A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) tem 119 instituições financeiras associadas. Uma delas é o Banco Banrisul, com sede em Porto Alegre. 

A instituição é uma sociedade de economia mista, o que significa que tem capital estatal e privado. Atualmente, trabalha com serviços bancários, é um banco de varejo, faz a gestão de ativos e oferece cartões de crédito e seguros.

Continua após a publicidade


Assim, o Banrisul tem uma ampla oferta aos seus clientes. Será que vale a pena ter uma conta-corrente ou até mesmo investir em ações da instituição financeira? Vamos explicar melhor essas questões para você tomar a decisão certa. Continue lendo!

A história do Banco Banrisul

O Banco do Estado do Rio Grande do Sul começou sua história ainda em 1927, durante o 1º Congresso de Criadores. Voltado para produtores rurais gaúchos, o evento daquele ano contou com uma solicitação: a abertura de uma casa bancária pelo governo estadual para facilitar o acesso ao crédito.

Daí surgiu a ideia do Banco Banrisul, que começou a operar oficialmente em 12 de setembro de 1928. No começo, o foco eram os empréstimos de longo prazo aos fazendeiros com a garantia da hipoteca do imóvel.

Em 1929, a instituição começou a expandir suas operações. Passou a emitir Letras Hipotecárias (LH), que foram negociadas no Brasil e no exterior. Dezenove agências foram abertas, sendo que já havia 24 delas no Rio Grande do Sul.

Em 1965, o Banrisul já contava com 135 agências em 6 estados brasileiros. Ainda foram feitas várias incorporações em sua história, tendo sido a última em 1998, da Caixa Econômica Estadual do Rio Grande do Sul.

Atualmente, o banco ainda visa ao desenvolvimento econômico e social do território gaúcho. O maior acionista ainda é o estado do Rio Grande do Sul, com 49,39% de participação. Tem 514 agências em 6 estados brasileiros:

  • 491 agências são no Rio Grande do Sul;
  • 17 agências em Santa Catarina;
  • 1 agência no Distrito Federal, em São Paulo, no Rio de Janeiro, no Paraná, em Miami (Estados Unidos) e nas Ilhas Cayman. 

Os serviços oferecidos pelo Banrisul

Por suas características, o Banco Banrisul tem serviços para pessoas físicas e jurídicas, além de servidores públicos e governos. O leque de atuação é grande, já que dentro de cada uma dessas categorias existe uma série de possibilidades. Entenda melhor!

Pessoas físicas

Para cidadãos comuns, o Banco do Estado do Rio Grande do Sul trabalha com:

  • abertura de conta-corrente;
  • operações de câmbio, que vão de compra e venda de moeda estrangeira a um canal bancário no exterior, cartão de crédito pré-pago internacional e a possibilidade de fazer transferências financeiras para outro país;
  • títulos de capitalização, que consiste em sorteios realizados entre os participantes que dão direito a prêmios;
  • carteiras digitais, que é uma parceria com os serviços Google Pay, Masterpass, Samsung Pay, Vero Wallet e Visa Checkout;
  • cartões de crédito, que abrangem uma modalidade livre de anuidade e outra que permite colocar a estampa do Inter ou do Grêmio, principais times gaúchos;
  • certificado digital dos tipos A1 e A3;
  • consórcio de veículos, imóveis e serviços;
  • empréstimo consignado, pessoal, Crédito Direito ao Consumidor (CDC), imobiliário, leasing, linhas para o agronegócio, Sistema de Informações de Crédito (SCR), universitário e para usar tecnologia de geração de energia renovável;
  • investimentos, sendo que são ofertas tanto aplicações da renda fixa quanto da variável;
  • portabilidade de salário e crédito;
  • títulos de previdência privada, tanto Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) quanto Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL);
  • seguros pessoal e patrimonial.

Renda fixa e renda variável

Aplicações financeiras de renda fixa são aquelas em que você já sabe quanto vai ganhar ao final. São compostas de títulos públicos e privados, e o risco é bastante pequeno, próximo a zero.

Por sua vez, os investimentos da renda variável são voltados para quem gosta de correr mais riscos. Oferecem a chance de ganhar mais, mas a possibilidade de ter prejuízos também é maior.

Previdência privada

Os planos de previdência privada são divididos em PGBL e VGBL. Os dois têm o mesmo objetivo, mas a tributação é diferente. 

O primeiro é indicado para quem entrega a declaração do Imposto de Renda (IR) completa, porque permite deduzir até 12% da renda anual. Porém, na hora do resgate dos valores, o tributo cobrado incide sobre o montante total.

Por outro lado, o VGBL é mais indicado para a declaração simplificada. Você paga o IR ano a ano, mas o tributo incide apenas sobre os ganhos na hora do saque.

Pessoa jurídica

No caso das empresas, as ofertas de serviços são similares. Veja quais são elas:

  • conta-corrente;
  • operações de câmbio;
  • títulos de capitalização;
  • cartões de crédito;
  • certificado digital;
  • consórcio;
  • cobrança de títulos, que faz a operação de cobrança dos recebíveis da sua empresa e credita os valores na conta-corrente. É voltado para negócios enquadrados em comércio ou serviços;
  • linhas de crédito específicas para empresas;
  • investimentos;
  • seguros;
  • Vero Banrisul, que consiste em uma maquininha que agrega conta-corrente e outros serviços.

Servidores públicos

Oferece os mesmos benefícios da pessoa física, mas em um ambiente diferente, dividido entre servidores federais, estaduais e municipais.

Governos

Disponibiliza serviços de folha de pagamento, contracheque eletrônico, contas a pagar, investimentos, pregão online e convênios.

Vale a pena ter uma conta no Banco Banrisul?

Pela diversidade, o Banco do Estado do Rio Grande do Sul é uma boa oportunidade para ter acesso aos serviços bancários. Por outro lado, existem pontos a observar.

Um deles é a falta de agências em todos os estados brasileiros. Isso significa que, se tiver algum imprevisto em outro local, terá que contar com os canais digitais ou ter uma conta em outro banco. Portanto, há pouca praticidade em uma situação como essa.

No Reclame Aqui, o Banco Banrisul tem dados medianos ou ruins. Se for considerado o período de 18 de julho de 2017 a 17 de julho de 2020, a nota é 5,5. De todas as reclamações, 93,6% foram respondidas, mas apenas 38,6% voltariam a fazer negócios. O índice de solução é de 54,6% e a nota do consumidor é de 4,05.

Quando são avaliados apenas os seis primeiros meses de 2020, a nota é regular e vai para 6,3. Do total de reclamações, 99,9% foram respondidas, mas apenas 44,7% voltariam a fazer negócios. O índice de solução aumenta para 61,9% e a nota do consumidor vai para 5,01.

Entre as principais reclamações estão:

  • cobrança indevida;
  • problemas com a portabilidade do empréstimo;
  • demora na execução de solicitações;
  • mau atendimento;
  • dificuldades com cartão de crédito.

Portanto, ainda que seja o queridinho dos gaúchos, é importante analisar todos os aspectos antes de optar por abrir uma conta-corrente no Banco Banrisul.

Gostou de ver essa análise? Assine a newsletter do iDinheiro e receba notificações sobre os posts mais relevantes do nosso blog!