PIX bate recorde na Black Friday e movimenta R$ 3 milhões na sexta-feira

O PIX bateu recorde na Black Friday, movimentando R$ 3 milhões na última sexta-feira. Desde o lançamento da plataforma, foram quase R$ 25 bilhões.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Lançado no meio de novembro deste ano, o PIX bateu recorde de uso na Black Friday nesta última sexta-feira, 27. 

Somente durante o evento, a plataforma de pagamentos instantâneos do Banco Central (BC) movimentou cerca de R$ 3,314 bilhões de reais, em mais de três milhões de transações.

Continua após a publicidade

De acordo com os dados divulgados pelo BC, o PIX já atraiu cerca de 40 milhões de usuários. Esse número representa cerca de 38,024 milhões de pessoas físicas e 2,416 milhões de pessoas jurídicas

Recorde de PIX na Black Friday foi impulsionado pelo comércio

Com um número de adeptos cada vez maior ao sistema, o recorde do PIX na Black Friday pode ser atribuído à forte adesão do comércio varejista antes do evento anual. 

Em estabelecimentos comerciais, por exemplo, a oferta de pagamentos para os consumidores cresce cada vez mais.

Segundo a revista Exame, atualmente são oferecidos três métodos cada vez mais buscados pelos clientes: débito, crédito ou PIX.

Substituição de outros meios de pagamento

Para o analista da Genial Investimentos, Eduardo Nishio, esse meio de pagamento deve impactar em breve as receitas dos grandes bancos, uma vez o sistema de pagamento instantâneo do PC pode tomar o lugar de transferências tradicionais ou boletos bancários. 

Com um número cada vez maior de adeptos ao PIX, soluções como pagamentos em débito devem entrar em desuso no médio e longo prazo. 

“Tudo vai depender do uso por parte do lojista, o ritmo de adoção do PIX e o quanto ele vai ou não fomentar o débito, que é mais rentável aos bancos”, disse à Exame.

Para o diretor sênior de instituições financeiras da Fitch Ratings para a América Latina, Claudio Gallina, o PIX tem um papel maior no mercado atual. 

“O PIX vem na linha de atuação do Banco Central de promover uma maior inclusão financeira no Brasil”, disse.

Com isso, se torna possível diminuir o número de desbancarizados no país e o acesso a produtos do setor com maior facilidade. 

Quer continuar acompanhando o que acontece no mercado financeiro? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber todos os conteúdos em tempo real. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.