Revisão do reajuste do salário mínimo deve ser de R$ 1.100 para R$ 1.102

Para a revisão do reajuste do salário mínimo, governo considera o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 5,45% em 2020.

LilianCH
Lilian Calmon

A revisão do reajuste do salário mínimo pode ser de R$ 1.100,00 para R$ 1.102,00. Isso porque o governo, como nos anos anteriores, deve considerar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 5,45% em 2020, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última terça-feira, 12.

“Devemos fazer o que fizemos em 2020, ajustar o valor ao índice oficial”, informou um técnico da área econômica ao Valor Investe. Em 31 de dezembro de 2019, foi anunciado que o salário mínimo no ano seguinte seria de R$ 1.039,00. Contudo, quando da divulgação do INPC acima da projeção inicial, foi reajustado para R$ 1.045,00.

Continua após a publicidade

Em dezembro de 2020, a equipe econômica utilizou uma estimativa de inflação de 5,22% para chegar ao valor de R$ 1.100,00 do salário mínimo. No entanto, como o INPC ficou acima do estimado mais uma vez, o governo deve fazer uma compensação para preservar o poder de compra do brasileiro. 

Segundo o Ministério da Economia, contudo, cada R$ 1,00 a mais pago aumenta as despesas do governo em R$ 351,1 milhões. Ademais, a estimativa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) é que 49 milhões de trabalhadores sejam remunerados com o salário mínimo.

Continua após a publicidade

Com informações do Valor Investe e G1.

Revisão do reajuste do salário mínimo: confira seu valor ao longo do tempo

Desde 2000, o valor do salário mínimo aumentou de forma significativa. Portanto, confira, abaixo, a análise do G1 com base no período, salário mínimo e aumento real em porcentagem. 

  • 2004: R$ 260;
  • 2005: R$ 300, com aumento real de 8,23%;
  • 2006: R$ 350, com aumento real de 13,04%;
  • 2007: R$ 380, com aumento real de 5,1%;
  • 2008: R$ 415, com aumento real de 4,03%;
  • 2009: R$ 465, com aumento real de 5,79%;
  • 2010: R$ 510, com aumento real de 6,02%;
  • 2011: R$ 545, com aumento real de 0,37%;
  • 2012: R$ 622, com aumento real de 7,59%;
  • 2013: R$ 678, com aumento real de 2,64%;
  • 2014: R$ 724, com aumento real de 1,16%;
  • 2015: R$ 788, com aumento real de 2,46%;
  • 2016: R$ 880, com aumento real de 0,36%;
  • 2017: R$ 937, com rendimento negativo de 0,1%;
  • 2018: R$ 054, com rendimento negativo de 0,25%;
  • 2019: R$ 998, com aumento real de 1,14%;
  • 2020: R$ 1.045, sem aumento real.

Aproveite e leia também: “Salário mínimo em Portugal em 2021: informações, dicas e muito mais!”.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre a revisão do reajuste do salário mínimo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações Push. 

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.