Como vender no cartão de crédito pela internet em 2024? Veja as principais formas!

Aprenda como vender no cartão de crédito pela internet de maneira prática e simples com essas soluções e saiba qual escolher!

Escrito por Thainá Cunha

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


Aprender como vender no cartão de crédito pela internet é fundamental para empreendedores que desejam atuar no mercado digital com segurança.

Assim, os vendedores não precisarão se preocupar com as burocracias de pagamento ou informações dos clientes, tornando a interação ainda mais simples.

No entanto, usuários iniciantes podem ter dúvidas se essa possibilidade é garantida ou qual a diferença entre os diferentes recursos disponíveis para atuar online.

Nesse caso, vale a pena conhecer mais sobre essas ferramentas antes de adotar uma solução no seu negócio.

Confira as principais formas de como vender no cartão de crédito pela internet e saiba como identificar a melhor opção para você!

Como vender no cartão de crédito pela internet?

Existem diversas alternativas de como vender no cartão de crédito pela internet, e é importante que os empreendedores conheçam essas alternativas para desenvolver seu negócio online.

Confira algumas das principais recomendações e como elas funcionam!

Gateway de pagamentos

Um gateway de pagamento é um serviço que permite que empresas e indivíduos aceitem pagamentos eletrônicos por meio de sites ou aplicativos. 

Na prática, funciona como um intermediário entre o vendedor e a instituição financeira do cliente, processando as transações em nome do comerciante.

Quando um cliente faz uma compra em um site ou aplicativo, o gateway de pagamento recebe as informações do cartão de crédito ou débito.

Em seguida, verifica a validade do cartão, se existem fundos suficientes disponíveis na conta e autoriza ou rejeita a transação. 

Se a transação for aprovada, o gateway transferirá o dinheiro para a conta do comerciante.

Trata-se de uma ferramenta que atua como uma maquininha de cartão sem o terminal físico, aceitando os pagamentos pela internet. Isso inclui transações via e-commerce, lojas virtuais ou marketplaces.

Além disso, serviços como aplicativos de delivery e assinatura também adotaram essa solução.

Ao usar um gateway, os vendedores podem oferecer aos seus clientes uma maneira segura e conveniente de fazer pagamentos online e aumentar suas vendas.

Intermediador de pagamentos

Um intermediador de pagamentos é uma plataforma que atua como uma mediação entre o comprador e o vendedor durante uma transação. 

Ele é responsável por receber o total e repassar o valor, descontando uma taxa de serviço.

A principal diferença entre um intermediador e um gateway de pagamento é que o intermediador é um serviço mais completo, que inclui não apenas o processamento, mas também recursos como:

  • gestão de vendas;
  • emissão de boletos;
  • controle de fraudes.

O intermediador de pagamento é, portanto, uma solução mais abrangente que engloba o gateway.

Outra diferença importante é que, enquanto o gateway requer que o vendedor tenha uma conta bancária própria para receber os valores, o intermediador não tem essa exigência. 

Isso porque o recurso de mediação é responsável por receber os pagamentos em uma conta própria e repassar o valor ao vendedor, facilitando o processo para pequenos negócios e empreendedores individuais.

Enquanto o gateway é uma solução mais básica que processa as negociações online, o intermediador é uma ferramenta mais completa que oferece uma série de funcionalidades além do processamento, tornando o processo de vendas mais eficiente e seguro.

Por esse motivo, é indicado a empreendedores que buscam plataformas mais completas para administrar suas operações.

Aplicativos

Nos últimos anos, o comércio eletrônico tem crescido exponencialmente e, com isso, surgiram diversos aplicativos que facilitam o procedimento para quem busca como vender no cartão de crédito pela internet.

Entre as ferramentas mais conhecidas para esse tipo de operação estão:

Nessas soluções, o vendedor cadastra sua conta e suas informações de venda. Em seguida, pode começar a oferecer seus produtos para os clientes. O pagamento é processado pelo aplicativo, que repassa o valor ao vendedor em questão. 

Em alguns casos, a solução pode reter uma pequena taxa de serviço pela transação, que varia conforme o recurso. Confira abaixo as principais informações sobre eles!

O TapTon, por exemplo, é um aplicativo de vendas online que oferece a opção de vendas por chat ou por catálogo. 

Ele é indicado para pequenos empreendedores que querem começar a vender online de forma simples e rápida. 

Enquanto isso, o NuTap é uma ferramenta oferecida pelo Nubank, que permite que seus clientes usem o cartão de crédito da empresa para realizar pagamentos em estabelecimentos parceiros.

PicPay Empresas
PicPay Empresas

O PicPay também é um aplicativo de como vender no cartão de crédito pela internet, permitindo envios de diversas formas, como QR Code e transferência bancária. 

Diversos perfis podem utilizar essa plataforma, tanto para pessoas físicas quanto para empresas que querem oferecer opções digitais aos clientes.

Ainda, vale mencionar o WhatsApp Pay como uma possibilidade de vendas pela internet no crédito.

Esse recurso de mensagens instantâneas também possibilita aos usuários que negociem com os vendedores usando cartões cadastrados no app.

A alternativa pode ser interessante para pequenos empreendedores que já utilizam o WhatsApp como ferramenta de comunicação com seus clientes.

Os links de pagamento são outra opção interessante para quem quer saber como vender no cartão de crédito pela internet.

Eles funcionam de forma simples, pois permite ao vendedor gerar um endereço e enviar para o comprador, que insere seus dados e finaliza a negociação rapidamente.

Entre as empresas que oferecem soluções de links, podemos destacar a Stone, o PagSeguro e a Ton.

Cada uma dessas empresas oferece suas próprias soluções, mas o funcionamento geral é semelhante. Veja!

Stone

No caso da Stone, por exemplo, o vendedor pode gerar links de pagamento diretamente pelo aplicativo da empresa. 

Ele pode escolher o valor da venda, inserir uma descrição do produto ou serviço e enviar o link por e-mail, mensagem de texto ou WhatsApp. 

O cliente recebe o endereço, clica nele e é direcionado para uma página específica, onde pode inserir seus dados de cartão de crédito ou realizar o envio por boleto.

PagSeguro

O PagSeguro oferece uma solução similar, permitindo que os vendedores gerem links e enviem para seus clientes. 

Esse processo é facilitado, feito, inclusive, pelo seu aplicativo. Dessa forma, o comprador pode terminar a compra em um espaço seguro, e o vendedor não precisa de uma maquininha.

Ton

Ainda, a Ton é outra empresa que traz esse recurso de vendas online. O empreendedor gera o endereço em uma plataforma, define o valor da venda e encaminha de maneira prática.

Trata-se de opções interessantes para quem quer aprender como vender no cartão de crédito pela internet de forma simples e rápida. 

Além de seguros, otimizam uma experiência de compra conveniente para os clientes. Também são atrativos para quem quer vender sem ter uma loja virtual completa.

QR Code 

Ainda, o QR code é outra opção interessante para quem quer aprender como vender no cartão de crédito pela internet. 

Ele funciona de forma similar aos links de pagamento, mas com a vantagem de ser mais prático e rápido.

Para usá-lo, o vendedor precisa gerar um código QR, que pode ser lido pelo smartphone do cliente. 

O código pode conter informações como o valor da venda, a descrição do produto ou serviço, o nome do vendedor e outras informações relevantes.

Entre as empresas que oferecem soluções de QR code para vendas online, podemos destacar a PagSeguro e a Cielo. Cada uma dessas empresas oferece suas próprias soluções, mas o funcionamento geral é bastante semelhante.

O uso do QR code é indicado para vendedores que querem oferecer uma experiência de compra mais rápida para seus clientes. 

Também pode ser uma opção interessante para lojas físicas que querem ampliar suas vendas para o ambiente online, por exemplo. 

Além disso, é uma opção segura para vendas presenciais, pois o comprador pode escanear o código e fazer o pagamento pelo celular.

Confira também quais são as maquininhas que aceita QR Code!

Quais as vantagens e desvantagens?

Saber como vender no cartão de crédito pela internet pode apresentar diversas vantagens e desvantagens.

Nesse caso, é importante que o empreendedor conheça os principais pontos antes de investir em soluções como essas.

icon

Prós

– comodidade para o cliente;
– segurança durante e após o pagamento;
– maior alcance de público.
icon

Contras

– taxas e tarifas variam conforme a instituição contratada;
– riscos de fraudes digitais para o consumidor;
– requer conexão estável à internet.

Quais são os prazos de recebimento?

Aqueles que querem saber como vender no cartão de crédito pela internet, devem estar atentos aos prazos de recebimento, que variam conforme a alternativa escolhida, podendo se estender a 30 dias.

Esse é o período convencional para o vendedor acessar os valores em sua conta, uma vez que existem diferentes planos de antecipação.

Compras no débito costumam estar disponíveis a partir de 2 dias úteis, por ser uma operação mais simples de prosseguir.

Entretanto, o cartão de crédito pode levar até um mês para disponibilizar o pagamento, inclusive em negociações que ocorrem online.

Mesmo aplicativos ou gateways administrados por operadoras possuem um período padrão de 30 dias.

Caso o vendedor opte por um plano de antecipação, pode acessar sua conta em menos tempo, mediante pagamento de taxas adicionais.

No entanto, vale reforçar que as vendas por cartão de crédito na internet não possuem prazo mais extenso que as maquininhas.

Como a maioria das soluções faz parte do catálogo de serviços de empresas operadoras de terminais, de modo que aplica as mesmas cobranças e prazos de recebimento.

Quais os custos de vender no cartão de crédito pela internet?

Saber como vender no cartão de crédito pela internet pode acompanhar alguns custos, geralmente concentrados nas taxas da operadora e na integração.

