Cartão BNDES MEI vale a pena? Descubra como funciona e quais os benefícios!

Procurando uma opção de crédito para seu negócio? Conheça o cartão BNDES MEI, suas principais vantagens e veja o que avaliar antes de contratar o serviço!

12669432_1218137561529803_7092902009906739723_n
Thainá Cunha

Se você é microempreendedor e está em busca de crédito para investir no seu negócio, o cartão BNDES MEI pode ser uma alternativa interessante.

O serviço faz parte de um catálogo voltado para pequenas empresas, e oferece condições especiais de juros e parcelamentos.

Continua após a publicidade

Além disso, o produto também oferece a praticidade dos cartões de crédito para microempreendedores, com parcerias em todo o Brasil, permitindo que o empreendedor tenha um leque de possibilidades de compras.

Por isso, se você ainda não conhece o cartão BNDES MEI, confira nosso guia especial sobre o assunto, com tudo que você precisa saber antes de contratar essa opção de crédito para investir no seu negócio.

Continua após a publicidade

Acompanhe a leitura!

Como funciona o cartão BNDES para MEI?

O cartão BNDES MEI é um produto do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), lançado especialmente para a categoria de microempreendedores individuais. 

O serviço faz parte da linha de crédito para MEI da instituição, em parceria com diversos bancos nacionais.

Nesse caso, a emissão e administração do cartão não é responsabilidade do BNDES, mas sim do banco parceiro, de modo que o empreendedor tem autonomia para escolher a agência de sua preferência.

Dessa forma, o banco escolhido cumpre a maior parte das etapas, como análise da proposta, avaliação do perfil, aprovação e, posteriormente, emissão do cartão BNDES MEI.

Continua após a publicidade

Atualmente, os principais bancos credenciados são:

  • Itaú;
  • Banco do Nordeste;
  • Santander;
  • Banrisul;
  • Sicredi;
  • Bradesco;
  • Santander;
  • Sicoob.

Portanto, a única função do BNDES, nesse programa, é realizar a ponte entre o consumidor e o banco.

O objetivo da instituição é facilitar o acesso de microempreendedores a produtos de crédito, incentivando o investimento em pequenas empresas no País.

Com isso, o microempreendedor pode solicitar um recurso adicional para o seu negócio sem comprometer outros produtos, ou mesmo o seu relacionamento com o respectivo banco.

Além disso, caso a proposta seja negada, é possível optar pelo cartão BNDES MEI em outro banco, o que amplia as oportunidades para esse grupo.

Continua após a publicidade

No entanto, é importante ressaltar que esse produto funciona, de fato, como uma linha de empréstimo para pessoas jurídicas, de modo que conta com algumas restrições de utilização.

Por exemplo, o cartão só pode ser utilizado para aquisição de equipamentos ou materiais, além de compras que estejam relacionadas ao empreendimento.

Por outro lado, o cartão BNDES é uma alternativa mais acessível e prática para microempreendedores, com menor burocracia durante os processos de solicitação e uso no dia a dia.

Qual a diferença entre o empréstimo BNDES MEI e o cartão BNDES MEI?

Uma vez que o cartão BNDES MEI e o empréstimo BNDES MEI fazem parte do mesmo programa, algumas pessoas podem confundir ambos os produtos. No entanto, existem algumas diferenças entre os serviços.

Continua após a publicidade

A princípio, o empréstimo para MEI oferecido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento funciona como o crédito convencional de outras instituições, por meio de avaliação e liberação do recurso em conta corrente.

Nesse caso, o empréstimo é feito em dinheiro, e o empreendedor tem a autonomia de realizar saques, transferências ou outras operações envolvendo o recurso.

Enquanto isso, o cartão BNDES MEI atua como um cartão de crédito PJ convencional, disponível para pagamento de contas em estabelecimentos credenciados.

Assim, cada produto apresenta suas próprias características e benefícios. Por exemplo, o empréstimo BNDES pode ser aplicado ou convertido em outros tipos de investimento para a empresa.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, o cartão possibilita o parcelamento das compras, com taxas de juros reduzidas e relativamente menores do que outros produtos de crédito.

O valor liberado em ambos também difere. Isso porque o empréstimo para microempreendedores oferece um limite reduzido, enquanto o cartão pode ter uma margem consideravelmente superior.

No entanto, ambos os produtos fazem parte da linha de crédito BNDES, em parceria com outras instituições, para facilitar o acesso para pequenos empreendimentos.

Dessa forma, o MEI pode escolher um ou mais serviços, que são independentes, e não se influenciam.

Continua após a publicidade

Ainda, tanto o empréstimo BNDES quanto o cartão BNDES MEI atendem, especificamente, a necessidade de investimentos no negócio.

