Refinanciamento de veículo Santander: tudo o que você precisa saber

Victor Leitao
Victor Leitão
casal olhando carro novo, representando refinanciamento de veículo Santander
Confira todas as informações acerca do refinanciamento de veículo Santander e descubra se essa é uma boa opção para você no momento.

Refinanciamento de veículo Santander: tudo o que você precisa saber

O crédito com garantia de veículo é o nome dado ao refinanciamento de veículo Santander.

Nessa modalidade de empréstimo, um bem — no caso, o próprio automóvel — é dado como garantia de que a dívida será quitada.

Continua após a publicidade

Como refinanciamento de veículos é uma das linhas de crédito mais acessíveis do Brasil, muitas pessoas o procuram para quitar dívidas com juros mais altos ou obter conquistas pessoais.

Neste artigo, reunimos as principais informações sobre o refinanciamento de veículos Santander. Confira cada uma delas e veja se é uma boa opção para você.

Continua após a publicidade

Como funciona o refinanciamento de veículo Santander?

Também conhecido como empréstimo com garantia de veículo ou UseCarro no caso do Santander, o refinanciamento de veiculo é uma linha de crédito onde o cliente coloca seu próprio automóvel como garantia da operação. 

Ao colocar um bem como garantia no contrato, é possível conseguir melhores condições de pagamento, como taxas menores e prazos mais extensos para a quitação de débitos.

Para ter acesso ao crédito, o consumidor precisa ter um carro em seu nome — preferencialmente quitado — e estar com toda a documentação em dia. 

No entanto, se houver um financiamento aberto ou pendências — como IPVA atrasado — uma parte do valor solicitado será atribuído ao pagamento dessas dívidas e o restante será depositado na conta do solicitante.

Continua após a publicidade

No caso do refinanciamento de veículo Santander, o crédito só está disponível para correntistas do banco, pois as parcelas são debitadas diretamente da conta corrente do banco Santander.

Entre as condições do empréstimo, o valor do crédito liberado pode chegar até 70% do valor de mercado do veículo, porém, o carro deve ter — no máximo — 5 anos desde sua data de fabricação. 

Já as taxas de juros variam de acordo com o resultado do perfil e análise de crédito do consumidor.

Em relação ao prazo de pagamento, este pode chegar a até 5 anos.

Quem pode aderir?

Como já explicamos anteriormente, o refinanciamento de veículo Santander vale apenas para correntistas do banco.

Continua após a publicidade

Sendo assim, o principal requisito para solicitar essa linha de crédito é possuir um automóvel, de preferência, sem dívidas pelos motivos também já citados.

Documentação necessária

A documentação básica necessária para dar entrada no processo de refinanciamento de veículo Santander consiste em:

  • RG e CPF ou CNH;
  • comprovante de residência;
  • Documentação do veículo;
  • comprovante de renda.

Após preencher as fichas e enviar toda documentação, o cliente passará por uma análise de crédito.

Em caso de aprovação, o passo seguinte consiste no processo de vistoria do automóvel, para a instituição entender o estado do bem e fazer uma avaliação de qual valor será liberado.

Continua após a publicidade

Quais são as taxas?

As taxas para o refinanciamento de veículos variam conforme o prazo, ano e modelo do veículo, além de também variarem conforme o perfil e o segmento Santander que o cliente faz parte.

Vale dizer que no caso do Santander, não há incidência de juros e nem cobrança de tarifas na operação, somente as taxas comuns do empréstimo.

Como contratar um refinanciamento de veículo Santander?

Abaixo, confira como funciona o processo de contratação do refinanciamento de veículo Santander.

Simulação e solicitação

O refinanciamento UseCarro só está disponível para correntistas do banco Santander. Assim, o sistema do banco será o canal correto para simulação e solicitação.

Existe uma variação das taxas de banco para banco, porém, o Santander oferece taxas bem competitivas com o mercado. 

Continua após a publicidade

No entanto, antes de realizar a solicitação, faça uma simulação, compare inclusive com outros bancos e fintechs que também oferecem o refinanciamento de veículo.

Assim, se a proposta Santander foi a mais compatível com seus perfil e necessidades, dê prosseguimento a solicitação.

Envio da documentação

Faça o envio de toda documentação exigida e saiba que, se o veículo não estiver em seu nome, será necessário efetuar a transferência.

Análise de crédito

Nessa etapa acontece uma verificação da situação financeira do cliente, a fim de apurar suas possibilidades de assumir as parcelas e a quantia requerida.

Continua após a publicidade

Caso o perfil não esteja dentro dos critérios do banco, o cliente não conseguirá fazer o refinanciamento pela instituição.

Análise jurídica e vistoria do veículo

Enquanto os documentos do requerente passam por uma averiguação e triagem, simultaneamente, o bem recebe uma avaliação para analisar se pode tornar a garantia do pagamento.

Assinatura do contrato

Após tudo ser aprovado, o documento de formalização do empréstimo é disponibilizado para assinatura.

Liberação do recurso

O montante deverá entrar na sua conta entre 5 e 15 dias depois da contratação.

Porém, a liberação do crédito também depende da agilidade do cliente em providenciar as documentações e vistoria.

Continua após a publicidade

Quais cuidados devo tomar?

É necessário ser bem cauteloso e pensar muito antes de optar por essa modalidade de crédito.

Com a exigência que ela impõe de colocar um bem como garantia do empréstimo, como já foi citado acima, o banco pode tomar o automóvel e levá-lo a leilão caso você não cumpra com os pagamentos .

É muito importante, apesar da oportunidade de pegar um valor relativamente mais alto de crédito, se limitar a usar apenas a quantia necessária.

Assim, a possibilidade de você não conseguir arcar com as parcelas diminui e o negócio fica mais seguro.

Continua após a publicidade

Vantagens e desvantagens do refinanciamento de veículo Santander

A alternativa do refinanciamento de veículos é uma boa escolha para quem tem um carro sem dívidas, pois seus juros costumam ser mais baixos que em outras modalidades de empréstimos.

Isso acontece porque o banco tem uma garantia de que você irá honrar com o seu compromisso. 

No entanto, optar por um refinanciamento de carro é usar um bem que você já possui como garantia de um valor que você terá que pagar ao banco durante alguns meses.

Então, afinal, vale a pena fazer um refinanciamento de veículo Santander?

Logo, se você não se sente à vontade em deixar o seu automóvel em nome do banco ou a sua vida financeira ainda está instável, talvez seja a hora de considerar a opção de um empréstimo pessoal, por exemplo.

Continua após a publicidade

Se o dinheiro não for urgente, você também pode considerar cortar algumas despesas ou mesmo, começar a gerar uma renda extra.

Com essas sugestões, você pode se organizar melhor e não colocar um patrimônio já adquirido em risco, concorda?

Gostou deste artigo? Então assine a newsletter do iDinheiro para receber nossas publicações diretamente em seu e-mail.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.