Greve dos servidores do BC adia 2ª fase do Sistema de Valores a Receber

O retorno das consultas ao Sistema Valores a Receber (SVR) estava previsto para o dia 2 de maio. A nova data ainda não foi divulgada.

Isabella Proença
Isabella Proença

A greve dos servidores do Banco Central (BC), suspensa no dia 19 deste mês, atrasou a execução da segunda fase do Sistema de Valores a Receber (SVR), ferramenta que mostra o dinheiro “esquecido” em bancos e outras instituições financeiras.

O retorno das consultas aconteceria no dia 2 de maio. A nova data ainda não foi divulgada.

Continua após a publicidade

“A greve dos servidores do BC prejudicou o cronograma de desenvolvimento das melhorias do Sistema de Valores a Receber (SVR). O prazo de retorno do SVR, inicialmente previsto para 2 de maio, será adiado. A nova data será comunicada com a devida antecedência”, disse o BC em nota.

Dinheiro “esquecido” em bancos

O Banco Central estima que o total em valores esquecidos gira em torno de R$ 8 bilhões. No entanto, na primeira fase do sistema, foram disponibilizados R$ 4 bilhões para devolução.

Esses valores a receber podem ser provenientes de:

  • conta em banco encerrada com saldo disponível;
  • recursos não procurados relacionados a grupos de consórcio encerrados;
  • cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito;
  • parcelas, obrigações ou tarifas referentes à operações de crédito cobradas de forma indevida (desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o BC).

Confira o passo a passo para a consulta do “dinheiro esquecido”.

Primeira fase do Sistema de Valores a Receber

No dia 16 de abril, o Banco Central finalizou a última “repescagem” de saques da primeira fase do dinheiro esquecido em bancos.

Até o dia 24 de março, mais de 2,8 milhões de pessoas físicas e jurídicas solicitaram o resgate de seus valores a receber, representando um total de R$ 245,8 milhões.

Entre as pessoas físicas que solicitaram a devolução, a grande maioria pediu a transferência via Pix. Foram 2.516.990 solicitações, somando R$ 205.099.139,18.

Já 328.947 pessoas optaram por receber os dados de contato das instituições financeiras, totalizando R$ 34.370.940,12.

Entre as pessoas jurídicas, 5.113 fizeram o pedido de devolução dos valores via Pix (R$ 5.012.975,84) e 1.059 receberam dados de contato dos bancos (R$ 1.326.419,82).

Segunda fase do SVR

Desde o dia 17 deste mês, o Sistema Valores a Receber está passando por uma reformulação. Veja, a seguir, algumas das mudanças para a segunda fase:

  • não será mais necessário fazer o agendamento, bastando solicitar o resgate dos valores na primeira consulta;
  • o SVR contará com informações novas repassadas pelas instituições financeiras, devido a essa atualização, todos deverão acessar o sistema novamente.

Quer continuar acompanhando notícias como esta, sobre a 2ª fase do Sistema de Valores a Receber (SVR)? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.