Maquininha para pessoa física: conheça 5 opções e veja como solicitar!

Conheça os detalhes das melhores opções de maquininha para pessoa física disponíveis no mercado que irão facilitar as transações em seu negócio.

Escrito por Lucas Proença

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


A busca por uma maquininha para pessoa física deve considerar diferentes aspectos. Dessa forma, para selecionar a melhor opção, analisamos as taxas, os preços e a avaliação das empresas que oferecem o equipamento. Na tabela abaixo, confira o ranking com as alternativas mais vantajosas e veja mais detalhes sobre elas ao longo desse artigo!

Sugestão iDinheiro

PagSeguro Moderninha Plus 2 – Promocional

Taxa zero no 1º mês!

PagSeguro Moderninha Plus 2 – Promocional

PagSeguro Moderninha Plus 2 - Promocional Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 0,00% Débito
  • 0,00% Crédito
  • 3,79% Parcelado
Taxa zero no 1º mês!

PagSeguro Minizinha Chip 3 – Promocional

PagSeguro Minizinha Chip 3 - Promocional Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 0,00% Débito
  • 0,00% Crédito
  • 3,79% Parcelado
Taxa zero no 1º mês!

PagSeguro Minizinha NFC 2 – Promocional

PagSeguro Minizinha NFC 2 - Promocional Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 0,00% Débito
  • 0,00% Crédito
  • 3,79% Parcelado
Taxa zero no 1º mês!

SumUp Top

SumUp Top Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 1,35% Débito
  • 3,10% Crédito
  • 5,40% Parcelado

PagSeguro Moderninha Wifi Plus

PagSeguro Moderninha Wifi Plus Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 1,99% Débito
  • 3,19% Crédito
  • 3,79% Parcelado

Mercado Pago Point Mini NFC 1

Mercado Pago Point Mini NFC 1 Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 1,68% Débito
  • 3,48% Crédito
  • 4,59% Parcelado

T1 – Plano MegaTon

T1 - Plano MegaTon Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 1,69% Débito
  • 3,49% Crédito
  • 8,99% Parcelado

PagSeguro Moderninha Plus 2 – Promocional

PagSeguro Moderninha Plus 2 - Promocional Solicitar

Tarifas a partir de:

  • 0,00% Débito
  • 0,00% Crédito
  • 3,79% Parcelado
Taxa zero no 1º mês!
Voltar ao topo

Muitos profissionais liberais e autônomos que buscam alternativas para expandir seu negócio podem ter dúvidas se vale a pena investir em uma maquininha para pessoa física, pois existem empreendedores que acreditam que esse tipo de solução financeira está restrita aos clientes que possuem conta jurídica.

No entanto, com a variedade de empresas de maquininha de cartão no mercado e a flexibilização dos critérios para obtê-las, é possível ter um modelo eficiente, mesmo sendo um cliente sem CNPJ.

Além disso, uma máquina de cartão para pessoa física conta com taxas diferenciadas dos terminais para PJ, além de agregar características que também podem variar dos modelos tradicionais.

Por isso, é interessante entender como essas versões de maquininha funcionam, quais as condições para obtê-la e se realmente é uma solução que vale a pena. Confira essas e outras informações neste artigo completo e aprenda como pedir a sua máquina de cartão para pessoa física!

Análise das melhores maquininhas de cartão para pessoa física

É comum que pessoas jurídicas recebam a oferta de ter uma maquininha de cartão em seu estabelecimento como uma solução financeira dos bancos aos quais estão integradas como PJ.

Porém, como o profissional autônomo não conta com essa facilidade, para que ele possa obter uma máquina de cartão para pessoa física, precisará recorrer às ofertas de empresas que comercializam terminais.

Sendo assim, veja a seguir uma análise detalhada das melhores opções de maquininhas para pessoa física:

SumUp Top

1. Maquininha SumUp

A SumUp oferece uma das taxas mais acessíveis para pessoa física do mercado. Nesse sentido, seus clientes contam com tarifas de 1,35% para débito, 3,10% no crédito à vista, e 4,60% no crédito parcelado.

No quesito de bandeiras aceitas, a SumUp também aceita uma grande variedade, sendo elas: Visa, MasterCard, Visa Electron, MasterCard Maestro, Elo, Hipercard, Hiper, Amex e VR Benefícios.

Além disso, a operadora de pagamentos tem nota 8.4 no Reclame Aqui, sendo considerada uma empresa com uma ótima reputação entre os usuários.

Veja abaixo mais detalhes dos aparelhos da empresa que podem ser adquiridos por pessoa física:

SumUp Top

SumUp-Top

Solicitar
SumUp Solo

SumUp-Solo

Solicitar
Custo
12x de R$ 9,90.
Custo
12x de R$ 39,90.
Prazos de recebimento
Débito: na hora
Crédito à vista e parcelado: na hora ou conforme parcelas.
Prazos de recebimento
Débito: na hora
Crédito à vista e parcelado: na hora ou conforme parcelas.
Características:
Relatório de vendas, aceita link de pagamento
Características:
Relatório de vendas, pagamento por aproximação ou QR Code, aceita link de pagamento e boleto
Diferenciais:
Mais barata, compacta e cabe no bolso
Diferenciais:
Compacta e com tela touch-screen ultra resistente
Comprovante:
Via SMS ou e-mail
Comprovante:
Via SMS ou e-mail
Conexão:
via Bluetooth com Android e iOS
Conexão:
Wi-fi e chip 3G ilimitado.
Bateria:
dura o dia inteiro.
Bateria:
dura o dia inteiro.
Volume de vendas:
baixo
Volume de vendas:
médio
PagSeguro Moderninha Wifi Plus

2. Máquina de cartão PagSeguro

O PagSeguro oferece cinco equipamentos que podem atender a diferentes perfis de empreendedores, além disso, a empresa é Líder de mercado desde 2006. No entanto, há três modelos que são mais indicados para pessoa física, que são a Minizinha NFC 2, Minzinha Chip 3 e Moderninha Plus 2.

A empresa oferece taxas promocionais de 0% no primeiro mês para transações no débito e crédito à vista. Depois, as taxas ficam em 1,99% no débito, 3,19% no crédito à vista e a partir de 3,79% no crédito parcelado.

No quesito de bandeiras aceitas, a PagSeguro também se destaca, aceitando uma grande diversidade, que incluem: MasterCard, Visa, Elo, Cabal, Hipercard, Hiper, Alelo, Sodexo, Ticket, VR Benefícios, Amex, Ben, Diners e Up Brasil.

Além disso, a empresa possui nota 8.6/10 e o selo RA100 no Reclame Aqui, ou seja, o PagSeguro possui uma excelente reputação entre os usuários.

Veja abaixo mais detalhes dos aparelhos disponibilizado pela empresa para pessoa física:

Moderninha Plus 2
Imagem da https://click.afiliados.uol.com.br/Clique?idtUrl=384253&cpg=Mzg0MjUz&source=15&type=link&creative=TW9kZXJuaW5oYSBQbHVzIC0gTGFuZGluZyBQYWdl&affRedir=https%3A%2F%2Fpagseguro.uol.com.br%2Fcampanha%2Fmoderninha-plus-do-pagseguro.html%3Faff_source%3Ddd91983a381b49ceac4a6a6f656101e9

Solicitar
Minizinha Chip 3

Minizinha-Chip-3

Solicitar
Minizinha NFC 2

Minizinha-NFC

Solicitar
Custo:
12x de R$ 9,90
Custo:
12x de R$ 6,90
Custo:
12x R$ 1,90.
Prazos de recebimento:
Débito: na hora.
Crédito: na hora, 14 ou 30 dias
Prazos de recebimento:
Débito: na hora.
Crédito: na hora, em 14 ou em 30 dias.
Prazos de recebimento:
Débito: na hora.
Crédito: na hora, em 14 ou em 30 dias.
Características:
Aceita pagamento por aproximação, vale-refeição e vale-alimentação e possui gerenciador de vendas
Características:
Aceita pagamento por aproximação, vale-refeição e vale-alimentação e possui gerenciador de vendas,
Características:
Aceita pagamento por aproximação, vale-refeição e vale-alimentação e possui gerenciador de vendas
Diferenciais:
Ideal para MEIs, pode ser compartilhada com até 6 profissionais
Diferenciais:
Não precisa de celular para funcionar
Diferenciais:
Menor preço e mais compacta
Comprovante:
via SMS
Comprovante:
via SMS
Comprovante:
via SMS ou e-mail
Conexão:
Sem celular, com chip, 3G, bluetooth ou Wi-fi (chip incluso).
Conexão:
Sem celular, com chip ou Wi-fi (chip incluso).
Conexão:
Precisa de celular, bluetooth.
Bateria:
Até 6 horas.
Bateria:
Até 6 horas.
Bateria:
Até 4 horas.
Volume de vendas:
Médio
Volume de vendas:
Baixo
Volume de vendas:
Baixo
Logo Getnet para tabela

3. Maquininha Getnet

A operadora de pagamentos Getnet, disponibiliza em seu catálogo cinco opções de maquininhas. No entant, para pessoa física, os aparelhos recomendados são a Get Mini e a Get Clássica.

As taxas das máquinas Getnet funcionam a partir de 1,89% no débito, 2,99% no crédito à vista, e 5,74% no crédito parcelado.

São mais de 30 bandeiras aceitas, que incluem: Mastercard, Visa, Dinners, Elo, American Express, Hipercard, carteiras digitais, entre outros.

No Reclame Aqui, a empresa possui nota 7.9/10 nos últimos 6 meses, que é considerada “boa”.

Veja abaixo mais detalhes das maquininhas da empresa recomendadas para pessoa física:

Get Mini

Imagem da máquina de cartão superget com chip wifi

Saiba Mais
Get Clássica

Getnet-Classica

Saiba Mais
Custo:
Aluguel de R$ 29,90 para faturamento abaixo de R$ 999,00 por mês
Custo:
Aluguel de R$ 79,90 para faturamento abaixo de R$ 1.999,00 por mês
Prazos de recebimento:
Débito: 2 dias.
Crédito: 2 dias, 30 dias ou conforme parcelas.
Prazos de recebimento:
Débito: 2 dias.
Crédito: 2 dias, 30 dias ou conforme parcelas.
Características:
Aceita pagamento por aproximação
Características:
Aceita pagamento por aproximação
Diferenciais:
Pequena para o seu bolso e grande para o seu negócio
Diferenciais:
Bobina grátis
Comprovante:
via SMS ou e-mail
Comprovante:
Impresso
Conexão:
via Wi-fi e chip
Conexão:
Sem necessidade de celular, vem com chip
Bateria:
Não informado no site oficial
Bateria:
Não informado no site oficial
Volume de vendas:
Baixo
Volume de vendas:
Médio e alto
Logo Mercado Pago para tabela

4. Máquina Mercado Pago

O Mercado Pago oferece ao todo 4 equipamentos para seus clientes, porém três modelos são mais recomendados para pessoa física, que são a Point Mini NFC 2, Point Ar e a Point Pro 2.

As taxas no Mercado Pago funcionam a partir de 1,68% no débito, 3,48% no crédito à vista, e 4,59% no crédito parcelado, dependendo do plano escolhido.

Por sua vez, as bandeiras aceitas, são: Visa, Mastercard, Elo, Cabal, Hiper, Hipercard, American Express, Diners, Ticket, Alelo, Pluxee e VR Benefícios.

Ainda, a instituição tem nota 7.5 no site Reclame Aqui nos últimos 6 meses, que é considerada boa.

Veja abaixo mais detalhes das maquininhas da empresa recomendadas para pessoa física:

Point Air
Maquininha Point Air Mercado Pago
Solicitar
Point Pro 2
imagem da maquininha Point Pro 2
Solicitar
Point Mini NFC
point-mini-NFC-e1634733077105

