Mil, um mil ou hum mil? Como escrever “1” no cheque?

Qual o correto a preencher? Mil, Um Mil ou Hum Mil? Veja as opções ao escrever um cheque e qual a motivação de errar a ortografia da língua portuguesa por segurança.

Escrito por Amanda Gusmão

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


Escrever cheques pode parecer uma tarefa simples, mas detalhes como a forma correta de preencher os valores em números e por extenso podem gerar dúvidas. Afinal, você já se perguntou se deve escrever “mil e um”, “mil um” ou “hum mil” ao preencher um cheque de R$1.000,00?

Devemos ter muita atenção ao preencher um cheque. Cometer um erro pode causar grandes prejuízos, como, por exemplo, colocar uma quantia maior que a esperada, ou então, inviabilizar o saque do cheque.

De acordo com o dicionário de língua portuguesa, para quantificar a milhar por extenso não se usa um antes. O correto é usar mil reais. E a expressão hum não existe ao se falar de números.

Desta forma, ao preencher um cheque, o valor de mil reais corresponde a R$1.000,00 para pagamento no vencimento do documento. Caso deseje um valor maior, basta colocar. Uma sugestão é R$1.222,00, que por extenso lê-se mil duzentos e vinte e dois reais.

Escrever “hum mil” no cheque é errado?

Apesar de gramaticalmente incorreto, você já deve ter encontrado cheques preenchidos no valor de hum mil reais. Essa foi uma técnica desenvolvida para evitar fraudes em saques. Ao colocar apenas mil reais, era possível que uma pessoa colocasse um valor antes da palavra. Por exemplo, cem mil reais.

Colocando o hum no local de mil reais impede que existam fraudes, porque qualquer valor adicionado anteriormente será inválido e não dá margem para rasuras.

Ao lidar com a escrita de valores em cheques, é crucial adotar a forma correta para evitar mal-entendidos ou fraudes. A linguagem utilizada no preenchimento dos cheques deve ser clara, precisa e sem ambiguidades. Vamos desvendar as melhores práticas para que você se torne um expert no assunto.

A Regra de Ouro para Valores Numéricos e por Extenso

Quando você preenche um cheque, é necessário escrever o valor tanto em números quanto por extenso. Isso serve como uma dupla verificação para garantir que o valor pago seja exatamente o que você deseja. Mas como fazer isso corretamente?

  • Valores Numéricos: Sempre preencha o valor numérico o mais próximo possível do texto “R$”, evitando deixar espaços que possam ser utilizados para fraudes. Por exemplo, ao escrever mil reais, você deve colocar “1.000,00” sem espaços adicionais.
  • Valores por Extenso: Aqui reside a maior dúvida de muitos. A forma correta de escrever mil reais é “mil reais”, sem a necessidade de adicionar “um” ou “hum” antes de “mil”. Isso porque “mil” já indica a quantidade exata, sem ambiguidades. Portanto, para R$1.000,00, escreva simplesmente “mil reais”.

Como preencher um Cheque

Apesar de estar caindo em desuso, aprender a preencher um cheque corretamente garante que a emissão de um cheque não traga consequências ruins para você e para quem irá utilizar o papel. Veja qual a forma correta de colocar as informações:

Na parte superior, aparecerá um espaço para colocar a quantia do cheque em numeral. Está escrito R$ e você deve preencher com o valor total. Vamos utilizar o exemplo de R$1.536,00. Alguns cheques possuem duas hashtags entre o espaço para escrever o numeral e evitar que tenha alterações. Caso o seu não possua, pode desenhar ao terminar de preencher, por exemplo, #1536,00#.

Depois, onde termina a frase “pague por este cheque a quantia de” preencha o valor do cheque por extenso. Ainda seguindo nosso exemplo, ficaria “mil quinhentos e trinta e seis reais”. Não deixe um espaço vazio no início da frase, para evitar fraudes. Ao terminar, você pode riscar o excedente das linhas, para que não preencham mais nada.

O próximo campo está na sequência do valor e apresenta um “a”. Nele você deve escrever o nome da pessoa que receberá a quantia em dinheiro. Pode ser pessoa física ou jurídica. Caso não ocupe todo o espaço, você também pode fazer um risco.

No próximo passo, escreva a cidade onde está e a data de preenchimento do cheque.

Por fim, assine o cheque, com a assinatura de seus outros documentos, como RG, carteira de motorista ou outro documento oficial.

Também há mais um detalhe no momento de preencher um cheque. Caso você queira que a única maneira de pagamento para o documento seja por depósito bancário, basta fazer dois riscos na parte superior da folha, conhecido como cheque cruzado.

Ele é uma maneira de evitar roubos do dinheiro. Desta forma, a quantia só será depositada se for na conta da pessoa que o cheque está apresentando. Além disso, o caixa bancário não pode entregar a quantia em dinheiro para ninguém, facilitando que cancelem a transação se for necessário.

Agora que já sabe a forma certa de escrever o valor de mil reais no cheque e outras dicas, preencha corretamente a folha e garanta que todas as suas transações aconteçam como esperado.

Resumindo: dicas para preencher cheques com segurança

Preencher cheques de maneira segura é tão importante quanto escrever os valores corretamente. Aqui vão algumas dicas para garantir que seus cheques estejam sempre protegidos contra fraudes:

  • Sem Espaços em Branco: Após preencher o valor por extenso, certifique-se de não deixar espaços em branco que possam ser preenchidos posteriormente. Uma dica é traçar uma linha após o valor por extenso até o final do espaço disponível.
  • Assinatura Consistente: Sua assinatura é uma das partes mais importantes do cheque. Certifique-se de que ela seja sempre consistente e difícil de ser forjada. Assine sempre no local designado e de forma clara.
  • Cuidado com Rasuras: Evite fazer rasuras em cheques. Se cometer um erro, é mais seguro invalidar esse cheque e começar um novo. Rasuras podem levantar suspeitas e causar problemas na compensação do cheque.
  • Data Correta: Sempre preencha a data corretamente, seguindo o formato dia/mês/ano. Isso evita confusões e garante que o cheque seja compensado no período desejado.

Perguntas frequentes

  1. Como preencher um cheque de mil e trezentos reais?

    Basta escrever “mil e trezentos reais”. Não é necessário falar um mil. Algumas pessoas usam “hum mil” como forma de evitar fraudes, pois qualquer valor adicionado anteriormente será inválido e não dá margem para rasuras.

  2. Como preencher um cheque no valor de 1.100 reais?

    Basta escrever “mil e cem reais”. Não é necessário falar um mil. Algumas pessoas usam “hum mil” como forma de evitar fraudes, pois qualquer valor adicionado anteriormente será inválido e não dá margem para rasuras.

  3. Como preencher um cheque de mil e duzentos reais?

    Basta escrever “mil e duzentos reais”. Não é necessário falar um mil. Algumas pessoas usam “hum mil” como forma de evitar fraudes, pois qualquer valor adicionado anteriormente será inválido e não dá margem para rasuras.

  4. Como escreve R$ 1500 em cheque?

    Basta escrever “mil e quinhentos reais”. Não é necessário falar um mil. Algumas pessoas usam “hum mil” como forma de evitar fraudes, pois qualquer valor adicionado anteriormente será inválido e não dá margem para rasuras.

2 comentários

  1. Michelly

    Qual é o certo, OS MIL REAIS ou O MIL REAIS?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp