Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Controle de gastos pessoais: 5 dicas para não perder dinheiro

Ninguém quer perder dinheiro! Então, está na hora de você ter um controle de gastos pessoais para manter a sua vida financeira saudável.

Victor Leitao
Victor Leitão Editor Chefe

O controle de gastos pessoais deveria ser feito por todos, e não apenas uma vez, mas ao longo de todo o ano.

Você ficaria surpreso com a quantidade de despesas supérfluas e coisas que poderiam ser cortadas sem qualquer tipo de prejuízo! Isso ocorre porque não temos uma visão geral do nosso dinheiro e, assim, acabamos sendo influenciados por vendedores ou ocasiões.

Continua após a publicidade

Planejar as suas finanças e controlar os gastos, por outro lado, ajudará você a economizar. Com a quantia que sobrar do seu rendimento mensal, você pode aplicar inicialmente em títulos do Tesouro Direto ou outros investimentos de baixo risco, como é o caso dos produtos de renda fixa.

Então, quer aprender a ter um controle de gastos e não perder dinheiro? Continue lendo nosso artigo!

Continua após a publicidade

Aprenda a ter um controle de gastos pessoais com 5 dicas

 1. Crie uma rotina de planejamento e controle

Planilhas e aplicativos podem te ajudar no seu controle financeiro. No caso, eu indico um app de gerenciamento financeiro pessoal, pois é muito mais fácil e interativo.

Entendo que algumas pessoas ainda prefiram fazer manualmente, como anotar em cadernos e em planilhas do Excel, mas esses sistemas de controle financeiro são uma mão na roda! Com as todas as funcionalidades oferecidas, fica bem mais simples gerenciar o orçamento pessoal e saber exatamente para onde o seu dinheiro está indo.

É importante você criar uma rotina de sempre anotar seus gastos e receitas, de preferência diariamente. Deixe a preguiça de lado! Afinal, você não quer perder dinheiro, não é mesmo?


Não consegue guardar um centavo sequer? Aprenda como juntar dinheiro rápido, fácil e até mesmo ganhando pouco

Continua após a publicidade


2. Organize os seus rendimentos e pagamentos

Primeiro de tudo, você precisa organizar seus rendimentos mensais. Principalmente se você não recebe dinheiro de uma única fonte. Você pode ter seu trabalho e fazer freelancer também, por exemplo.

Com todos os rendimentos sob seu controle, ficará mais fácil controlar os gastos mensais fixos e variáveis. Para isso, é importante você ter disciplina e sempre registrar suas despesas e receitas (como eu disse anteriormente) para não se esquecer de nada.

E, claro, consulte periodicamente todos os débitos lançados em sua conta corrente.

Se achar necessário, você pode guardar as notas fiscais por um tempo determinado, caso surjam dúvidas futuras.

3. Categorize os seus gastos

Uma forma simples de identificar como o seu dinheiro tem sido gasto é categorizando as despesas. Isso permite identificar quanto, por mês, você gasta com alimentação, lazer, moradia, estudos, transporte, viagens, etc. e, assim, encontrar pontos em que pode economizar.

Continua após a publicidade

Em alguns apps de controle financeiro, é possível estipular um valor que você deseja gastar por mês em cada categoria de despesa. Por exemplo: suponha que este mês você queira gastar no máximo 400 reais com alimentação. Então, basta você criar orçamento no app e, quando estiver perto de atingir esse valor, ele te avisará. Desse modo, você economizar com mais consciência e eficiência.

Normalmente, a categoria de lazer é a que tem mais despesas e, ao mesmo tempo, é sempre a primeira que podemos reduzir.

No item de moradia, as contas de consumo podem ser cortadas com o uso consciente da energia elétrica, água e telefone, por exemplo.

4. Defina suas metas e objetivos

O que te impede de realizar suas metas e objetivos financeiros? Falta de tempo? Falta de dinheiro? Ou seria apenas preguiça?

Continua após a publicidade

Sempre falamos “eu queria tanto viajar ou fazer outras atividades de lazer, mas não tenho dinheiro”. Isso precisa mudar! Você tem que se comprometer a definir e buscar alcançar metas e objetivos para a grana que ganha com tanto suor. Dessa maneira, ficará mais fácil se sentir determinado a juntar dinheiro para um bem maior.

Qual meta e objetivo você quer realizar? Comprar um carro? Realizar seu casamento? Viajar para a Europa? Seja qual for, nada é impossível com determinação e controle de gastos.

Alguns aplicativos possuem a funcionalidade de planejamento financeiro que te permite criar várias metas que você deseja cumprir, como, por exemplo: você quer muito assistir a Copa do Mundo de Futebol de 2022 no Catar, então, quanto precisa juntar por mês para conseguir cumprir este objetivo?

Primeiro, claro, você fará uma pesquisa e determinará qual será o valor total de viagem. A partir daí, você aplica esse valor no objetivo criado e o app te mostrará quanto por mês você precisará economizar até 2022 (você estabelece a data final, de acordo com o que você pretende alcançar).

Continua após a publicidade

É importante você estar ciente de que todo objetivo a longo prazo necessita de metas a médio e curto prazo para que você consiga atingir o objetivo final. E isso é ótimo, pois ao ver que está alcançando as metas menores, você fica bem mais motivado para lograr êxito no objetivo completo.

Por outro lado, caso não esteja atingindo as metas, você também pode fazer ajustes para passar a alcançá-las e, consequentemente, seu objetivo. 

5. Reveja seus hábitos

Depois de categorizar, definir metas e objetivos e revisar seus gastos, agora é hora de rever seus hábitos com esse fluxo de controle de gastos pessoal.

Você perceberá que o seu controle financeiro pessoal lhe ajudará a entender melhor como você usa o seu dinheiro durante o mês. Com isso, será menos complexo identificar alguns hábitos que podem prejudicar a sua saúde financeira, como os gastos supérfluos nos momentos de lazer.

Continua após a publicidade

Dessa forma, nas próximas compras, você entenderá melhor o quanto do valor da compra reflete no seu orçamento mensal para decidir se, de fato, comprará ou não.

Vale a pena fazer controle de gastos?

Ninguém gosta nem quer perder dinheiro, não é mesmo? Por isso, é fundamental você aprender a controlar seus gastos pessoais.

No decorrer do artigo, você aprendeu 5 dicas incríveis de como organizar seu orçamento e manter sua vida financeira saudável.

Lembre-se de cortar os gastos supérfluos e foco nas suas metas e objetivos. Assim, ficará mais fácil economizar. Como eu já disse, um app de controle financeiro pessoal ou até mesmo uma planilha pode te ajudar nesta jornada. Com algumas funcionalidades maravilhosas presentes nessas ferramentas, você consegue saber exatamente o que está acontecendo com o seu dinheiro.

Então, se você ainda não realiza um controle de gastos, comece agora mesmo sua jornada rumo ao sucesso financeiro!

Sugestões de leitura do iDinheiro:

Continua após a Publicidade

2 comentários

  1. Heraldo Mahequetcha

    Adorei as dicais… vou levar sempre em consideracao e por la em pratica. Obrigado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.