Solicitar
Custo:
12x de R$ 5,49
Custo:
6x de R$ 21,65
Custo:
12x de R$ 1,90
Prazos de recebimento:
Débito: na hora.
Crédito à vista e parcelado: na hora, em 14 dias ou em 30 dias.
Prazos de recebimento:
Débito: na hora.
Crédito à vista e parcelado: na hora, em 14 dias ou em 30 dias.
Prazos de recebimento:
Débito: na hora.
Crédito à vista e parcelado: na hora, em 14 dias ou em 30 dias.
Características:
Aceita pagamento por aproximação, vale-refeição e vale-alimentação
Características:
Aceita pagamento por aproximação, vale-refeição e vale-alimentação
Características:
Aceita pagamento por aproximação, vale-refeição e vale-alimentação
Diferenciais:
Borda iluminada que mostra status do pagamento
Diferenciais:
Visor e sistemas fáceis de usar
Diferenciais:
Mais barata e compacta
Comprovante:
via SMS ou e-mail
Comprovante:
Impresso
Comprovante:
via SMS ou e-mail
Conexão:
Sem celular, pacote de dados 3G grátis
ou Wi-fi.
Conexão:
Sem celular, pacote de dados 3G grátis
ou Wi-fi.
Conexão:
bluetooth com celular.
Bateria:
Até 24 horas.
Bateria:
Até 24 horas
Bateria:
Até 8 horas.
Volume de vendas:
Médio
Volume de vendas:
Médio
Volume de vendas:
Baixo

T1 - Plano MegaTon

5. Maquininha Ton

A Ton disponibiliza ao todo 5 equipamentos para seus clientes, porém há três modelos que são mais recomendados para pessoa física, que são a: T1, T1 Chip e T2+.

No que diz respeito as taxas ofertadas pela Ton, elas variam conforme o plano escolhido, podendo ser Ton Básico, MegaTon e PromoTon.

No plano PromoTon, que é o que oferece as melhores taxas, elas são de: 1,38% no débito, 3,15% no crédito à vista e a partir de 5,63% no crédito parcelado.

Já as bandeiras aceitas pelas maquininhas Ton, são: Elo, Mastercard, Visa, Hipercard e Amex.

Ainda, o Ton tem nota 8.9 no site Reclame Aqui nos últimos 6 meses e dispõe do selo RA1000.

Veja abaixo mais detalhes das maquininhas da empresa recomendadas para pessoa física:

T1
Ton-T1

Solicitar
T1 Chip
T1-Chip

Solicitar
T2+
Ton-T2

Solicitar
Custo:
A partir de 12x de R$ 1,90 a 12x de R$ 8,90 conforme o plano escolhido.
Custo:
A partir de 12x de R$ 11,90 a 12x de R$ 23,90 conforme o plano escolhido.
Custo:
A partir de 12x de R$ 9,90 a 12x de R$ 15,90 conforme o plano escolhido .
Prazos de recebimento:
Débito: 1 dia útil
Crédito à vista e parcelado: 1 dia útil
Prazos de recebimento:
Débito: 1 dia útil
Crédito à vista e parcelado: 1 dia útil
Prazos de recebimento:
Débito: 1 dia útil
Crédito à vista e parcelado: 1 dia útil
Características:
Aceita pagamento por aproximação
Características:
Aceita pagamento por aproximação
Características:
Aceita pagamento por aproximação
Diferenciais:
Mais barata e cabe no seu bolso
Diferenciais:
Aceita PIX QR Code na maquininha
Diferenciais:
Aceita PIX QR Code na maquininha
Comprovante:
via SMS
Comprovante:
via SMS
Comprovante:
via SMS
Conexão:
Precisa de celular para conexão via bluetooth.
Conexão:
Conexão Wi-Fi e chip.
Conexão:
Conexão via Wi-fi e chip.
Bateria:
Não informado no site oficial.
Bateria:
6 horas.
Bateria:
Mais de 12 horas.
Volume de vendas:
Baixo
Volume de vendas:
Baixo
Volume de vendas:
Médio

O que fazer depois de escolher a melhor maquininha de cartão para pessoa física?

Após escolher a máquina de cartão para pessoa física que mais faz sentido para a sua atuação profissional, é necessário:

  • Ter uma conta bancária, que será utilizada para recebimento dos valores. Algumas empresas de maquininha oferecem contas próprias, como o PagBank;
  • Ter uma comprovação da atuação como profissional liberal, como a carteirinha de autônomo, licenças governamentais ou, até mesmo, cadastro de associação (especial para revendedores);
  • Apresentar documentos pessoais (CPF e RG) e comprovante de endereço (pode ser no nome do responsável financeiro da casa).

Como a grande maioria das empresas vendem as maquininhas pelos seus portais, basta acessar qual delas possui a oferta que mais te interessa e prosseguir com a aquisição do terminal.

