Notícias

Suspensão de pagamentos do Fies tem prazo até final da pandemia

Ana Júlia Ramos
Ana Júlia Ramos
Imagem de estudantes que poderão solicitar a suspensão de pagamentos do Fies

Suspensão de pagamentos do FIES poderá ser solicitada para estudantes até o final da pandemia. Saiba mais condições a seguir.

Estudantes que têm contrato no Banco do Brasil e na Caixa poderão realizar a suspensão de pagamentos do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

O requerimento terá validade enquanto durar a vigência do estado de calamidade decretado em razão da pandemia da covid-19.

Continua após a publicidade

As novas condições de acesso ao recurso foram atualizadas pela Resolução nº 39, de 27 de julho, expedida pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Com informações da Agência Brasil.

Entenda a suspensão de pagamentos do Fies

A medida vale para dois tipos de clientes. O primeiro grupo é o de pessoas em situação de adimplência com os contratos antes do dia 20 de março, data em que foi decretado o estado de calamidade pública no país.

Já aqueles estudantes inadimplentes, poderão suspender as parcelas desde que as amortizações vencidas até a mesma data sejam de, no máximo, 180 dias.

As parcelas devidas antes da pandemia não serão suspensas. A nova resolução abrangeu também os estudantes com dívidas. Na proposta original, teriam acesso à condição apenas aqueles que estivessem em dia com os pagamentos.

De acordo com o FNDE, mais de 151 mil estudantes do Fies aderiram ao programa de suspensão. Agora, com as novas regras, 1,5 milhão de alunos do Fies são elegíveis. Ao todo, 2,8 milhões de pessoas estão cadastradas no programa.

As prestações pausadas serão incorporadas ao saldo devedor do financiamento. É importante analisar os termos e condições contratados, incluindo juros e não juros de mora, ou multa por atraso.

A partir do mês seguinte ao término da suspensão do período de calamidade pública, as obrigações financeiras deverão ser retomadas.

Para ter acesso ao recurso, os clientes deverão entrar em contato ou com o Banco do Brasil ou com a Caixa Econômica, dependendo de onde o contrato estiver vinculado.

Gostou desta notícia sobre a suspensão de pagamentos do FIES? Então, assine a newsletter do iDinheiro para receber mais conteúdos do tipo diretamente no seu e-mail.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *