Empréstimo

Você sabe calcular empréstimo consignado? Nós te ensinamos!

Amanda Gusmão
Amanda Gusmão
Beneficiário aprende como calcular empréstimo consignado
É muito importante entender como calcular empréstimo consignado para fazer uma contratação consciente. Entenda como funciona.

Você sabe calcular empréstimo consignado? Nós te ensinamos!

Você sabe como calcular empréstimo consignado? Ele sempre aparece como uma das alternativas de crédito mais baratas, mas, será que combina com suas necessidades financeiras?

Para dar essa resposta com convicção, basta conhecer um pouco mais sobre o empréstimo consignado, suas vantagens e, claro, como fazer seu cálculo.

Continua após a publicidade

Mas, calma, você não vai precisar de conhecimentos avançados de matemática.

Neste post, reunimos todas as informações e orientações práticas que você vai precisar. Confira.

O que é o empréstimo consignado?

Empréstimo consignado é uma linha de crédito exclusiva para beneficiários da instituição ou empresa que são vinculados. É o caso dos aposentados e pensionistas do INSS.

Porém, empresas privadas também podem oferecer essa modalidade de crédito aos seus colaboradores como forma de benefício.

Continua após a publicidade

Como ele funciona?

No empréstimo consignado, o pagamento das parcelas é debitado diretamente da folha de pagamento do beneficiário.

Essa é uma garantia para a instituição financeira de que receberá o pagamento do empréstimo, mas, a taxa de juros mais baixa, que é uma característica comum dos consignados, não se dá por esse motivo.

No caso do consignado do INSS, resoluções do governo determinam o valor mínimo e máximo da taxa de juros assim como as condições de contratação.

Mas, no caso dos empréstimos consignado das empresas, as condições são estabelecidas por ela em seu contrato com a instituição financeira.

Continua após a publicidade

Quais são as condições mais importantes?

Entre as condições que governo ou empresa privada podem estabelecer, estão:

  • margem consignável, que é uma porcentagem do benefício que determina o valor de contratação máxima;
  • número de parcelas;
  • valor do empréstimo, que vai ter relação com a margem consignável e o número de parcelas;
  • taxa de juros;
  • carência para um novo pedido de empréstimo ou refinanciamento.

Como calcular empréstimo consignado?

Mas, afinal, o que é essa margem consignável e, como calcular empréstimo consignado e saber se a proposta está valendo à pena? Respondemos esses questionamentos a seguir.

Como calcular margem para empréstimo consignado?

Empréstimos consignados de empresas privadas podem variar, no entanto, aquele oferecido aos aposentados e pensionistas do INSS tem regras estipuladas pelo governo.

De acordo com a Medida Provisória 1.006, a margem para empréstimos atual equivale a 35% do valor do benefício.

Assim, basta aplicar a proporção. Se você recebe R$ 2.500,00, por exemplo, poderá solicitar um empréstimo de até R$ 875,00, que equivale a 35% do benefício.

Continua após a publicidade

Esse é o valor máximo de contratação, mas, a medida em que você vai pagando as parcelas, vai liberando novamente a margem.

Ou seja, com o tempo é possível fazer um refinanciamento e tomar de crédito a diferença que estiver disponível.

Como calcular juros de empréstimo consignado?

Assim como outras modalidade de empréstimos, o juros do consignado é composto, ou seja, incide sobre o valor principal acrescido do juros do período.

Ficou complicado? Então, vamos mostrar como ficaria um empréstimo de R$ 800,00 em 4 parcelas.

Continua após a publicidade

  • Empréstimo: R$ 800,00
  • Número de parcelas: 4
  • Taxa de juros ao mês: 1,80%

Cada parcela custará R$ 209,08, totalizando R$ 836,32. Você pode usar a Calculadora do Cidadão no site do Banco Central para chegar a esse valor, ou, usar a seguinte fórmula:

M = C x (1 + i)𝑛

Sendo que:

M é o valor total que será pago no final do período, C é o valor contratado, i é taxa de juros em numeral e n o número de parcelas.

Nesse exemplo, ficaria:

M = 800 x (1 + 0,018) elevado a 4

M = R$ 836,32

Cálculo para quitar empréstimo consignado?

Como o juros é composto, ao antecipar parcelas, você terá um desconto de acordo com o tempo que você está pagando antes.

Isso acontece porque o juros são cobrados de acordo com o tempo que o dinheiro ficou disponibilizado para seu uso. Se você devolve antes, não tem porque pagar pelo período que não usou, certo?

Continua após a publicidade

Calcular empréstimo consignado Caixa?

Para calcular empréstimo consignado Caixa basta usar a mesma fórmula que mostramos acima.

Vale lembrar que a margem consignável da CEF também é 35% do benefício.

A instituição financeira oferece condições especiais de contratação, como um número maior de parcelas ou outros benefícios nos seus serviços de conta corrente, mas, o cálculo, é o mesmo.

Quais são suas vantagens?

Sem dúvidas, a maior vantagem do empréstimo consignado são seus juros mais baixos. Mas, também podemos apontar:

  • organização, já que as parcelas são debitadas direto na folha, você não consegue gastar o dinheiro antes de pagá-las;
  • maior número de parcelas, o que compromete menos seu orçamento mensal;
  • possibilidade de contratação do empréstimo consignado, mesmo com o nome negativado,

E desvantagens?

Suas desvantagens estão relacionadas, principalmente, com as preferências dos clientes.

Alguns deles, por exemplo, gostariam de pagar suas parcelas em outras datas do mês e não no dia do recebimento de seus benefícios ou salários.

Além disso, outro ponto que deixa alguns contratantes do empréstimo consignado desconfortáveis.

O pensamento que seus contratantes (no caso do consignado de empresas) podem ficar sabendo da contratação é um motivo de preocupação.

Continua após a publicidade

O que devo considerar antes de contratar um empréstimo consignado?

Antes de contratar um empréstimo consignado, tenha em mente que seu benefício ou salário vai ficar reduzido até que você termine o pagamento das parcelas.

Ou seja, por mais que ele permita ter acesso a um recurso financeiro imediato, você precisará controlar ainda mais seus gastos nos meses seguintes.

Você também pode considerar quais as alternativas com taxa de juros baixas, como é o caso do empréstimo com garantia de imóvel ou garantia de investimento.

Ainda assim, a escolha deve ser, sempre, a mais econômica, mesmo que ela exija um esforço de corte de gastos nos meses seguintes, não é mesmo?

Continua após a publicidade

Conclusão

Mais do que calcular empréstimo consignado, você precisa considerar outras alternativas antes de tomar um crédito que comprometa parte dos seus ganhos.

É claro que ele é uma solução para casos de urgências. Mas, medidas para evitar seu uso, como fazer uma reserva emergencial, é essencial para sua saúde financeira.

Se for inevitável, porém, agora você já sabe como calcular empréstimo consignado, comparar opções, dentre outras noções práticas. Sabe o que falta agora?

Acompanhe as notícias com a newsletter do iDinheiro para saber como as mudanças nessa linha de crédito podem afetar sua contratação. Assine agora mesmo.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *