Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Fiagro: vale a pena investir?

Conheça essa nova categoria de investimento, suas características e benefícios.

victor-barreto
Victor Barreto Especialista em Investimentos

O setor agroindustrial brasileiro é um dos nossos pontos mais fortes perante o mundo. O que antes era difícil e custoso de investir, com o avanço do mercado de capitais, se tornou mais acessível e fácil. Entenda se essa classe de investimentos é interessante ou não para sua carteira de investimentos!

O que é um FIAGRO e porque ele foi criado

O FIAGRO é um Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais que se parece com o famoso FII (Fundo de Investimento Imobiliário), já conhecido por muitos investidores. Um FIAGRO tem como objeto de investimento: imóveis, sociedades e/ou títulos emitidos por empresas que fazem parte do agronegócio, enquanto os FIIs são investimentos atrelados exclusivamente ao setor imobiliário.

Continua após a publicidade

A criação do FIAGRO é mais um instrumento para financiar a produção agropecuária, trazendo tanto investidores individuais como investidores institucionais para esse mercado. O agronegócio é um dos principais catalisadores do nosso PIB, ocupando posição de destaque dentre os setores produtivos, conforme o gráfico abaixo. Em números, ele representou 26,6% do PIB brasileiro em 2020.

PIB do agronegócio

A criação do FIAGRO vem em um momento de mercado muito importante, uma vez que a demanda por produtos do agronegócio deve continuar alta nas próximas décadas, considerando o crescimento da população mundial. Dessa forma, novos produtos e estratégias estão sendo criados para preencher um espaço que existe entre o acesso dos produtores do agronegócio ao mercado de capitais.

Continua após a publicidade

Quais são seus benefícios?

O FIAGRO, por ter definição similar ao FII, consegue ter benefícios semelhantes, tais como:

  • Recebimento de renda recorrente, vinda do agronegócio;
  • benefício fiscal: isenção de IR sobre os rendimentos distribuídos para pessoa física;
  • ticket mínimo baixo, trazendo mais acessibilidade e liquidez;
  • liquidez, uma vez que é negociado na B3 (ambiente de bolsa);
  • gestão profissional: tais fundos são geridos por grandes players do mercado, com experiência na área, o que facilita bastante o processo de investimento.

Além do fato de que, ao investir em um FIAGRO, você conta com a diversificação. Isso ocorre pois existem vários tipos de estruturas em diversos ativos e empresas, permitindo que o pequeno investidor dilua o seu risco. Iremos discutir quais são os principais tipos de FIAGRO logo abaixo.

Quais os principais tipos de FIAGRO?

O mercado ainda é muito incipiente, ou seja, novo. Isso faz com que a gama de produtos ainda não seja tão elevada quanto gostaríamos, entretanto, os produtos atuais oferecem uma boa diversificação.

Alguns produtos que podem ser investidos pelo FIAGRO já são de conhecimento do investidor, tais como: CRA, LCA, CRI, Debêntures, desde que todos estejam ligados diretamente ao agronegócio. Ainda assim, é possível observar que já existem movimentações de fundos que tem o objetivo de adquirir propriedades rurais para posterior venda ou aluguel e,, a partir disso, gerar ganho de capital na venda ou rendimentos através dos aluguéis.

Entendida a dinâmica de produtos que podem fazer parte da estratégia de um FIAGRO, vamos às classificações mais técnicas:

Continua após a publicidade

1. FIAGRO Direitos Creditórios:

Basicamente é um FIAGRO que compra direitos creditórios relacionados ao negócio rural. Sabemos que a produção rural é sazonal em alguns aspectos, portanto, o caixa pode ser impactado para produções futuras. O FIAGRO compra esses direitos do produtor e, em seguida, oferece aos investidores à uma taxa de retorno específica.

2. FIAGRO Imobiliário:

O FIAGRO imobiliário é o mais simples de entender. Conforme comentado, visa a compra de imóveis rurais para venda ou aluguel, e, a partir disso, distribuir os rendimentos para seus cotistas.

3. FIAGRO Participações:

É uma espécie de empresa que investe em outras empresas/sociedades, vinculadas diretamente ao agronegócio. Ele pode comprar ações, debêntures de companhias abertas ou fechadas. É uma boa possibilidade de acessar grandes empresas, sejam elas negociadas em bolsa ou não, com baixo volume financeiro.

Pontos para você monitorar

O FIAGRO é um investimento de renda variável. Por mais que invista em terras agrícolas, que historicamente são rentáveis, existe o risco embutido nas operações.

Continua após a publicidade

“Quem compra terra não erra”. Já ouviu falar desse ditado? Pois é. Sabemos que os imóveis têm uma característica peculiar de serem reajustados pela inflação ao longo do tempo, além de, claro, sofrerem valorização por conta de vários outros fatores, e a urbanização é um deles.

Entretanto, o agronegócio é cíclico e depende de um fator que sempre nos incomodou: a moeda. Falando do primeiro ponto, vamos exemplificar um FIAGRO que investe em imóveis:

Imagine que uma propriedade está arrendada para uma determinada empresa que produz apenas um tipo de produto, e esse produto é plantado apenas 1/3 (um terço) do ano. Você, como cotista desse FIAGRO, pode ser prejudicado nos seus recebimentos, uma vez que o produtor pode não ter recursos suficientes para custear a propriedade nos outros 2/3 (dois terços) do ano.

Em relação ao segundo tópico, o dólar influencia fortemente nossa economia. Como a moeda é volátil, podem existir momentos em que a desvalorização da mesma afete os investidores. É de conhecimento geral que a valorização da moeda ajude o agronegócio, mais precisamente as exportações, entretanto, não podemos confiar cegamente em um FIAGRO que esteja 100% atrelado a isso.

Continua após a publicidade

Acho que com esses dois pontos você entendeu a necessidade de diversificar, mesmo dentro da classe de FIAGRO, certo?

Vale a pena investir em FIAGRO?

A resposta é: depende. Depende do seu perfil de investidor, dos seus objetivos de vida e também do seu horizonte de tempo.

O FIAGRO oferece uma boa diversificação, além de uma rentabilidade interessante em momentos de maior estresse no mercado. Todavia, por ser um investimento de renda variável, suas cotas oscilam diariamente.

Essa classe não possui o mesmo risco que uma ação, dessa forma, possibilita uma entrada mais suave no mercado de renda variável para o investidor iniciante.

Continua após a publicidade

Veja um exemplo de como o FIAGRO pode diversificar sua carteira de investimentos, além de proteger ela em cenários adversos:

alocação carteira de cri de FIAGRO

Como você pode ver, esse FIAGRO tem 88% dos ativos atrelados ao IPCA, o que garante uma proteção em momentos inflacionários. Além disso, uma posição de 9,8% atrelado ao CDI, garantindo proteção em momentos de subida da SELIC.

Existem outros tipos de FIAGRO, conforme explicado, porém, quis mostrar esse exemplo para explicar que a renda fixa não é só o CDB do seu banco. Existem formas diretas e indiretas de se expor nessa classe e um FIAGRO pode te ajudar nisso.

Como investir em FIAGRO?

Se você quiser investir em FIAGRO, basta abrir conta em uma corretora de valores e operar através do Home Broker, que é a plataforma de negociação.

Para facilitar o processo, aqui vão algumas dicas:

  1. defina seu perfil de investidor;
  2. defina seus objetivos, com preço e prazo para cada um deles;
  3. monte primeiro a estratégia macro da sua carteira: qual o percentual você quer ter de cada tipo de ativo (ex.: 20% renda variável, 30% multimercado, 50% renda fixa);
  4. em seguida, estude as estratégias de forma fracionada (ex.: dos 20% de renda variável, quais papéis irei comprar? Quais FIIs? E assim sucessivamente para as outras classes);
  5. busque ajuda de um profissional independente. O mercado possui muitos conflitos de interesse hoje e uma consultoria independente é o melhor modelo, uma vez que não recebe comissões sobre produtos, portanto, os interesses do consultor que te atende estarão 100% alinhados aos seus.

Conclusão

O investimento em FIAGRO oferece boa diversificação, proteção e também rentabilidade ao investidor. Essa classe de ativos só veio para somar no mercado de capitais, contudo, precisa de paciência para ser investida e principalmente, estar alinhada com o investidor e seu momento de vida.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.