CDB liquidez diária: entenda como funciona e onde encontrar

O CDB liquidez diária é uma alternativa interessante para quem deseja começar a aplicar seu dinheiro. Tem dúvidas? Saiba mais!

melissa nunes perfil
Melissa Nunes

Você precisa investir em uma aplicação financeira que permita saque a qualquer momento? Uma possibilidade é o CDB liquidez diária.

O Certificado de Depósito Bancário faz parte da renda fixa e oferece baixo risco aos investidores. Por isso, é uma alternativa para quem pretende formar uma reserva de emergência.

Continua após a publicidade

Apesar de ser um investimento simples, existem algumas coisas que você precisa saber antes de alocar seu dinheiro nessa modalidade. Então, não deixe de continuar lendo para entender:

  • o que é CDB?
  • o que é liquidez diária?
  • quando vale a pena investir em CDB liquidez diária?
  • o que observar na hora de investir em CDB?
  • onde encontrar CDB liquidez diária?
  • existem outros investimentos com liquidez diária?
  • quais os custos para investir em CDB?
  • quanto rende 1.000 reais em um CDB?

O que é CDB?

CDB é a sigla de Certificado de Depósito Bancário, um título privado emitido por uma instituição financeira. Basicamente, o papel existe para que o banco possa captar dinheiro.

Continua após a publicidade

Por isso, quando você investe em um CDB, está emprestando dinheiro para a instituição financeira. Em troca, recebe o pagamento de juros, conforme combinado no momento da compra do título.

Esse investimento integra a chamada renda fixa. Por isso, é uma aplicação mais conservadora. Ainda assim, é indicada para todos os perfis de investidor, pois pode servir para diversos objetivos.

Esse papel pode ser comprado tanto por pessoas físicas quanto jurídicas e tem a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Quais os tipos de CDB?

Existem três principais tipos de CDB  disponíveis no mercado. Eles são:

1. Prefixado

É aquele em que você sabe quanto vai receber na data de vencimento. É definido por um percentual, que será aplicado até o prazo final. Veja o exemplo real abaixo:

Continua após a publicidade

exemplo de CDB prefixado do Banco Pine
Exemplo de CDB do Banco Pine. Fonte: aplicativo XP Investimentos

Nesse exemplo, se você aplicou R$ 1.000 por 12 meses com uma taxa de 9,5% ao ano, receberá R$ 1.095 no final do período. Se houver o resgate antecipado, é pago o valor proporcional.

Por ter essa característica de deixar tudo definido de forma antecipada, é uma opção melhor para situações em que há projeção da queda da taxa de juros, a Selic.

Assim, mesmo que essa previsão se confirme, você continua ganhando um percentual mais alto. Porém, se a Selic subir, há o risco do seu rendimento ficar abaixo dessa taxa. Esse é o maior risco dos títulos prefixados.

Pós-fixado

Também chamado de pós-DI, é um título em que você conhece apenas o indexador. Basicamente, esse é o indicador que fará a sua remuneração variar ao longo do tempo.

Continua após a publicidade

Como é impossível saber qual será o seu desempenho exatamente, você também não tem certeza do quanto vai ganhar ao final. Apesar disso, é a modalidade mais utilizada nos CDBs de liquidez diária.

O mais comum é que o rendimento desse título esteja atrelado ao Certificado de Depósito Interbancário (CDI). No entanto, também podem ser usadas a taxa básica de juros e a inflação, ou seja, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Geralmente, a rentabilidade do CDB pós-fixado é definida a partir de um percentual do CDI. Como no exemplo abaixo, 145% do CDI.

exemplo de CDB pós-fixado do Pagbank
Exemplo de CDB do Pagbank. Fonte: aplicativo XP Investimentos

Isso significa que, se o CDI render 10% ao ano, você receberá 14,5% de remuneração. Também existem alguns casos em que o rendimento é abaixo do CDI. Porém, esses produtos são menos interessantes, já que o ideal é conseguir uma taxa de, pelo menos, 100% do CDI.

Continua após a publicidade

Híbrido

É uma opção menos comum para o CDB, mas que também pode surgir. Nesse caso, a rentabilidade combina os dois modelos anteriores.

Na prática, existe uma parte prefixada e outra pós-fixada, vinculada a um indexador, que, normalmente, é em relação ao IPCA ou outro índice de inflação. Assim, a grande vantagem desse investimento é a garantia do poder de compra, já que há sempre um ganho real (acima da inflação).

