Tag de pedágio: confira as 10 melhores e mais baratas!

Está procurando as melhores tags de pedágio? Conheça agora 10 opções, seus benefícios e preços e escolha a que mais combina com você!

Escrito por Camille Guilardi

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


Se você dirige e deseja mais praticidade uma das mehores opções é contratar uma tag de pedágio. Esse é um servço que está crescendo cada vez mais e possibilita que você não pegue filas nem precise procurar moedinhas para pagas os pedágios. Por isso, trouxemos as 10 melhores, e mais baratas, tags de pedágio, além de uma explicação de como elas funcionam e como escolher a melhor para você. Confira!

Sugestão iDinheiro

Sem Parar

Sem Parar

Sem Parar Solicitar
  • Assistência Auto 24h;
  • Cashback em serviços;
  • Plano gratuito, recarregável para quando quiser usar.
Voltar ao topo

Se você está em busca das melhores tags de pedágio, vale a pena conhecer algumas das opções mais em conta do mercado. Existem diversas empresas e instituições bancárias que trabalham com esse serviço, e a variedade de produtos pode levantar dúvidas nos motoristas.

Nesse caso, é importante conhecer algumas das principais características de cada companhia, além dos valores e benefícios que elas oferecem. Pensando nisso, preparamos um conteúdo especial com as tags de pedágio mais populares, além dos serviços que elas podem oferecer para o motorista. Conheça mais sobre cada opção e encontre o melhor custo-benefício para implementar no seu veículo e facilitar o pagamento de pedágios e estacionamentos.

10 melhores tags de pedágio do Brasil

Para quem deseja mais praticidade na hora de dirigir, vale a pena conhecer algumas das melhores tags de pedágio do mercado. Existem diversas alternativas disponíveis para os motoristas, e alguns podem ter dificuldade em avaliar qual a opção que melhor combina com seu perfil e necessidades. Nesse caso, vale a pena conhecer mais sobre as principais tags e suas características. Veja mais detalhes sobre 10 recomendações:

Sem Parar
Sem Parar
Sem Parar
Mensalidade: Plano Livre: sem mensalidade, recarregue para usar
Plano Em Todo Lugar: R$ 35,90 (4 meses grátis)
Plano Flex Pedágio: R$ 19,90 no mês que usar
Plano Cidade: R$ 31,90 (4 meses grátis)
Taxa de adesão: Não tem 
Vantagens: Mais abrangente do mercado;
Cashback em serviços;
Possibilidade de contratar assistência auto 24h;
Parceria com Skeelo.

As tags de pedágio Sem Parar são as mais conhecidas do mercado atualmente, e possuem um pacote abrangente de serviços. Além de diversos tipos de mensalidades, elas também trazem uma opção gratuita, mais simples para o motorista que não usa recorrentemente. Conforme o titular realiza upgrades na contratação, pode ampliar o acesso que a tag de pagamento oferece.

A Sem Parar também é aceita em diversos estabelecimentos além de estacionamentos e pedágios, como postos de combustível, lanchonetes drive-thru e lava-rápidos. Seu plano de assistência veicular e mensalidades gratuitas para novos contratantes, é possível contar com diferenciais além do uso do serviço nas estradas.


Veloe
Veloe
Veloe
Mensalidade: Pedágios: R$ 14,90 (3 meses grátis)
Estacionamentos: R$ 9,90 (3 meses grátis)
Pedágios e estacionamentos:
– pós-pago: R$ 18,90 (3 meses grátis)
– pré-pago: recarregue a partir de R$ 50,00
Taxa de adesão: Não tem 
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
Clube de descontos (Veloe Turbo);
Parceria com bancos (até 6 mensalidades grátis);
Parceria com times (tag personalizada).

Enquanto isso, a Veloe também começou a se destacar no mercado de tags de pedágio no Brasil, e apresenta algumas vantagens para novos clientes, como uma promoção de gratuidade de seis meses, sem restrição de planos, para clientes de bancos como Bradesco, Banco do Brasil, Digio e mais. Clientes Alelo podem ter até 12 meses de tag grátis.

Além disso, também trabalha com três tipos de planos diferentes, para o contratante escolher o melhor combina com o seu perfil. No entanto, nem todas possuem utilização nos mesmos estabelecimentos. A tag Veloe é aceita em estradas pedagiadas e também estacionamentos, shoppings, centros comerciais e hospitais. Contudo, cada modalidade possui autorização para diferentes locais. Assim, caso deseje ampla mobilidade, o titular deve escolher o plano mais completo.


