?

É claro que a conta poupança é a porta de entrada de muitas pessoas para criar o hábito de guardar dinheiro e investir ou, a opção funcional para quem vai receber um benefício, lembrando que a poupança social digital Caixa é utilizada para pagar o Auxílio Emergencial.

Mas ela está longe de atender todos os seus objetivos e necessidades de construção ou gestão das suas finanças, que é onde entra a diversificação!

Se você deixar um pouco do seu dinheiro na poupança porque vai utilizá-lo brevemente, está tudo certo. O restante, pode aplicar em outros investimentos que vão trazer retornos mais significativos dentro de suas regras e prazos.

Além disso, com a chegada das fintechs, você tem outras modalidades de renda fixa como a poupança que também podem servir para o início da sua jornada de investimentos. Para isso, sugiro analisar nosso comparativo sobre os bancos digitais e seus serviços.

Além disso, se você deseja ter resultados e rentabilidades maiores para seu patrimônio, vai precisar procurar outras opções de investimentos de qualquer forma, não é mesmo?

Se tratando de uma reserva de emergência, ela pode ser uma opção para parte do seu dinheiro, por conta da facilidade de movimentação e liquidez, que é a capacidade de transformar um investimento em dinheiro disponível para uso.

Então, afinal, quando a poupança contribui eficientemente para sua estratégia de investimentos?

Do ponto de vista de retorno financeiro, a taxa de juros da poupança não faz dela uma boa opção de investimento nesse momento em que a taxa Selic continua baixa. A necessidade de esperar o aniversário da poupança para sacar o dinheiro com rendimento também é outro entrave.

Todavia, uma estratégia de investimentos também envolve a consideração das suas necessidades e, claro, uma comparação entre as outras opções disponíveis.

Vantagens da aplicação na poupança para sua estratégia financeira

Sendo assim, o que a poupança traz de vantagem para uma sua estratégia financeira? Listamos aqui alguns pontos que podem ser relevantes para você:

  • não exige aplicação nem saldo mínimo, como é o caso de outros investimentos em renda fixa;
  • inexistência da cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF);
  • não cobra Imposto de Renda para rendimentos inferiores a R$ 40.000,00 (rendimento é o lucro que ela te trouxe no ano, não o total aplicado, ok?);
  • é simples para quem quer começar a investir;
  • é uma conta que pode ser vinculada na sua conta corrente e facilitar seus primeiros investimentos, como fazer o desafio 52 semanas;
  • tem a cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC)
  • tem liquidez, ou seja, você pode resgatar a qualquer momento, embora com isso, possa ficar sem o rendimento do mês corrente.

É claro que existem outros investimentos em renda fixa que também oferecem esses e outros benefícios, mas não necessariamente todos eles juntos.

Dessa forma, para decidir entre as opções disponíveis, você precisa considerar o objetivo que estabeleceu para seu dinheiro, as vantagens e desvantagens de cada opção.

Como isso fica na prática?

Quer ver um exemplo? Imagine que você tenha recebido R$ 40.000,00 com a venda de um carro.

Se você vai usar esse recurso para comprar outro carro brevemente, pode querer guardá-lo em algum investimento com liquidez diária para não deixar na conta corrente, certo?

Dentre suas opções, estão a poupança e o CDB do próprio banco que você recebeu o dinheiro.

No entanto, por mais que o CDB esteja com uma rentabilidade melhor, tenha FGC e não exija aplicação mínima, se você depositar seu recurso nessa modalidade e sacar com menos de 30 dias, vai pagar IOF e IR.

No caso do IOF, a alíquota varia de acordo com a quantidade de dias a partir da aplicação.

Assim, se você achar o carro que deseja comprar depois de 5 dias da aplicação no CDB, vai pagar 83% do rendimento no resgate. Se for 15 dias depois, então, 50% do rendimento serão cobrados, além do Imposto de Renda.

Na poupança essas cobranças não incidem. Mas precisamos lembrar que no caso do resgate antes do aniversário, você também não recebe pelos ganhos, certo?

Então, se evitar impostos é um critério importante para sua estratégia financeira, a poupança pode ser uma opção eficiente, concorda?

Listas de bancos para abrir conta poupança

Você já pode ter se perguntado qual banco oferece a melhor taxa de juros para poupança, e a resposta correta para essa pergunta é: todos possuem a mesma taxa.

Os juros são os mesmos em qualquer instituição, uma vez que as regras são regulamentadas e definidas pelo Banco Central do Brasil.

Assim, você pode abrir conta poupança em todas as instituições que fazem parte da seguinte lista de bancos brasileiros:

  • Itaú
  • Bradesco
  • Caixa Econômica Federal
  • Santander
  • Banco do Brasil
  • Banco Inter (conta digital)
  • Banco Next (conta digital)
  • Banco Safra

Mas, a lista dos bancos com esse tipo de conta não para por aqui. Como muitos oferecem a modalidade de forma integrada à conta corrente, outras instituições podem vir a ser o banco ideal para abrir poupança no seu caso.

Então, como escolher em qual banco devo guardar o meu dinheiro na poupança?

Para começar, você pode escolher entre os bancos mais tradicionais do mercado. Algumas opções são a poupança Caixa, poupança Itaú, poupança Banco do Brasil, poupança Bradesco e poupança Santander.

Mas lembre-se que escolher entre essas opções não fará diferença na rentabilidade da poupança.

Outra consideração que você pode fazer é que, talvez, seja mais prático iniciar seus investimentos na poupança do banco em que você já é correntista.

Além da facilidade, essa opção aumenta seu nível de relacionamento com o banco, o que é um critério muito utilizado pelas instituições financeiras na segmentação de seus clientes.

Com um bom score interno, você pode ter melhorias no seu atendimento e, até mesmo, condições especiais para a contratação de outros serviços, como os financiamentos imobiliários.

O ideal, portanto, é buscar benefícios extras com as instituições com que você tem relacionamento.

O que é preciso para abrir uma conta poupança hoje?

De forma geral, os documentos necessários para abrir uma conta são RG, CPF e comprovante de residência.

Normalmente, você pode abrir conta poupança mesmo com o nome negativado e não precisa comprovar renda.

A conta poupança também não precisa ser vinculada a uma conta corrente e, em alguns bancos, já é possível abrir uma conta de forma totalmente online.

Vale lembrar, no entanto, que a maioria das contas corrente que você abre já tem uma conta poupança integrada, apenas com uma variação no número de identificação para direcionar os depósitos.

Posso utilizar a poupança para reserva de emergência?

Sim, você pode utilizar a poupança para montar sua reserva financeira.

Entretanto, apesar de ser sim uma opção você precisa considerar que, diante do cenário atual, existem aplicações melhores do que a poupança.

Então, será que ainda vale a pena investir na poupança para esse propósito?

A realidade é muito simples: mesmo sendo a queridinha de grande parte dos brasileiros, a poupança não é a melhor opção para deixar suas economias rendendo e além disso, já explicamos o efeito da inflação sobre ela.

A caderneta pode oferecer rendimentos mais baixos em comparação a outras modalidades disponíveis no mercado, inclusive na renda fixa, que é mais conservadora.

Então, como atualmente, está muito mais fácil ter acesso a outros tipos de investimento com rentabilidades bem mais interessantes, vale a pena considerar outras opções.

Dá para abrir conta poupança para menor de idade?

Sim. A conta poupança Azul da Caixa é um exemplo que pode ser aberto para menores de 18 anos. Para isso, além dos documentos da criança, os dados do responsável (pai ou mãe) devem ser adicionados ao processo.

Na lista de bancos que citamos existem outras instituições que oferecem modalidades de contas para menores de idade. Os bancos digitais Inter e Next, por exemplo, oferecem contas Kids. Mas, no caso deles, elas não são conta poupança.

Opções na renda fixa melhores que o rendimento da poupança

Duas figuras comparam moedas de tamanho diferentes
Fazer seu dinheiro render mais é importante

Vamos te mostrar agora 4 modalidades de investimento que são parecidas com a poupança e que podem oferecer segurança atrelada à melhores rentabilidades, ideais para a reserva de emergência:

  • Tesouro Selic;
  • CDB com liquidez diária;
  • Fundos DI com liquidez diária
  • Rendimento da NuConta (entre o rendimento NuConta ou Poupança, precisamos dizer que o primeiro é mais lucrativo e não tem a regra do aniversário para remunerar o saldo);

Para aprofundar no assunto, recomendamos nosso artigo melhores investimentos para sua reserva de emergência.

Que fique claro, nossa ideia aqui não é dizer que a poupança é ruim, apenas que ela não é a opção ideal para comportar toda a sua estratégia de investimento.

E, se vale mais um dica nesse momento, já pensou em usar um aplicativo para fazer a gestão dos investimentos? Ou se já usa, está certo de que ele é o melhor para você? Então, veja esse material que nossa especialista em investimentos preparou sobre as melhores ferramentas nessa modalidade, você vai se surpreender.

Desde sua concepção até os dias de hoje, muitos investidores souberam utilizar sabiamente esse tipo de aplicação e, usando essa reflexão, temos certeza que você também vai fazer ótimas escolhas!

Para mostrar um pouquinho mais sobre o rendimento da poupança e sua relação com os brasileiros, trouxe uma curiosidade para você.

10 perguntas sobre o rendimento da poupança hoje

Qual é o juros da poupança hoje?

O juros da poupança hoje é 2,98% ao ano, que é o mesmo que 0,25% ao mês.

Quanto rende R$ 10,00 na poupança por um mês?

Rende R$0,02, portanto, o juros da poupança foi de dois centavos no mês.

Quanto rende R$100,00 no juros da poupança em um mês?

O juros da poupança será de R$ 0,25 ao final do mês, assim, o saldo da conta poupança será de R$ 100,25.

Quanto rende 50 mil na poupança por um ano?

Se você vender um carro e guardar o dinheiro na poupança por 12 meses até escolher um novo modelo, seu dinheiro renderá R$1.490,00.

Quanto rende 200 mil na poupança por um ano?

Com o juros da poupança hoje, 200 mil reais aplicados na poupança por 12 meses renderia R$ 5.960.

Quanto rende um milhão na poupança em um mês?

O rendimento mensal será de R$2.450,05, ou seja, o juros poupança vai gerar dois mil e, somando ao saldo, totalizará R$1.002.450,05.

O que é melhor: rendimento poupança ou rendimento Nuconta?

O Nubank oferece o serviço de aplicação do saldo da conta com rendimento de 100% do CDI. O resgate é automático. Considerando a regra atual para o rendimento da poupança, que é de 70% da taxa Selic somado com a Taxa Referencial, o rendimento Nuconta é mais vantajoso.

Quanto vale investir na poupança?

Tudo depende da estratégia de diversificação e seus objetivos. De toda forma, a poupança é uma aplicação em renda fixa que não está rendendo acima da inflação na atualidade, existem outras opções com melhor desempenho e as mesmas características conservadoras e de facilidade no resgate.

Qual o melhor banco para poupança 2021?

Se você já tem uma conta corrente nos bancos tradicionais, pode iniciar os depósitos na poupança vinculada. Mas, se vai precisar abrir conta poupança, considere o Banco Inter pela isenção de taxa da manutenção da conta ou mesmo a conta poupança Caixa, que é uma das tradicionais. Todavia, vale dizer que em todos os bancos, o rendimento da poupança será o mesmo.

Conheça a história da poupança

A história da poupança está ligada ao surgimento da Caixa Econômica Federal (CEF) que, aliás, foi fundada por D. Pedro II, sabia?

Neste link, você consegue ler o Decreto em seu texto original, inclusive, assinado por Sua Majestade, o Imperador.

Assim, no ato de criação da CEF, foi instituído que os brasileiros poderiam fazer uma poupança, a qual renderia mensalmente, ou operação de penhor, que era a modalidade de crédito mais usada na época.

Além disso, o rendimento da poupança era anotado em uma caderneta pelos funcionários da Caixa, motivo pelo qual o nome caderneta de poupança ficou tão popular.

A poupança é tão antiga que antecede a abolição da escravatura no Brasil. Assim, por volta de 1871, pessoas escravizadas também puderam fazer aplicações de doações e outras posses que recebiam.

A permissão de ter uma poupança para mulheres casadas, entretanto, só veio mais tarde.

Assim, apenas em 1915 as mulheres puderam abrir conta poupança, mas desde que seus maridos permitissem. Em 1934, tal regra foi abolida.

Bacana, não é mesmo? A poupança faz parte da história dos brasileiros, ajudou muitas famílias a construírem seus patrimônios.

Mas, em termos de ganhos financeiros, não está compatível com o momento atual.

O rendimento da poupança faz parte da história de famílias brasileiras tradicionais

pai orienta filho ao usar o tablet para aplicar na poupança
Aplicar na poupança é um ensinamento antigo

Não se engane, provavelmente os pais dos seus pais ensinaram à eles que os juros da poupança pagavam bem. E, é isso que boa parte deles ainda fazem, mesmo observando que o rendimento da caderneta não é páreo para a inflação.

A poupança é uma modalidade de aplicação bem antiga, dos tempos de Dom Pedro II, ou seja, já está enraizada na nossa história e comportamento do brasileiro.

Por muito tempo, a poupança foi unanimidade para quem queria guardar ou investir. Mas, hoje, tanto pelo baixo rendimento quanto pelo aumento da oferta de investimentos em renda fixa, esse histórico está mudando.

Então, a pergunta é: será que é hora de encarar que o rendimento da poupança já não é o suficiente para você?

Considerando a nova taxa de juros da poupança, ainda vale a pena investir nela?

Viu como não é tão difícil entender o funcionamento dos investimentos e como calcular a rentabilidade da poupança hoje? Então vamos resumir nosso papo.

Como principal vantagem da poupança, podemos citar a facilidade e rapidez no resgate para ter o dinheiro disponível quando você precisar, em imprevistos. Outro ponto a favor é a segurança, já que ela é garantida pelo FGC.

Já a grande desvantagem é a baixíssima rentabilidade, visto que facilmente é possível encontrar opções tão seguras quanto e com rentabilidades ligeiramente maiores.

Então, meu último conselho é para você que está dando seus primeiros passos no mundo dos investimentos.

Lembre-se sempre que poupar todos os meses e fazer seu planejamento financeiro é o fator de maior importância no início da sua trajetória.

Para lhe ajudar, você pode utilizar um aplicativo de controle financeiro e começar hoje a organizar suas finanças para ver seu dinheiro render muito mais.

Quer ter acesso a outros conteúdos como esse? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba atualizações sobre os mais variados assuntos envolvendo o tema dinheiro!

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

25 comentários

  1. João Batista

    Excelente explanação, olha que eu procurei em vários sites, mas esse foi top!
    Parabéns!

  2. Sandra

    Parabéns! Nunca vi uma explicação tão completa e simplificada sobre o assunto.

  3. gi

    top,obrigado por esclarecer tantas dúvidas.

  4. Continua após a publicidade

  5. Fábio Lobo

    Meus parabéns pela excelente matéria esclarecendo sobre a poupança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.