Empréstimo para MEI Sebrae: qual a opção e como funciona?

Saiba as principais informações sobre o empréstimo para MEI do Sebrae, como as opções, como pedir e quais os custos!

Escrito por Thainá Cunha

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


Se você é um microempreendedor individual (MEI) e está precisando de crédito, mas não consegue por falta de garantia, o empréstimo para MEI Sebrae pode ser uma alternativa.

Isso porque a instituição, que é reconhecida por oferecer suporte ao empreendedorismo no país, conta com opções de linhas de crédito acessíveis.

Porém, é comum surgirem dúvidas sobre os tipos de empréstimo concedidos pela organização, assim como as suas condições e meios de contratação.

Nesse artigo, conheça as opções de empréstimo para MEI Sebrae e veja como funciona!

Qual é a opção de empréstimo para MEI do Sebrae?

A opção de empréstimo para MEI do Sebrae é o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe).

Trata-se de um convênio do Sebrae e da Caixa Econômica Federal (CEF) para oferecer capital de giro ao MEI, à microempresa (ME) e à empresa de de pequeno porte (EPP).

Confira, a seguir, o valor e a taxa de juros disponibilizados para empreendimentos dos setores de indústria, comércio e serviços dos respectivos portes:

  • MEI: até R$ 12,5 mil, com taxas de juros de 1,59% ao mês.
  • ME: até R$ 75 mil, com taxas de juros de 1,39% ao mês.
  • EPP: até R$ 125 mil em crédito, com taxas de juros de 1,19% ao mês.

Nos três casos, o prazo de pagamento do empréstimo varia de 24 a 36 meses, enquanto o período de carência é de 9 a 12 meses.

Como pedir empréstimo para MEI no Sebrae?

O empréstimo para MEI do Sebrae está disponível apenas para empresas que seguirem as seguintes regras:

  • mais de 12 meses de faturamento comprovado;
  • CNPJ e CPF de todos os sócios regulares e regulares e sem negativação junto aos cadastros de negativado;
  • ser correntista do banco para a realização da análise de crédito.

Para pedir o empréstimo para MEI no Sebrae, é necessário receber as orientações da entidade quanto à decisão de tomada de crédito.

Em seguida, um gerente do banco entrará em contato para apresentar o pacote de soluções financeiras.

Quanto o Sebrae empresta para MEI?

Até R$ 12.500 mil, com taxas de juros de 1,59% ao mês.

Como funciona o microcrédito do Sebrae?

O Fampe é um aval complementar para facilitar o acesso ao crédito nos bancos pelos pequenos negócios formalizados (MEI, ME e EPP) e pelas pequenas indústrias formalizadas. Contudo, mesmo com esse aval, o empreendedor ainda precisa de garantias pessoais.

Assim, os recursos do Fundo são utilizados como garantia complementar no crédito contratado pelas instituições financeiras conveniadas ao Sebrae. Veja, abaixo, em quais modalidades de financiamento o Fampe pode ser usado:

  • investimento fixo com capital de giro associado;
  • capital de giro puro.
  • desenvolvimento tecnológico e inovação;
  • exportação (fase pré-embarque).

Ainda, o percentual da garantia fica a cargo da instituição financeira e o fundo garante até 80% do valor da operação de crédito.

O aval é definido de acordo com o porte do pequeno negócio e a modalidade de crédito, veja a tabela a seguir!

PorteCapital de giroInvestimento fixo e capital de giro associadoExportação: fase pré-embarqueDesenvolvimento tecnológico e inovação
MEIAté R$ 10 milAté R$ 30 milAté R$ 60 milAté R$ 100 mil
MEAté R$ 60 milAté R$ 200 milAté R$ 300 milAté R$ 400 mil
EPPAté R$ 100 milAté R$ 300 milAté R$ 500 milAté R$ 700 mil

Por fim, o seu prazo da garantia é, geralmente, o mesmo prazo do financiamento. Ele pode ser inferior, mas nunca superior ao financiamento.

Quais as vantagens e desvantagens?

Dentre as vantagens, podemos destacar que a garantia do Fampe é um fator de redução das taxEMPRÉSTIMO PARA MICROEMPRESA: VEJA QUAIS AS OPÇÕES DO GOVERNO!as de juros cobradas pelo banco na concessão do empréstimo para MEI Sebrae.

Por outro lado, é importante considerar que existe o custo para uso do Fampe, que é a cobrança da Comissão de Concessão de Aval (CCA), a ser revertida para o Sebrae.

O objetivo da CCA é contribuir para o aumento dos recursos do fundo disponibilizados para novas garantias, visando atender ao maior número possível de micro e pequenas empresas. Ela é calculada da seguinte maneira: CCA = 0,1% x prazo da operação x valor da garantia solicitada. 

Além disso, embora a apresentação do plano de negócios não seja obrigatória, a instituição financeira pode solicitá-lo. Ela também pode exigir projeto de investimento ou proposta de financiamento. 

Vale a pena pedir um empréstimo para MEI no Sebrae?

Entender se o empréstimo para MEI do Sebrae vale a pena é análise que depende dos impactos dessa alternativa na saúde financeira do seu negócio.

Afinal, o Fampe deu aval a mais de 479 mil operações de crédito até janeiro de 2022, com viabilização de R$ 25,3 bilhões em crédito bancário.

Ainda, somente o Sebrae avalizou R$ 18,3 bilhões para os pequenos negócios. Então, para aqueles que não estão conseguindo crédito por falta de garantia, esse Fundo pode ser uma alternativa.

Agora que você já sabe mais sobre empréstimo para MEI Sebrae, continue acompanhando mais informações sobre finanças! Assine a nossa newsletter e as notificações push para ficar por dentro de tudo o que você precisa saber!

Perguntas frequentes

  1. Como pedir empréstimo MEI Sebrae?

    Em primeiro lugar, é preciso receber as orientações do Sebrae quanto à decisão de tomada de crédito. Depois disso, um gerente do banco entrará em contato com você para apresentar o pacote de soluções financeiras.

  2. Quanto o Sebrae empresta para MEI?

    Pelo Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), o Sebrae empresta para MEI até R$ 12,5 mil, com taxas de juros de 1,59% ao mês.

  3. Como conseguir empréstimo com o Sebrae?

    Em primeiro lugar, é preciso receber as orientações do Sebrae quanto à decisão de tomada de crédito. Depois disso, um gerente do banco entrará em contato com você para apresentar o pacote de soluções financeiras.

  4. Como funciona o microcrédito do Sebrae?

    O Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe) é um convênio do Sebrae com a Caixa. Ele é um aval complementar para facilitar o acesso ao crédito nos bancos pelos pequenos negócios formalizados (MEI, ME e EPP) e pelas pequenas indústrias formalizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Participe das Comunidades do iDinheiro.