Conheça algumas opções de empréstimo a se considerar para realizar a sua reforma

Com o passar do tempo, a reforma da casa se torna inevitável. Mas o que fazer quando não se tem o capital necessário? Veja neste artigo como resolver o problema. 

Escrito por Eduarda Fernandes

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


Sugestão iDinheiro

Empréstimo com garantia de imóvel Itaú

Empréstimo com garantia de imóvel Itaú Simular
  • Valores de R$ 30 mil a R$ 3 milhões
  • Não informado
  • De 12 a 240 meses para pagar

Empréstimo com garantia de imóvel banco BV Simular
  • Valores de R$ 40 mil a R$ 1 milhões
  • Não informado
  • De 12 a 240 meses para pagar

Empréstimo com garantia de imóvel Santander Simular
  • Valores de R$ 30 mil a R$ 2 milhões
  • Liberação em até 5 dias
  • De 12 a 240 meses para pagar

A reforma de uma casa é um feito tão importante quanto a própria aquisição do imóvel. Afinal, além de permitir que você transforme o ambiente conforme o seu gosto e estilo pessoal, esse é o momento de corrigir pequenos danos na estrutura que não podem esperar.

No entanto, existem dois fatores que podem minar suas expectativas e provocar bastante estresse durante o processo: a falta de planejamento e de recursos financeiros. Isso porque quando não há um plano de ação bem estruturado, se torna difícil calcular o custo da obra e prever o tempo de conclusão. Logo, você corre o risco de gastar mais do que pretendia.  

Portanto, quando se coloca tudo na ponta do lápis, você consegue, inclusive, considerar a opção de solicitar um empréstimo para reforma. Ter essa possibilidade à disposição quando o orçamento está apertado, torna o processo mais tranquilo.

Quer entender melhor como funciona o empréstimo para reforma? Acompanhe a leitura deste artigo. 

Como funciona o empréstimo para reformar a casa?

O orçamento de uma reforma é um fator que sempre pesa na decisão, independentemente do tamanho do reparo. Então, para conseguir arcar com todos os custos, muitos utilizam o cartão de crédito como aliado. 

No entanto, poucos sabem que a dívida do cartão de crédito, além de ser uma das mais caras, aumenta os riscos de inadimplência. Por esse motivo, não é considerada uma solução viável. Sendo assim, a melhor forma de obter recursos financeiros para melhorar o imóvel é optar pelo empréstimo para reforma.

Diferentemente dos demais tipos de crédito, o empréstimo para reforma possui taxas de juros mais baixas e condições mais flexíveis de modo que facilita o acesso ao crédito. Contudo, como o nome já dá a entender, trata-se de uma modalidade de empréstimo exclusiva para a construção civil ou reforma de imóveis.

Sendo assim, dependendo do tipo de empréstimo solicitado o capital só poderá ser utilizado para adquirir serviços, materiais ou produtos necessários para a realização e conclusão da obra. Nesse caso, é possível obter um crédito suficiente para cobrir até 100% do valor da reforma. 

3 opções de empréstimo para reforma

Empréstimo para reforma

Com uma taxa de juros atrativa, um prazo de pagamento de até 20 anos, o empréstimo com garantia de imóvel do banco Itaú se tornou uma boa opção para aqueles que precisam de crédito mas estão com o nome sujo.

  • Todos os perfis
  • checkmarak Valores das parcelas diminuem a cada mês
  • checkmarak Até 240 meses para quitar o empréstimo
  • checkmarak Taxa de juros atrativa
  • close Valor mínimo de contratação de R$30 mil
  • close Imóvel precisa estar quitado
  • close Necessário ser cliente do Itaú

Juros mensais: A partir de 0,89% a.m.
CET: A empresa não divulga taxa
Observação: O CET inclui tarifas de contrato, por isso é maior que os juros mensais

Valores do empréstimo: De R$ 30.000,00 até R$ 3.000.000,00
Prazo de pagamento: De 12 até 240 meses
Prazo de liberação: A partir de 1 dias
Observação: Após análise de crédito

Leia mais sobre Empréstimo para reforma

Empréstimo com garantia de imóvel banco BV

O Crédito com Imóvel em Garantia do banco BV pode ser contratado por qualquer pessoa física, maior de 21 anos e que possua um imóvel residencial, comercial, ou os dois, quitado.

  • Proprietário de Imóvel
  • checkmarak Até 60% do valor total do imóvel
  • checkmarak Prazo de até 45 dias para o pagamento da primeira parcela
  • checkmarak Até R$ 1 milhão permitido
  • close Idade mínima de 21 anos para contratar
  • close O imóvel precisa valer, no mínimo, R$ 100 mil
  • close Imóvel precisa estar quitado, ser de alvenaria, estar bem conservado e localizado em regiões urbanas

Juros mensais: A partir de 0,99% a.m.
CET: De 0,00 % até 16,02% a.a.

Valores do empréstimo: De R$ 40.000,00 até R$ 1.000.000,00
Prazo de pagamento: De 12 até 240 meses
Prazo de liberação: Não divulgado
Observação: Não precisa de análise de crédito

Leia mais sobre Empréstimo com garantia de imóvel banco BV

Empréstimo com garantia de imóvel Santander

O empréstimo com garantia de imóvel Santander, ou UseCasa, é uma modalidade de crédito oferecida pelo banco voltada para aqueles que querem uma alta quantia de dinheiro para poderem utilizar como desejar e, como pré-requisito, usar um imóvel quitado como garantia da operação. O Apê11 é o seu balcão digital de negócios imobiliários, uma empresa do grupo Santander.

  • Todos os perfis
  • checkmarak Quantias de até 60% do valor do imóvel
  • checkmarak Parcelas fixas, não é preciso se preocupar com IPCA e TR (Taxa Referencial)
  • checkmarak Pode incluir imóvel pessoal ou de terceiros
  • checkmarak É permitido compor renda com mais uma pessoa
  • checkmarak Até 20 anos para pagar
  • close Renda mínima do contratante de R$ 2500
  • close Pode-se incluir o Imposto por Operação Financeira (IOF) e a Tarifa de Avaliação do Imóvel no valor do empréstim
  • close Sujeito a análise de crédito
  • close Só é permitido imóveis com valor de mercado de a partir de R$ 70 mil

Juros mensais: A partir de 0,94% a.m.
CET: 0,00 % a.a.

Valores do empréstimo: De R$ 30.000,00 até R$ 2.000.000,00
Prazo de pagamento: De 12 até 240 meses
Prazo de liberação: De 1 até 5 dias
Observação: Após análise de crédito

Leia mais sobre Empréstimo com garantia de imóvel Santander

O que considerar antes de contratar um empréstimo para reforma 

Mesmo que o empréstimo para reforma ofereça condições mais acessíveis e taxas de juros mais baixas, ainda sim não deixa de ser uma dívida. Por esse motivo, antes de recorrer a essa alternativa é muito importante que você analise bem o objetivo da obra.

Planejamento

Nessa etapa, você deverá considerar suas necessidades ao optar por um reforma, liste todas as mudanças e reparos que você deseja fazer no imóvel. Assim, é possível ter uma visão ampla do projeto e, consequentemente, consegue identificar o que é ou não prioridade. Com tudo bem especificado no papel, é hora de fazer o orçamento.

Orçamento

Ao realizar o orçamento, você pode fazer um levantamento somente dos reparos que não podem ser negligenciados e outro incluindo as mudanças que gostaria de fazer. Baseado nos valores calculados, é possível analisar de forma mais consciente a necessidade de solicitar o empréstimo. 

Nesse caso, é muito importante considerar também os custos do próprio empréstimo. Verifique se o desconto obtido ao efetuar o pagamento dos materiais e serviços com o dinheiro do crédito será maior que os juros pagos em cada parcela. Ao fazer essa análise, é possível minimizar os custos e criar um plano de ação mais eficiente. 

Cuidado para não cair em golpes

Graças a transformação digital é possível solicitar empréstimos diretamente pelo celular com apenas alguns cliques. Embora a modernização dos dispositivos móveis proporciona diversas facilidades para o nosso dia a dia, ela também contribui com a ação de golpistas.

Então, desconfie de propostas de empréstimos com condições muito atraentes, sempre opte por financeira confiáveis e que sejam conhecidas no mercado. Além disso, jamais forneça dados pessoais para terceiros sem antes ter certeza da confiabilidade da instituição. Para garantir a sua segurança, aconselhamos que você solicite os serviços de empresas conhecidas diretamente pelo site oficial ou Central de Atendimentos. 

A Caixa Econômica Federal é um exemplo de empresa conhecida e que oferta essa modalidade de empréstimo para reforma, vale a pena conferir.

Vantagens e desvantagens do empréstimo para reforma

A solicitação de um empréstimo precisa ser feita de forma consciente e bem planejada para evitar frustrações e endividamentos. Então, para te auxiliar nessa jornada, listamos abaixo as principais vantagens e desvantagens do empréstimo para reforma. Confira!

icon

Vantagens

O empréstimo para reforma tem como diferencial a possibilidade de liberar créditos altos que cobrem todo o custo da obra. Tudo isso, com condições de pagamento mais flexíveis e taxas de juros mais baixas. 

Além disso, em casos de poucos recursos, o empréstimo serve como um complemento do orçamento, possibilitado a realização da reforma. É possível também utilizar o crédito obtido para custear os gastos da construção e manter sua reserva para situações de emergência.   
icon

Desvantagens

O empréstimo para reforma se torna um problema quando não há um planejamento bem elaborado, pois os riscos de perder o controle e se tornar um inadimplente são muito altos. E, dependendo da negociação, as taxas de juros a longo prazo pode representar um prejuízo.

Outro ponto negativo do empréstimo, é a limitação do uso. Isso porque essa modalidade de empréstimo só abrange custos relacionados à construção ou reforma do imóvel. Por isso, é muito importante considerar esses pontos para não se comprometer.

Tipos de empréstimo para reforma

Agora que você já sabe a real finalidade do empréstimo para reforma e o que deve ser levado em consideração antes de solicitar o crédito. Veja abaixo, quais são as opções disponíveis de empréstimo para você escolher.  

Empréstimo com garantia de imóvel 

Ao optar pelo empréstimo com garantia de imóvel, você penhora o seu imóvel até o pagamento da dívida. Mantendo todas as parcelas pagas, o imóvel continua sendo seu e o andamento da obra não é afetado. Por apresentar menos risco ao credor, as taxas de juros costumam ser uma das mais baixas e você pode obter um crédito de até 60% do valor do imóvel.

Empréstimo com garantia de veículo 

O empréstimo com garantia de veículo funciona de forma muito similar ao do imóvel. Contudo, ao penhorar o veículo, o valor do crédito tende a ser menor, bem como o prazo para pagamento da dívida que costuma ser de 24 meses. Quanto aos juros, é possível encontrar propostas com taxas equivalentes a 0,99% ao mês.  

Empréstimo Consignado 

Aposentados, pensionistas do INSS e funcionários de empresas privadas, com carteira assinada têm acesso ao empréstimo consignado. Sendo uma das opções com menor taxa de juros, as parcelas são descontadas automaticamente no salário ou benefício do solicitante.

Por esse motivo, é uma das modalidades de empréstimos mais práticas e vantajosas que há no mercado. Para você ter uma ideia, há propostas de empréstimo consignado com taxas a partir de 1,29% ao mês

Financiamento para reforma

O financiamento para reforma é uma modalidade de empréstimo exclusiva para a construção e restauração de um imóvel. Sendo assim, ao optar pelo funcionamento você consegue adquirir todos os materiais de construção necessários para concluir o projeto. Contudo, a compra dos materiais é feita em lojas credenciadas.

Afinal, vale a pena contratar empréstimo para reforma? 

Para decidir se a contratação de um empréstimo para reforma vale a pena é muito importante que você considere a necessidade de realizar a restauração do imóvel tendo em mente a sua real condição financeira no momento. Para facilitar essa análise, a criação de um planejamento é crucial.

Isso porque permite comparar as propostas de empréstimos e te ajuda a escolher a oferta que melhor atende às suas necessidades. Além do mais, por meio de um planejamento, você consegue enxergar outros caminhos, como o corte de gastos, a venda de um bem ou a utilização de uma renda extra, por exemplo. 

Ter esse cuidado antes de se comprometer com uma dúvida é crucial para manter o controle da situação, já que ao dar o seu imóvel como garantia, por exemplo, você assume o risco de perder esse bem caso não consiga cumprir com o compromisso. Então, o que era pra ser uma realização, pode se tornar um pesadelo.

Portanto, precisa realizar uma reforma na sua casa, mas não tem o valor completo? O empréstimo para reforma pode ser uma solução viável desde que você tenha um bom planejamento financeiro. Ao levar em consideração todas as dicas mencionadas neste artigo, vale a pena fazer algumas simulações. 

Gostou deste artigo e quer receber mais dicas sobre empréstimos e finanças? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter. 

Perguntas frequentes sobre empréstimos para reforma

  1. É possível financiar uma reforma?

    Sim. O financiamento de uma reforma é uma modalidade de empréstimo que fornece crédito para arcar com as despesas exclusivas de uma obra. 

  2. Qual banco faz empréstimo para reforma? 

    Instituições como a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Itaú e Santander oferecem linhas de crédito exclusivas para clientes que estão ou pretendem realizar uma reforma no imóvel.

  3. O que é o Construcard?

    O ConstruCard é um serviço disponibilizado pela Caixa Econômica Federal que visa ajudar o cliente que está sem condições financeiras a viabilizar a reforma do imóvel. Portanto, trata-se de um financiamento com foco em construção e reforma.

  4. Como funciona o Construcard?

    O financiamento concedido pela Caixa, ConstruCard, é dividido em duas etapas: utilização e amortização. Ao receber o crédito, o cliente tem um prazo para realizar a compra dos materiais. Após esse período, as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente da conta corrente do cliente.

Referências do artigo
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp