Startup de cálculo de imposto de criptomoedas é comprada pelo PayPal

PayPal acaba de adquirir a startup especializada em cálculo de imposto de criptomoeda. Objetivo é aumentar a cartela de produtos focada em moedas digitais.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

O PayPal anunciou nesta quinta-feira, 7, a aquisição de uma startup especializada em cálculo de imposto de criptomoedas

A compra tem como objetivo facilitar cálculos complexos para os investidores e consumidores que utilizam a carteira digital da empresa para operações com criptoativos.

Continua após a publicidade

Dessa maneira, é possível ter maior facilidade ao operar os ativos de maneira contínua. 

A Taxbit é uma empresa norte-americana que deverá utilizar o investimento para ampliar a equipe e expandir os negócios internos.

Sobre a empresa de cálculo de imposto de criptomoedas

A Taxbit levantou fundos por meio do braço de investimentos Coinbase Ventures, negócio conhecido no universo de bolsas de criptomoedas. 

Fundada em 2017 por um grupo formado por advogados tributários, contadores e engenheiros de software, a empresa conseguiu desenvolver um software específico capaz de auxiliar empreendimentos que trabalham com as moedas digitais consigam gerar declarações de impostos para os usuários. 

Além disso, é possível que os próprios clientes consigam realizar cálculos de quanto precisam pagar aos fisco em relação aos investimentos em criptos. 

De acordo com o presidente-executivo e fundador da Taxbit, Austin Woodward, em nota oficial, “o sistema é capaz de ajudar pessoas a otimizarem os impostos à medida que usam os criptoativos ao longo do ano”.

PayPal no mercado de criptomoedas

O investimento do Paypal em uma startup especializada no cálculo de imposto de criptomoedas vai a favor das novas estratégias da empresa. 

Em outubro, a empresa anunciou que estaria começando a operar no universo das moedas digitais de maneira gradual e que os serviços seriam disponibilizados em países específicos ao longo do tempo. 

Inclusive, o investimento chega em um momento onde o Bitcoin vem batendo recordes consecutivos de cotação nos últimos dois meses.

Gostou do conteúdo? Então não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para continuar acompanhando todas as novidades sobre o universo financeiro. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.