BC aumenta projeção de PIB e espera inflação acima da meta em 2021

Projeção de PIB acompanha movimento do mercado de alta nas expectativas nas últimas semanas. Expectativa para o IPCA foi revisada para 5,8%.

LilianCH
Lilian Calmon

O Banco Central (BC) aumentou sua projeção de PIB de 2021 para 4,6%. A expectativa anterior, que havia sido divulgada em março, era de um crescimento de 3,6%. A informação consta do Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira (24).

As expectativas para o IPCA deste ano também foram revisadas para acima do teto da meta, em 5,8%. Em março, a projeção era de 5%.

Continua após a publicidade

A meta de inflação é de 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual (p.p), de 2,25% a 5,25%.

Com informações da Exame e O Globo.

Projeção de PIB acompanha movimento do mercado de alta nas expectativas nas últimas semanas

A revisão para cima da projeção para o PIB acompanhou um movimento do mercado de alta nas expectativas nas últimas semanas. De acordo com o relatório Focus, a projeção do mercado era de um crescimento de 3,52% há um mês, chegando a 5% no início da semana.

Essas recentes altas foram estimuladas por um resultado surpreendentemente positivo no primeiro trimestre e boas expectativas para o segundo semestre do ano. Tanto o BC quanto parte do mercado trabalham com a ideia que, com o avanço da vacinação contra Covid-19, a mobilidade da população deve aumentar, levando a uma alta na atividade.

“A recuperação parcial da confiança dos agentes econômicos, as medidas de preservação do emprego e da renda, o prognóstico de avanço da campanha de vacinação, os elevados preços de commodities e os efeitos defasados do estímulo monetário indicam perspectivas favoráveis para a economia”, informou o Relatório Trimestral de Inflação.

A autoridade monetária ainda demonstra preocupação com o processo de reformas e reiterou a necessidade de ajustes na economia para uma recuperação sustentável. 

“Entre os fatores que podem diminuir a taxa de expansão estão: risco de surgimento ou disseminação de novas variantes de preocupação do SARS-CoV-2; dificuldade para obtenção de insumos e custos elevados em algumas cadeias produtivas; e eventuais implicações da crise hídrica”, ressaltou o BC.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre a projeção de PIB para 2021? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.