Despesas de fim de ano: saiba se preparar financeiramente

O segundo semestre costuma trazer grandes gastos e, sem planejamento, as dívidas podem voltar ou começar a aparecer.

melissa nunes perfil
Melissa Nunes

As despesas de fim de ano costumam trazer grandes gastos para as famílias. Isso porque as férias escolares, junto com as festas de fim de ano, trazem gastos com presentes dos amigos ocultos da família, do trabalho, dos círculos de amizade, bem como viagens e festas.

Todas essas situações fazem com que as despesas de fim de ano sejam, normalmente, bastante altas. Além disso, no início do ano seguinte vêm os gastos com matrículas, material escolar, uniformes, IPTU e IPVA.

Continua após a publicidade

Por isso, sem planejamento, as dívidas podem começar ou voltar a aparecer. E ninguém quer começar o ano acumulando pendências, certo? Então, essa é a hora de rever ou iniciar o seu planejamento financeiro, já que é ele quem vai ajudar a garantir que você possa relaxar e curtir um pouco mais esse momento!

Pra ajudar, veja algumas dicas para que você possa se preparar e controlar melhor as despesas de fim de ano:

Continua após a publicidade

4 dicas sobre como se preparar para as despesas de fim de ano

1. Quite as dívidas

Ok, talvez quitar seja uma palavra muito forte para quem está em uma situação muito ruim. De qualquer forma, lidar com as dívidas é uma prioridade a ser encarada mais cedo ou mais tarde (e essa é uma boa hora para isso).

Em vez de fazer muitas compras de presentes ou planejar uma grande festa de Natal, experimente fazer as contas e se planejar para usar o 13º salário para pagar dívidas que você assumiu nos últimos tempos. Sim, eu sei que é uma tarefa dolorida e que pode levar mais tempo do que você gostaria, mas ela é necessária.

Pendências financeiras nos impedem de destinar nosso dinheiro para outros objetivos, além de não ajudarem a dormir bem à noite, certo? Portanto, aqui vão alguns passos que podem te ajudar no processo de quitar tudo aos poucos:

  • liste todas as suas dívidas em uma tabela como esta, em caderno ou planilha:
Nome da dívidaInstituição devidaTaxa de jurosValor totalValor restante
Cartão de créditoBanco Pan10% ao mêsR$ 345,80R$ 235,80
GeladeiraMagazine Luiza2% ao mêsR$ 900,00R$ 580,00
RoupasRenner1% ao mêsR$ 400,50R$ 240,00
  • ordene as dívidas da mais cara para a mais barata, isto é, a partir daquela que tem a maior taxa de juros;
  • faça um plano para começar a pagar, pense sobre quanto pode pagar por mês e se consegue juntar um pouco mais para fazer uma negociação;
  • planeje de onde virá o dinheiro para pagar, por exemplo: % do salário, décimo terceiro, renda extra, corte de gastos;
  • considere vender algo que não usa ou fazer renda extra durante esse período para quitar mais rápido;
  • explore as possibilidades de negociação em plataformas como Serasa, Meu Acerto e Acordo Certo.

Enquanto isso, não esqueça de evitar novas dívidas e manter tudo em dia, conforme possível. Talvez seja preciso sacrificar algum presente ou viagem de férias, mas nada disso vale mais do que a sua tranquilidade!

Continua após a publicidade


Está endividado? Veja 7 erros para NÃO cometer na hora de renegociar dívidas!


2. Mantenha as festividades dentro do orçamento

Sem dívidas ou com uma graninha sobrando? Oba! Vai dar para aproveitar um pouco mais as festas sem se preocupar tanto com as despesas de fim de ano.

Mesmo assim, vale a pena estabelecer um teto máximo para gastar com as festividades de Natal e Réveillon, sempre se preocupando para não ultrapassar esse valor. Lembre-se: o início do novo ano também traz seus gastos específicos e você precisa estar preparado para eles.

Uma boa ideia é fixar quanto do dinheiro restante você vai poder gastar com presentes e listar as principais pessoas que você quer e precisa presentear. Assim, você saberá exatamente quanto poderá gastar com cada presente.

Se puder, deixe o cartão de crédito em casa! Compre só o que o seu dinheiro permitir, dessa forma, você evita carregar parcelas já para o novo ano! 

Continua após a publicidade

3. Adie a viagem de férias

Viajar é muito bom, certo? Mas também pode ser bastante caro nos meses de férias! Aos que puderem, meu conselho é adiar a diversão para depois do verão, quando acaba a alta temporada.

Se você vai viajar para passar os feriados de fim de ano com a família, explore possibilidades de economizar, desde o meio de transporte mais barato até a acomodação na casa de parentes (só não deixe de ajudar a limpar a bagunça e lavar a louça, tá bem?).

Agora, caso não consiga fugir da alta temporada, tente planejar a viagem para as férias de julho. Por mais que também seja alta temporada, se você começar a se planejar com antecedência, provavelmente conseguirá ótimos descontos!


31 sites e aplicativos primordiais para quem quer viajar barato


4. Cuidado com os gastos por impulso

Esta época também traz um evento muito interessante: a Black Friday. Para muitos, esse dia também está incluído nas despesas de fim de ano.

Continua após a publicidade

Mesmo assim, antes de sair comprando tudo, procure refletir se o gasto em questão realmente faz sentido ou você está apenas se deixando envolver pelo momento e pelas apelações de marketing das lojas. É provável que você encontre muitas ofertas tentadoras e até procure uma desculpa para fazer esse gasto, mas tente ser mais racional nestas horas.

Além disso, na tentativa de fazer Natal e Ano Novo inesquecíveis, muita gente acaba gastando mais do que deveria, seja com presentes para si e outros ou comida em quantidade exagerada. Por isso, fique atento:

  • será que você precisa mesmo de uma roupa nova para as festas ou tem algo bacana no seu guarda-roupa?
  • não esqueça dos gastos extras com passagem e/ou combustível, devido às saídas mais constantes no encerramento do ano e deslocamento para as festas;
  • separe o quanto vai precisar para contribuir com ou até oferecer algum jantar na noite de Natal ou Réveillon, sem medo de repartir custos com familiares e amigos, mas sem exagero.

35 receitas de Natal econômicas para comer divinamente bem sem gastar muito


BÔNUS: outras dicas para diminuir as despesas de fim de ano

  • Utilize embalagens de presentes dos anos anteriores ou prefira embalagens alternativas e possam ser reutilizadas (ou nem embale!), e não tenha vergonha de juntar tudo o que ainda estiver inteiro no fim da festa;
  • nas festas de amigo oculto, sugira que sejam dados presentes simbólicos ou ainda uma dinâmica na qual cada um tem que dar ao amigo oculto alguma coisa que já possui. Não fique sem graça, todos participam de muitos amigos ocultos e também precisam economizar, acredite;
  • se puder, deixe as crianças em casa na hora das compras. Mas, se tiver que levá-las, aproveite esse momento para dar uma boa lição de educação financeira e autocontrole, fale sobre orçamento e levem uma lista para ser seguida à risca;
  • veja o quanto gastou com as despesas de fim de ano e inicie o novo ano com uma poupança mensal para facilitar as coisas no final do próximo ano.
  • se você tem muita dificuldade para juntar grana, pode fortalecer esse hábito através do desafio das 52 semanas para poupar dinheiro! É uma ótima maneira de começar o ano com um novo hábito.

Conclusão

A época de fim de ano normalmente é aquela na qual mais costumamos gastar dinheiro. Empolgados pela conclusão de mais um ciclo e pelas festividades, muitos brasileiros gastam o que têm e até mesmo o que não tem com presentes, comemorações e viagens.

Acontece que em janeiro o volume de despesas também aumenta de maneira considerável, já que é necessário pagar impostos, como IPTU e IPVA, além de gastos com as escolas. Por isso, é fundamental se planejar adequadamente para esse momento tão importante do ano.

Com as dicas deste artigo, você diminui o risco de ficar endividado por todo o próximo ano, além de poder começar uma vida financeira mais saudável daqui em diante.

Para finalizar, a última dica é que, se você ainda não utiliza um app de controle financeiro ou uma planilha, comece hoje mesmo. Com alguma dessas ferramentas, sua transição financeira de um ano para outro será muito mais tranquila e ficará bem melhor aproveitar as festividades sem peso na consciência!

Sugestões de leitura do iDinheiro:

 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.