Ou seja, os recursos não podem arcar com projetos pessoais ou finalidades adversas que não estejam relacionadas à empresa.


As 7 melhores opções de seguro empresarial para pequenos negócios


Qual o limite do cartão BNDES para MEI?

Segundo informações da instituição, o limite do cartão BNDES MEI pode chegar a R$2 milhões.

Cada banco emissor é responsável pela margem do cartão que oferece, diante da avaliação do perfil e de outros fatores que influenciam no serviço.

Continua após a publicidade

No entanto, esse valor está disponível a partir da soma dos limites ofertados em diferentes agências.

Ou seja, o microempreendedor conta com a possibilidade de utilizar mais de um cartão, se receber aprovação. Com isso, sua margem de compra pode chegar a dois milhões de reais.

É claro, o limite total pode variar de acordo com as condições do banco escolhido, além de outros fatores que envolvem o perfil do contratante.

Por isso, é importante verificar o limite inicial do cartão junto a instituição emissora, além de confirmar a possibilidade de aumentar a margem no futuro.

Continua após a publicidade

Quem pode solicitar o cartão BNDES MEI?

O cartão BNDES MEI é reservado apenas para pessoas jurídicas enquadradas na categoria de microempreendedor individual.

Algumas linhas de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento estão disponíveis para um grupo mais abrangente, mesmo com as facilidades MEI.

Por exemplo, o empréstimo BNDES MEI atende o desenvolvimento de atividades econômicas de negócios de pequeno porte, cujo faturamento seja de até R$360 mil. 

Nesse caso, a margem é muito maior do que a da categoria de microempreendedores, oferecendo as mesmas oportunidades para microempresas.

Continua após a publicidade

Entretanto, quando se trata do cartão BNDES MEI, o limite de faturamento se limita a R$81 mil, que é o teto dessa categoria específica.

Assim, é preciso que a pessoa jurídica esteja devidamente cadastrada como MEI, além de possuir um CNPJ MEI ativo dentro das condições.

Além disso, existem outras condições para solicitar o cartão BNDES MEI.

O contratante deve estar em dia com as certidões negativas de débitos, além de possuir um certificado de regularidade do FGTS e da RAIS, no caso de contratação de funcionário registrado em carteira.

Nesse caso, é preciso se atentar para algumas burocracias, para que a avaliação não tenha complicações e a liberação do cartão ocorra o quanto antes.

Continua após a publicidade

Ainda, é importante ressaltar que o MEI deve possuir uma conta corrente ativa, como uma conta empresarial por exemplo, no banco emissor do cartão.

Isso é necessário porque as cobranças das faturas posteriores ocorrem em débito automático na conta, de modo que é preciso ter um vínculo aberto com a instituição em questão.

Apesar dessas condições, a solicitação ocorre diretamente no site do BNDES, por meio de um formulário com encaminhamento para o banco escolhido.

Dessa forma, o microempreendedor poderá seguir com sua proposta de forma simples e acessível, além de prosseguir com a contratação com a empresa emissora, sem interferências do BNDES.

Continua após a publicidade

Quais as vantagens do cartão BNDES MEI?

Se você está considerando contratar o cartão BNDES MEI, mas ainda tem dúvidas sobre o que ele pode oferecer, conheça algumas das principais vantagens do serviço, que podem te ajudar a fazer uma análise mais completa:

Produto acessível

Uma das principais características do cartão BNDES MEI é sua acessibilidade.

Isso porque o programa busca facilitar o acesso de microempreendedores a serviços de investimento para seus negócios.

Dessa forma, os recursos do BNDES são mais acessíveis e fáceis de contratar, inclusive o cartão de crédito especial para MEI.

A maior parte do procedimento ocorre pela internet, de maneira rápida e simples. Além disso, a análise de perfil também não é demorada, e costuma favorecer os microempreendedores que não possuem pendências.

Continua após a publicidade

Basicamente, basta ter registro válido como MEI e estar com as contribuições em dia para se tornar elegível para o cartão.

Ainda, a instituição oferece a oportunidade do contratante escolher o seu banco de preferência, o que pode influenciar positivamente na avaliação.

Assim, em termos de produtos de crédito para microempreendedores, o cartão BNDES MEI é um dos mais flexíveis e fáceis de contratar.


Compare 5 opções e entenda qual a melhor máquina de cartão para MEI


Não tem mensalidade

Outra grande vantagem do cartão BNDES MEI é a sua isenção de mensalidade e anuidade.

Continua após a publicidade

Esta é uma das principais taxas de cartão de crédito, e costuma representar uma parcela significativa da fatura.

No entanto, o produto oferece mensalidade gratuita, uma característica atrativa para os microempreendedores.

Além disso, o BNDES não cobra outras tarifas que costumam incidir sobre o cartão, como manutenção do serviço.

Por outro lado, vale a pena conferir se o banco emissor possui cobranças nesse sentido, e confirmar antes da contratação.

Mesmo assim, por parte do Banco Nacional de Desenvolvimento, não existem mensalidades ou anuidades.

Taxas de juros acessíveis

Um dos recursos mais importantes em cartões de crédito são as taxas de juros que incidem sobre as compras e parcelamentos.

Continua após a publicidade

No caso de microempreendedores, que utilizam o serviço para compras de valores significativos, como equipamentos e outros investimentos, a opção de parcelamento é uma facilidade, mas os juros podem impactar no valor final.

Entretanto, as taxas de juros do cartão BNDES MEI são mais acessíveis que outras modalidades de crédito PJ.

Isso se deve ao incentivo do programa para promover medidas mais flexíveis de crédito e investimentos para pequenos negócios.

Atualmente, as taxas são pré-fixadas em 1,07%, segundo o site do banco. Além disso, o parcelamento máximo é de 48 meses, superior a diversos cartões de crédito convencionais.

Continua após a publicidade

Dessa forma, além de contar com um serviço barato e acessível, o empreendedor também conta com facilidades que ajudam nas compras voltadas para o negócio.

Facilidades de uso

As facilidades de uso do cartão BNDES MEI compõem uma série de benefícios para o empreendedor.

Por exemplo, a cobrança das faturas é feita em débito automático, diretamente na conta corrente do titular no banco escolhido.

Essa medida é útil não apenas para diminuir as chances de inadimplência e auxiliar no controle financeiro do negócio, como também torna os pagamentos muito mais fáceis.

Continua após a publicidade

Afinal, o contratante não precisa se preocupar com boletos ou carnês, tendo o valor da fatura descontado diretamente em sua conta.

Além disso, o limite também atualiza de maneira automática após o desconto, permitindo que o empreendedor continue utilizando o crédito para suas compras.

Outra facilidade de uso do cartão BNDES MEI é a possibilidade de utilizar um cartão virtual junto do cartão físico.

Atualmente, esse recurso é extremamente útil para compras online, com maior segurança e praticidade.

O número do cartão e a senha são disponibilizados pelo aplicativo de controle do banco, e o titular conta com a possibilidade de optar por qual produto deseja usar.

Continua após a publicidade

Inclusive, existem diversos programas de integração, como o PicPay e o PayPal, que permitem incluir o cartão virtual no aplicativo, oferecendo benefícios como cashback nas compras.

Assim, além de ter mais praticidade na hora de usar o seu cartão, você também poderá aproveitar os benefícios de outras plataformas, mesmo que seja com um cartão MEI.

Por fim, o cartão BNDES MEI também é internacional. Isso significa que o empreendedor pode fazer compras fora do país sem precisar trocar de cartão.

A facilidade também é interessante para adquirir produtos internacionais e fazer o pagamento com o recurso, de maneira pouco burocrática e acessível.

Continua após a publicidade

Benefícios da bandeira Visa

Entre as vantagens do cartão BNDES MEI, vale a pena mencionar os benefícios da bandeira Visa para o microempreendedor.

A maioria dos bancos oferece parceria com a operadora, de modo que a emissão do produto acompanha a bandeira.

Dessa forma, o titular tem a oportunidade de aproveitar diferentes benefícios que a empresa oferece, como o programa de fidelidade Vai de Visa, que oferece serviços exclusivos em todo o Brasil.

Além disso, a Visa também conta com diversos recursos para viagens, como promoções especiais e embarque preferencial para clientes.

Continua após a publicidade

Mesmo que o cartão atenda pessoas jurídicas, existe a possibilidade de utilizar essas vantagens, o que torna o serviço ainda mais atrativo.


Quer um empréstimo para abrir empresa? Avalie seis alternativas que você precisa conhecer


Como saber se devo solicitar?

Contratar um cartão empresarial ou de pessoa jurídica é um passo importante para qualquer empreendedor.

Por isso, muitos têm dúvidas sobre a hora certa de prosseguir com a contratação desse serviço, como o cartão BNDES MEI.

Assim, existem algumas dicas que podem te ajudar a decidir qual o melhor momento de investir nesse produto, e como saber quando solicitá-lo. Confira:

Continua após a publicidade

Analise o seu planejamento financeiro

O primeiro passo para qualquer decisão relacionada ao seu negócio é analisar o seu planejamento financeiro.

Mesmo pequenas empresas precisam de uma base para operar suas finanças, e, com isso, analisar qual o melhor momento de fazer investimentos como esse.

Afinal, o produto não deixa de ser uma forma de empréstimo para sua empresa, e por isso necessita de uma boa avaliação antes de seguir com a contratação.

Caso considere seguir com o pedido do cartão, faça previsões e inclua todas as suas decisões em um planejamento para o futuro.

Continua após a publicidade

Quando se trata de produtos financeiros, muitas pessoas se enrolam em dívidas e parcelas atrasadas por falta de um controle apropriado.

Por isso, não deixe de analisar a organização das suas finanças, e confirme a viabilidade do cartão BNDES MEI.

Veja se suas metas combinam com o serviço

Geralmente, os microempreendedores contratam o cartão do BDNES com determinados objetivos, enquanto o programa foi criado justamente para facilitar o alcance dessas metas.

Assim, para saber se é o momento certo de solicitar esse recurso, procure avaliar os seus próprios objetivos, e veja se eles combinam com o que o produto oferece.

Continua após a publicidade

É importante ter em mente que o cartão BNDES MEI é voltado unicamente para compras relacionadas ao negócio.

Por exemplo, com materiais, equipamentos, expansão da empresa e matéria-prima para produção.

Nesse caso, o cartão pode não ser aproveitado integralmente caso as suas metas não estejam alinhadas com esses requisitos.

Se você procura fazer outros tipos de investimentos, opções como o empréstimo para MEI podem ser mais vantajosas.

Por isso, leve em consideração o propósito do cartão, e veja se ele pode atender às suas necessidades como microempreendedor.

Continua após a publicidade


O que é o capital de giro? Saiba como calcular e manter o controle no seu negócio!


Confira se atende aos requisitos

Por fim, para saber se você deve contratar o cartão BNDES MEI, é importante confirmar se atende aos requisitos.

Mesmo que o produto seja acessível, ele possui certas exigências, como um CNPJ ativo e com todas as regularidades, além de ter contribuições em dia e um certificado de débitos negativos.

Além disso, ter pendências financeiras pode dificultar a aprovação do seu perfil. Dessa forma, é fundamental avaliar a sua posição no mercado financeiro antes de prosseguir com seus planos.

Continua após a publicidade

Caso você se enquadre no perfil elegível, tenha metas concretas que necessitam desse recurso adicional e possua um planejamento adequado, pode ser o momento ideal para pedir o seu cartão BNDES MEI.

Vale a pena contratar o cartão BNDES MEI?

A linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento foi criada para facilitar o acesso a produtos financeiros por microempreendedores, e o cartão BNDES MEI é uma opção interessante neste catálogo.

O produto conta com taxas reduzidas e facilidades de pagamento, como parcelamento de até 2 anos e limite que pode chegar a R$2 milhões.

Em termos práticos, o serviço é ideal para empreendedores que buscam alternativas para investir no próprio negócio.

Continua após a publicidade

No entanto, é importante ficar atento para as possíveis restrições que o cartão apresenta. Por exemplo, o contratante não terá autonomia total para gastar o recurso em investimentos diversos.

Nesse caso, o serviço pode ser mais interessante para pessoas jurídicas que necessitam de capital para comprar materiais e insumos capazes de expandir seu negócio.

Se você se encaixa nesse perfil, vale a pena considerar o cartão BNDES MEI entre suas opções.

Trata-se de um recurso acessível, com juros baixos e diversos benefícios que facilitam o crescimento de um micro empreendimento.

Com isso, você poderá aproveitar vários incentivos para o seu empreendimento, além de ter mais segurança e facilidades no dia a dia.

Quer receber mais conteúdos como esse? Ative as notificações do Push e assine a newsletter do iDinheiro para ficar por dentro de todas as novidades!

Perguntas frequentes

  1. Qual o limite do cartão BNDES para MEI?

    Segundo informações da instituição, o limite do cartão BNDES MEI pode chegar a R$2 milhões.
    Cada banco emissor é responsável pela margem do cartão que oferece, diante da avaliação do perfil e de outros fatores que influenciam no serviço.

  2. Como conseguir o Cartão BNDES para MEI?

    É preciso ter um faturamento de até R$81 mil, estar cadastrado como MEI e ter o CNPJ ativo. Além disso, existem outras condições para solicitar o cartão BNDES MEI.

  3. Como funciona o cartão BNDES para MEI?

    A emissão e administração do cartão não é responsabilidade do BNDES, mas sim do banco parceiro, de modo que o empreendedor tem autonomia para escolher a agência de sua preferência. Dessa forma, o banco escolhido cumpre a maior parte das etapas, como análise da proposta, avaliação do perfil, aprovação e, posteriormente, emissão do cartão BNDES MEI.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.