3 contas com aplicação automática que rendem mais que a poupança

A aplicação automática do saldo da conta tem as mesmas características que atraem os brasileiros para a poupança: liquidez diária e segurança.
A diferença é que elas estão rendendo mais! Veja 3 opções para não perder seu dinheiro para a inflação.

Amanda Gusmao
Amanda Gusmão

A oferta de aplicação automática do saldo da conta corrente não é nenhuma novidade para os brasileiros, muitos bancos tradicionais oferecem esse serviço, não é mesmo?

E, com o rendimento da poupança tão baixo, alguns deles tornaram-se bem atrativos. Isso porque têm características idênticas a da caderneta, ou seja: aplicação em renda fixa, conservadora, com liberdade para resgate a qualquer momento e garantidas pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Continua após a publicidade

3 contas gratuitas com rendimento do saldo melhor que o da poupança

O Rendimento da Poupança em qualquer banco (julho/2021) é 70% da taxa Selic + T.R. Compare com essas opções:

logo Banco Pan
Abrir conta digital
103% do CDI
Pagbank
Abrir conta digital
200% do CDI
nuconta
Abrir conta digital
100% do CDI

Como funciona a aplicação automática do saldo da conta?

Diferentemente da poupança, a aplicação automática é um serviço contratado na abertura da conta ou ativado posteriormente. Ou seja, só pode ser realizado com aprovação do cliente.

Continua após a publicidade

Ele aplica o saldo da conta em um CDB ou outra aplicação em renda fixa e de liquidez diária, característica que permite o saque a qualquer momento. Assim, quanto mais tempo o saldo permanecer em conta, mais ele rende.

aplicação automática conta digital Pan
Aplicação automática conta digital Pan

Como funciona o rendimento da poupança?

O cálculo do rendimento da poupança funciona por aniversários da aplicação. Ou seja, toda vez que o valor aplicado completa 30 dias, o juros é contabilizado e depositado para o titular da conta.

Mas, se acontece um saque (de parte ou do valor total) antes desses 30 dias, o rendimento não é contabilizado.

Então, se você aplicar R$1.000,00 na poupança no dia 01 do mês, mas sacar R$ 400 reais no dia 15, somente os R$600 que permaneceram por 30 dias ininterruptos serão remunerados.

Continua após a publicidade

Como a poupança fica separada da conta de movimento do orçamento mensal, pode ser mais fácil de controlar os impulsos de gastos. Por outro lado, ganhar mais com a aplicação automática pode ser um incentivo para gastar menos.

Além disso, precisamos considerar os objetivos financeiros que envolvem a aplicação automática e poupança. Não é recomendado, por exemplo, que tais aplicações sejam realizadas a longo prazo. Outros investimentos, inclusive conservadores, podem ter desempenhos mais interessantes.

Poupança ou Aplicação Automática, como escolher?

Para saber qual é a melhor opção para você, sugerimos a consideração dos seguintes fatores:

  • rendimento (juros que remuneram a aplicação, lucro)
  • encargos (tarifas, impostos e outros custos)
  • facilidade na gestão da aplicação (aplicação, controle e resgate do dinheiro)
  • segurança do seu dinheiro (garantias de que o dinheiro está seguro)
logo idinheiroPoupançaAplicação Automática
RendimentoPode perder para a inflaçãoPode perder para a inflação,
mas em geral, são
maiores que a poupança
EncargosLivre de IOF e IR*Tem cobrança de IOF e IR
Gestão da aplicaçãoConta exclusivaAplicação do saldo da conta
SegurançaTem FGC Tem FGC
Comparativo entre Poupança e Aplicação Automática

O que é maior, o rendimento da poupança ou aplicação automática da conta?

O rendimento da aplicação automática.

O rendimento da poupança hoje, de acordo com a regra de remuneração, é 70% da taxa Selic + Taxa Referencial, que está quase sempre zerada. Já o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) é um indicador que acompanha a Taxa Selic.

