Abono salarial de 2021 tem o valor atualizado para R$ 1.100

Rodrigo Salgado
Rodrigo Salgado
pessoas em fila na caixa para sacar o abono salarial de 2021
O valor do abono salarial de 2021 (PIS/Pasep) teve o valor atualizado para R$ 1.100, conforme o novo salário mínimo. Entenda!

O valor do abono salarial de 2021 (PIS/Pasep) teve o valor atualizado para R$ 1.100. O aumento ocorre conforme o reajuste do salário mínimo, que está em R$ 1.100 desde 1º de janeiro.

Tem direito ao abono salarial do PIS/Pasep todos os cidadãos que trabalharam com carteira assinada ou como funcionário público por pelo menos um mês em 2019, recebendo até dois salários mínimos.

Continua após a publicidade

Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e estar com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O PIS (benefício para trabalhadores da iniciativa privada) é pago pela Caixa Econômica Federal. Para sacar, quem possuir o Cartão do Cidadão e a senha pode ir presencialmente a um caixa eletrônico ou a uma lotérica.

Quem não tiver o Cartão Caixa, por outro lado, deve se deslocar até uma agência da Caixa e apresentar um documento de identificação para receber o dinheiro.

Para consultar se tem direito ao abono salarial de 2021, acesse o site da Caixa (clique aqui) ou o app Caixa Trabalhador (Android/ iOS). Para dúvidas ou outras informações, ligue para 0800-726-02-07.

Já o Pasep (benefício dos servidores públicos) é pago direto na conta do Banco do Brasil. Nesse caso, para dúvidas, reclamações ou solicitações, deve-se procurar o atendimento pelo telefone 0800-729-00-01 ou direto em uma agência.

O abono salarial de 2021

O pagamento é realizado conforme o mês de nascimento do trabalhador, para aqueles do setor privado, ou o número final de inscrição do PIS, no caso dos funcionários públicos.

Receberão o novo valor:

  • Nascidos entre julho e dezembro ou com o número final de inscrição entre 0 e 4 que ainda não sacaram o benefício;
  • Nascidos entre janeiro e junho ou com o número final de inscrição entre 0 e 9 que ainda vão receber, conforme o calendário.

Isso porque quem nasceu de julho a dezembro ou tem o número final de inscrição de 0 a 4 já recebeu o benefício.

Ainda assim, ninguém sairá no prejuízo. A primeira remessa ficará disponível até o dia 30 de junho deste ano. Em seguida, uma nova leva de pagamentos será realizada para os demais que têm o direito.

Calendário de pagamento

PIS (iniciativa privada)

  • Nascidos de julho a dezembro: já receberam ou receberão até 30 de junho;
  • Janeiro e fevereiro: recebem a partir de 19/01;
  • Março e abril: recebem a partir de 11/02;
  • Nascidos entre maio e junho: recebem a partir de 17/03.

Pasep (funcionários públicos)

  • Número final de inscrição de 0 a 4: já receberam ou receberão até 30 de junho;
  • Inscrição final 5: recebem a partir de 19/01;
  • 6 e 7: recebem a partir de 11/02;
  • 8 e 9: recebem a partir de 17/03.

Valor pago

O valor máximo que o trabalhador pode receber é de um salário mínimo (agora R$ 1.100). A quantidade varia de acordo com o tempo trabalhado no ano de 2019, de maneira proporcional.

Ou seja, se trabalhou o ano todo recebe o valor total (R$ 1.100); mas, se trabalhou apenas um mês, recebe 1/12 do valor (R$ 92).

Para saber o valor individualmente, basta dividir o valor total (R$ 1.100) pelo número de meses trabalhados em 2019.

Esta matéria foi útil? Então, assine a newsletter do iDinheiro e fique por dentro de todas as atualizações a respeito de benefícios sociais no seu e-mail!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.