Sair das dívidas

Saiba como limpar seu nome no Serasa/SPC mesmo em meio à pandemia

Heloísa Vasconcelos
Heloísa Vasconcelos
Pessoa consultando Serasa/SPC para limpar seu nome

Principal saída neste momento é buscar negociação. Ação judicial e prescrição das dívidas também são opções para remover o CPF do cadastro de inadimplentes.

Artigo originalmente publicado em blog.mobills.com.br. Conteúdos e comentários foram integralmente mantidos.

Saiba como limpar seu nome no Serasa/SPC mesmo em meio à pandemia

 

A última pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostra 66,6% das famílias brasileiras com dívidas, maior índice desde 2010.

Em meio à pandemia, cresce o número de nomes nas listas do Serasa/SPC a medida que muitos não conseguem pagar suas contas. 

Continua após a publicidade

Ao mesmo tempo, ter o nome negativado neste momento é algo ruim, já que o acesso a crédito para emergências fica dificultado.

Mesmo para quem não tem condições de sanar suas dívidas, é possível retirar o CPF do cadastro de inadimplentes durante a pandemia. 

Continua após a publicidade

A melhor solução é a negociação. Prescrição das dívidas e ação judicial também são opções para limpar o nome.

Como parcelar dívidas?

Para quem não tem como quitar as dívidas, a negociação é a melhor solução.

O inadimplente pode negociar diretamente com o credor um parcelamento da dívida. Todos os anos ocorre o Feirão Limpa Nome da Serasa, onde a negociação pode ser feita.

O cidadão também pode procurar o Procon de sua cidade.

Durante a pandemia, várias condições como abatimento de parte da dívida e juros mais baixos estão sendo oferecidas. 

É importante que sejam negociadas parcelas que caibam no bolso, mesmo que signifique um parcelamento mais longo. O atraso de parcelas pode acarretar nova negativação.

Continua após a publicidade

O nome sai do Serasa/SPC a partir de 5 dias do pagamento da primeira parcela da dívida.

Prescrição da dívida

Após 5 anos de dívida, o credor tem obrigação de tirar o nome do inadimplente do Serasa/SPC. 

Essa é uma opção que permite que o cidadão volte a ter crédito no mercado, mas não limpa o nome com a empresa em que se tem a dívida.

Caso a empresa não entre judicialmente ao longo dos cinco anos cobrando a dívida, ela não pode ser mais utilizada para negativação.

Continua após a publicidade

De todo modo, o inadimplente continua tendo restrição interna na instituição em que não realizou o pagamento.

Ação judicial

Entrando com uma ação judicial, o consumidor pode discutir a legalidade da dívida, podendo não ter que pagá-la.

Enquanto o juiz analisa o processo, antes da sentença, já pode ser determinada a retirada do nome das listas de restrição.

É possível, porém, que o juiz determine que o devedor efetue um depósito judicial no valor da dívida, garantindo o pagamento posterior, caso a causa seja ganha pelo credor.

Portanto, é indicado que só se recorra a esse meio caso a dívida tenha relação com cobranças ou juros abusivos por parte do credor.

O que achou da notícia sobre tirar o nome do Serasa/SPC em meio à pandemia? Se gostou, então, compartilhe com seus amigos e familiares que possam se interessar pelo tema!

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *