Preço do Bitcoin pode estar próximo de atingir seu topo

Especialistas acreditam que o preço do Bitcoin pode atingir o topo de comercialização em breve. A mineração da moeda digital vem crescendo desde 2019.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Segundo alguns especialistas do mercado de criptomoedas, o preço do Bitcoin está próximo de atingir o seu topo. 

Segundo informações do site CrytoQuant, os mineradores da moeda digital estão vendendo cada vez maiores quantidades de Bitcoin, principalmente após as máximas registradas nos últimos meses, 

Continua após a publicidade

Por isso, algumas correções devem ser realizadas em breve, indicando uma possível “bolha” da moeda digital após forte e contínua valorização. 

Sobre o topo do preço do Bitcoin para os traders

Alguns traders já esperam que o preço do Bitcoin sofra uma retração maior no curto prazo.

Para Edward Morra, um dos principais traders de criptomoeda, é possível que haja um cenário de correção lenta onde a moeda digital se estabilize na casa dos US$ 36.000.

Além disso, os mineradores consideram uma possível queda improvável, já que a mineração vem sendo maior e frequente ao longo dos anos. Ele, inclusive, chegou a reiterar que essa seria uma “típica coisa de mercado em alta”.

“Acho um cenário improvável, mas vejo alguma semelhança com a transição de domingo para segunda da semana passada. A propósito, é muito otimista estabelecer a baixa da semana na segunda-feira e, em seguida, expandir, coisa típica do mercado em alta”, disse, com veiculação original no site Coin Telegraph, especializado em criptoativos. 

Por que os mineradores estão vendendo tanto?

Segundo informações da rede Willy Woo, em meados de maio de 2020 logo existiriam duas fontes de pressão para a venda das moedas digitais.

“Só existem duas formas incomparáveis de pressão de vendas no mercado. A primeira são os mineradores que diluem o abastecimento e vendem no mercado, essa é a taxa escondida na inflação monetária. E a segunda são as mineradoras que taxam os traders e vendem no mercado”, afirmou.

Desta forma, no curto e médio prazo, as mineradoras podem continuar servindo de base para o preço do Bitcoin, além de serem uma importante fonte de pressão para a venda da criptomoeda. 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações Push para continuar recebendo informações sobre o universo dos criptoativos. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.