Você está procurando por uma alternativa ou uma complementação da sua aposentadoria?

Então, com certeza você já deve ter ouvido falar ou até mesmo lido algo sobre a previdência privada.

Afim de te ajudar, vamos abordar neste artigo um pouco sobre o simulador da Previdência Privada, e quais pontos você precisa ficar atento ao escolher o modelo de previdência ideal. Vamos lá?

Continua após a publicidade:

Simulador da Previdência Privada

Para entender se o investimento em previdência privada é o ideal para a sua necessidade e objetivo a longo, será preciso realizar uma avaliação sobre as características e a performance do ativo.

O simulador da Previdência Privada é uma excelente ferramenta visual.

Nela, você consegue verificar o desempenho desta modalidade em relação aos prazos, taxas, valores e em outros pontos particulares.

Continua após a publicidade

Muitas empresas, além de mostrar a projeção da previdência privada em determinado período, ainda realizam uma comparação com outros ativos de características semelhantes.

Então, além de conferir os resultados deste ativo, você ainda pode conferir se não existem aplicações mais rentáveis. Interessante, não é mesmo?

A título de curiosidade, vamos apresentar uma lista de empresas, bancos e instituições financeiras que possuem este tipo de ferramenta.

No entanto, é importante deixar claro que não consideramos essas empresas as preferidas ou as melhores para a simulação.

Continua após a publicidade

A lista abaixo foi criada conforme os resultados apresentados pelo mecanismo de busca Google, com a expressão “Simulador Previdência Privada”.

Testamos as ferramentas e achamos bem intuitivas e claras.

Saiba como funciona a previdência privada

Também conhecida como aposentadoria particular, a previdência privada é uma das alternativas do mercado financeiro para quem deseja usufruir de uma renda no futuro.

Atualmente, é possível encontrar os planos de previdência sendo comercializado nas seguradoras, bancos e instituições financeiras.

E o interessante desta aplicação é a possibilidade de estimar quanto precisa guardar para se aposentar em um determinado período de tempo.

Continua após a publicidade

Por exemplo, se você deseja aposentar daqui 25 anos e usufruir mensalmente de R$ 3.000, com o simulador da Previdência Privada você descobre a quantia de dinheiro que precisará desembolsar todo mês para esse plano.

No mercado brasileiro, você encontra dois tipos de previdência privada: PGBL e VGBL.

O PGBL é um acréscimo à renda que você já tem. Os pagamentos são feitos mensalmente e podem ser deduzidos no ajuste anual de Imposto de Renda (IR).

Vale até o limite de 12% de sua renda bruta anual, e o investidor deve fazer a declaração completa de IR.

Enquanto isso, o VGBL é utilizado como um seguro pessoal, onde não é obrigatório a sua dedução no ajuste anual do IR.

Continua após a publicidade

Vale a pena investir na previdência privada?

Antes de entender se a previdência privada realmente vale a pena, você precisa compreender a rentabilidade que este ativo pode proporcionar em um determinado período.

Mesmo sendo muito popular no mercado financeiro brasileiro, a previdência privada não oferece os melhores resultados possíveis.

Portanto, o recomendado é que o investidor conheça e avalie bem o plano oferecido pela empresa escolhida para não adquirir planos com baixa rentabilidade e pouco vantajoso.

Então, para não ficar preso apenas neste tipo de investimento, o recomendado é que conheça outros investimentos que entregam uma rentabilidade melhor que a Previdência Privada, por exemplo os ativos de Renda Fixa como Tesouro Direto, CDB, e entre outros.

Continua após a publicidade

Principais dúvidas sobre previdência privada

Veja, agora, as principais respostas para dúvidas comuns sobre a previdência privada.

Existe um valor mínimo para investir em previdência privada?

O investimento mínimo pode variar. Por exemplo, na Previdência Caixa você consegue realizar um aporte mínimo mensal de R$35 reais.

Quais tipos de planos de previdência existem?

Você encontra no mercado dois tipos de planos da previdência, o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). A grande diferença entre esses dois planos é a sua tributação.

Posso usar a previdência para outras razões sem ser aposentadoria?

Sim. Você pode utilizar a Previdência Privada conforme a sua necessidade e objetivo.

Apesar de muitos investidores utilizarem esta aplicação como complemento e alternativa de aposentadoria, você pode utilizar este valor para pagar estudos, comprar a casa própria, pagamento de serviços médicos, viagem e etc.

Ou seja, o uso do dinheiro fica a seu critério.

Qual a idade mínima para começar a investir na previdência?

Não existe uma idade mínima para começar o investimento em Previdência Privada.

Nesse sentido, muitos pais ou chefes de famílias começam a previdência para os seus filhos desde o nascimento.

Continua após a publicidade

Posso fazer a portabilidade da previdência?

Caso você esteja insatisfeito com as taxas e rendimento da previdência em uma determinada empresa, você pode pedir gratuitamente a transferência deste ativo para outra instituição.

No entanto, você só pode fazer a portabilidade de um plano VGBL para outro VGB, ou do PGBL para o plano PGBL.

Conclusão

Agora que você foi capaz de entender os principais pontos sobre o simulador da previdência privada, pode avançar na escolha da melhor opção para sua família.

Como os planos de previdência tradicionalmente trabalham com a visão a longo prazo, o interessante é comparar os principais nomes disponíveis no mercado.

Faça um estudo minucioso entre pontos de convergência e divergência, apontando prós e contras e simulando com a maior proximidade possível do que você espera para o seu futuro.

Quer continuar acompanhando outros conteúdos como este, em que explicamos sobre o simulador da previdência privadaEntão, assine a newsletter do iDinheiro e receba tudo em tempo real. 

Publicidade