Além disso, também é importante que o profissional liberal, quando estiver escolhendo o terminal ideal para o seu negócio, considere algumas orientações.

Existem opções de maquininhas que são mais baratas e garantem ótimas funcionalidades, como as que são integradas ao celular, por exemplo.

Por isso, o ideal é conferir todas as opções disponíveis, sem considerar marcas ou o preço como determinantes exclusivos.

Como funciona a maquininha de cartão para pessoa física?

A máquina de cartão para pessoa física funciona da mesma forma que as alternativas destinadas aos clientes PJ. No entanto, diferente de titulares empresários, quando o vínculo é feito diretamente com um CPF, não é necessário ter uma conta empresarial atrelada à maquininha para receber os valores.

Por sua vez, essa questão vai exigir uma maior atenção do profissional autônomo, uma vez que ter rendimentos elevados vinculados ao seu CPF pode levá-lo a ter que declarar Imposto de Renda.

E como as transações ficam registradas pela adquirente, a Receita Federal pode, com facilidade, conferir se os valores recebidos ultrapassam o limite da isenção.

Caso fique observado que sim, será necessário que esse profissional autônomo realize a declaração dos seus rendimentos e recolha tributos diretamente para a Receita.

Como funciona o recolhimento de impostos para máquina de cartão de uma pessoa física?

Conforme a legislação da Receita Federal Brasileira, fica obrigado a declarar Imposto de Renda toda pessoa que obteve rendimentos acima do total de R$28.559,70 anuais. Em média, esse total seria de R$ 2.379,97 por mês.

A pessoa física que tiver recebido mais do que o total no ano deixa de atender ao limite de isenção e, por isso, se torna obrigada a recolher tributos.

Nesse caso, o valor a ser pago depende da alíquota que será incidida. Essa é uma taxa progressiva, que pode ir de 15% a 27%, considerando o valor a ser declarado.

Essa arrecadação, quando aplicada à clientes pessoa física, que costumeiramente não possuem um fluxo de caixa fixo e seguro, podem se tornar onerosas, sendo uma desvantagem na operação.

Inclusive, esse é um dos principais motivos pelo qual muitos autônomos se sentem inseguros de solicitar uma máquina de cartão para pessoa física.

Conforme o total a ser declarado em Imposto de Renda, pode se tornar mais interessante considerar a alternativa de formalização do negócio, abrindo, efetivamente, uma empresa.

Alternativas como a MEI, por exemplo, podem ter um custo tributário menor do que a inserção de Imposto de Renda sobre os rendimentos obtidos com máquina de cartão para pessoa física.

Vale reforçar que os fiscais da Receita Federal conseguem mapear o montante vendido conforme a utilização da maquininha. Por isso, deixar de declarar os valores recebidos incorre em sonegação fiscal, que gera multas, podendo chegar a cinco vezes o valor do tributo, além de detenção de seis meses a dois anos.

Vantagens da maquininha para pessoa física

Oferecer a opção do cartão de crédito e débito como uma alternativa de pagamento é interessante para os vendedores.

Afinal, o cartão está entre os meios de pagamento mais utilizado pelos brasileiros. Assim, pode ser visto como uma vantagem que justifica a aquisição de uma maquininha de cartão para pessoa física.

Além disso, ainda podemos associar mais alguns benefícios de adquirir essa alternativa para a sua atuação como profissional liberal ou autônomo. Confira!

icon

• Transações mais seguras, com menos risco de inadimplência;
• Taxas acessíveis;
• É possível comercializar produtos e serviços com maior ticket médio;
• Profissional autônomo tem a oportunidade de oferecer benefícios aos seus clientes, como o parcelamento das compras, por exemplo;
• Mobilidade da maquininha de cartão permite que ele trabalhe em diferentes lugares;
• Opções de maquininha de preços variados, incluindo versões que podem ser instaladas diretamente no aparelho de celular;
• Com o aumento das vendas, terá a chance de formalizar o empreendimento.

E as desvantagens?

Por outro lado, a máquina de cartão para pessoa física acompanha alguns pontos de atenção. A principal desvantagem é que, dependendo do valor recolhido por esse meio de pagamento, o profissional é obrigado a declarar Imposto de Renda.

Além desse, ainda podemos considerar outros aspectos, veja abaixo!

icon

• Não é possível adquirir uma maquininha como uma solução financeira dos bancos para os seus clientes PJ;
• Apesar de mais acessíveis, as maquininhas para pessoa física também cobram tarifas, que devem ser consideradas no fluxo de caixa;
• Como não possuem conta PJ, esses profissionais terão dificuldades em obter vantagens como empréstimos ou redução de taxas;
• Nem todas as maquininhas disponíveis para pessoa física contam com muitas funcionalidades, como a possibilidade de receber por várias bandeiras ou de aceitar pagamentos por voucher, por exemplo.

Qual a diferença entre máquina de cartão para PF e PJ?

As principais diferenças entre uma máquina de cartão para pessoa física e para pessoa jurídica, são mais ligadas às suas funcionalidades.

Isso porque os terminais de empresas geralmente agregam mais funções administrativas e ligadas à gestão dos negócios. Sendo mais comum, principalmente, quando são obtidos como um item do conjunto de soluções que os bancos oferecem aos seus clientes PJ.

Além disso, também podem ser maquininhas mais orientadas para uso em balcão, dependendo do segmento do negócio, com mais cobertura de bandeiras e aceitar vouchers, por exemplo.

No entanto, ao considerar as taxas, é possível encontrar opções de terminais que tenham um custo mais baixo quando são adquiridas por clientes PF.

Por isso, é fundamental analisar cada característica das maquininhas que podem ser adquiridas por pessoa física para encontrar a opção que melhor se adapta a necessidade do cliente.

Vale a pena possuir uma máquina de cartão para pessoa física?

Ter uma máquina de cartão para pessoa física é uma ideia interessante para os profissionais liberais e autônomos que desejam aumentar o seu volume de vendas.

Isso porque o cartão de crédito está entre as opções preferidas dos brasileiros, devido às vantagens que oferece.

No entanto, apesar de ser uma alternativa para alcançar mais público, é essencial que o profissional tenha um bom planejamento financeiro ao adquirir um terminal.

Afinal, é necessário arcar com os custos de aquisição e com as taxas associadas às transações comerciais. Além disso, ele poderá pagar mais Imposto de Renda, dependendo do valor obtido com as suas vendas.

Nesse caso, vale a pena conferir qual é a opção de máquina de cartão para pessoa física que melhor se adapta aos seus interesses e considerar as vantagens e desvantagens da associação.

Dessa forma, será possível ter uma experiência mais positiva e expandir suas atividades sem precisar de CNPJ.

Conheça outras dicas sobre o universo financeiro e ative as notificações do Push para receber todas as novidades!

Perguntas Frequentes 

  1. Qual máquina de cartão tem a menor taxa para pessoa física?

    Segundo o ranking organizado pelo iDinheiro, a máquina de cartão para pessoa física que possui a taxa mais acessível é a Rede, considerando o valor cobrado e o prazo de recebimento.

  2. Quais as melhores máquinas de cartão para pessoa física?

    As máquinas ofertadas pela SumUp, PagSeguro, Getnet, Mercado Pago e SafraPay, podem ser uma ótima opção para você que busca uma maquininha de cartão para pessoa física.

  3. Quanto um CPF pode movimentar por ano?

    Não existe limite de movimentação financeira associada a um CPF. No entanto, quanto mais rendimentos possuir, maior será o Imposto de Renda a ser pago anualmente. A alíquota é progressiva e varia entre 15% a 27%.

  4. Quanto uma pessoa física pode vender na máquina de cartão?

    Não existe limitação prévia de quanto pode ser vendido em uma máquina de cartão para pessoa física. A única questão são os terminais que são idealmente indicados, dependendo do volume de vendas que será vinculado.

  5. Sou pessoa física, tenho que declarar minhas vendas com a máquina de cartão?

    Toda pessoa física que tenha um rendimento acima do teto do Imposto de Renda precisa declarar os seus rendimentos, com risco de multas e apreensão, caso pratique o crime de sonegação fiscal.

  6. É possível comprar uma máquina de cartão sem ter CNPJ?

    Existem várias opções de máquina de cartão que podem ser adquiridas por clientes Pessoa Física, sem a necessidade de um CNPJ vinculado e nem mesmo uma conta bancária para Pessoa Jurídica.

Referências do artigo
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp