Veja como comprar com CNPJ, entenda as regras e saiba quais as vantagens!

Entenda como comprar com CNPJ, as diferenças dessa forma de transação e se ela traz ou não vantagens para a empresa.

12669432_1218137561529803_7092902009906739723_n
Thainá Cunha

Comprar com CNPJ pode gerar economia para o seu negócio e ajudá-lo a crescer em um ritmo ainda mais acelerado. 

Ter um cadastro de pessoa jurídica é muito importante para quem empreende e pretende escalar seus negócios, uma vez que essa inscrição permite regularizar a situação da empresa, o que abre portas para o crescimento do negócio.

Continua após a publicidade

Entretanto, muito ainda é questionado sobre o que essa possibilidade realmente permite, quem pode usufruir dela e como.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo para auxiliar novos empreendedores sobre a importância de como comprar com CNPJ de maneira simples e descomplicada.

Continua após a publicidade

Como funciona a compra com CNPJ?

Para comprar com CNPJ é preciso que, em primeiro lugar, a empresa esteja devidamente regularizada, com sua inscrição e devidos impostos em dia. 

A possibilidade de realizar compras como pessoa jurídica é independente do tamanho da empresa, ou seja, mesmo os microempreendedores individuais (MEIs) podem comprar dessa forma. 

Muitas empresas, antes de vender para outras, consultam o Cadastro Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) a fim de verificar quais as atividades da empresa. 

Por isso, é importante se ater à compra de itens, com o CNPJ da empresa, apenas àqueles que farão parte de sua infraestrutura (como, por exemplo, mobiliário de escritório) e os que fazem parte da área de atuação do negócio e serão revendidos. 

Continua após a publicidade

Isso acontece porque, para cada tipo de mercadoria recaem impostos e tributos diferentes, o que é justamente aquilo que leva pessoas a comprarem itens em desacordo com sua inscrição. 

Por exemplo, se o CNAE de uma empresa delimita que ela pode vender objetos do tipo A, sobre esse objeto recai uma alíquota x. No entanto, o que o negócio realmente gostaria seria de vender mercadorias do tipo B, os tributos e impostos para ele são 3x. 

Diante disso, muitas pessoas tentam burlar a regulamentação e declarar que estão comercializando produtos mais baratos, quando, na verdade, comercializam os mais caros, sem pagar os devidos impostos. 

Isso é uma contravenção e pode trazer diversos prejuízos, inclusive a suspensão definitiva do CNPJ. 

Continua após a publicidade

Seguindo as regras, entretanto, comprar no CNPJ pode trazer benefícios sem os riscos, tanto para compras no atacado quanto no varejo. 

Como comprar com CNPJ no atacado?

Normalmente, para comprar com CNPJ, as empresas pedem que seja realizado um cadastro com as principais informações de cobrança relacionadas à empresa. 

Isso ajuda a realizar a já mencionada pesquisa no CNAE, mas também dá acesso às informações da empresa nos órgãos de proteção ao crédito. 

Empresas que vendem para outros negócios no atacado dão ainda mais valor a essas verificações, uma vez que suas transações são normalmente em torno de valores maiores. 

Continua após a publicidade

Então, para comprar com CNPJ no atacado é preciso que, em primeiro lugar, a empresa esteja regularizada e apareça como uma boa pagadora no mercado. 

Uma vez que tudo esteja de acordo com as regulamentações, fica fácil comprar no atacado com CNPJ, basta encontrar o fornecedor certo. 

Por realizarem transações que envolvem grandes quantidades de produtos, as empresas conseguem grandes descontos em compras no atacado. 

As opções de pagamento, normalmente, são as mesmas oferecidas à pessoas físicas, como boleto, cartão de crédito, dinheiro e outros. 

Continua após a publicidade

Comprar no atacado pode ser uma excelente estratégia para vender produtos mais baratos ao consumidor final e, assim, atrair ainda mais clientes para o negócio. 

Lembrando que sempre se deve comprar com nota fiscal a fim de ter o controle das mercadorias compradas e poder prestar contas, se necessário, com as notas de entrada e saída de todos os itens. 

Como comprar com CNPJ no varejo?

O processo de comprar com CNPJ no varejo é muito similar ao que acontece nas compras no atacado e foi descrito acima. 

As empresas que vendem para outras pessoas jurídicas, seja no atacado ou varejo, solicitam um cadastro a fim de verificar se podem confiar nesse negócio para realizar novas transações. 

Continua após a publicidade

Os descontos em itens no varejo são geralmente bem menores do que aqueles que são possíveis de alcançar com compras no atacado. 

No entanto, os descontos ainda existem e podem ser utilizados, por exemplo, nos móveis e computadores para o escritório da empresa, a fim de a profissionalizar ainda mais. 

Como é a compra direta com fornecedores?

Uma das possibilidades de comprar com CNPJ, é a de conseguir negociar diretamente com fornecedores dos produtos para o seu negócio. Isso permite poder de barganha, já que a comunicação é direta com a fonte, sem intermediários. 

Além disso, a mercadoria que sai da prateleira do fornecedor para o negócio que a venderá para o consumidor final percorre um caminho muito menor que aquelas adquiridas em revendedores. 

Continua após a publicidade

Ainda, os tributos acumulados, além de outras taxas, como os juros e lucro do vendedor sejam muito menores, fazendo a mercadoria sair com menor preço para o consumidor final.

Para comprar direto com fornecedores, é preciso fazer uma pesquisa a fim de escolher os melhores preços e condições de pagamento. 

O ideal é que se tenha mais de um fornecedor de confiança para o mesmo produto, para que, na falta de um, já se tenha uma segunda opção preparada. 

Após pesquisar e encontrar um bom fornecedor que venda para pessoas jurídicas, a compra é realizada normalmente, com pagamento podendo ser, normalmente, em dinheiro, cartão de crédito ou boleto.  

Continua após a publicidade

Como comprar com CNPJ MEI?

A possibilidade de comprar com CNPJ inclui aqueles que são MEIs, que também podem aproveitar essa que é uma das vantagens desse cadastro. 

Como MEI, é possível utilizar o CNPJ para realizar compras no atacado ou no varejo, com preços bem mais em conta do que em revendedores. 

No entanto, é preciso respeitar o limite de faturamento anual do MEI também quando se diz respeito às compras. 

Por lei, para continuar enquadrado no Simples Nacional, o MEI não pode ter um faturamento anual que ultrapasse os R$81 mil. 

Continua após a publicidade

Em relação às compras feitas com o CNPJ, o valor total não pode ultrapassar 80% do total permitido para faturamento do MEI. 

Ou seja, se o MEI teve faturamento de R$80 mil no ano, as compras com o CNPJ não podem ter ultrapassado 80% desse valor, que seria R$64 mil. 

Caso os valores máximos sejam ultrapassados, é preciso realizar o desenquadramento do MEI para outro tipo de regime fiscal, que pode ser decidido junto ao seu contador. 

O que dá para comprar com CNPJ?

A empresa pode comprar no CNPJ todos os tipos de produtos que estão relacionados a sua área de atividade, como por exemplo os produtos que vende em seu estabelecimento. 

Continua após a publicidade

É possível comprar também, com preços especiais, materiais de escritório para ajudar na profissionalização do seu espaço de trabalho. 

Isso envolve computadores, cadeiras, mesas e tudo mais que possa ser necessário para realizar as atividades rotineiras da empresa. 

Até mesmo sistemas de gestão financeira, que ajudam muito na administração do negócio, são geralmente vendidos por meio de um CNPJ. 

É possível comprar carro com CNPJ?

Sim, até carros é possível comprar com CNPJ, mas as revendedoras de veículos e concessionárias realizam uma análise antes da venda, da mesma forma que acontece quando a venda é para pessoas físicas. 

Continua após a publicidade

No entanto, um carro, a depender da marca e tipo do veículo, pode sair até 30% mais barato quando a compra é feita com o CNPJ. 

Isso acontece porque, nesse caso, o comprador fica livre de impostos como o IPI e o ICMS, que encarecem bastante o preço dos veículos. 

Porque comprar com CNPJ é mais barato?

Ao comprar com o CNPJ, a empresa tem acesso a produtos com uma carga tributária menor, o que permite que ele pague menos por esses itens. 

Além disso, é possível também comprar direto com fornecedores que vendem apenas para pessoas jurídicas e, dessa forma, não se paga o preço do lucro e taxas acumulados pelo revendedor intermediário. 

Continua após a publicidade

A possibilidade de comprar no atacado, principalmente de fornecedores, é ainda melhor porque permite que os vendedores deem descontos ainda mais expressivos para seus clientes. 

Vale a pena mesmo?

Comprar com CNPJ vale a pena principalmente para quem trabalha com a revenda de produtos, já que, como vimos, é possível conseguir grandes descontos nos valores das mercadorias quando se compra dessa forma. 

Além disso, há vários descontos de tributos e impostos, como o que acontece na compra de um veículo pelo CNPJ, por exemplo, que tornam ainda mais vantajoso esse modo de negócio. 

No entanto, é preciso ter cuidado para se manter dentro das regulamentações, a fim de que comprar com o CNPJ não traga problemas como multas ou até mesmo a suspensão da empresa. 

Continua após a publicidade

Um desses cuidados é manter suas compras dentro daquilo que é justificável de acordo com o CNAE da empresa, a fim de que não sejam levantadas suspeitas de fraude e evasão fiscal. 

Para quem é MEI, o cuidado deve ser redobrado, uma vez que o valor das compras não pode ultrapassar o limite determinado para o enquadramento no Simples Nacional. 

De maneira geral, comprar no CNPJ vale a pena, mas isso precisa ser feito de modo consciente, a fim de tornar essa vantagem em algo prejudicial para a empresa. 

Perguntas frequentes sobre como comprar com CNPJ

  1. Como usar o CNPJ para comprar?

    Para comprar com o CNPJ, geralmente, as empresas que vendem para pessoas jurídicas exigem um cadastro com as informações da empresa e, depois disso, basta realizar a compra normalmente, pagando em dinheiro, cartão, boleto ou outros meios de pagamento. 

  2. O que eu posso comprar com meu CNPJ?

    É possível comprar com CNPJ uma grande quantidade de produtos, tanto no atacado quanto no varejo. Esses produtos podem ser para a revenda, para formar a infraestrutura da empresa ou até mesmo para facilitar seu crescimento, como no caso da compra de um veículo. 

  3. Por que comprar com CNPJ é mais barato?

    Comprar com o CNPJ é mais barato porque permite que vários impostos sejam abatidos, a depender do produto. Além disso, permite negociar diretamente com fornecedores, permitindo preços sem acréscimos de intermediários e maior poder de barganha. 

  4. Onde posso comprar com MEI?

    Praticamente todas as empresas que vendem para pessoas jurídicas incluem em suas possibilidades clientes que sejam MEIs.  Nesse caso, basta informar seu CNPJ e realizar o cadastro no vendedor desejado. 

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.