Como Saber Se Tenho Dinheiro a Receber Em Contas Inativas do FGTS?

De acordo com a Caixa Econômica Federal, existe muito dinheiro em contas inativas do FGTS, mas muitos trabalhadores não sabem que tem esse valor a receber.

Flavio Mariano
Flávio Mariano

Artigo foi originalmente publicado pelo site Conta em Banco que, desde julho de 2020, faz parte do iDinheiro. Conteúdo e comentários foram integralmente mantidos.

Muita gente não sabe, mas tem saldo a receber em contas inativas ou perdidas do Fundo de Garantia por Tempo de Trabalho (FGTS), e não retiram esse valor por pura falta de informação. A Caixa Econômica Federal, gestora do FGTS, afirma de desde a criação do fundo, na década de 60, o Brasil possui 938,3 mil contas inativas, somando milhões de reais, esperando apenas o saque do titular.

O FGTS é uma das condições mais acessíveis para compra da casa própria, com muitos trabalhadores utilizando o saldo disponível no fundo no financiamento do imóvel, seja como entrada, ou para abater o saldo devedor periodicamente. Mas essa não é a única utilização possível para o FGTS. Podem sacar o valor pessoas demitidas sem justa causa, em término de contrato por prazo determinado, aposentados, em caso de falecimento do trabalhador (pela família), ou quando o titular ou um de seus dependentes estiver com câncer, HIV, ou outras doenças em estágio terminal.

Continua após a publicidade

Assim, seguem informações sobre como saber se você tem algum valor a receber em conta inativa do FGTS, e como fazer para sacar esse dinheiro. O calendário com todas as informações sobre o saque estão neste link. Abaixo, estão explicações que ão são sobre a medida provisória do governo.

Regras do FGTS

Quem atuou em determinada empresa, mas acabou perdendo a conta onde os recursos do FGTS eram depositados pelo empregador, tem o direito de receber o valor, já que o benefício não prescreve. Assim, para saber se você tem algum saldo em uma conta inativa do FGTS, você deve se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal, portando sua carteira de trabalho, para realizar a consulta. Pode haver um valor, que ainda foi corrigido, com uma taxa de 3% ao ano, mesmo que, na época, os depósitos tenham sido realizados em outro banco.

São duas as principais hipóteses em que é possível que você tenha algum valor a receber, por uma conta inativa. A primeira a para os trabalhadores que tiveram conta vinculada por três anos ininterruptos sem depósitos, cujo o afastamento se deu até o dia 13 de julho de 1990. Já a segunda é para aqueles em que o afastamento ocorreu a partir de 14 de julho de 1990, em que o trabalhador ficou por três anos consecutivos fora do regime do FGTS.

bannerheader_fgts
Muitos trabalhadores possuem contas inativas no FGTS

Para sacar o saldo inativo

Tendo sido constatado que realmente há saldo a receber, a Caixa exige que o dinheiro seja sacado mediante algumas possibilidades. São as mesmas descritas anteriormente neste texto, como motivos em que o saque do FGTS é possível: imóvel, demissões, aposentadoria,doenças terminais ou falecimento.

Além disso, é necessário que o trabalhador compareça em uma agência, com um documento de identificação oficial com foto, carteira de trabalho e o número de inscrição no PIS/PASEP.

Empresas falidas

De acordo com a Caixa, um dos motivos para que exista tanto dinheiro esquecido em contas inativas é o fato de que muitos trabalhadores acreditam que não têm direito ao FGTS quando atuaram em empresa que faliu. Porém, nesses casos o benefício é concedido normalmente. Para receber, basta apresentar a carteira profissional, comprovando o registro de trabalho na empresa.

Perda de carteira de trabalho

Mesmo quem perdeu a carteira de trabalho pode realizar o saque. É possível recuperar os registros profissionais. Basta obter um documento que comprove o vínculo empregatício na Previdência, conhecido como Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Esse cadastro possui as informações de todas as relações de trabalho que a pessoa já teve.

Assim, se você acha que se enquadra nesses casos, e pode ter uma conta inativa de FGTS, com valores a receber, não deixe de checar com a Caixa. Você pode ter valores a receber dessas contas inativas, que podem estar apenas esperando para serem sacados.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

18 comentários

  1. joice

    Trabalhei nove meses em uma empresa no ano de 90 e pedi demissão,fui ao banco(esse ano para ver fundo inativo) para ver se tinha o que sacar e foi constatado que nunca foi depositado em minha conta,quer dizer que trabalhei nove meses e não tenho direito a nada?

  2. Mirian

    Gostaria de saber se tenho algum dinheiro para sacar

  3. Bárbara

    Meu nome bárbara trabalhei um ano em uma empresa fui registrada mais quando sai não deram baixa na minha carteira a empresa não existe mais nem sei dos sócios tenho 254$ mais não conseguir sacar o que eu devo fazer para que eu pegue esse dinheiro

  4. Continua após a publicidade

  5. Franços com

    Trabalhei em quatro empresas hoje estou desempregado sera que tenho direito

  6. José Roberto

    trabalhei numa empresa de 86 a 91, porém a mesma sumiu e os sócios faleceram, ou seja, não tive rescisão e nem fundo de garantia. Como faço pra receber esse dinheiro que está preso até hoje?Desde já obrigado.

  7. Maria Madalena

    Trabalhei dois anos como babá, fui demitida será que tenho algo a receber?

  8. Lenita

    Ola meu nome e lenita trabalhei 3 anos em uma empresa que abriu falencia sera que tenho algum direito?

  9. Soraia cristiane

    Oi boa tarde eu olhei assim que saiu tinha resíduo das empresa em que eu sai mas hoje fui consultar falou que não tem nada.você pode me ajudar

  10. Zildeci Rodrigues

    Olá bom dia, eu trabalhei durante 8 meses em uma empresa, pedi demissão em 28/12/2015 por motivo pessoal, fui verificar se tenho saldo inativo e disse q não encontrou nenhum saldo. Eu sou do mês de março, pode me explicar o que acontece. ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.