Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Qual o país mais rico do mundo? Confira nossa lista!

Você sabe qual o país mais rico do mundo? Venha descobrir qual é e porque isso não significa qualidade de vida para todos que lá vivem.

perfil
Camille Guilardi Estagiária de Finanças e Investimento

Uma dúvida que frequentemente surge quando falamos sobre bons lugares para se viver, é qual o país mais rico do mundo.

Afinal, partimos do pressuposto de que, se ele é rico, consequentemente a sua população terá uma boa condição de vida. No entanto, essa relação nem sempre se dá de forma tão prática assim. Isso porque a riqueza de uma nação não está ligada à qualidade de vida que ela oferece.

Continua após a publicidade

Nesse sentido, podemos ter uma diferenciação entre o país mais rico e o melhor lugar para se viver. Mas, de toda forma, ainda vale a pena saber quais são as nações do mundo que mais acumulam renda. Quem sabe um desses lugares pode te inspirar?

Confira a lista com os 10 países que são mais ricos e veja as características de cada um!

Continua após a publicidade

Como definir qual o país mais rico do mundo?

O que determina a riqueza de um país, é o Produto Interno Bruto (PIB). Esse índice nada mais é que a somatória de todos os valores que a nação produz. Assim, é o indicador mais utilizado para determinar a riqueza de maneira macroeconômica. Isso significa que são analisadas as ações de maneira geral, de modo a reunir o montante de todo tipo de venda, bens ou serviços.

Quanto maior é o Produto Interno Bruto de um país, mais rico ele é considerado. Ou seja, na lista de qual o país mais rico do mundo, o ranking principal demonstra aqueles locais que possuem um PIB alto. Em 2021, o PIB brasileiro acumulado foi de R$ 8,7 trilhões. Isso nos manteve na 15ª colocação do ranking mundial.

No entanto, como dissemos anteriormente, a riqueza de um país não se relaciona com o desenvolvimento do mesmo, nem com a sua qualidade de vida. Porém, como o nosso interesse, hoje, é saber qual o país mais rico do mundo, podemos seguir avaliando, exclusivamente, a riqueza que a sua nação produz.

O que é PIB per capita?

Nos aprofundando mais sobre a definição da riqueza de um país, outro indicativo que também é utilizado, é o do PIB per capita. Compreendido o que é PIB, quando ele vem acompanhado de “per capita”, significa que está sendo analisado o Produto Interno Bruto, dividido pela quantidade de pessoas que vivem no país.

Continua após a publicidade

De forma mais simples: é o valor do PIB dividido por “cabeça”. Essa quantificação vai determinar qual seria a quantidade de renda e grau de desenvolvimento econômico de uma nação.

Isso quer dizer que o valor do PIB per capita nem sempre é igual na prática, considerando que a riqueza se mantém na mão de uma porcentagem pequena da população. O PIB per capita do Brasil, em 2021, foi definido como R$ 40.688.

Os países mais ricos do mundo

Compreendida a importância que o PIB tem na definição de qual o país mais rico do mundo, já podemos partir para a nossa lista que demonstra as 10 nações com mais dinheiro.

Porém, é importante reforçar que o critério da renda não se relaciona com qualidade de vida. Isso significa que nem sempre os países mais ricos do mundo serão aqueles melhores para se viver.

Continua após a publicidade

Inclusive, vamos tratar sobre essa diferenciação de uma forma mais abrangente, após você conhecer as 10 nações cujo PIB é bem alto.

10. Brunei

Brunei

Brunei é um pequeno país que fica no Sudeste Asiático e ocupa a nossa décima posição no ranking de qual o país mais rico do mundo. Dessa forma, sua economia é baseada na exploração dos valiosos recursos do petróleo, gás natural e carvão.

Apenas o petróleo já é o responsável por praticamente metade do seu PIB, que ultrapassa os R$ 170 trilhões. Junto com carvão e gás natural, esses recursos correspondem a 90% da riqueza do país. Por lá, os serviços básicos de saúde, educação e moradia são gratuitos e a qualidade de vida do país está no mesmo patamar que a sua riqueza.

Seu IDH se mantém em 0,839, em média, o que o coloca na posição 47 do ranking mundial. Aqui temos um exemplo de país onde a riqueza e a qualidade de vida estão equiparados.

Continua após a publicidade

A renda per capita de Brunei se aproxima dos R$ 430 milhões. Associando ao fato de que os serviços básicos do país são gratuitos, demonstra como a população tem um bom desenvolvimento social.

9. Estados Unidos

Estados Unidos

Os Estados Unidos estão localizados na América do Norte e são uma das principais potências mundiais. Tanto, que está na 9ª posição do nosso ranking de qual o país mais rico do mundo.

A base da sua economia é bastante diversificada, sendo que os três setores possuem grande influência na definição do PIB do país. Assim, agricultura, manufaturas e serviços são responsáveis por gerar cerca de R$ 179 trilhões de Produto Interno Bruto para o país.

O seu IDH é de 0,926, um valor extraordinariamente alto e que o coloca entre os melhores do mundo para se viver. Ademais, a renda per capita do país gira em torno de R$ 318 mil. Porém, a maioria dos serviços básicos são cobrados, como é o caso da saúde e o do acesso ao ensino superior.

Continua após a publicidade

8. Noruega

Noruega

A Noruega é um dos países nórdicos, que se localizam no norte da Europa. Ele é muito conhecido por sua história, de onde remontam os vikings, e por ser o melhor dos países para se viver. Isso porque o IDH da Noruega o coloca na primeira posição do ranking, com um índice de 0,938, considerado elevadíssimo.

Em relação à riqueza, a Noruega não ocupa um lugar de tanto destaque, mas a oitava posição ainda declara a sua importância no cenário econômico mundial.

A economia norueguesa, tal qual a dos Estados Unidos, também pode ser considerada mista, com boas atuações em atividades de livre mercado e considerável exploração de recursos naturais, onde o petróleo se destaca. O PIB da Noruega alcança os US$ 139 bilhões e a renda per capita é de cerca de US$ 70 mil.

Muitas pessoas entendem que a Noruega é um destino ideal, devido à combinação de economia muito desenvolvida e excelente qualidade de vida. Porém, se acostumar com a geografia do país e seu clima bastante frio podem ser empecilhos, principalmente para quem está habituado ao calor tropical.

Continua após a publicidade

7. Macau

Macau

A sétima posição do nosso ranking de qual o país mais rico do mundo, está Macau. Essa é uma região administrativa anexada à República Popular da China. Hoje, a economia de Macau está bastante atrelada ao setor terciário, tendo grande parte de seus rendimentos vindos do turismo. Mas, a indústria têxtil também aparece com enorme importância para a arrecadação nacional.

O PIB de Macau é de cerca de R$ 155 trilhões, o suficiente para que o país integre a lista dos mais ricos do mundo. Per capita, esse valor geraria um montante de R$ 220 mil. Já o seu IDH figura entre 0,750 e 0,761, o que, nos grupos de classificação, é considerado médio.

Aqui, nós vemos o primeiro exemplo de país cuja economia é muito forte, mas que a qualidade de vida não acompanha tamanho desenvolvimento.

6. Emirados Árabes Unidos

Os Emirados Árabes Unidos se localizam no Golfo Pérsico, especialmente na Península Arábica. Esse grupo é formado pelas nações de Abu Dhabi, Dubai, Xarja, Ajmã, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujeira, sendo a primeira a capital do país.

Continua após a publicidade

Sua economia é fortemente baseada na exploração e venda de petróleo, o que lhe garante um PIB de R$ 163 trilhões. Ademais, a renda per capita fica em torno de R$ 230 mil. O seu IDH acompanha o desenvolvimento do país e apresenta um índice que se aproxima de 0,890, o que é considerado elevado.

Por isso, essa nação é digna de muito interesse e se torna um objetivo para pessoas que desejam mudar de vida. Porém, o fato de a população ser majoritariamente islâmica, pode tornar a adaptação cultural relativamente complicada.

Muitos brasileiros vão para os Emirados Árabes na expectativa de conquistar bons empregos. A região se tornou um objetivo para quem se dispõe a viajar para ganhar dinheiro e, depois, voltar ao Brasil com uma situação econômica mais favorável.

5. Suíça

Suiça

A Suíça está estrategicamente posicionada no centro da Europa, o que a coloca em destaque quando são criadas alianças econômicas ou políticas. Porém, o país é mundialmente reconhecido como um país neutro, o que significa que ela não assume posicionamentos diante de situações de conflito.

Continua após a publicidade

Sua economia é bastante dependente do setor terciário, apesar de ter um bom desenvolvimento agrícola. No entanto, a falta de recursos naturais a coloca como uma das principais importadoras do mundo.

Ademais, muito da renda da Suíça também vem da gestão de fortunas, pois a grande maioria dos milionários guardam suas reservas nos bancos suíços. Essa preferência se dá pelo sigilo fiscal suíço. Essa gestão faz com que sejam obtidas tarifas sobre essas contas, que se revertem em renda para o país. Hoje, a Suíça possui um PIB de US$ 728 bilhões e o seu PIB per capita é de US$ 93.131,36.

4. Catar

Catar

O Catar ocupa a 4ª posição entre os países mais ricos do mundo. Ele fica na costa nordeste da Península Arábica e, tal qual os seus vizinhos, possui reservas de petróleo e gás natural em seu território.

A potência da sua economia é tanta, que faz com que o país seja um destino frequente para pessoas que desejam acumular riquezas. Tanto, que dos 2,8 milhões de habitantes que vivem efetivamente no Catar, apenas 313 mil são nativos do lugar.

Continua após a publicidade

Em relação ao PIB, o valor é consideravelmente alto: US$ 1,2 trilhões. E, além de ter uma economia bastante forte, o Catar também tem uma qualidade de vida considerada alta, atingindo o índice de 0,856.

3. Irlanda

Irlanda

A Irlanda é uma república europeia, considerado um dos mais desenvolvidos do continente. Tem uma economia moderna, pautada em indústrias altamente tecnológicas.

Inclusive, parte desse desenvolvimento vem de empresas multinacionais, que são atraídas para o país, que tem mão de obra qualificada em abundância, além de dar incentivos fiscais. Porém, o seu setor de serviços também é muito rentável, sendo que o turismo se destaca com grande relevância.

Seu PIB fica em torno de US$ 418 bilhões, sendo o índice per capita de US$ 83 mil. Se os valores econômicos são surpreendentemente altos, o IDH não fica atrás. Na Irlanda, esse índice chega a 0,955, o que é considerado elevadíssimo. Esse número o coloca em segundo lugar na colocação de países com maior qualidade de vida, ficando atrás, somente, da Noruega.

Continua após a publicidade

2. Singapura

Singapura

O segundo país mais rico do mundo é Singapura, nação que fica sediada no Sudeste Asiático, na Península Malaia.

De todos os países asiáticos, Singapura é o que apresenta a melhor classificação em qualidade de vida. No índice geral, o valor de 0,846 o coloca no grupo dos países com IDH elevado.

A sua economia está fortemente baseada na indústria e no setor terciário, sendo considerada um dos melhores lugares do mundo para se fazer negócios. Assim, seu PIB fica em torno de US$ 340 bilhões, sendo US$ 57 mil de PIB per capita.

1. Luxemburgo

Luxemburgo

Finalmente chegamos à resposta de qual o país mais rico do mundo: Luxemburgo.

Esse pequeno território, que se classifica como um Estado Soberano, fica na Europa Ocidental e faz fronteira com grandes nações, como a Alemanha e a França. Sua economia é muito desenvolvida, sendo essa a sua maior base de ganhos. A agricultura, que também apresenta alta tecnologia, é mais voltada para a cultura familiar.

Continua após a publicidade

Em relação ao setor de serviços, o que se destaca é o fato de ser, predominantemente, ocupado por trabalhadores estrangeiros. Isso faz com que o país seja um dos favoritos quando se pensa em emigrar para a Europa, na expectativa de conseguir bons empregos.

Todo esse desenvolvimento coloca Luxemburgo como a economia mais desenvolvida do mundo, com um PIB de US$ 73 bilhões e US$ 115 mil per capita. Porém, diferente do que se imagina, isso não significa que haja uma igualdade econômica no país.

Luxemburgo: um país rico e desigual

Como dito anteriormente, o índice do PIB per capita é um indicativo teórico. Na prática, não significa que todas as pessoas de determinado país possuem esse montante de dinheiro.

É o que acontece de maneira expressiva em Luxemburgo. O país, que possui o maior PIB do mundo, incluindo o PIB per capita, é um espaço de enorme desigualdade. O acesso à moradia é restrito, o desenvolvimento educacional é desequilibrado e a saúde custa muito caro.

Continua após a publicidade

Esses três elementos fazem com que Luxemburgo, apesar de ser uma nação tão rica, não ofereça boas condições aos seus moradores.

Para quem é europeu, Luxemburgo se torna uma ótima opção para trabalhar e, ao final da jornada diária, voltar ao seu país natal. Devido à proximidade com a França, Bélgica e Alemanha, muitos nativos desses países realizam esse tipo de ação.

Porém, para quem mora em Luxemburgo ou emigrou para lá, não existe essa possibilidade com tanta facilidade. O alto custo dos serviços básicos faz com que as famílias no país apresentem um índice elevado de endividamento, o que interfere diretamente na perda do poder de compra.

Nesse cenário, instituições do país e de toda a Europa já sinalizam possíveis mudanças estruturais em Luxemburgo, de modo a tornar a desigualdade menor.

Continua após a publicidade

Conclusão

Para quem está pensando em emigrar, em busca de melhorar as condições financeiras, ter um trabalho mais rentável ou ter uma qualidade de vida mais elevada, certamente vale a pena procurar por uma das opções que trouxemos.

Porém, é importante avaliar critérios que vão além do PIB, como a situação que se apresenta em Luxemburgo. Apesar de ser o país mais rico do mundo, as condições de moradia não são as mais favoráveis.

Nesse sentido, é essencial analisar a relação entre a qualidade de vida e a renda per capita, para saber qual dos países é o mais adequado para o seu interesse e necessidade.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre o universo financeiro e as melhores oportunidades? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e entre em nosso canal exclusivo do Telegram.

Continua após a Publicidade

  1. IBGE. “Produto Interno Bruto – PIB”. Link.
  2. Wikipédia. “Catar”. Link.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.