NuSócios: Nubank cria programa que transforma clientes em sócios

O NuSócios vai distribuir até R$ 225 milhões em ações para os clientes. Saiba como se tornar um dos sócios do Nubank.

Isabella Proença
Isabella Proença

Você já imaginou ser um acionista do Nubank? A Nu Huldings, que controla a fintech, acaba de criar o programa NuSócios, que vai destinar entre R$ 185 milhões e R$ 225 milhões para a distribuição de BDRs (Brazilian Depositary Receipts, que consistem em certificados de ações emitidas no exterior) aos clientes da empresa.

O anúncio veio após a Nu Holdings ter oficializado, semana passada, o pedido de abertura de capital nos EUA e no Brasil. O intuito da iniciativa é valorizar e reconhecer o papel dos clientes na trajetória do Nubank.

Continua após a publicidade

“Milhões de clientes serão convidados a se tornarem sócios da empresa, sem nenhum custo, por meio do recebimento de um BDR por pessoa”, disse a companhia, em comunicado oficial.

Como participar do programa NuSócios?

Os requisitos para participar do programa incluem:

  • ser um cliente ativo;
  • não ter conta bloqueada para transações;
  • não estar inadimplente por mais de 8 dias ocrridos;
  • ter recebido ou realizado ao menos uma operação em qualquer produto Nubank nos últimos 30 dias (antes de se inscrever no NuSócios).

Cada BDR deve ser negóciado por cerca de R$ 9,80. Os interessados em receber os títulos poderão se candidatar a partir do dia 9 de novembro, no aplicativo do banco. Os certificados poderão ser negociados apenas após 12 meses da oferta inicial pública de ações (IPO). Clique aqui para conferir todas as informações.

IPO nos EUA e no Brasil

Na última segunda-feira, 1º de novembro, a Nubank divulgou o protocolo público de pedido de registro na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) para que suas ações sejam negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

A mesma solicitação foi feita para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que permite a atuação na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). O objetivo é abrir o capital nas duas instituições de forma simultânea e a expectativa da empresa é obter o equivalente a R$ 16,8 bilhões. Caso o valor seja confirmado, essa será a maior oferta de uma empresa latino-americana em 2021.

Os recursos obtidos com o IPO serão utilizados para despesas de capital, investimentos e potenciais arquisições, capital de giro e despesas operacionais.

Quer continuar acompanhando notícias como esta, sobre o programa NuSócios do Nubank? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.