Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Consórcio gamer vale a pena? Veja nossa avaliação e descubra a resposta!

A alternativa do consórcio gamer vem ganhando muita popularidade. Mas, será que vale a pena? Confira agora em nosso conteúdo!

LinkedIn
Ana Júlia Ramos Líder de Crédito e Comunicação

Para quem é fã de jogos, mas busca por uma alternativa mais acessível para montar um setup, o consórcio gamer pode ser uma opção. No entanto, não são todos que indicam essa solução, devido aos altos custos das peças.

Para tirar essa dúvida de uma vez por todas, fizemos uma pesquisa aprofundada a respeito da viabilidade desse tipo de consórcio. Consideramos as principais empresas do mercado que oferecem essa oportunidade.

Continua após a publicidade

Quer saber qual foi o resultado? Continue conosco até o fim do conteúdo para descobrir qual é a melhor alternativa para você de acordo com as suas necessidades.

Quais são os melhores consórcios gamers?

O consórcio gamer é uma alternativa bem interessante para as pessoas que desejam um bom equipamento para jogar e, por isso, existem algumas formas de alcançá-lo. Nós organizamos uma lista com as três principais opções para quem deseja montar um setup bem bacana, sem precisar desembolsar todo o valor de uma vez, nem recorrer ao crediário ou cartão de crédito.

Continua após a publicidade

Consórcio gamer Santander

Essa instituição financeira privada possui várias linhas de crédito para aquisição de produtos por pessoas físicas e também oferece consórcios de diversos segmentos.

A taxa de administração é de 17%, dividido em 48 parcelas de 0,36%. O fundo de reserva é de 4,5%.

No caso específico do consórcio para gamers, a contemplação da carta dá direito à aquisição de:

  • Cadeira Gamer;
  • Placa de Vídeo Gamer;
  • Console Gamer;
  • PC Gamer;
  • Computadores;
  • Kit Headset;
  • Kit Driving;
  • Periféricos, e muitos outros equipamentos para jogar, além de kits completos que abrangem todas essas peças.

A taxa de administração do consórcio gamer Santander é de 17%, dividido em 48 parcelas de 0,36%. Além dessa taxa, sobre o consórcio ainda incide um fundo de reserva de 4,5% e o banco informa que poderá haver reajustes de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), para manter a valorização do contrato.

Para fazer uma simulação com valores, que já te dará uma base direta sobre o preço de cada parcela, basta acessar o site do Santander.

Consórcio gamer Banco do Brasil

O banco, que é um dos mais importantes do cenário nacional e que abrange milhares de clientes cadastrados, também se destaca na oferta de consórcios de diversos segmentos, como é o caso do gamer.

O consórcio não cobra IOF, taxa de adesão e nem juros sobre as parcelas

O Banco do Brasil é outra entidade financeira que também disponibiliza a opção de contratar um consórcio gamer. O banco, que é um dos mais importantes do cenário nacional e que abrange milhares de clientes cadastrados, também se destaca na oferta de consórcios de diversos segmentos.

Continua após a publicidade

Falando, especificamente, dos gamers, o BB aparece como uma opção bastante viável, já que a sua carta de crédito dá direito à aquisição de:

  • Computadores gamer;
  • Consoles;
  • Kit driving;
  • Kit headset;
  • Videogames, entre outros equipamentos que também estão relacionados à montagem de um bom setup.

Entre os seus diferenciais, está a oportunidade de contratar o consórcio diretamente pelo portal BB, com prazos de até 48 meses. Além disso, seu consórcio não cobra IOF, taxa de adesão e nem juros sobre as parcelas, o que o torna uma opção muito vantajosa.

É possível fazer uma simulação do valor total do seu consórcio, considerando a quantidade de parcelas e o preço das mesmas, no site do Banco do Brasil.

Consórcio gamer Magalu

A empresa, que se consolida como uma das melhores redes varejistas do país, também oferece a opção de crédito para compra de itens gamers.

A taxa de administração varia entre 24% a 28% e a taxa de reserva é de 4%.

É possível contratar planos de 25 a 48 meses, com taxa de administração que varia entre 24% a 28%, considerando o prazo de pagamento. Em todos os planos, a taxa de reserva é de 4% e o valor das parcelas é relativo à quantidade de meses escolhida.

Continua após a publicidade

O Consórcio Magalu ainda oferece cartas de crédito que vão de R$ 3 mil até R$ 14 mil, atendendo a públicos de diferentes perfis e com diferentes necessidades. Vale a pena fazer uma simulação do consórcio gamer Magalu em seu portal.

O que é um consórcio gamer?

O consórcio gamer é a modalidade de compra via consórcio voltada para aquisição de equipamentos para jogar online ou offline. O processo é basicamente o mesmo de outros tipos de consórcio, como os que são criados para comprar imóveis, veículos e, até mesmo, eletrodomésticos.

Ele consiste em uma compra compartilhada, em que várias pessoas interessadas no mesmo bem realizam pagamentos mensais. De modo que, ao final de um determinado período, todas conseguem conquistar aquele produto.

No caso do consórcio gamer, os produtos podem ser computadores, consoles, mobiliário, entre outros aparatos essenciais para os jogadores aproveitarem.

Continua após a publicidade

Como funciona o consórcio Gamer?

Na prática, os interessados em participar do consórcio gamer precisam ir até o estabelecimento que ofereça a alternativa. Lá, ele terá que escolher entre os planos oferecidos, considerando o valor da parcela e o prazo pré-estipulado para quitar o contrato.

Nesse período, ele pode conquistar o bem mais rapidamente de duas formas:

  • por sorteios, que são realizados regularmente pela Loteria Federal;
  • por lances, que são dados pelos participantes do consórcio. Ele funciona como uma espécie de leilão e cada lance dado abate o valor total da carta de crédito.

O interesse pelos games cresceu significativamente durante a pandemia, como divulgado pelo portal G1. E, para facilitar o acesso à equipamentos, os consórcios aparecem como uma solução interessante, com a oferta de crédito com bom preço e parcelas que cabem no bolso.

Quais são as vantagens e desvantagens da modalidade de consórcio gamer?

Para te ajudar a dimensionar essa relação entre prós e contras, nós trouxemos os principais pontos que podem ser considerados positivos na ação e o que pode desestimulá-lo a adquirir o contrato de consórcio.

icon

Prós

As vantagens de contratar um consórcio gamer são bem significativas, sendo que, a principal delas, é a oportunidade de poder ter um equipamento que seja suficientemente bom para rodar os jogos que mais gosta.

Mas, ainda podemos considerar mais alguns, que são os motivos que tornam essa proposta bastante interessante e viável. São elas:

  • É muito comum que as empresas que oferecem o consórcio não adicionem juros nas parcelas, sendo fixas do início ao fim do contrato. Vale destacar que elas podem apresentar taxas administrativas, mas não variáveis;
  • Existe a chance de você conquistar o seu produto antes mesmo de terminar o contrato do consórcio, por meio das alternativas do sorteio e do lance;
  • Quando a carta de crédito é contemplada, você tem total liberdade para escolher as peças para montar o seu setup, desde que elas estejam dentro do valor contratado do consórcio;
  • A alternativa do consórcio gamer ajuda pessoas com orçamento justo a conquistar itens que desejam, já que é possível se planejar para pagar uma parcela que caiba no seu bolso;
  • Estando com a carta de crédito contemplada em mãos, você terá maior poder de negociação e pode, até mesmo, conseguir preços mais competitivos. O recurso do pagamento à vista te dá essa vantagem.
icon

Contras

A primeira e, talvez, mais significativa desvantagem do consórcio, é o tempo que ele pode demorar. Caso você não consiga adiantar a sua aquisição por meio do sorteio ou do lance, poderá esperar até o fim das parcelas.

  • Por ser um projeto que envolve várias pessoas, caso algum participante saia do consórcio, pode haver reajuste das parcelas. Por isso, é importante se associar com empresas que tenham credibilidade;
  • Se for você o interessado em desistir do contrato, seja pelo motivo que for, poderá arcar com multas bastante significativas, que servem, justamente, para proteger os interesses do grupo;
  • Negativados nem sempre podem ter a sua carta contemplada. Por isso, é fundamental limpar o nome até o momento em que receber o crédito para comprar o seu equipamento gamer.

Afinal, vale a pena investir em um consórcio gamer?

O consórcio gamer é, sim, uma alternativa muito viável para pessoas que desejam montar um setup com equipamentos legais. Principalmente porque esses itens podem ter um custo elevado, o que desestimula sua compra à vista e nem sempre estão dentro do limite de um cartão de crédito.

Porém, é fundamental que se tenha em mente que isso pode demorar algum tempo. Se estiver com pressa para ter as melhores peças para rodar seus jogos, talvez essa não seja a solução ideal para você. Por isso, apesar de ser uma proposta essencialmente boa, o que vai definir se a contratação do consórcio vale, ou não, a pena, é o seu interesse e sua disponibilidade de esperar.

Perguntas frequentes sobre consórcio gamer

  1. O que é o consórcio gamer?

    O consórcio gamer é uma modalidade de compra em que uma pessoa paga um valor mensal junto com um grupo de interessados no mesmo produto até que ele seja sorteado ou faça um lance.

  2. Quais produtos podem ser comprados no consórcio gamer?

    Os produtos podem ser computadores, consoles, mobiliário, entre outros aparatos essenciais para os jogadores aproveitarem.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.