Salário mínimo de 2021 pode ser reajustado para R$ 1.088

O Ministério da Economia prevê o reajuste do salário mínimo de 2021 para um valor maior do que o previsto em agosto. Novo valor é R$ 21 superior à previsão.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

O Governo Federal propôs ao Congresso nesta terça-feira, 15, estabelecer o valor do salário mínimo de 2021 para R$ 1.088.

A nova previsão consta com a nova versão do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias e aparece R$ 21 maior do que a proposta realizada em agosto deste ano, quando o Ministério da Economia divulgou as prévias para janeiro. 

Continua após a publicidade

De acordo com os órgãos competentes, o aumento do salário mínimo em 2021 se deve à revisão da projeção realizada diante da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). 

Entenda os impactos envolvidos no salário mínimo de 2021

Em agosto, a previsão divulgada pelo Ministério da Economia trazia um ajuste de 2,09%, equivalente à projeção de inflação medida pelo INPC.

Segundo os cálculos da equipe econômica, um salário de R$ 21 maior do que o planejado, representaria um custo extra de 7,4 bilhões para os cofres públicos durante o ano que vem. 

O governo previa inicialmente um valor base do salário mínimo em R$ 1.067.

Contudo, com a alta dos preços dos alimentos, a previsão teve um reajuste positivo no índice. 

Segundo o Boletim Macro Fiscal divulgado em novembro, o indicador deveria fechar o ano em 4,1%. Dessa maneira, o piso deveria seguir o padrão e subir para o valor de R$ 1.088,84, tendo o arredondamento proposto de R$ 1.088.

Toda a situação decorre por conta do fim da política de valorização do salário mínimo. Essa medida, que vigorou no País entre 2011 e 2019, previa que o piso nacional fosse reajustado de acordo com o índice anual da inflação, acrescido da variação do Produto Interno Bruto (PIB) registrado nos dois anos anteriores. 

Entretanto, desde 2019, o governo atual vem buscando manter o reajuste do salário indexado apenas à inflação, conforme previsto na Constituição. 

De acordo com o Governo Federal, essa é uma medida tomada para evitar o crescimento de possíveis gastos públicos. 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para continuar acompanhando novidades sobre o universo financeiro.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

4 comentários

  1. Paulo de

    Fica aqui a minha indignação e de todos os trabalhadores e aposentados, pelo misero aumento do salário minimo, enquanto que os safados e pilantras do Senado, Câmara de Deputados Federal, STF e toda a classe de políticos corruptos, aumentam seus salários acima da inflação, sem contar os muitos benefícios que eles tem, para não fazer nada em favor dos verdadeiros trabalhadores dessa nação, que mais contribuiem para os cofres públicos.
    E cade o nosso presidente Jair Messias Bolsonaro? O mito. Que até agora não se manifestou sobre esse misero aumento.
    Mas um dia eles iram prestar contas com o Deus criador de todo o roubo dos salários dos trabalhadores que eles roubaram, conforme está escrito na Biblia no livro de Tiago 5: 1 a 6.

  2. Luiz a

    Concordo com tudo , mas o problema somos nós mesmo que não sabemos escolher nossos governantes

  3. Eliane do

    Governo medíocre enquanto salário mínimo aumenta em 21 reais esses cretinos mete a mão no dinheiro público descaradamente. Por isso não voto em mais ninguém.

  4. Continua após a publicidade

  5. Rita de

    Eu fico comovida de ver o salário mínimo realmente né mínimo.mesmo.
    O povo só paga impostos isorbitantes a luta tem sido gde pra poder sobreviver muitas famílias passando muitas necessidades sem alimentação direito sem direito nem de comer come ovo e olhe lá.
    Enquanto a cúpula do governo come e bebe do bom e do melhor.
    O Brasil enum país rico mais mal administrado.
    Me dói ver às crianças não comerem uma fruta agora então ficou pior às coisas estão caríssimas os idosos vão morrer mais rápido porque vão ficar fracos com a baixa da alimentação.
    Mais a justiça divina vai cobrar destes administradores do Brasil.
    Quê a justiça seja feita e nome de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.