Entenda o que é alavancagem financeira e quais riscos existem na operação

A alavancagem financeira é um recurso que envolve riscos. Veja como usá-la de forma correta.

B612_20210521_152657_024_2
Melissa Nunes

Já pensou em investir com mais dinheiro do que você tem? Essa é a ideia da alavancagem financeira! O objetivo é ter lucros mais elevados e potencializar seus ganhos. Por outro lado, é uma operação arriscada, que exige cuidados e conhecimento. Afinal, assim como você pode ter resultados positivos, também pode perder tudo.

Então, o que fazer? O primeiro passo é entender o que é alavancagem. Neste post, vamos explicar o conceito, como funciona e quais são os riscos aos quais você se expõe ao operar dessa forma. Você vai saber:

Continua após a publicidade

  • O que é alavancagem?
  • Como funciona a alavancagem financeira na bolsa de valores?
  • Quais os riscos de operar alavancado?

O que é alavancagem?

No mercado de investimentos, alavancagem significa utilizar recursos de terceiros para potencializar os seus ganhos.

Muito complicado? Pense na física: o conceito se refere a usar uma espécie de ferramenta para levantar um objeto pesado com mais facilidade. A alavanca serve exatamente para isso. O motivo desse resultado é a potência exercida, que aumenta. Assim, você consegue fazer o que precisa sem se exercer tanto esforço.

Continua após a publicidade

Para os investimentos, você utiliza um dinheiro que, efetivamente, não tem. É como se tomasse um capital emprestado para aumentar (ou alavancar) suas oportunidades de ganho. Mas, por outro lado, a chance de perdas também é significativa. Portanto, é uma estratégia que vale a pena ser considerada, desde que você busque as boas práticas para para reduzir os potenciais prejuízos.

De qualquer forma, não confunda a alavancagem financeira com a alavancagem operacional. Veja a seguir qual a diferença entre elas.

Alavancagem financeira

A alavancagem financeira consiste em captar recursos de terceiros para potencializar os ganhos. O retorno pode ser obtido por meio de:

  • aumento da produção;
  • vendas;
  • lucros.

Portanto, a alavancagem financeira pode ser viabilizada por um trader que utiliza o dinheiro da corretora para investir e ganhar mais. Porém, também pode ser uma empresa que utiliza empréstimos, debêntures, ações preferenciais etc. para aumentar sua produção e/ou suas vendas. Dessa forma, também ganha mais.

Continua após a publicidade

No mercado de investimentos, essa técnica permite multiplicar a sua rentabilidade por meio do endividamento. Por isso, ela só é aplicável na bolsa de valores.

Os recursos concedidos são derivados da própria corretora de valores. Dentro desse cenário, é importante calcular o chamado Grau de Alavancagem Financeira (GAF). Esse indicador sinaliza o risco ao qual você vai se expor ao operar alavancado. De modo geral, quanto maior for o resultado, maior será o endividamento e o risco.

Ou seja, é uma relação normal entre risco e retorno. Quanto maior for o potencial de perdas, maior é a possibilidade de ganhos também.

Alavancagem operacional

Por sua vez, a alavancagem operacional trata das empresas que tentam aumentar suas vendas e criar produtos a partir de empréstimo ou financiamento.

Continua após a publicidade

O objetivo é que os lucros obtidos sejam mais elevados do que os juros pagos. Assim, há um bom retorno. Para isso, os custos fixos precisam permanecer iguais. Nesse caso, existe o Grau de Alavancagem Operacional (GAO). Ele mede quanto houve de lucro devido à variação nas vendas e a distância da empresa do seu ponto de equilíbrio.

Esse é o momento em que ganhos e gastos são equivalentes. Portanto, representa quando a empresa está no zero a zero.

Como funciona a alavancagem financeira na bolsa de valores?

Agora que você entendeu o que é alavancagem, chega o momento de aplicá-la ao mercado financeiro. Ela pode ser aplicada em diferentes operações, mas é mais comum no day trade. Vamos explicar melhor em seguida.

Além disso, é importante entender que seu limite será definido pela corretora de valores, já que o recurso disponibilizado será dela. Para saber qual é o seu limite, acesse o home broker da sua corretora e procure por esta informação.

Continua após a publicidade

Ainda, é importante entender que cada ativo tem um multiplicador. Ele depende de volatilidade e liquidez, ou seja, do quanto o preço oscila durante o pregão e da facilidade de ser transformado em dinheiro.

Você ainda deve entender um conceito importante para calcular a alavancagem financeira: a garantia. Ela consiste nos recursos que você tem disponíveis e que servem como precaução para a corretora de valores, em caso de perdas.

Por exemplo, você tem R$ 500 na conta e fará uma operação de R$ 2.000 de forma alavancada. Assim, a garantia são os R$ 500 que você já tem. Nesse caso, o multiplicador é 4.

Por fim, é preciso avaliar um possível deságio. Esse termo se refere a uma depreciação de valor sofrida pelos ativos do mercado financeiro. Portanto, é aplicado somente quando a garantia é composta por ações e títulos presentes na sua carteira de investimentos. Assim, há um deságio de 20%, em média.

Continua após a publicidade

Voltando ao exemplo, imagine que os R$ 500 sejam em ativos, não em dinheiro. Nesse caso, o deságio é de R$ 100 (R$ 500 – 20%). Ou seja, você vai aplicar R$ 400. Utilizando o multiplicador (4), o total que você poderia operar alavancado é de R$ 800.

Em resumo, podemos definir esses termos como:

ConceitoO que é
Limiteé o quanto de alavancagem o investidor tem disponível
Multiplicadorquantas vezes o capital pode ser alavancado
(depende da volatilidade e da liquidez de cada ativo)
Garantiarecurso exigido ao investidor, usado em caso de perdas
Deságiodepreciação aplicada sobre ativos dados como garantia

Ficou claro? Apesar do conceito ser sempre o mesmo, existem detalhes das próprias operações que podem ser realizadas. Confira quais são elas.

Alavancagem no day trade

O day trade é uma operação de curtíssimo prazo. Ou seja, ela começa e termina no mesmo dia. Isso porque o objetivo é ter ganhos rápidos devido a essas oscilações de preço.

Com a alavancagem financeira, é possível potencializar os lucros. Ainda assim, você fará operações rápidas para obter lucros que ficam entre 1% e 2%, geralmente. A diferença da alavancagem financeira é que você aumentará seus ganhos por fazer um número maior de operações. Assim, os ganhos se acumulam.

Continua após a publicidade

Alavancagem no mercado futuro

O mercado futuro compõe operações em que você adquire contratos que poderão ser negociados em uma data posterior. Aqui, a operação alavancada tende a apresentar um limite maior do que para as operações em day trade.

Portanto, o lucro e o potencial de perdas também podem ser mais elevados. Além dos contratos, também é possível negociar minicontratos futuros. Eles são mais acessíveis, porque representam 20% do contrato padrão. Portanto, você consegue operar cerca de R$ 10 mil oferecendo R$ 100 ou menos como garantia.

Porém, os riscos são elevados. Por isso, é preciso ter conhecimento e uma boa estratégia para operar com certa segurança.

Alavancagem na venda a descoberto

Também chamada de “short selling“, ou “operar vendido”, essa operação é diferente. Isso porque o trader pretende ganhar com a queda no preço dos ativos.

Continua após a publicidade

Parece estranho? A ideia é simples: você aluga uma ação de outro investidor e se compromete a pagar determinado valor. Se o preço do ativo cair, conforme esperado, você realiza a sua venda e obtém o lucro. Assim, paga o investidor que locou a ação e fica com o restante do dinheiro.

Caso a operação dê errado, você precisa arcar com o prejuízo do pagamento ao investidor que detém a ação. Aqui, o risco é ilimitado, pois o ativo pode subir infinitamente (ao contrário da queda, onde a perda máxima é o valor investido). Portanto, também é necessário ter cuidado.

Qual o valor da margem de garantia para alavancagem financeira?

Como já explicamos, o valor varia bastante. De forma geral, três variáveis interferem nessa definição:

  • ativo negociado;
  • valor exigido pela corretora de valores;
  • prazo da operação.

Além disso, a B3, a bolsa de valores brasileira, determina alguns limites para day trade. Eles valem para:

Continua após a publicidade

  • minicontratos de índice: R$ 100;
  • minicontratos de dólar: R$ 150.

Dessa forma, as corretoras precisam cumprir esse limite mínimo. Apesar disso, podem aplicar uma quantia maior, se desejarem. Também vale lembrar que a própria corretora pode encerrar as operações do investidor, caso julgue que a perda já é muito grande. Esse recurso também é chamado de zeragem compulsória.

Quais os riscos de operar alavancado?

Toda operação alavancada contém riscos, afinal, você movimenta o dinheiro da corretora, em vez de utilizar apenas o seu. Assim, o maior risco é perder mais do que o valor que você tem na conta, chamado de capital mobilizado. Nesse caso, a corretora poderá fechar as posições para utilizar o que você tem em conta para compensar os prejuízos.

Por isso, é importante fazer uma boa gestão de risco. Ou seja, você deve definir quanto vai investir, quanto pretende ganhar e qual é o seu limite de perdas. Nesse sentido, é encorajado o uso de stop gain e stop loss.

O primeiro define um limite de ganhos. Por que você deve determiná-lo? Se deixar a operação correr livremente, o preço do ativo pode virar. Assim, você começa a perder.

Continua após a publicidade

Por sua vez, o stop loss é uma interrupção de perdas. Ou seja, você determina o máximo que aceita como prejuízo. A partir disso, quando esse limite for atingido, a operação é finalizada para evitar mais problemas.

Conclusão

Na prática, essa gestão de riscos exige um entendimento maior do mercado financeiro. Além disso, é importante que você tenha um perfil de investidor arrojado e acompanhe de forma constante o preço dos ativos.

Mais do que isso, ao optar pela alavancagem financeira, a recomendação é que o investidor ou trader saiba muito bem o que está fazendo. Em outras palavras, essa estratégia é válida para quem tem conhecimento e experiência.

Ainda assim, o melhor a ser feito é uma gestão controlada das operações, com estratégia clara e uso de recursos que limitam perdas. Dessa forma, a alavancagem pode se tornar uma aliada em aumentar ganhos sem correr mais riscos do que o necessário.

Sugestões de leitura do iDinheiro:

Perguntas frequentes

  1. O que é índice de alavancagem financeira?

    O índice de alavancagem financeira é um indicador financeiro que sinaliza o grau de endividamento do investidor. Quanto maior ele for, maior será o risco corrido na operação.

  2. Quais as vantagens da alavancagem?

    O benefício da operação alavancada é ter um lucro significativo, mesmo sem ter muito capital para investir. Ainda é possível ter ganhos elevados em curtíssimo prazo. Em caso de prejuízo, terá que cobrir somente a variação do ativo, não o valor total.

  3. O que é margem de garantia?

    É a cobrança feita pela corretora de valores para viabilizar o empréstimo da operação com alavancagem financeira. A margem de garantia pode variar de acordo com o ativo e outras variáveis.

  4. Como operar alavancado em ações?

    Para operar alavancado, em geral, basta conferir seu limite no home broker da corretora e fazer suas compras e vendas a descoberto normalmente. Caso tenha dúvidas ou precise de liberação, contate a corretora.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.