Um exemplo de rentabilidade híbrida do CDB seria IPCA + 4,35% ao ano, como na imagem abaixo.

Screenshot_20210222-192806

Ou seja, nesse caso, você sempre receberá o valor correspondente à inflação e terá 4,35% ao ano de ganho.

Continua após a publicidade

Portanto, nessa modalidade, é possível prever apenas a taxa fixa (ganho real), já que ela não muda com o passar do tempo. Já o índice pode variar para mais ou para menos.

O que é liquidez diária?

liquidez diária é a característica que permite o investidor resgatar o dinheiro aplicado a qualquer momento. Nessa situação, ele recebe os juros proporcionais, sem penalidades.

Aqui, vale a pena destacar que o termo liquidez se refere à facilidade de transformar o título em dinheiro. Em outras palavras, tem a ver com a capacidade de negociar o papel no mercado.

Por sua vez, quando é diária, indica que esse processo pode ser feito a qualquer momento. Assim, o seu dinheiro chega na conta da corretora de valores no prazo de 1 dia útil.

Continua após a publicidade

Até aqui, fica claro que existem várias vantagens no CDB liquidez diária, como:

  • serve para a formação de uma reserva de emergência;
  • permite aproveitar outras oportunidades que surjam com o tempo;
  • ideal para metas de curto prazo ou dinheiro parado na conta;
  • alto nível de segurança, pois é facilmente resgatável.

Você também tem a chance de receber mais do que a poupança, mesmo que o CDB sofra a incidência de imposto de renda sobre o lucro. Um dos motivos para isso é que o rendimento é diário, enquanto a poupança rende apenas uma vez ao mês.

No entanto, também há alguns pontos negativos. Entre os principais estão:

  • dificuldade de encontrar esse título no mercado com boas taxas;
  • rendimento menor do que os títulos de longo prazo (sem liquidez).

Quando vale a pena investir em CDB liquidez diária?

O principal motivo que justifica a alocação nessa aplicação financeira é a necessidade do dinheiro. Se você precisará dele no curto prazo ou tem dúvidas de quando o utilizará, o CDB com liquidez diária é uma boa alternativa.

Afinal, você pode deixar a quantia investida até a data de vencimento e receber o valor total combinado. No entanto, pode resgatar antes do prazo e ter um rendimento proporcional.

Outra situação válida para escolher a liquidez diária em um CDB é quando você quer lucrar com o dinheiro que já está na sua conta-corrente.

Continua após a publicidade

Em vez de deixar na conta digital ou tradicional, você aplica nesse título para garantir algum rendimento. Isso vale mesmo para alguns dias.

O que observar na hora de investir em CDB?

Apesar do CDB com liquidez diária ser uma boa alternativa de investimento, é importante atentar a algumas características do título.

Elas podem estar relacionadas ao papel ou ao emissor. Por exemplo, bancos grandes tendem a pagar menos do que as instituições financeiras menores. Porém, oferecem outras vantagens.

Então, como avaliar o CDB antes de tomar a sua decisão? O recomendado é conferir alguns tópicos relevantes. Os principais são:

Continua após a publicidade

Rentabilidade

Como vimos, a remuneração pode ser prefixada, pós-fixada ou híbrida. A mais comum no CDB é o pós-DI (pós-fixado relacionado ao DI ou CDI). Por isso, tenha em mente que o mais provável é selecionar um papel com o rendimento desse índice.

Aqui, vale a pena observar que o rendimento pós-fixado é mais recomendado para cenários com perspectivas de alta na taxa Selic. Com a confirmação da projeção, você consegue ganhar mais.

Porém, atente a um aspecto importante: procure um título que ofereça, no mínimo, 100% do CDI. Pode ser difícil encontrar essa característica no CDB com liquidez diária, mas existem algumas oportunidades. Elas são interessantes porque o CDI tem um resultado próximo ao da Selic. Portanto, se ela estiver baixa, você terá uma remuneração menor e vice-versa.

Riscos

Por ser um título de renda fixa, o CDB tem poucos riscos e é um dos mais seguros do mercado. Inclusive, ele oferece a proteção do FGC, que assegura o pagamento até R$ 250 mil por banco e por CPF.

Continua após a publicidade

Você também pode investir em vários CDBs de bancos diferentes. Isso porque o FGC tem limitação geral de R$ 1 milhão por CPF. Assim, você alcança uma proteção maior.

O FGC somente é acionado quando o chamado risco de crédito se concretiza. Ou seja, o banco emissor do CDB passa por um processo de falência ou tem dificuldades de honrar o pagamento dos investidores, mas esse não é um cenário comum.

Outro risco existente é o de liquidez. Nesse caso, você tenta fazer o resgate dos valores aplicados, mas não consegue ou só faz esse procedimento abrindo mão de parte da rentabilidade. Porém, isso não acontece nos CDBs de liquidez diária.

Resgate

O saque das quantias alocadas em um CDB liquidez diária pode ser feito a qualquer momento. O prazo para o dinheiro chegar na sua conta é de 1 dia útil. Mas podem existir exceções.

Continua após a publicidade

Algumas instituições financeiras aplicam um prazo de carência. O que significa? Na prática, você só conseguirá fazer o resgate depois de determinado período.

Por exemplo, o CDB tem liquidez diária, mas um prazo de carência de 90 dias. Assim, você poderá fazer o saque a qualquer momento após os 90 dias. Antes disso, deverá manter o dinheiro alocado. Outros investimentos, como a LCI, têm essa característica.

Garantia

A garantia do CDB é o FGC, que já explicamos. Essa é uma forma de proteger o seu patrimônio, mesmo que ele ainda esteja começando a ser formado.

Vale comentar, ainda, que podemos considerar o próprio banco emissor do título como uma forma de garantia. Assim, quanto maior o banco, mais seguro é o investimento. Ao mesmo tempo, quanto mais seguro, menor é a rentabilidade oferecida pelo título.

Continua após a publicidade

Por isso, na hora de escolher, é válido avaliar as opções e decidir pelo meio termo: nem um banco tão grande (como os tradicionais) e nem um banco tão pequeno. Desse jeito, você consegue uma rentabilidade interessante sem descuidar da segurança.

Onde encontrar CDB liquidez diária?

Você leu até aqui, achou interessante e agora quer saber qual é o melhor CDB com liquidez diária, certo? Mas saiba que essa resposta pode variar.

Ela depende, basicamente, das condições impostas pela instituição financeira e também das ofertas disponíveis no momento.

Por isso, a seguir, listamos algumas das alternativas mais interessantes para você encontrar o título que deseja. Vamos conferir?

Continua após a publicidade

CDB liquidez diária Banco Inter

Emissor:Banco Inter
Investimento mínimo:R$ 100
Carência:Não há
Rentabilidade:100% do CDI

CDB liquidez diária RCI

Emissor:Banco RCI
Investimento mínimo:R$ 50
Carência:Não há
Rentabilidade:112% do CDI

CDB liquidez diária Daycoval

Emissor:Banco Daycoval
Investimento mínimo:R$ 500
Carência:Não há
Rentabilidade:106% do CDI

CDB liquidez diária Easynvest

Emissor:Banco Máxima
Investimento mínimo:R$ 1.000
Carência:Não há
Rentabilidade:100% do CDI

CDB liquidez diária Itaú

Emissor:Banco Itaú
Investimento mínimo:R$ 100
Carência:Não há
Rentabilidade:100% do CDI

CDB liquidez diária Sofisa Direto

Emissor:Sofisa Direto
Investimento mínimo:R$ 1
Carência:Não há
Rentabilidade:até 115% do CDI

CDB liquidez diária BTG Pactual Digital

Emissor:Banco BTG Pactual
Investimento mínimo:R$ 100
Carência:Não há
Rentabilidade:104% do CDI

CDB liquidez diária PagBank

Emissor:PagBank
Investimento mínimo:R$ 1
Carência:1 dia
Rentabilidade:200% do CDI

Como você pode ver, existem boas opções no mercado, com variáveis expressivas quanto à rentabilidade e à aplicação mínima.

Você pode escolher aquele que combina mais com sua capacidade de investimento ou aquele que é de mais fácil acesso para você. Por exemplo, se você já tem conta em algum desses bancos, talvez não valha a pena abrir em outro só para aproveitar uma rentabilidade um pouco maior.

Procure sempre fazer a conta de acordo com o valor do CDI, como:

  • CDI = 1,9% ao ano;
  • CDB que rende 100% do CDI = 1,9% ao ano;
  • CDB que rende 110% do CDI = 1,9 + 10% = 2,09% ao ano.

Assim, você vê que 10% a mais pode não significar muita coisa, especialmente quando a taxa de juros é bastante baixa.

Existem outros investimentos com liquidez diária?

Sim, há várias opções de aplicações financeiras que oferecem a possibilidade de resgate a qualquer momento.

Continua após a publicidade

Entre as principais, estão:

  • ações de empresas: é um investimento da renda variável e que é mais arriscado. Por outro lado, tem alta liquidez. O prazo médio para receber a quantia é de 3 dias úteis;
  • Tesouro Direto: é a aplicação financeira mais conservadora do mercado. São títulos públicos, ou seja, são emitidos pela União. Apesar de todas as modalidades terem liquidez diária, é possível haver perdas no caso de resgate antecipado. A única modalidade em que praticamente nunca há prejuízos é o Tesouro Selic;
  • fundos de investimentos: alguns oferecem a possibilidade de resgate a qualquer momento. Um exemplo é o fundo DI, que é conservador e aloca o capital em ativos de baixo risco;
  • Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e Imobiliário (LCI): alguns podem oferecer liquidez diária após o prazo mínimo de carência obrigatório, que é de três meses;
  • rendimento de contas-corrente: algumas contas digitais de bancos tradicionais ou fintechs oferecem rentabilidade. A liquidez é diária, mesmo com a alocação automática em ativos da renda fixa.

Quais os custos para investir em CDB?

O CDB pós-DI, prefixado ou híbrido sofre cobrança de Imposto de Renda, mesmo no CDB liquidez diária. Por isso, é preciso considerar o recolhimento desse valor, sempre aplicável apenas sobre o lucro.

Nesse caso, a alíquota tende a ser mais alta, já que o CDB de liquidez diária tem foco no curto prazo. Veja a tabela regressiva do IR:

tabela regressiva do imposto de renda
Tabela regressiva do imposto de renda

Além disso, se você fizer o resgate antes do período de 30 dias, sofrerá a cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que é zerado após o primeiro mês.

Por fim, a corretora de valores pode cobrar taxas de administração e custódia, embora isso seja bastante incomum hoje em dia.

Continua após a publicidade

Quanto rende 1.000 reais em um CDB?

Para fazer essa contagem, você pode usar a calculadora de juros compostos do iDinheiro. Nela, é possível fazer diferentes simulações. A seguir, executamos algumas para você ver a diferença.

A primeira tem valor inicial de R$ 1.000, sem aplicações mensais, taxa de juros anual de 2% e prazo de 12 meses. Nesse caso, o juro obtido equivale a R$ 19,93. O total é de R$ 1.019,93.

Se ficarem as mesmas condições, mas houver uma aplicação mensal de R$ 100, o total investido passa para R$ 2.200. Com isso, os juros já aumentam para R$ 30,91. Assim, o saque chega a R$ 2.230,91.

Caso a taxa de juros seja aumentada para 4% ao ano, sem aplicação de valor mensal e prazo de 12 meses, o total de R$ 1.000 investido gera R$ 39,92 de juros. Com isso, o resgate é de R$ 1.039,92.

Continua após a publicidade

Nas mesmas condições, mas com aplicação mensal de R$ 100, o total investido passa para R$ 2.200 e os juros chegam a R$ 61,76. Desse modo, o total resgatado passa para R$ 2.261,76.

Se passar para o prazo de 24 meses, o total investido já atinge R$ 3.400 e o total de juros alcança R$ 173,99. Desse modo, o resgate é de R$ 3.573,99.

Percebe o que acontece? Com um CDB de liquidez diária ou não, o que interessa para rentabilidade são os juros e o prazo de aplicação.

É a mágica dos juros compostos. Portanto, o ideal é aplicar cada vez mais e pelo máximo de tempo possível. Dessa maneira, o resultado é melhor.

Continua após a publicidade

Conclusão

Por todos esses motivos, vale a pena investir em CDB, inclusive os de liquidez diária. É uma oportunidade para você formar sua reserva de emergência e deixar de se preocupar com o futuro.

Ao mesmo tempo, é um investimento seguro, que permite começar a construir seu patrimônio. Esse é o primeiro passo. É só começar!

Então, aproveite, siga as dicas do texto e confira as opções disponíveis de CDB liquidez diária. Existem várias alternativas, basta analisar aquela mais adequada ao seu perfil.

Achou interessante e quer continuar se atualizando sobre o mercado financeiro? Assine a newsletter e ative as notificações push do iDinheiro para receber as informações.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.