Continua após a publicidade

Assim, fica claro que 70% da taxa Selic + TR é inferior ao rendimento da conta digital Pan, PagBank e Nuconta.

Quais são mais caros, os encargos da aplicação automática ou da poupança?

Os encargos da aplicação automática, já que a poupança é isenta de IOF e Imposto de Renda (até certo limite).

Encargos da aplicação automática

Por se tratar de um CDB ou RDB, como é o caso da Nuconta, o cliente vai pagar IOF e Imposto de Renda toda vez que movimentar o saldo que está em aplicação automática, mas apenas sobre o que rendeu!

Ou seja, se você deixar R$ 100 na aplicação automática da Nuconta por um ano, que rende 100% do CDI, terá R$105,25 ao final do período. Sacando esse valor, pagará IOF e IR, restando pouco mais de R$104,30 para o saque.

Continua após a publicidade

Porém, quanto renderia R$100 na poupança nesse mesmo período de um ano? R$103,68, ou seja, menos do que rendeu na aplicação automática com os encargos já descontados (use nossa calculadora para novas simulações).

Encargos da poupança

A poupança não tem taxa de administração, não cobra IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e o Imposto de Renda só incide quando seu rendimento (o quanto ela gerou de lucro) for maior que R$40 mil.

Analisando a incidência de encargos isoladamente, podemos dizer que a poupança é melhor que as aplicações automáticas. Todavia, como sua remuneração é bem menor, o lucro do saldo em conta remunerado é mais vantajoso, como você viu no exemplo.

O que é mais fácil, aplicar na poupança ou no rendimento automático?

Na aplicação automática do saldo da conta, bastando autorizar o banco que o serviço seja ativado (em alguns casos, você faz isso quando abre a conta).

Continua após a publicidade

Mas, a facilidade da aplicação e resgate não fica apenas nesse ponto. A questão é que alguns bancos, principalmente os tradicionais, costumam pedir uma aplicação mínima para a abertura da poupança, o que não acontece quando você concorda que o saldo da sua conta tenha um rendimento enquanto fica parado.

Além disso, o controle do rendimento pode ser feito a qualquer momento. No extrato da conta do Itaú, por exemplo, é possível identificar o termo aplic aut mais toda vez que o saldo é enviado para o CDB de liquidez diária.

O que é mais seguro, a poupança ou a aplicação automática?

De forma geral, os dois. Isso porque tanto a poupança quanto o CDB, que é mais regularmente usado para remunerar a aplicação automática da conta contam com o Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Além disso, os dois são aplicações consideradas conservadoras, ou seja, ativos de renda fixa.

Continua após a publicidade

Logo, tanto as aplicações automáticas quanto a poupança tem características semelhantes, mas rendimentos diferentes. Se você quer deixar parte da sua reserva de emergência em um deles para aproveitar a liquidez diária, talvez seja mais interessante a remuneração da PagBank, Banco Pan ou Nuconta.

E, se você acha que a facilidade de resgate pode prejudicar sua atitude poupadora, uma solução viável é abrir conta digital somente para tal aplicação. Como elas são gratuitas e usam PIX, você consegue fazer sua reserva financeira sem dificuldades.

Perguntas frequentes

Como resgatar a aplicação automática do saldo da conta?

Basta usar o valor da conta normalmente, o processo de resgate, assim como a aplicação, é automático e discriminado na conta.

O banco pode fazer aplicação automática da conta sem minha autorização?

Não. Somente com autorização do cliente, que pode acontecer na abertura da conta, solicitada nos canais digitais ou autorizada no atendimento presencial, por exemplo

Quais bancos oferecem aplicação automática da conta?

Vários bancos oferecem o serviço de aplicação automática do saldo da conta, sejam os tradicionais, sejam os digitais. Entre eles: Itaú, Bradesco, Nubank, Banco Pan etc.

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.