Estudo do Serasa mostra que 63% acreditam na importância do crédito na retomada da economia

Para 63% dos brasileiros, é clara a importância do crédito na retomada econômica, mesmo com […]

LilianCH
Lilian Calmon

Para 63% dos brasileiros, é clara a importância do crédito na retomada econômica, mesmo com a percepção de que as taxas estão mais altas no momento. Essa é uma das constatações do estudo da Serasa, em parceria com a Opinion Box, intitulado “O papel do crédito em um momento de retomada”.

O levantamento também mostrou que 79% dos entrevistados utilizaram algum tipo de crédito durante a pandemia. O cartão de crédito foi a fonte mais utilizada por 62% deles para comprar, principalmente, itens essenciais como higiene pessoal e alimentos.

Continua após a publicidade

Ao todo, foram ouvidas 2.068 pessoas em todas as regiões do país entre 22 de junho e 2 de julho de 2021. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%. 

Crédito na retomada da economia ainda visa compra de itens essenciais e pagamento de dívidas

Na retomada econômica, o crédito ainda visa a compra de itens essenciais e o pagamento de dívidas. O cartão de crédito continua a ser a fonte mais procurada de recursos, sendo buscado, principalmente, em bancos tradicionais e digitais.

De acordo com a gerente da Serasa, Amanda Rapouzo, o estudo reforça a tendência de que o brasileiro precisará de crédito para recomeçar. E, com tantas opções no mercado, a dúvida será escolher a melhor alternativa. 

“Acreditamos que uma vida financeira saudável só é possível se você for capaz de identificar a melhor alternativa para o seu caso.”, aponta.

Meios digitais têm sido a principal fonte de informação sobre crédito 

O estudo também mostra que, com o aumento expressivo do tráfego de internet no país no último ano, sites, aplicativos, serviços de busca e redes sociais têm sido a principal fonte de informação sobre crédito.

Para ter uma ideia, 37% das pessoas que tiveram crédito recusado em alguma instituição viram os bancos digitais como uma alternativa para acesso ao recurso. Além disso, 6 em cada 10 consideram que as plataformas digitais têm melhores condições de pagamentos e facilidade de busca. 

Em relação à concessão de crédito, outro ponto de atenção é a equidade de gênero. Enquanto quase metade dos homens (48%) tem o limite do cartão de crédito superior a R$3,6 mil, apenas 41% das mulheres estão nessa categoria.

Segundo a gerente da Serasa, isso pode ser reflexo da disparidade salarial e da desigualdade entre homens e mulheres ainda existentes no país.

Aproveite e leia também: “Ação de renegociação de dívidas do Serasa Limpa Nome já concedeu mais de R$ 683 milhões em descontos”.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre a retomada econômica? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

icon compare os cartões lado a lado Está em dúvida sobre qual é o melhor cartão para você? Que tal ver os cartões lado a lado?

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.