ConectCar
ConectCar
ConectCar
Mensalidade: Plano Básico: recarregue a partir de R$ 50
(taxa de recarga a partir de R$ 11,30)
Plano Completo: R$ 17,90
Taxa de adesão: Plano básico: R$ 40
Vantagens: Parceria com cartões Itaú e Porto Seguro Bank (sem mensalidade);
Cobertura de 100% dos pedágios;
Serviços digitais (parcelamento de multas, licenciamento e IPVA);
Desconto na contratação de guincho.

Para competir com as demais tags de pedágio, a ConectCar também investiu em programas de gratuidade nas mensalidades para os contratantes. Dessa forma, pode atrair mais interessados, além das parcerias com instituições bancárias e outras empresas. Clientes Itaú e Porto Seguro, por exemplo, não pagam mensalidade em nenhum momento.

Ainda, os planos têm abrangência em vários locais de uso, desde estacionamentos urbanos, até pedágios e outros pagamentos em rodovias. O plano de recargas exige taxa de adesão, mas oferece autonomia para o motorista inserir saldo quando desejar.


Tag de pedágio Itaú
Tag Itaú
Tag Itaú
Mensalidade: Grátis
Primeira recarga: R$ 30
Taxa de adesão: R$ 20
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
Sem custo mensal;
Corresponde ao Plano Completo da ConectCar;
Parcelamento de débitos do veículo;
1 substituição de adesivo grátis por ano.

O Itaú desenvolveu tags de pedágio exclusivamente para seus clientes, em parceria com a ConectCar. Assim, oferece as mesmas facilidades que a empresa, com plano de recarga autônoma e flexível. Embora tenha taxa de adesão, clientes com cartão de crédito do banco não precisam arcar com mensalidades.

Entretanto, a solicitação exige uma carga inicial de, no mínimo, R$ 30. Posteriormente, não existe limite na inclusão de saldo. Além das facilidades para clientes da instituição, as demais características são semelhantes ao ConectCar, inclusive locais onde é aceito e regras de utilização.


Ultrapasse Mercado Pago
Ultrapasse – Mercado Pago
Ultrapasse
Mensalidade: Níveis 1 a 5: R$ 9,90
Nível 6: R$ 3,99.
Taxa de adesão: Não tem
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
2 mensalidades grátis;
Pague com o saldo da conta.

Outro serviço voltado para clientes da instituição, para incentivar o uso das tags de pedágio, é o Ultrapasse, do Mercado Pago. Clientes com conta ativa podem solicitar a participação no programa.

As características são as mesmas da ConectCar, por conta da parceria firmada entre as empresas. Essa tag de pedágio é aceita em 100% das rodovias e mais de 1.000 estacionamentos, mas é preciso conferir sua aceitação em outras localidades urbanas.


C6 Tag
C6 Tag
C6 Tag
Mensalidade: A partir de R$ 5
Com condições de gratuidade
Taxa de adesão: Não tem 
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
Isenções para várias categorias de clientes;
Débito direto na conta.

Diversos bancos digitais investiram em tags de pedágio, como o C6 Bank, que também realizou uma parceria com a Veloe e adaptou o seu sistema. Anteriormente, o serviço era em parceria com a Taggy. 

Com a nova oferta, qualquer pessoa física ou MEI pode solicitar o adesivo, podendo ser isento de mensalidade ou taxa para recargas. No entanto, é necessário ter saldo na conta corrente para desconto automático, ou a tag pode ser bloqueada. Para obter a tag de pedágio grátis é preciso atender a uma das condições abaixo:

  • cartão C6 Carbon (até 4 tags grátis – 1 titular e 3 adicionais);
  • cartão C6 Platinum (1 tag sem mensalidade);
  • investimento a partir de R$ 20.000,00 em CDBs do C6Bank (1 tag sem mensalidade);
  • clientes Nível 2 ou VIP no C6 Experience (1 tag sem mensalidade);
  • clientes com plano acelerador do programa Átomos (1 tag grátis).

Inter Tag
Inter Tag
Inter Tag
Mensalidade: R$ 5,00
Taxa de adesão: R$ 25
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
Débito direto na conta.

Entre as tags de pedágio de instituições bancárias, também se destaca a Inter Tag, voltada para os clientes do banco digital. Ela foi emitida em parceria com a Greenpass. Esse sistema funciona em pedágios de rodovias em todo o território brasileiro. No entanto, seu ponto forte é a possibilidade de recarga com mais praticidade pelo aplicativo, utilizando cartão de crédito ou transferência por Pix.


Zul+
Zul+ Digital
Zul+
Mensalidade: Gratuita
Taxa de recarga: 10%
Recargas pré-pagas ou automáticas
Taxa de adesão: R$ 9,90 
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
Consulta e pagamento de multas, IPVA e licenciamento;
Função Shell Box;
Serviços e alertas;
Cálculo de pedágio.

A Zul+Digital é uma startup de soluções de passagem que também desenvolveu tags de pedágio para pagamento automático de estacionamento. A adesão é facilitada, por meio da sua plataforma, e não existe a cobrança de mensalidades. Esse é um dos nomes mais consolidados no sistema pré-pago, que permite maior autonomia no uso.

O cliente pode selecionar a opção de inserir mais saldo no momento que desejar, sem precisar movimentar o serviço todos os meses. No entanto, existe uma taxa de 10% sobre o valor de cada recarga individual, sendo um dos valores mais altos na modalidade.


Move Mais Tag
Move Mais
Move Mais
Mensalidade: Grátis
Taxa de recarga: a partir de R$ 7,50
Taxa de adesão: R$ 39,90
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
Atendimento e suporte 24 horas.

Outra startup que também possui tags de pedágio é a Move Mais, uma companhia desvinculada de grandes parcerias e outros nomes. Ela traz um diferencial de suporte 24 horas para os clientes e motoristas, além de permitir a realização de recarga somente quando achar necessário.

Para trazer mais praticidade, também permite a inclusão de pagamentos automáticos por meio de agendamento com saldo mínimo pré-estabelecido. Além da taxa de adesão, também existem tarifas por cada recarga. Elas seguem um tabelamento fixo disponível pela própria Move Mais.


Tag de Passagem Sicredi
Tag de Passagem – Sicredi
Sicredi Tag de Passagem
Mensalidade: R$ 1,50 por dia de uso
Taxa de adesão: Não tem 
Vantagens: Cobertura de 100% dos pedágios;
Associados não pagam taxa

Ainda, para quem busca tags de pedágio com vantagens para clientes e correntistas, a Sicredi também começou a operar nesse segmento. Seu serviço foi desenvolvido em parceria com a Taggy, e permite aos clientes com conta ativa utilizarem o serviço de forma automática em rodovias e estabelecimentos credenciados.

O pagamento pode ser feito por meio de transferência ou débito automático registrado, sem necessidade de pagamento de mensalidade e adesão. A tag da Sicredi também se destaca por não contar com período de carência.


Tipos de tags de pedágio 

Após conhecer algumas das principais tags de pedágio do Brasil, vale a pena entender quais as categorias em que cada uma delas se enquadra. Dessa forma, o motorista poderá selecionar a que melhor combina com o seu perfil e com as suas necessidades. Existem dois tipos principais de tags:

1. Pré-pago

O modelo de tag de pedágio pré-pago é um formato onde o cliente realiza a inserção de saldo antes de utilizar o serviço. Dessa forma, possui autonomia para recarregar somente quanto julgar necessário, dependendo dos valores mínimos e máximos de cada companhia.

O pagamento ocorre de forma flexível, sem precisar ser registrado automaticamente, pois o usuário não precisa pagar todos os meses.

No entanto, o tipo pré-pago só permite a passagem pelo pedágio quando existir saldo disponível na conta. Caso contrário, existirá uma cobrança em débito e a tag pode não funcionar. Essa alternativa é mais indicada para pessoas que não viajam ou utilizam com frequência, ou esporadicamente, sabendo qual o valor que será descontado da sua conta no momento da utilização.

Além disso, os modelos de tags de pedágio pré-pago também costumam não apresentar data de validade para utilização do valor, por ocorrer como recarga eventual.

2. Mensalidade ou pós-pago

Enquanto isso, os clientes de tags de pedágio também podem contar com os modelos de mensalidade, o tipo mais convencional desse serviço. Cada companhia disponibiliza seu pacote de funcionalidades por um valor específico mensal, que pode, ou não, incluir taxas de utilização.

Dessa forma, o cliente não precisa se preocupar em recarregar a conta ou se tem saldo disponível para utilizar em pedágios e estacionamentos. Conforme ele utilizar no dia a dia, poderá conferir o total para realizar o pagamento ou ter desconto no débito automático que escolher.

A dinâmica foi pensada para reduzir as burocracias e preocupações dos motoristas, pois não é preciso verificar a cada viagem se existe saldo de cobrança na tag.

No entanto, podem existir algumas tarifas a mais nessa modalidade. Por exemplo, uma companhia de tag de pedágio pode cobrar R$ 14,90 pela assinatura, e o valor de R$ 1,90 a cada utilização em estacionamento. Nesse caso, ambos os valores serão cobrados do titular no final do mês, como uma fatura de cartão. Esse formato é mais recomendado para pessoas que viajam com frequência ou não desejam se preocupar com recargas.

Como funcionam as tags de pedágio?

As tags de pedágio funcionam por meio de um chip eletrônico identificado por um leitor da catraca e realiza a cobrança digital quando o veículo está passando. A tecnologia que permite esse serviço é simples, e está se tornando cada vez mais avançada, para otimizar as leituras nas rodovias.

No passado, o aparelho era semelhante a um leitor de código de barras, infravermelho, que permitia identificar as informações na tag colada no para-brisa do automóvel. Entretanto, diversas alternativas já estão sendo desenvolvidas para leitura por câmera digital, apresentando QR Codes, por exemplo.

Dessa forma, o processo é ainda mais rápido e seguro, com os dados do titular e o desconto do saldo ocorrendo por meio de um código bidimensional com menores possibilidades de erro na identificação.

Além dos pedágios, estacionamentos e outros estabelecimentos também utilizam esse mesmo formato de funcionamento em suas catracas de liberação, mas com leitor infravermelho, na maioria das vezes, por ser um sistema mais convencional. Em ambos os casos, o motorista não precisa parar o veículo e pagar em dinheiro, pois a cobrança ocorre automaticamente na sua tag de pedágio.

Além disso, existem filas específicas para pessoas que utilizam essas tags, o que otimiza a viagem e reduz o tempo de espera dos motoristas.

Caso a tag não seja reconhecida, para evitar problemas no trânsito em movimento, os aplicativos identificam a cobrança pendente e realizam o desconto de uma forma de pagamento cadastrada, como cartão de crédito. Algumas companhias deixam a pendência registrada para pagamento posterior. No entanto, essa situação ocorre apenas na modalidade pré-paga. 

Como escolher a melhor tag de pedágio?

Após conhecer as principais alternativas de tags de pedágio, existem algumas dicas que podem ajudar a escolher a melhor alternativa para o seu perfil. Dessa forma, mesmo com tantas opções no mercado, o motorista encontrará a companhia ideal para atender às suas necessidades.

Frequência de viagem

A primeira recomendação para escolher tags de viagem é considerar a frequência de viagem que você realiza com o veículo. Isso porque existem sugestões mais voltadas para cada perfil, como pessoas que utilizam mais ou menos o serviço.

Para quem viaja mais vezes, pode ser interessante ter um plano de mensalidade, pois existem descontos no valor do pedágio e não existe a preocupação com recarga. Enquanto isso, usos esporádicos podem aproveitar mais uma tag com recarga pré-paga, que oferece autonomia para o motorista e melhor controle pelas plataformas.

Avaliar quais as suas demandas referentes ao uso desse serviço permitirá encontrar a alternativa mais indicada para o seu perfil, e com o melhor custo-benefício.

Preço

Um dos principais critérios de avaliação de tags de pedágio são os preços pagos pelo motorista, que influenciam na sua experiência. Em um primeiro momento, é preciso verificar os valores de mensalidade, para quem deseja adotar essa opção. Cada plano conta com um preço diferente, que pode combinar, ou não, com o seu orçamento.

Além disso, algumas companhias podem ter taxa de adesão, uma tarifa a mais para a contratação do serviço.

O mesmo se aplica para a cobrança de tarifas de recarga no modelo pré-pago, que acabam descontando parte do saldo no momento da inserção. Todos esses preços são variáveis importantes para a avaliação do motorista caso ele deseje escolher a que melhor combina com seu perfil.

Planos

Ainda, vale a pena avaliar quais as características dos planos e mensalidades que as companhias oferecem. Algumas empresas trabalham com mais de um convênio de contratação, com diferentes benefícios e utilidades.

Por exemplo, existem planos para uso em pedágios e estacionamentos, ou apenas um desses segmentos por vez. Além disso, existem mensalidades para utilização urbana ou rodoviária.

Assim como a frequência de viagem, esse é um critério individual, mas que influencia na escolha das melhores tags de pedágio, pois traz um impacto financeiro e nas vantagens do dia a dia. Por esse motivo, vale a pena conhecer mais sobre as mensalidades de cada plano antes de tomar uma decisão, para verificar qual se adéqua melhor ao que você busca.

Vale a pena ter tags de pedágio?

As tags de pedágio são um serviço interessante para motoristas que viajam com frequência ou precisam de mais praticidade no dia a dia. Com ampla abrangência, incluindo, agora, estacionamentos e entrada em outros estabelecimentos, trata-se de um recurso prático e vantajoso.

Existem diversas empresas e bancos com tags de pedágio, inclusive com benefícios exclusivos para correntistas ou descontos para novos clientes. Assim, o motorista pode encontrar a opção que melhor lhe atende ao procurar mais informações no mercado. Conheça as tags de pedágio do C6 Bank, Bradesco, Santander e Mercado Pago!

Por outro lado, a variedade de serviços pode dificultar essa escolha, especialmente se o titular não possuir conhecimento sobre as empresas e o que elas oferecem. Nesse caso, a recomendação é se atentar para as tags de pedágio que cada companhia disponibiliza, suas características, planos e valores. Dessa forma, será mais simples encontrar o serviço ideal para o seu perfil e para as suas demandas de direção.

No entanto, de modo geral, é um serviço interessante e vale a pena considerá-lo, especialmente para obter descontos e praticidade no pagamento de pedágios nas rodovias e valores nos estacionamentos.

Quer receber outras dicas financeiras? Ative as notificações do Push e assine a newsletter do iDinheiro para não perder nenhuma novidade!

Perguntas Frequentes

  1. Quais os tags de pedágio?

    Existem diversos tipos de tags de pedágio. Atualmente, os dois modelos principais são pré-pago e mensalidade. As empresas que trabalham com esse serviço incluem Sem Parar, ConectCar, Veloe, Zul+ e Move Mais. Bancos como C6, Itaú e Sicredi também possuem suas próprias tags.

  2. Qual a melhor tag de pedágio grátis?

    Para quem procura custo-benefício em tags de pedágio, vale a pena conhecer modelos de recarga, sem taxa de adesão e mensalidade, como a C6 Tag e o Plano Livre da Sem Parar.

  3. Qual tag não tem mensalidade?

    Várias tags de pedágio não trabalham com mensalidade, como Zul+, Sicredi, Move Mais, Inter Tag e Itaú Tag.

  4. Qual tag é mais vantajosa?

    A tag de pedágio mais vantajosa é a que atende ao perfil do motorista. A Sem Parar possui vários planos para isso, e nomes como Veloe e ConectCar possuem parcerias com bancos que oferecem tags mais em conta para os correntistas.

  5. Banco Inter oferece tag de pedágio?

    Sim, o banco Inter possui a Inter Tag, que tem uma taxa de adesão de R$ 25 e uma mensalidade de R$ 5,00.

  6. O Nubank possui tag de pedágio?

    Até o momento, o Nubank não possui tag de pedágio. Porém, existem outros bancos digitais que contam com esse serviço, como o C6 Bank e o Inter.

Referências do artigo
  1. CLEDERSON TADEU

    Sem Parar é péssimo! Demora horas, dias para atualizar as utilizações no extrato.
    Recebi uma cobrança meses depois do cancelamento de uma utilização que teria ocorrido mais de uma semana depois que cancelei o plano… Infelizmente era uma cobrança de R$ 17,00 que seu eu fosse contestar no Procon ou no JEC gastaria mais que isso com meu dia e deslocamento para no final ter apenas a cobrança suspensa.

  2. Maria Goulart

    Já tive o sem parar. Pensa .. num troço difícil de cancelar. Mensalidade hoje 52,00 prá contrato antigo. Prá aderir é fácil, mas sair são outros *calafrios*. Nunca mais entro nesse engodo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp