Botijão de gás chega a até R$ 115 no país; confira 8 dicas de como economizar

Segundo levantamento semanal da ANP, o preço médio do botijão está em R$ 84,03. É possível economizar gás com algumas dicas simples.

Heloisa Vasconcelos
Heloísa Vasconcelos

Assim como outros combustíveis como gasolina e diesel, o gás de cozinha tem tido aumentos expressivos. Segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o combustível fechou 2020 em alta de 9,24%, mais que o dobro da inflação de 4,52% registrada no período. O contexto tem levado as famílias a buscar formas de economizar gás.

No último dia 3, a Petrobras anunciou um aumento de 5% no combustível, que já acumula alta de 22,7% em 2021. O levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aponta que o botijão de 13 quilogramas tem um preço médio de R$ 84,03.

Continua após a publicidade

Então, é importante pesquisar antes de comprar o botijão. Também segundo a ANP, o preço do produto tem variado entre R$ 64 e R$ 115, o que mostra que a pesquisa pode gerar uma boa economia.

Quem quer economizar deve prestar atenção ainda no momento da compra do fogão, já que existem modelos mais econômicos. A forma do uso no dia a dia também pode colaborar para que o botijão dure por mais tempo. 

Continua após a publicidade

Dicas para economizar gás de cozinha

1. Escolha do fogão

O primeiro passo para conseguir economizar gás é no momento da escolha do fogão ou forno que será utilizado. Existem modelos menos econômicos que podem colaborar para que o botijão acabe mais cedo.

A head de marketing do marketplace de venda de gás Chama, Mariana Rangel do Carmo, recomenda que o consumidor busque a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia do produto e considere a pontuação na hora da compra.

“O grau de eficiência do fogão em relação ao uso de gás é indicado pela Etiqueta Nacional de Conservação de Energia, sendo a etiqueta A a indicação de modelo mais eficiente”, pontua.

2. No momento da compra

Também anterior ao uso de fato do combustível, a pesquisa antes da compra do botijão pode fazer com que o consumidor economize dinheiro. Existem aplicativos e sites como o Chama que facilitam a comparação de revendedores, considerando preços, tempo de entrega e marcas.

Continua após a publicidade

Para além da questão financeira, contudo, é importante se atentar para a qualidade do gás comprado. O ideal é buscar revendedores regulamentados pela ANP e marcas reconhecidas pelo mercado.

3. Cuidado com o forno

O forno é um dos vilões no que diz respeito ao gasto de gás de cozinha. Mas, com alguns cuidados, é possível economizar sem evitá-lo na hora das preparações.

Uma dica é prestar atenção para pré-aquecer o forno apenas durante o tempo estabelecido na receita, evitando deixá-lo ligado mais que o necessário. 

“Além disso, quando estiver usando o forno, deve-se evitar abrir e fechar a porta com frequência. Isso reduz a temperatura interna e faz com que o fogão tenha que trabalhar mais tempo para terminar o cozimento”, recomenda Mariana.

Continua após a publicidade

4. Verifique as panelas

O tamanho e a qualidade das panelas também pode influenciar na quantidade de gás de cozinha gasto. Cozinhar com panelas maiores que o necessário faz com que o fogão demore mais tempo para conseguir realizar a preparação, necessitando de mais energia.

Além disso, panelas velhas, com fundos tortos ou gastos, ajudam a desperdiçar gás. O indicado é preferir panelas de materiais como inox de fundo triplo, já que elas distribuem e mantém o calor por mais tempo. Isso acelera o tempo de cozimento.

Outra dica é utilizar tampa na hora de cozinhar, a depender da preparação. Isso agiliza o tempo de cozimento, diminuindo, consequentemente, o uso de gás.

5. Corte em pedaços menores

Ao cozinhar, corte legumes em pedaços pequenos. Dessa forma, será necessário um tempo menor para o cozimento, principalmente se também aplicadas outras dicas.

Continua após a publicidade

Quanto menos tempo o fogão precisar ficar ligado, maior o alívio para o bolso.

6. Janelas fechadas para economizar gás

Correntes de ar na cozinha podem diminuir a potência das chamas, aumentando o tempo necessário para que a comida fique pronta. 

Portanto, deve-se fechar as janelas na hora de cozinhar ou preferir posicionar o fogão em um local menos ventilado do cômodo. 

7. Planeje as refeições

O mais indicado para quem quer economizar no botijão é escolher apenas um dia da semana para cozinhar, evitando utilizar o fogão todos os dias. 

Alguns alimentos como arroz, feijão e legumes podem ser congelados e esquentados em um microondas na hora do consumo. A opção também torna a rotina mais prática, principalmente para quem não tem tempo de cozinhar todos os dias, e pode até evitar gastos desnecessários com delivery.

8. Aproveite o vapor para economizar gás

Por fim, pode-se aproveitar o vapor do cozimento de alguns alimentos para realizar outras preparações.

Uma dica é colocar uma escorredeira na panela de cozimento do arroz para cozinhar legumes ao mesmo tempo, economizando tempo e energia, além de realizar um preparo mais saudável.

Quer aproveitar mais dicas sobre como economizar? Então, assine a newsletter iDinheiro e acompanhe tudo o que importa para o seu dinheiro.

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

2 comentários

  1. Maria Da

    Amei as dicas! Gratidão Maria da Paz de Lima Araújo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.