No entanto, é importante que o vendedor se atente para essas cobranças antes de escolher uma solução para negociar online.

Confira mais detalhes sobre as principais despesas:

Taxa de transação

A princípio, é fundamental conferir quais as tarifas de transação para a venda online. Essas taxas são cobradas a cada vez que uma transação é processada. 

Elas são geralmente calculadas como uma porcentagem do valor total e podem variar de 1,5% a 5%, dependendo do canal escolhido.

Para operadoras de maquininhas de cartão que administram outros formatos, como gateways, as taxas são as mesmas, facilitando o cálculo por parte do vendedor.

Ainda, formas alternativas, como links ou QR Code também podem acompanhar taxas distintas das convencionais, e vale a pena se atentar.

Taxa de adesão

Enquanto isso, podem existir cobranças de adesão ou mensalidade. É comum existirem na utilização de terminais de pagamento físicos.

Contudo, também pode ser necessário realizar alguma assinatura para disponibilizar o serviço de operadoras, instituições ou plataformas.

Por esse motivo, os vendedores devem verificar quais os custos para utilizar a solução que permite vende no cartão de crédito pela internet.

Alguns planos de contratação incluem esse custo no valor total, e pode facilitar para o vendedor escolher a modalidade ideal para o seu negócio.

Taxa de integração

Ainda, vale reforçar as cobranças de integração. Se o vendedor estiver usando um sistema de comércio eletrônico ou plataforma de vendas, pode ser necessário pagar uma tarifa para permitir que o site se integre ao formato escolhido.

Esse custo não é comum a todos os vendedores, especialmente aqueles que atuam de forma autônoma ou ainda não contam com uma loja virtual consolidada.

Entretanto, para expandir as vendas de maneira profissional, é uma despesa importante para considerar nas vendas virtuais.

Custos adicionais

Durante a avaliação, vale a pena considerar outros custos envolvidos, como taxas de conversão de moeda estrangeira, estornos ou recuperação de cobranças.

Dependendo da empresa, também existem outros tipos de tarifas específicas, e vale a pena conhecer mais sobre o contrato de serviço.

Conferir quais os valores associados ao sistema de pagamentos auxilia na hora de negociar online, e ensina novos empreendedores a como vender no cartão de crédito pela internet.

Dicas

Está com dificuldade de precificar seus produtos ou serviços? Acesse a Calculadora de Margem de Lucro do iMaquininhas! Essa ferramenta prática permite calcular o lucro sobre um produto de forma rápida e precisa, ajudando a tomar decisões financeiras mais assertivas para o seu negócio!

Vender no cartão de crédito pela internet vale a pena mesmo?

Vale a pena aprender como vender no cartão de crédito pela internet e considerar essa possibilidade para o seu empreendimento.

Isso porque essa solução se tornou uma das mais populares nos últimos anos, com o crescimento do e-commerce e a necessidade de ampliar as ofertas no mercado digital.

Para tornar a experiência do cliente mais ampla e completa, muitas empresas passaram a disponibilizar alternativas seguras e práticas de negociação.

Dessa forma, vendedores que consideram expandir suas atividades para algum canal digital, como loja virtual ou redes sociais, precisam saber como vender no cartão de crédito pela internet.

Caso contrário, pode comprometer seu faturamento ao limitar as alternativas disponíveis para os clientes.

Simultaneamente, também evita a necessidade de construir uma loja virtual completa no início das operações.

Por outro lado, é importante conhecer mais sobre as opções antes de aderir a uma ferramenta para o seu negócio.

Cada possibilidade acompanha características distintas, e é essencial escolher a que melhor combina com seu perfil e necessidades.

Ainda, vale a pena não concentrar as vendas somente em soluções virtuais, para aumentar a autonomia de ofertas e trabalhar em ambos os ambientes.

Nesse caso, é interessante saber como vender no cartão de crédito pela internet, mas estar ciente das possibilidades, para ter uma experiência mais positiva.

Conheça mais produtos financeiros ativando as notificações do Push e assinando a newsletter do iDinheiro.

Perguntas frequentes

  1. Como vender com cartão de crédito à distância?

    Para vender com cartão de crédito à distância vale a pena investir em soluções de negociação virtual, como links de pagamento, gateways, aplicativos e envio de QR Code.

  2. Como receber pagamentos online via cartão de crédito?

    O recebimento de pagamentos via cartão de crédito ocorre por meio de soluções especializadas, geralmente disponibilizadas por meio das operadoras de maquininhas. Além disso, bancos e aplicativos também oferecem opções de pagamento pela internet.

  3. Como funciona a venda com cartão de crédito?

    O intermediador de pagamentos, app ou gateway identifica os dados do cliente e repassa para a receptora. Em seguida, contata a instituição financeira para confirmar se existe limite. Caso a transação seja aprovada, o interceptor realiza a cobrança e encaminha o pagamento.

Referências do artigo
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp