Litro da gasolina sofre novos reajustes nas refinarias nesta terça (19)

O reajuste no litro da gasolina pode fazer o preço ultrapassar R$ 5 em algumas cidades. O mercado encarou a notícia como positiva.

Fabiola Thibes
Fabíola Thibes

O preço do litro da gasolina sofreu mais um reajuste por parte da Petrobras. Agora, as refinarias da empresa deverão pagar R$ 0,15 a mais. Com isso, o custo para as revendedoras chega a R$ 1,98.

O anúncio foi feito nesta terça-feira, 19. Para o consumidor final, o valore dependerá de cada posto de combustível. No entanto, a tendência é de aumento do preço aos motoristas.

Continua após a publicidade

Segundo o economista-chefe da Ativa Investimentos, Étore Sanchez, a expectativa é de mais reajuste no curto prazo. O índice pode aumentar outros 7%.

Ele afirmou que “a Petrobras elevou o preço da gasolina em quase R$ 0,15, o que representa alta de quase 8%”. Ainda assim, ressalta que os modelos matemáticos utilizados apontam uma elevação potencial de mais 7% no curto prazo.

Continua após a publicidade

O motivo é a defasagem dos preços no litro da gasolina. Apesar do crescimento dos valores na bomba de combustível, há deficiência em comparação com o padrão mundial.

Em comunicado oficial, a companhia também explica essa questão. “Os preços praticados pela Petrobras têm como referência os preços de paridade de importação e, desta maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio”, ressalta.

Dados do litro da gasolina

O mesmo documento afirma que o preço médio do litro da gasolina teve o valor mínimo de R$ 0,91 em 2020. Ainda foram destacados mais dados.

O Global Petrol Prices apontava, no dia 11 de janeiro de 2021, que o consumidor brasileiro pagava a 52ª gasolina mais barata do mundo. No total, são pesquisados 165 nações.

Continua após a publicidade

Segundo o levantamento, o preço está 21,6% abaixo da média. O valor usado como referência é de 1,05 dólar por litro.

Além disso, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) fez um estudo entre os dias 10 e 16 de janeiro para saber o preço médio do litro da gasolina no país.

A média ficou em R$ 4,572. O resultado de outros combustíveis foi:

  • diesel: R$ 3,685;
  • etanol: R$ 3,202;
  • botijão de 13 kg de gás: R$ 76,50.

Preços do litro da gasolina na bomba de combustíveis

O anúncio do reajuste leva a um consequente aumento do preço pago pelos consumidores. Em muitos lugares, como o Distrito Federal, a expectativa é que o valor cobrado ultrapasse R$ 5.

No Acre, a situação é mais crítica. Na capital, Rio Branco, ainda é possível encontrar o litro da gasolina a R$ 4,90. Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade, tem uma média de R$ 5,95.

Continua após a publicidade

No entanto, cidades mais afastadas têm um preço bem mais alto, que chega a R$ 8 por litro da gasolina. Um dos motivos é que, nesses locais, é possível chegar somente de avião ou barco.

Vale a pena destacar que nesse total estão incluídos impostos e margem de lucro das distribuidoras, postos e da Petrobras. Em média, os dois primeiros ficam com 12% e a companhia mantém 29% do preço final.

Análise do mercado

O mercado recebeu bem as informações da Petrobras. Esse foi o primeiro reajuste feito pela empresa em 2021.

Com isso, a cotação das ações da companhia na bolsa de valores registraram estabilidade na última segunda-feira, 18. Nesta terça-feira, 19, por volta das 12h, havia uma leve alta na PETR4.

A notícia veio ao encontro das expectativas do mercado, que acusou a companhia de represar os preços em 2020. O receio é de intervenção estatal para evitar novas correções de preços no litro da gasolina e a paralisação dos caminhoneiros prevista para 1º de fevereiro.

Quer continuar se informando sobre possíveis reajustes dos combustíveis? Então, assine a newsletter do iDinheiro e ative as notificações push.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.