Conheça os 5 melhores investimentos para iniciantes e mais dois bônus imperdíveis!

Todos os investimentos apresentados são indicados para investidores iniciantes, pois possuem riscos extremamente baixos e rentabilidade melhor quando comparados à poupança.

Victor Leitao
Victor Leitão

Conheça os 5 melhores investimentos para iniciantes e mais um bônus imperdíveis!

Aplicar o dinheiro e ter um bom rendimento é o sonho de muitas pessoas.

Principalmente, daquelas que desejam fazer uma viagem de férias, adquirir algum bem ou, até mesmo, se preparar para a aposentadoria.

Os objetivos são os mais diversos, porém, todas as aplicações possuem a meta de fazer com que o seu capital se valorize com o passar do tempo.

Continua após a publicidade

Mas você sabe como começar a investir?

A mentalidade dos brasileiros tem mudado muito nos últimos anos, fazendo com que a procura por investimentos crescesse bastante.

No entanto, é importante saber que investidores iniciantes devem tomar uma série de precauções para não cometerem erros que podem levá-los à perdas financeiras.

Continua após a publicidade

Logo, os novos investidores devem tomar cuidado com as aplicações de retorno em curto prazo e, especialmente, evitar as mais agressivas.

Quem quer obter sucesso nos investimentos deve estudar e conhecer o mercado financeiro, evitando correr riscos e perder dinheiro.

Então, para ajudá-lo a entender melhor as aplicações e conhecer as melhores formas de fazer o seu dinheiro valorizar, separamos os 5 melhores investimentos para iniciantes e mais um bônus!

Confira!

Investimentos para iniciantes: conheça os 5 melhores

Se você está começando hoje a aprender a investir, talvez ainda não tenha ideia da enorme diversidade que existe quando falamos em investimentos.

Continua após a publicidade

Ao contrário do que muitos pensam, as opções são bem mais variadas do que apenas poupança ou bolsa de valores!

Por isso, queremos te apresentar a alguns investimentos em renda fixa, que são mais conservadores e ideais para quem está começando.

1. Fundos de investimento

Para os iniciantes no mercado, uma boa opção são os fundos de investimento. Eles representam uma comunidade de investidores, que, juntos, confiam em um gestor para alocar o dinheiro.

Então, nesse caso, é o gestor contratado quem fica responsável por procurar as melhores aplicações. Portanto, quando investimos em um fundo, estamos confiando que esse gestor fará boas escolhas (melhores do que aquelas que faríamos sozinhos).

Continua após a publicidade

Além disso, existem diversos tipos de fundos, desde os mais conservadores até fundos mais agressivos. Por isso, com o tempo, você também pode evoluir nas suas escolhas de fundo, se quiser arriscar um pouco mais.


Saiba quais são as 10 melhores corretoras de valores do Brasil


2. Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

A LCA é um investimento de renda fixa, composto por títulos de crédito destinados ao agronegócio.

Complicou? Em outras palavras, a LCA é um empréstimo que fazemos a uma instituição financeira. Esse dinheiro tem como destino financiamentos no setor agropecuário.

Então, quando o investidor aplica o dinheiro nestas letras de crédito, ele faz um contrato com a instituição, que garante pagar juros sobre o montante em um determinado prazo.

Continua após a publicidade

Como existe a garantia do Fundo Garantidor de Crédito – FGC e também da hipoteca, esse é um investimento de baixo risco, mas com rentabilidade interessante.

Em geral, sua remuneração é de acordo com o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) ou, então, por uma taxa fixa anual.

Aliás, um dos grandes atrativos desse investimento é que ele não possui a incidência de impostos, como o IOF e o IR!

Ainda assim, não esqueça de observar o valor mínimo para aplicação e também o prazo para resgate, pois podem variar bastante.

Continua após a publicidade


Juros compostos: entenda melhor esse conceito que pode mudar sua vida financeira


3. Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Outro investimento extremamente atrativo para novos investidores é o CDB, pois é um título simples e muito comum nas instituições financeiras.

Quem emite esses títulos são os bancos, a fim de conseguir dinheiro para financiar as suas atividades de crédito.

Desse modo, o cliente efetua um empréstimo para a instituição financeira e recebe uma rentabilidade diária.

