Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

O que são commodities? Como investir?

Entenda por que essas matérias-primas são importantes e como podem gerar lucro ao investir nelas.

B612_20210521_152657_024_2
Melissa Nunes Especialista em Finanças Pessoais e Investimentos

Se você procura um tipo diferente de investimento financeiro, vale a pena conhecer o que são commodities. Esses ativos podem ser bastante atrativos, por conta da volatilidade. Esse termo se refere à oscilação de preços desses produtos, que variam conforme a oferta e a demanda. Assim, os preços podem subir muito.

Quer um exemplo? A carne, em 2021: com a venda desse produto para o exterior devido ao dólar alto, diminuiu a oferta no Brasil. Ainda com a alta da inflação, o preço do mercado interno cresceu. Tanto é que, entre janeiro de 2019 e agosto de 2021, o aumento acumulado foi de 69,9%.

Continua após a publicidade

Para o consumidor, é ruim. Por sua vez, o investidor ganha. Como? Leia este texto e saiba mais.

O que são commodities?

As commodities são mercadorias de origem primária, com baixo valor agregado. São itens simples, cuja marca não importa. Por exemplo:

Continua após a publicidade

  • milho;
  • soja;
  • petróleo;
  • ouro.

Em outras palavras, para saber o que são commodities, é preciso entender que são itens pouco processados. Eles servem para produzir produtos de maior valor agregado por serem mais complexos.

Outro fator importante é que eles seguem padrões de qualidade mundiais. Ou seja, as características são praticamente as mesmas entre um produtor e outro.

Por exemplo, o café produzido aqui no Brasil terá tamanho, forma e propriedades nutricionais similares ao mesmo grão de outros países. Assim, há uma paridade.

Características das commodities

Esses produtos têm características específicas para serem enquadradas nessa categoria. Isso também garante a negociação das commodities na bolsa. Assim, elas devem ser produtos:

Continua após a publicidade

  • de origem primária;
  • que tenham pouco ou zero processo de industrialização, o que transforma a matéria;
  • de consumo mundial;
  • com pouca ou nenhuma diferença, qualquer que seja o produtor ou a marca;
  • que podem ser estocados em grandes quantidades sem haver prejuízo de qualidade.

Tipos de commodities

Apesar de terem as mesmas características, essas matérias-primas são classificadas dentro de 4 categorias principais. Veja quais são elas:

Agrícolas

Consistem em produtos agrícolas e matérias-primas do agronegócio. Sofrem alta volatilidade devido ao clima e o ciclo de plantio e colheita, por isso, a oferta é maior na colheita. Nos outros períodos do ano, o suprimento é feito com os estoques disponíveis. Caso a produção seja menor, os preços tendem a aumentar devido à alta demanda durante o ano todo.

Existem vários produtos caracterizados como commodities agrícolas, por exemplo:

  • café;
  • soja;
  • milho;
  • açúcar;
  • laranja;
  • trigo;
  • algodão.

Minerais

São os minerais, minérios, metais e recursos relacionados à energia. Têm uma produção menos sujeita à sazonalidade. Além disso, o clima somente interfere nas commodities minerais energéticas. Nesse caso, a relação acontece por conta da ampla participação de equipamentos de calefação no consumo de energia em vários países.

Ao mesmo tempo, saber o que são commodities minerais implica entender que os problemas se referem a problemas logísticos e escassez de reservas. Isso porque há divergências entre oferta e demanda e isso gera grandes variações de preço.

Continua após a publicidade

Entre os exemplos de commodities minerais, estão:

  • petróleo;
  • ouro;
  • gás natural;
  • etanol.

Ambientais

São recursos naturais usados na produção de outros bens. Por isso, são relevantes para o setor industrial.

Os principais exemplos são:

  • geração de energia;
  • madeira;
  • água.

Financeiras

Consistem em títulos emitidos pelo governo, mas também podem ser moedas negociadas nos mais diferentes mercados. Por exemplo:

Quais são as principais commodities brasileiras?

O Brasil é um grande produtor e exportador de commodities em âmbito mundial. Veja, agora, quais são as principais commodities brasileiras:

  • soja, já que o Brasil é o maior exportador mundial;
  • minério de ferro, pois é a segunda maior reserva do mundo;
  • petróleo, considerando que está entre os 10 principais produtores;
  • açúcar, porque é o maior produtor e exportador mundial;
  • carne bovina (boi gordo), pois o Brasil é o maior produtor e exportador global;
  • celulose, em cuja produção o país está na 6ª colocação;
  • milho, que está na 2ª posição.

Ficou claro que existe uma grande relevância nesse tipo de produto, certo? Tanto é que elas equivalem a cerca de 6,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do País.

Continua após a publicidade

O PIB consiste na soma de todas as riquezas produzidas no Brasil. Ou seja, de cada R$ 100 produzido no País, R$ 6,50 são gerados especificamente pelas commodities. Portanto, a participação desses produtos na economia é bastante significativa.

Além disso, eles equivalem a 65% do total exportado pelo Brasil. Fazendo a mesma comparação, de cada R$ 100 exportados, R$ 65 são de commodities.

Como é definido o preço das commodities?

Ao contrário dos produtos que você compra em uma loja, cujos preços são definidos pelos comerciantes, não são as empresas de commodities que estabelecem o preço dessas matérias-primas. Na verdade, elas têm pouco ou nenhum controle sobre sua cotação.

Então, quem define o preço? É o próprio mercado, a partir da lei de oferta e demanda. Normalmente, a cotação é feita em dólares.

Continua após a publicidade

Parece difícil, mas é fácil de entender. Imagine o seguinte: você vai ao mercado e quer comprar melancia. Porém, é o mês de outubro. Essa é uma fruta do verão. Portanto, é difícil encontrá-la na primavera ou mesmo em outras estações do ano. Isso faz com que seu preço aumente, porque a oferta é baixa. Em outras palavras, tem mais gente querendo comprar do que produtor vendendo melancia. Ou seja, a demanda é maior do que a oferta.

Agora, vamos considerar outro mês, por exemplo, janeiro. Esse é um período em que há muita melancia para vender, porque é a época dessa fruta. Dessa forma, seu preço cai, afinal, há mais oferta do que demanda.

A mesma regra vale para praticamente tudo no mercado financeiro, inclusive para entender o que são commodities. A diferença é que o preço não é determinado pelo supermercado que você vai. Aqui, a base costuma ser a bolsa de valores de Chicago, pois é por lá que a maioria das negociações desses produtos ocorre.

Além disso, essas transações consideram a ausência de diferenciação nos preços entre um produtor e outro. Isso continua igual.

Continua após a publicidade

Então, o que muda? Os fatores que se alteram são:

  • custos de exportação;
  • tarifas portuárias;
  • logística;
  • prêmio da exportação.

Além disso, algumas situações econômicas e políticas, e eventos climáticos também impactam o preço das commodities. Por exemplo, se o mundo está com uma demanda maior por café, os produtores brasileiros tendem a lucrar mais. Isso porque o preço do grão aumenta. O inverso também é válido.

Então, ainda que os padrões de qualidade sejam semelhantes, a variação nos preços ocorre devido a outros fatores. Isso impacta a economia dos países e também os investimentos em commodities na bolsa.

Portanto, o Brasil pode ser afetado por outros mercados, caso esses países estejam em crise. Ou seja, tudo está interligado quando o assunto é saber como investir em commodities.

Quais são as empresas de commodities na bolsa?

Para as pessoas físicas, o mais comum é adquirir ações de empresas de commodities que negociam seus ativos na bolsa de valores. Existem vários segmentos de atuação. Por isso, dividimos entre os principais e vamos listar as principais companhias da B3, a bolsa de valores brasileira, e os códigos de negociação (tickers). Confira!

Continua após a publicidade

Petróleo, combustíveis e gás

EmpresaTicker
PetrobrasPETR3 e PETR4
3R PetroleumRRRP3
CosanCSAN3
EnautaENAT3
PetroRioPRIO3
PetroReconcavoRECV3

Metalurgia, mineradoras e siderurgia

EmpresaTicker
Companhia Siderúrgica Nacional – CSNCSNA3
CSN MineraçãoCMIN3
Companhia Brasileira de AlumínioCBAV3
GerdauGGBR3 e GGBR4
FerbasaFESA3 e FESA4
Metalúrgica GerdauGOAU3 e GOAU4
ValeVALE3
ParanapanemaPMAM3
UsiminasUSIM5

Papel e celulose

EmpresaTicker
Celulose IraniRANI3
KlabinKLBN11
SuzanoSUZB3

Proteína animal

EmpresaTicker
BRFBRFS3
MarfrigMRFG3
JBSJBSS3
Minerva FoodsBEEF3

Agrícolas e outras

EmpresaTicker
CamilCAML3
Boa Safra SementesSOJA3
SLC AgrícolaSLCE3
São MartinhoSMTO3
Três Tentos AgroTTEN3

É claro que a análise de cada empresa é importante na hora de escolher onde investir em commodities. É preciso considerar o ciclo econômico desses produtos, bem como a saúde financeira das empresas (valuation) e quaisquer outros fatores que sejam relevantes.

Dessa forma, é possível lucrar em períodos de altas nos preços das commodities e entender desvalorizações cíclicas que acontecem normalmente.

Como investir em commodities?

Existem duas formas de investir em commodities na bolsa de valores:

  • comprando ações de empresas de commodities na bolsa, como essas que apresentamos acima;
  • adquirindo contratos no mercado futuro.

Vamos explicar cada uma dessas possibilidades a seguir. Antes disso, você precisa saber que precisa de uma conta em uma corretora de valores para operar pelo home broker.

Depois disso, você pode escolher qual alternativa é a melhor. Entenda.

Ações

Nesse caso, você vai comprar as ações emitidas por empresas produtoras de commodities. Por exemplo, a Petrobras ou a BRF.

Continua após a publicidade

Você pode comprar quantas quiser e se tornará sócio da empresa. De toda forma, o objetivo é comprar na baixa para vender na alta. Assim, é possível aumentar o seu lucro. O rendimento vem justamente da venda dessas ações quando elas estiverem valorizadas.

Outra possibilidade é aguardar o pagamento dos dividendos, ou seja, aproveitar a remuneração que as empresas oferecem aos investidores de tempos em tempos. Isso varia de acordo com a companhia. Além disso, o valor efetivamente ganho muda. De toda forma, é uma forma de renda passiva.

Contratos futuros

Aqui, você adquire um contrato que dá o direito de comprar um ativo no futuro por um preço predeterminado. Isso acontece muito com as commodities para se proteger da volatilidade.

Por exemplo, você acredita que o preço do café vai subir nos próximos meses, portanto adquire um contrato de venda de um ativo. Para isso, paga um valor (prêmio). Nesse contrato, está estabelecida uma data de vencimento, além de um valor de negociação no futuro. Se, naquela data, a operação compensar, você efetiva a venda e lucra. Caso contrário, perde apenas o prêmio.

Continua após a publicidade

Essa operação é um pouco mais complexa do que a compra de ações e exige conhecimentos específicos de mercado futuro. Por isso, é indicada para quem já é experiente e tem um perfil de investimento arrojado.

De toda forma, os contratos futuros de commodities negociados na B3, são:

  • boi gordo;
  • açúcar cristal;
  • café arábica 4/5 e 6/7;
  • etanol anidro e hidratado;
  • ouro;
  • soja;
  • milho.

Conclusão

Entender o que são commodities pode ser um pouco difícil. Ainda assim, vale a pena ter esse conhecimento por vários motivos. Um deles é a importância desses produtos para a economia brasileira. Outro é a possibilidade de investir e aumentar o seu lucro.

Para ter uma ideia, em algumas crises, a aplicação financeira em commodities pode se tornar uma estratégia de proteção. Foi o que aconteceu no período da pandemia do coronavírus, por exemplo.

Além disso, o ouro normalmente é um instrumento de hedge, ou seja, de proteção. Isso significa que você pode investir nele e dificilmente perderá dinheiro, já que é bastante valorizado.

Dessa forma, vale a pena entender o que são commodities e como investir nelas. Porém, é importante ressaltar que esse tipo de investimento exige que o investidor ou trader estude o mercado a fundo e entenda os ciclos que envolvem a oferta e demanda por commodities.

Perguntas frequentes

  1. O que são as commodities?

    As commodities são a matéria-prima de fabricação de outros produtos. Por exemplo, ouro, café e milho.

  2. Quais são as commodities brasileiras?

    O Brasil é um dos maiores produtores de commodities. Algumas das principais são: soja, minério de ferro, petróleo, açúcar, boi gordo, celulose e milho.

  3. Quais são as commodities agrícolas?

    São os produtos do agronegócio. Por exemplo, café, milho, trigo, soja, algodão e açúcar.

  4. Quem define o preço das commodities?

    O próprio mercado. Ele é baseado na lei de oferta e demanda e definido pelas bolsas de valores.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.