O Banco Central lançará em novembro o novo sistema de pagamentos instantâneos. Para entender de forma prática como ele poderá funcionar no Brasil, a Folha analisou uma série de modelos similares ao PIX no mundo.

Ao todo, mais de 50 países usam ou planejam usar o formato de transferências velozes e sem barreiras de dia ou hora.

Continua após a publicidade:

Modelos similares ao PIX no mundo: Índia e Reino Unido são grandes exemplos

De acordo com especialistas, a Índia e o Reino Unido são exemplos de países que usam o recurso com sucesso.

O primeiro deles teve a capacidade de incluir uma população gigantesca que não tinha conta em bancos, e o segundo foi destaque por acumular um volume muito grande de adesão ao sistema.

Continua após a publicidade

Calcular o número exato de adesões é uma tarefa difícil, já que o monitoramento dos lançamentos e o número de adesões ainda não é preciso. A velocidade das transações seria a principal justificativa.

Além disso, ainda não existe um padrão a respeito do que seria, efetivamente, um pagamento instantâneo.

PIX está incluído nas definições técnicas sobre o tema

Ainda que seja difícil padronizar um pagamento instantâneo, existem definições técnicas internacionais que o caracterizam.

De maneira geral, um pagamento instantâneo é a transferência eletrônica de recursos financeiros entre duas contas. Ela não pode ser desfeitas.

Continua após a publicidade

Deve haver um aviso imediato tanto quem enviou quanto quem recebeu o dinheiro. Além disso, o recusro precisa estar disponível para o recebedor em poucos segundos.

O mercado também considera a disponibilidade, que deve ser de 24 horas por dia, sete dia por semana e durante todos os dias do ano.

Nesse sentido, o sistema de pagamentos do Banco Central se enquadra nessa e em outras características secundárias definidas para nortear o setor.

Impactos do pagamento instantâneo

De forma geral, a adoção desse tipo de pagamentos ajuda a reduzir a circulação de dinheiro em espécie, ajuda na fiscalização, reduz taxas e outros custos assim como a demanda por crédito.

Continua após a publicidade

Um outro ponto desse recurso é a possibilidade de “abraçar” um público brasileiro que, até o momento, não tem conta em banco ou tem acesso precário aos serviços.

Com as transferências simplificadas, desburocratizadas e sem custos (ou com custos mínimos), espera que seja possível alcançar um público que, atualmente, não está inserido nesse tipo de serviço.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre os modelos similares ao PIX no mundoEntão, assine a newsletter do iDinheiro e receba tudo em tempo real. 

Publicidade