Existem três tipos distintos de CDB, quanto à sua taxa de rentabilidade:

  • O prefixado, modalidade em que os juros são firmados quando o cliente realiza o investimento;
  • O pós-fixado, que baseia seus valores em uma taxa de referência (geralmente próxima à taxa básica — Selic);
  • E, por último, a modalidade que paga os juros de acordo com o valor da inflação, além de mais uma porcentagem fixa.

O CDB também é um investimento de baixo risco, mas bastante diverso, pois pode ser emitido por instituições maiores até os bancos mais simples.

Continua após a publicidade

O interessante é que seu valor mínimo para aplicação é totalmente acessível e variado, partindo desde R$ 1 até cerca de R$ 500.

Quanto ao prazo, podemos encontrar títulos que possuem liquidez diária (resgatáveis a qualquer momento), ideais para a reserva de emergência, até outros com vencimento em alguns anos, bons para outros tipos de metas.

Por fim, assim como a maioria dos investimentos de renda fixa, o CDB possui incidência de Imposto de Renda regressivo (diminui com o tempo), além da garantia do FGC.

4. Recibo de Depósito Bancário (RDB)

Esse investimento é bastante semelhante ao CDB, pois também representa um empréstimo para um banco, mas outras instituições financeiras também podem emiti-lo.

Continua após a publicidade

A maior diferença para o CDB é que esse pode ser transferido, já o RDB é inegociável e intransferível.

Da mesma forma que os outros investimentos já citados, ele é garantido pelo FGC e possui baixo risco.

De resto, suas características são bem semelhantes às do CDB: possui garantia do FGC, incidência de IR regressivo, além de prazos e valores mínimos para aplicação bastante variados.


Entenda o que é e como funciona o investimento em RDB na NuConta


5. Letra de Câmbio (LC)

Assim como os demais investimentos, a Letra de Câmbio também é um investimento de renda fixa, porém, nesse caso, são as financeiras que emitem esses títulos.

Continua após a publicidade

Basicamente, o investidor empresta dinheiro para ser utilizado como lastro de contratos de financiamento, recebendo, em troca, o pagamento de juros em cima do montante aplicado.

Quanto à rentabilidade, geralmente representa alguma porcentagem do CDI, mas também existem várias opções com taxas fixas.

Os valores mínimos para aplicação em LC variam, mas costumam ser em torno de R$ 1.000, na maioria das instituições.

Além disso, as Letras de Câmbio também contam com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito e sofrem incidência de IR regressivo.

Continua após a publicidade

BÔNUS 1: Tesouro Direto

Até então, todos os investimentos que mostramos são títulos privados.

O Tesouro Direto difere deles, pois é um título público que tem a finalidade de financiar os investimentos do Governo Federal em educação, infraestrutura, saúde, entre outros.

Nesta modalidade, o investidor compra títulos da dívida pública em troca de uma rentabilidade, o que é semelhante aos títulos privados.

Além disso, também há a incidência de IR regressivo e as taxas podem ser diversas, como as do CDB.

Cada título do tesouro possui uma rentabilidade e um prazo diferente, servindo para objetivos diferentes.

Continua após a publicidade

Eles podem ser pré-fixados ou pós-fixados, com vencimentos que variam do ano de 2023 até 2055. Inclusive, você pode conferir os títulos à venda diretamente no site do Tesouro Direto.

Mas as semelhanças param por aí.

Isso porque, no Tesouro Direto, não há a proteção do FGC. Mas não se preocupe, pois a garantia é do próprio Tesouro Nacional! Portanto, esse é o investimento mais seguro do país.

Quanto à rentabilidade, ela só é garantida quando o resgate é realizado no vencimento. Isso quer dizer que, caso você precise resgatar seu dinheiro antes do prazo, pode haver alguma perda, pois os títulos sofrem precificações diárias.

Ainda assim, esse é um investimento bastante acessível. Seus valores mínimos começam em torno de R$ 35, no Tesouro Prefixado, R$ 45, no Tesouro IPCA, e pouco mais de R$ 100, no Tesouro Selic.

Continua após a publicidade

Vale mencionar que os valores de aplicação variam de acordo com a percentagem do valor de um título (1% a 100%), ou seja, só é possível comprar dentro dessas variações.

Enfim, para quem está começando no mundo dos investimentos, o Tesouro Selic é um ótimo começo, ainda mais se o objetivo for formar a reserva de emergência, devido à sua segurança.

BÔNUS 2: livros sobre investimentos para iniciantes

Para você que está em busca do melhor investimento, uma ótima fonte de conhecimento são os livros!

Na área de finanças, então, existem muitas opções para quem está começando. Por isso, como um bônus, separei 3 livros para você continuar seus estudos depois de ler esse artigo!

Continua após a publicidade

1. Cartas a um Jovem Investidor

Esse é o livro autobiográfico do autor Gustavo Cerbasi, um dos maiores educadores financeiros do país.

Na publicação, o autor conta como foi sua trajetória até o sucesso financeiro e dá dicas ao leitor que quer trilhar o mesmo caminho.

2. Os Axiomas de Zurique

O livro, como o anterior, conta a história do autor, Max Gunther, cujo pai era bancário nos EUA.

O foco da narrativa é sobre perder o medo de apostar e investir, buscar novos padrões e mudar conceitos prejudiciais sobre essa área.

Continua após a publicidade

3. Pense e Enriqueça

De autoria de Napoleon Hill, esse livro, lançado na década de 1930, é um dos mais vendidos de todos os tempos no assunto.

O foco é sobre pessoas bem-sucedidas, mas que traz muitos ensinamentos que você pode aplicar na sua vida de investidor.

Se quiser conhecer mais obras sobre finanças e investimentos, não deixe de ler esse artigo com mais de 20 títulos!

Conclusão

Gostou de aprender sobre esses investimentos para iniciantes?

Todos os que apresentamos aqui são boas opções para quem está começando, pois possuem riscos extremamente baixos e rentabilidade definitivamente melhor na comparação com a poupança.

Continua após a publicidade

No entanto, antes de investir, não deixe de pesquisar bastante, conhecer o investimento, os prazos e os valores mínimos.

Você provavelmente tem vários objetivos para realizar com este montante, mas, uma coisa é certa: estes investimentos garantem a valorização do seu dinheiro e podem ajudá-lo a realizar sonhos e alcançar metas pessoais.

O que não dá, com certeza, é pra deixar seu dinheiro desvalorizando embaixo do colchão, né?

Então, agora que você já sabe como começar a investir, faça seu dinheiro gerar rendimentos!

Continua após a publicidade

Além disso, se quiser, você pode utilizar um aplicativo de controle financeiro ou uma planilha para te ajudar a economizar cada vez mais.

Assim, você conseguirá juntar mais dinheiro para investir mensalmente e alcançará a tranquilidade financeira de maneira muito mais rápida.

E aí, o que achou do artigo Conheça os 5 melhores investimentos para iniciantes? Quer receber outros conteúdos relacionados ao universo dos investimentos? Então, assine a newsletter do iDinheiro!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

17 comentários

  1. Kátia Santos

    um artigo com fácil entendimento. É isso não dá para deixar o dinheiro embaixo do colchão, no entanto, é preciso buscar conhecimento em que e como investir. Obrigada pelas dicas, inclusive sobre os livros.

  2. Daniel Pereira

    Excelente artigo bem explicativo facil de entender parabéns …

  3. Jerffson Demssy

    Artigo excelente! Próprio para iniciantes. Simplesmente fantástico! Parabéns!!!!

  4. Continua após a publicidade

  5. paulo cesar

    sou o paulo onça radialista qual é os rendimentos minimos do tesouro direto e o valor minimo que pode investir

  6. Manuel Messias

    Foi muito esclarecedor,mais quero saber se já investi tenho sempre que fazer algum depósito de alguma quantia.

  7. Renata Parra

    Obrigada pelo seu artigo, tão simples e ao mesmo tempo tão detalhadinho.

  8. beatriz Oliveira

    Interessante esse Tesouro Direto, quero investir um dinheiro, mas não faço ideia por onde começar e qual seria o Melhor meio, sem correr riscos… seu artigo com certeza foi muito esclarecedor e com certeza ja me ajudou a ter uma opçao p iniciar obrigado

  9. Joselito Francisco

    Bastante esclarecedor seu artigo. Obrigado 😉

  10. Luiz Antônio

    Gostei muito muito esclarecedor esse aplicativo foi uma jóia um tesouro, agora que acabei de abrir uma conta na corretora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.