Extrato do IR 2021 está disponível para aposentados do INSS

O extrato do IR 2021 já está disponível para consulta. O documento é necessário para preencher a declaração anual e evitar a malha fina.

Fabiola Thibes
Fabíola Thibes

extrato do IR 2021 já está disponível para os aposentados do INSS. O documento traz os rendimentos relativos ao ano anterior e serve para o preenchimento da declaração anual.

Este ano, a consulta pode ser feita pelo site do INSS ou pelo aplicativo Meu INSS, disponível para Android e iOS. Por esses canais, também é possível saber qual foi o valor recebido em 2020 e verificar se é necessário declarar o Imposto de Renda.

Continua após a publicidade

De toda forma, é importante destacar que outras situações exigem o preenchimento da declaração. Por isso, o valor recebido é apenas um dos critérios a ser utilizado.

Em 2021, os contribuintes que se enquadrarem nos requisitos abaixo são obrigados a declarar o IR:

  • rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, inclusive aposentadoria;
  • rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados somente na fonte superior a R$ 40.000;
  • recebimento de dinheiro devido à alienação de bens e direitos ou realização de operações em bolsas de valores, mercadorias, futuro ou semelhantes;
  • bens ou direitos no valor superior a R$ 300 mil, somando todos os itens;
  • passar à condição de residente no Brasil e se permaneceram até 31 de dezembro de 2020;
  • venda de imóvel residencial com lucro, mesmo comprando outro no prazo de 180 dias e usando da isenção do IR;
  • rendimentos brutos acima de R$ 142.798,50 para quem exerce atividade rural ou quer compensar os prejuízos de 2020 ou anos anteriores.

Consulta ao extrato do IR 2021

O acesso deve ser feito pelo Meu INSS, seja pelo computador, seja pelo celular. Ao entrar na página ou app, será preciso colocar a senha.

Caso não tenha, clique no botão “Cadastrar senha”. Será necessário digitar o seu CPF e responder a algumas perguntas feitas pelo sistema.

Com isso, o sistema emite uma senha automaticamente. Depois, digite-a, assim como o CPF. Na tela seguinte do login, identifique as imagens solicitadas.

Na tela inicial, clique em “Serviços em destaque”. Depois, selecione “Extrato de Imposto de Renda”.

A página seguinte terá o “Ano-calendário”. Selecione 2020. Então, aparecerá o número do benefício e o tipo de aposentadoria. Clique em cima dessas informações e acesse o extrato do IR 2021.

No documento, você verá o nome e o CNPJ do Fundo do Regime Geral de Previdência Social. Essa é a fonte pagadora. Esses dados devem constar na declaração do IR 2021.

No item 2, aparecerão os dados do segurado. Já no 3 constarão os rendimentos tributáveis recebidos.

Por fim, o tópico 4 traz os rendimentos isentos e não tributáveis de aposentados a partir de 65 anos ou de quem recebe o benefício por incapacidade.

Declaração em 2021

A declaração do Imposto de Renda em 2021 deve começar em março e terminar em abril. No entanto, o governo federal ainda não divulgou o calendário.

O procedimento é feito por programa específico, disponível no site da Receita Federal.

Achou interessante conhecer esse assunto? Então, assine a newsletter do iDinheiro  ative as notificações push para continuar se atualizando.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.