Candlestick: como funciona esse gráfico usado na análise técnica?

Entenda o que é um candlestick, conheça o gráfico, os principais padrões usados na análise técnica e veja 4 sugestões de livros para estudar!

Escrito por Melissa Nunes

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


O gráfico de candlestick é o preferido dos analistas técnicos e dos investidores e traders que gostam de operar na bolsa de valores usando referências de preços para procurar oportunidades. Seja para ganhos no curto prazo ou em busca do melhor momento de compra para quem é buy and hold, os candlesticks trazem informações detalhadas no seu gráfico.

O que é um candlestick?

O candlestick, ou simplesmente candle (vela, em português), é uma representação gráfica que traz, em mais detalhes do que um simples gráfico em linha, informações sobre os preços de um ativo em um determinado período. Veja uma comparação abaixo:

Continua após a publicidade

Coinext

Continua após a publicidade

Coinext_Smart-Friday
gráfico em linha do ibovespa 2022
Gráfico em linha do Ibovespa. Fonte: TradingView, 19/09/2022.
gráfico de candlestick ibovespa 2022
Gráfico de candlesticks do Ibovespa. Fonte: TradingView, 19/09/2022.

O gráfico de candlesticks foi introduzido no século 18, no Japão, a partir das bolsas de arroz de Osaka. Nos anos 1980, se popularizou nos EUA, e, desde então, é o tipo de visualização gráfica preferida dos analistas técnicos (ou analistas gráficos).

Entendendo o candlestick

Não é difícil entender por que a figura formada nesse tipo de gráfico leva o nome de “vela”. Um candlestick é formado por um “corpo”, que simboliza a variação de preços entre abertura e fechamento de um período (que pode ser 1 dia, 1 hora, 15 minutos, etc.), e por linhas acima e/ou abaixo desse corpo, conhecidas como “pavio”, “cabelo” ou “sombra”. Veja abaixo:

Continua após a publicidade

Coinext

Continua após a publicidade

Coinext
ilustração da formação dos candles de alta e baixa
Formação de um candlestick. Fonte: “Candlestick”, de Carlos Alberto Debastiani.

O pavio cima do corpo representa o preço máximo daquele período, enquanto o pavio inferior representa o preço mínimo. Quando um candlestick é branco ou verde, significa que o preço subiu entre a abertura e o fechamento, fechando em alta nesse período. Quando o candle é preto ou vermelho, significa que o preço caiu entre a abertura e o fechamento, fechando em baixa nesse período.

Os candles podem ter diferentes formatos, como um corpo grande sem pavio (onde não houve variação além dos preços de abertura e fechamento) ou um corpo pequeno com grandes pavios (indicando alta variação nos preços ao longo do período).

Por que usar um gráfico de candlestick?

Ao contrário do gráfico de linha, que traz uma informação única (em geral, o preço de fechamento de um determinado período), o gráfico de candlestick fornece mais detalhes sobre a variação de preços de um ativo (abertura, fechamento, máxima e mínima). Assim, é possível:

  • entender melhor as tendências do mercado;
  • marcar regiões de suportes e resistências com mais precisão;
  • encontrar os melhores pontos para ordens stop loss e stop gain; e
  • usar padrões gráficos na tomada de decisão de compra ou venda de um ativo.

Assim, para quem quer fazer análises mais precisas, entender e utilizar o gráfico de candlestick é fundamental. A partir dele, podemos medir a força de compradores e vendedores e formar padrões de candles que ajudam a identificar possíveis reversões de tendências.

Continua após a publicidade

Coinext

Continua após a publicidade

Coinext

Veja, a seguir, alguns dos principais padrões de candlesticks.

Padrões de candles

Existem inúmeros padrões que podem ser formados por um, dois ou até mais candlesticks combinados. Juntos, eles indicam possíveis movimentos futuros em um ativo, como: reversão para alta, reversão para baixa ou continuidade.

Embora haja diferenças de interpretações entre diferentes autores da análise técnica, alguns dos principais padrões, são:

Padrão de candlestickFormação
Martelo e Martelo invertido
figuras de candles martelo e martelo invertido
Figura formada por apenas um candlestick. Aparece no fundo, com um pavio pelo menos 2x maior que o corpo.
Indica possível reversão de uma tendência de alta para uma tendência de baixa.
Engolfo de alta e de baixa
padrões de candlesticks engolfo de alta e de baixa
Padrão de candles formado por dois candlesticks de cores diferentes.
No fundo, um candle de alta envolve um candle de baixa. O contrário acontece no topo.
É uma figura de forte indicação de reversão de tendência.
Harami (mulher grávida) de fundo e de topo
harami (mulher grávida) de fundo e de topo
Padrão de candles formado por dois candlesticks de cores diferentes.
No fundo, um candle de alta é envolvido por um candle de baixa. O contrário acontece no topo. A figura lembra uma barriga de grávida.
É uma figura de forte indicação de reversão de tendência.
Doji
candlestick do tipo doji
Dojis são candlesticks que representam pouca variação de preços entre abertura e fechamento de um período. Por isso, seu corpo é diminuto.
Representam um equilíbrio de preços entre compradores e vendedores.
Spinning top
figura de candle spinning top
Esse candlestick é formado por um corpo pequeno e pavios proporcionais, lembrando um peão.
Não há grande relevância nesse padrão, mas pode ser encontrado como parte de outros padrões.
Estrela cadente e Enforcado
candlesticks estrela cadente e enforcado
São os padrões opostos ao martelo e martelo invertido, aparecendo no topo de uma tendência.
Representam importantes indicadores de reversão de tendência de alta para tendência de baixa.
Bebê abandonado de alta e de baixa
padrão bebê abandonado de alta e de baixa
Padrão de três candles que se diferencia pelo buraco (gap) formado entre as velas. Pode aparecer no topo ou no fundo de uma tendência.
É um dos padrões mais relevantes para indicar reversão.
Três soldados brancos
padrão de candles 3 soldados brancos
Três grandes candlesticks de alta formam esse padrão. Os corpos precisam ser alongados e de tamanho similar.
Indicam reversão de tendência de baixa para alta.
Três corvos negros
padrão de candles 3 corvos negros
São o oposto do anterior, formados por três candles de baixa, que aprecem após o fim de uma tendência de alta, indicando reversão.
Marobozu
candles do tipo marobozu
Também conhecido como “vela careca”, por ter pouco ou nenhum pavio.
É um candlestick que representa força compradora (se de alta) ou força vendedora (se de baixa).
Pode fazer parte de outros padrões, como os dois citados anteriormente.
Fonte: “Candlestick”, de Carlos Alberto Debastiani.

Como aprender mais sobre candlesticks?

Se você ficou interessado em aprender mais sobre esse tipo de gráfico, fundamental para quem quer se aprofundar na análise técnica, recomendamos 4 livros que são referências no assunto:

  1. Candlestick: Um método para ampliar lucros na Bolsa de Valores, Carlos Alberto Debastiani;
  2. Estratégias Para Lucrar com Gráficos de Candlestick, Steve Nison;
  3. Manual de Análise Técnica: Essência e Estratégias Avançadas, Marcos Abe;
  4. Comprar Ou Vender? Como investir na Bolsa utilizando Análise Gráfica, Eduardo Matsura.

De qualquer forma, é importante mencionar que o melhor método para evoluir na sua análise é a prática. Por isso, ao começar a estudar sobre o assunto, também é necessário que você realmente comece a analisar gráficos, seja usando plataformas gráficas profissionais ou sites gratuitos como o TradingView.

Continua após a publicidade

Coinext

Continua após a publicidade

Coinext

A leitura é importante e trará fundamentos que auxiliarão na interpretação gráfica, mas é colocando a “mão na massa” que realmente podemos evoluir e começar a identificar informações realmente úteis para a nossa tomada de decisão.

Além disso, você pode assistir vídeos e treinar em uma conta de simulação, nas plataformas gráficas, para aumentar suas chances de acerto nas análises, antes de partir para negociações com dinheiro de verdade.

A análise técnica, quando bem utilizada, pode ajudar a lucrar no curto prazo ou, simplesmente, indicar quais ativos da sua carteira de ações estão em um melhor momento de compra, graficamente falando. Não esperdice esse conhecimento!

Gostou deste artigo? Continue acompanhando o iDinheiro para entender mais técnicas de análise gráfica e fundamentalista, inscreva-se na nossa newsletter!

Continua após a publicidade

Coinext

Continua após a publicidade

Coinext
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp